Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de maio 2013

Cearense Heitor Alves reforça a Brazilian Storm na etapa do circuito mundial de surfe em Fiji

31 de maio de 2013 0

O cearense Heitor Alves vai reforçar a Brazilian Storm na quarta etapa do ASP World Tour, o Volcom Fiji Pro, que tem prazo de realização de 2 a 14 de junho. O brasileiro é o quarto alternate do circuito mundial e ganhou a oportunidade com as lesões de Tiago Pires, Owen Wright e Raoni Monteiro, além da contusão do primeiro alternate, o norte-americano Pat Gudauskas. O catarinense Willian Cardoso, o terceiro alternate, alegou dificuldades para viajar na última hora e a vaga ficou com Heitor.

O outro atleta confirmado é o australiano Yadin Nicol, segundo alternate. A última vaga será definida por um trials com nomes locais. Atleta da Mormaii, Heitor já está escalado na terceira bateria, diante dos australianos Joel Parkinson e Matt Wilkinson. Já o primeiro wildcard do evento, o australiano Mitch Coleborn, está na bateria com os brasileiros Adriano de Souza e Alejo Muniz. O americano Alex Gray é outro wildcard do evento.

Antonio Claros e Giuliano Casarini são os destaques da segunda etapa do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática

31 de maio de 2013 0

Giuliano Casarini foi bem nestasegunda etapa. Foto Ricardo Fuchs/Photojetski

O boliviano Antonio Claros e o paulistano Giuliano Casarini foram os destaques da segunda etapa do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski), realizada na quinta-feira e nesta sexta-feira, na Represa de Furnas, em Boa Esperança (MG). Claros ganhou e manteve a liderança na categoria Runabout Turbo GP, considerada a Fórmula 1 da modalidade, enquanto que Casarini venceu na Runabout 1500 GP e Runabout Turbo Limited. Neste sábado e domingo será realizada a terceira etapa.

Na quinta-feira as disputas começaram à tarde, sob um céu nublado, porém, sem chuva. Nesta sexta-feira, os pilotos foram para água pela manhã e o sol voltou a brilhar, dando um colorido maior ao evento, que tem uma grande estrutura montada junto a Represa de Furnas. Nos dois primeiros dias um bom público compareceu para prestigiar os principais pilotos do país e convidados internacionais.

Claros manteve a boa performance da etapa de abertura. O boliviano imprimiu um ritmo forte nas duas baterias e venceu ambas na Runabout Turbo GP, mostrando que é sério candidato a mais um título na categoria. Foi campeão em 2011 e vice no ano passado. O piloto de Santa Cruz de La Sierra ficou em segundo lugar na categoria Runabout Turbo Limited. O segundo colocado da categoria Runabout Turbo GP foi o paulistano Denísio Casarini Filho, campeão de 2012, seguido pelo paranaense radicado no Paraguai, Valdir Scremin Filho.

A expectativa é de disputas acirradas neste sábado e domingo, com Claros tentando manter a ponta e os adversários procurando desbancá-lo. Giuliano Casarini estreou neste 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski) e teve excelente performance. Giuliano venceu na categoria Runabout 1500 GP e Runabout Turbo Limited.

Os vencedores da segunda etapa do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski) foram os seguintes: Categoria Ski Aspirado Stock – Davi Prado, Goiânia (GO); Ski Aspirado GP – Cristian Taube – Argentina; Runabout 1500 GP – Giuliano Casarini, São Paulo (SP); Runabout Aspirado Stock – Fabiano da Silva, Canoas (RS); Runabout Aspirado Limited – Paulo Auriema; Runabout Turbo Stock – Denísio Casarini Filho, São Paulo (SP); Runabout Turbo Limited – Giuliano Casarini, São Paulo (SP) e Runabout Turbo GP – Antonio Claros – Santa Cruz de la Sierra (Bolívia).

A terceira etapa do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski) tem início neste sábado, às 10h com a primeira série de baterias do circuito fechado. Às 16h, primeira bateria do Freestyle. No domingo, a movimentação começa às 9h, com as disputas da segunda série de baterias do circuito fechado. Às 13h30min, início das baterias das categorias Super Course e, às 15h20min, a segunda bateria do Freestyle. Às 16h, a premiação da terceira etapa.

Com informações de ROF – Renato Fabretti – Mtb 16051

Luan Wood pronto para o Mundial Júnior ISA na Nicarágua

31 de maio de 2013 0

Sequência de Luan em Pavones, na Costa Rica. Foto Rafael Freire

O catarinense Luan Wood está na Costa Rica, onde tem aproveitado as esquerdas perfeitas de Pavones para treinar para o Mundial Júnior ISA que acontece no mês de junho na Nicaraguá. Terceiro colocado do ranking brasileiro na categoria mirim em 2012, o surfista de 17 anos foi convocado para disputar o Dakine ISA Júnior World Championship na categoria júnior, onde tentará conquistar mais um título para Santa Catarina e o Brasil, repetindo os feitos de Alejo Muniz e Matheus Navarro.

Após o Mundial ISA, Luan segue para o México, onde disputa uma etapa do WQS quatro estrelas em Acapulco. O retorno ao Brasil está marcado para 10 de julho, mas em seguida, o atleta já embarca para o Peru, onde corre uma etapa do Pro Júnior da ASP, seguido de mais uma etapa do circuito ALAS, na Venezuela.

Cavando já de olho no lip. Foto Rafael Freire

Contando apenas com o apoio do governo do Estado (Fundesporte), Luan também corre atrás de um patrocínio forte para esse período de transição da carreira iniciada ao lado do irmão mais velho, Cauê Wood. Juntos, ao lado pai, Paulo Wood, eles montaram a Woodbrothers, uma agência de marketing esportivo para buscar o apoio e dar a devida resposta aos futuros patrocinadores.

Atualmente, no circuito latinos americano de surfe, o Ala Latin Tour, Luan é o 13º colocado na categoria profissional e segundo melhor brasileiro no ranking do circuito Alas Latin Tour, liderado pelo argentino Martin Passeri e que tem o paraíbano radicado na Praia do Rosa, Alan Saulo, na vice-liderança.

E na categoria júnior, o surfista de Floripa também é o segundo melhor brasuca, em terceiro lugar no ranking que é liderado por outro local da Praia do Matadeiro, Yrvin Ravi dos Santos. Por e-mail, após um fim de tarde de ondas, Luan conversou com o blog Mar Aberto.

Mar Aberto – Como você recebeu a convocação para o Mundial ISA ?

Luan Wood - Fiquei sabendo após uma troca de mensagem pelo Facebook entre meu pai (Paulo Wood) e os responsáveis (Confederação Brasileira de Surf). Com certeza foi uma grande surpresa, mas sabia que tinha essa possibilidade. Eu estava na minha casa, na Armação, em Florianópolis.

Mar Aberto – O catarinense Matheus Navarro foi campeão no ano passado. Isso aumenta a tua responsabilidade e dos representantes do Brasil?

Luan WoodIsso não muda muito não, porque é um evento novo, são outros adversários e outra onda. Então vou lá e independente do que ele fez ano passado, vou surfar tranquilo e fazer meu melhor.

Foto Rafael Freire

Mar Aberto – Você já conhece a onda da praia da Nicarágua?

Luan WoodPô, conheço só de ouvir os outros falando, mas nunca vi imagens desse lugar. Dificuldade sempre tem, mas é igual pra todo mundo.

Mar Aberto – Como está sendo correr etapas do circuito latino-americano (Alas), ainda por cima, em duas categorias (júnior e pro)?

Luan Wood - Vem sendo muito bom. Estou conhecendo lugares diferentes, ondas boas, outras pessoas, outra cultura e sempre que puder estarei competindo no ALAS.

Mar Aberto – Pela primeira vez em 11 anos você está sem um patrocínio forte. Como você está trabalhando isso, já que está naquele momento de transição para o surfe profissional?

Luan WoodInfelizmente isso aconteceu, mas isso só me deu mais força para correr atrás de outro patrocínio que possa estar me ajudando nesse momento importante da minha carreira. Até agora ainda não encontrei esse patrocínio, mas se Deus quiser isso logo logo acontecerá e fica aqui minha deixa para se alguém quiser ajudar.

Pow! Foto Rafael Freire

Mar Aberto – Gostaria de deixar um recado para os amigos no Brasil?

Luan Wood - Queria agradecer primeiro a todos que me ajudaram a chegar aonde estou hoje, com essa oportunidade incrível de ir pro Mundial e dizer a todos que eu vou dar meu máximo junto com os outros integrantes pra trazer esse título para o Brasil. Aloha!

Super Abreus Nordeste Pro garante pontos no ranking Abrasp da temporada 2013

31 de maio de 2013 0

Bruno Gallini é outra presença confirmada. Foto Fabriciano Junior/ANS

O capenga calendário nacional de etapas válidas pelo ranking Abrasp e que formam o circuito brasileiro de surfe profissional prossegue com a realização do Super Abreus Nordeste Pro, etapa inaugural do circuito 2013 da Associação Nordestina de Surf (ANS).

A competição distribui R$ 30 mil em premiação e começa hoje (31 de maio), no Borete, Praia do Cupe, em Ipojuca (PE). O evento vai até domingo e vale pontos no ranking brasileiro da temporada 2013, que teve apenas duas etapas realizadas neste ano e é liderado pelo niteroiense Bruno Santos, seguido do paulista David do Carmo. O campeão da etapa leva 2.000 pontos no ranking da ANS e 1.500 na Abrasp.

O pernambucano Halley Batista e o paranaense Jihad Kodhr são dois nomes confirmados no evento. Ambos já tem um resultado no ranking Abrasp nesta temporada. Halley competiu na etapa de abertura em Fernando de Noronha, enquanto Jihad foi terceiro lugar na segunda etapa, na Praia da Joaquina, em Santa Catarina.

Franklin Serpa invertendo tudo. Foto Fabriciano Junior/ANS

Segunda prova do Porto de Galinhas Surf Festival, o Super Abreus Nordeste Pro é uma realização da Associação Nordestina de Surf (ANS) em parceria com a Federação de Pernambuco (FesurfPE), tem patrocínio Abreus, Secretaria dos Esportes do Governo de Pernambuco, Prefeitura de Ipojuca, Teccel, com divulgação Transamérica 92,7 FM e cobertura falasurf.com.br, Canais ESPN e Woohoo, com transmissão online no www.abreusurf.com.br.

Para informações das inscrições a Associação Nordestina de Surf (ANS) disponibilizou o e-mail anssurf@hotmail.com e o telefone de sua sede 81 4141-5837. Para acompanhar o evento, clique nos links abaixo

Com informações de Chico Padilha

Italo Ferreira e Caio Ibelli buscam o bicampeonato do Oakley Pro Júnior

31 de maio de 2013 0

Ítalo Ferreira. Foto Basílio Ruy

O potiguar Ítalo Ferreira chega embalado ao Oakley Pro Junior 2013 para defender o título nas potentes e famosas direitas da praia de Itamambuca, em Ubatuba,  litoral norte paulista. Ítalo tem se destacado nas competições, principalmente com o uso dos aéreos, umas de suas marcas registradas e também uma das manobras mais valorizadas na hora do julgamento. Entre suas principais conquistas em 2012 estão os títulos de campeão brasileiro Sub-20 na praia do Campeche, campeão do Quiksilver Pro Junior 2012 na Barra da Tijuca e campeão pro júnior sul-americano 2012.

—  Este evento é muito importante pra mim! Estarei defendendo o título da categoria, e estou treinando muito pra conseguir vencer este ano novamente. Este é um campeonato do meu patrocinador e eu quero poder representar muito bem — afirma o potiguar.

O nível desta competição é muito alto, são os melhores surfistas sub-20 do Brasil, e quando um título está em jogo, a chapa esquenta (risos), todos surfam muito bem e tem chances de vencer – declara Ítalo Ferreira O surfista já tem planos para o futuro.

Daqui para frente, quero começar a competir nos eventos WQS e conseguir a tão sonhada vaga entre os melhores do mundo, vontade é o que não falta! Agora é só esperar, fazer meu trabalho tranquilo que as oportunidades vão aparecer, se Deus quiser!— completa o atual campeão brasileiro sub-20.

Caio Ibelli. Foto Basílio Ruy

O paulista do Guarujá, Caio Ibelli, campeão brasileiro pro júnior 2010 e campeão mundial pro júnior da ASP 2012, abriu bem o ano ao vencer a etapa de abertura do ASP World Star na China. O surfista também corre atrás do bicampeonato e vem a Itamambuca preparado para a batalha. Caio venceu o Oakley Pro Junior em 2010, bateu na trave em 2011, ficando nas semifinais, e no ano passado, não teve um desempenho e foi eliminado na segunda fase da competição.

Outro campeão mundial já confirmado no evento é o catarinense de Balneário Camboriú, Matheus Navarro, que conquistou o título mundial Junior ISA Sub-18 no Panamá em 2012.

Minhas expectativas são sempre as melhores! O Oakley Pro Jr é sem dúvidas um dos melhores e mais competitivos eventos do Brasil. Ano passado eu não competi, pois estava no Panamá, onde fui campeão mundial júnior, e esse ano vou estar aqui para competir e brigar por este título, e sem dúvidas vai ser mais um evento excelente da Oakley — declarou Matheus, que acaba de voltar da sua primeira viagem para a Indonésia e vem treinando forte pelo litoral catarinense.

Matheus Navarro. Foto Basílio Ruy

Os locais de Ubatuba Arthur Aguiar e Gabriel Adisaka também estão entre novos talentos confirmados na briga pelo primeiro título brasileiro da Abrasp da temporada. No ano passado, na Praia do Campeche, Arthur foi eliminado na terceira fase e Gabriel chegou até as oitavas de finais. Neste ano, ambos buscam no quintal de casa o primeiro título da carreira.

Estou muito animado pra competir em casa. Tenho treinado bastante e espero o melhor, se Deus quiser. Está nas mãos dele — declarou o paulista Gabriel Adisaka, prata da casa.

A primeira chamada para o início do Oakley Pro Junior 2013 que estava programada para a próxima terça feira (04), será na quarta feira (05) a partir das 8h, na praia de Itamambuca. A janela do evento segue até o domingo (09), realizando as baterias nas melhores condições do mar e primando pela qualidade da competição. O Oakley Pro Junior 2013 distribui R$ 40 mil de premiação, além de garantir uma vaga na elite do surfe brasileiro de 2014.

Arthur Aguiar. Foto Basílio Ruy

O prazo para inscrições se encerra nesta sexta-feira, dia 31 de maio (sexta-feira), às 16h, somente para os atletas com até 20 anos de idade (completos em 2013), que deverão efetuar depósito de R$ 170 (cento e setenta reais), sendo também obrigatório o pagamento da taxa de filiação referente à temporada 2013 no valor de R$ 200 (duzentos reais), totalizando R$ 370 na conta da Associação Brasileira de Surf Profissional – Itaú: agencia 0289, c/c 24732-2 ou Bradesco: agencia 3233-6, c/c 85626-6 – enviando o comprovante com os seguintes dados: Nome, endereço completo, telefones, e-mail, CPF, RG, dados bancários para premiação, e data de nascimento, para: mariah@abrasp.com.brou abrasp@abrasp.com.br.

O Oakley Pro Junior 2013 tem o patrocínio da Oakley, o co-patrocínio da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, o apoio da New Era, Go Pro, prefeitura de Ubatuba. A divulgação é da Revista Fluir e Site Waves, com homologação da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) e pela Confederação Brasileira de Surf (CBS), com a realização da Federação Paulista de Surf (FPSURF), e Associação Ubatuba de Surf (AUS).

Gabriel Adisaka. Foto Basílio Ruy

Galeria dos campeões brasileiros Pro Junior da Abrasp
2012 – Ítalo Ferreira (RN)
2011 – Krystian Kymerson (ES)
2010 – Caio Ibelli (SP)
2009 – Alejo Muniz (SC)
2008 – Thiago Camarão (SP)

Galeria dos campeões do Oakley Pro Junior no Brasil
2012 – Ítalo Ferreira (RN) na praia do Campeche, Florianópolis (SC)
2011 – Krystian Kymerson (ES) na praia do Campeche, Florianópolis (SC)
2010 – Caio Ibelli (SP) nas praias da Joaquina e do Campeche, Florianópolis (SC)
2009 – Alejo Muniz (SC) na praia do Atalaia, Itajaí (SC)
2008 – Thiago Camarão (SP) na praia de Itamambuca, Ubatuba (SP)
2007 – Pablo Paulino (CE) nas praias de Itaúna e Vila, Saquarema (RJ)
2006 – Jadson André (RN) na praia de Itamambuca, Ubatuba (SP)
2005 – Hizunomê Bettero (SP) e Taís de Almeida (RJ) nas praias da Joaquina, Matadeiro e Vila, Imbituba (SC)
2004 Adriano de Souza (SP), evento móvel no Rio de Janeiro (RJ)

Com informações de Norton Evaldt – Assessoria e Comunicação Fecasurf

Catarinense Luan Wood é convocado para disputar o Mundial Júnior ISA na Nicarágua

30 de maio de 2013 0

Luan Wood na última etapa do catarinense amador na Praia do Bispo, em Barra do Sul. Foto Diego Viana

O catarinense Luan Wood vai fazer parte da equipe brasileira que disputa o Mundial Júnior da International Surfing Association. O Dakine ISA World Júnior Surfing Championship acontece entre os dias 8 a 16 de junho, em Playa Jiquiliste, na Nicarágua, com a participação de 300 atletas de 30 países.

Local da praia do Matadeiro, em Floripa, Wood vai competir na categoria júnior (Sub-18), ao lado do pernambucano Gabriel Farias e dos paulistas Wesley Santos e Gabriel André, com a responsabilidade de defender o título conquistado ano passado pelo catarinense Matheus Navarro. O atleta que tem apoio do governo do Estado e da agência de marketing esportivo Wood Brothers, recebeu a notícia da convocação na Costa Rica, para onde viajou após participar de uma etapa do circuito latino americano de surfe (Alas) no Panamá.  O catarinense nem retorna para o Brasil e irá se juntar a delegação brasileira na Nicarágua.

A Seleção Brasileira convocada pela Confederação Brasileira de Surf (CBS) conta ainda com o baiano Wallace Júnior, o paulista Edher Reis, o cearense Rafael Venuto e o pernambucano Douglas José na categoria mirim (Sub-16), além da paulista Letícia Freitas e da cearense Larissa dos Santos na categoria feminino Sub-18, e da carioca Karol Ribeira na Sub-16. A cearense Larissa dos Santos também vai disputar a categoria Sub-16. Os técnicos da equipe são o baiano Gabriel Macedo e o cearense Hélio Bacana e a delegação será chefiada pelo presidente da CBS, Adalvo Argolo.

Todos os campeões:

SUB 18 MASCULINO
1980 – Biarritz, França: Tom Curren (EUA)
1982 – Gold Coast, Austrália: Bryce Ellis (AUS)
1984 – Huntington Beach, EUA: Damien Hardman (AUS)
1986 – Newquay, Inglaterra: Vetea David (TAH)
1988 – Aguadilla, Porto Rico: Chris Brown (EUA)
1990 – Chiba, Japão: Shane Bevan (AUS)
1992 – Lacanau, França: Chad Edser (AUS)
1994 – Rio de Janeiro, Brasil: Kalani Robb (HAV)
1996 – Huntington Beach, EUA: Ben Bourgeois (USA)
1998 – Carcavelos, Portugal: Dean Morrison (AUS)
2000 – Porto de Galinhas, Brasil: Joel Centeio (HAV)
2002 – Durban, África do Sul: Warwick Wright (RSA)
2003 – Durban, África do Sul: Ben Dunn (AUS)
2004 – Papenoo, Taiti: James Wood (AUS)
2005 – Huntington Beach, EUA: Jefferson Silva (BRA)
2006 – Maresias, Brasil: Julian Wilson (AUS)
2007 – Costa de Caparica, Portugal: Jadson André (BRA)
2008 – Seignosse, Françe: Alejo Muniz (BRA)
2009 – Salinas, Equador: Dean Bowen (AUS)
2010 – Piha Beach, Nova Zelândia: Gabriel Medina (BRA)
2011 – Punta Hermosa, Peru: Cristobal De Col (PER)
2012 – Playa Venao, Panama: Matheus Navarro (BRA)

SUB 18 FEMININO
2003 – Durban, África do Sul: Jesse Miley Dyer (AUS)
2004 – Papenoo, Taiti: Stephanie Gilmore (AUS)
2005 – Huntington Beach, EUA: Stephanie Gilmore (AUS)
2006 – Maresias, Brasil: Pauline Ado (FRA)
2007 – Costa de Caparica, Portugal: Sally Fitzgibbons (AUS)
2008 – Seignosse, França: Laura Enever (AUS)
2009 – Salinas, Equador: Tyler Wright (AUS)
2010 – Piha Beach, Nova Zelândia: Tyler Wright (AUS)
2011 – Punta Hermosa, Peru: Canelle Bulard (FRA)
2012 – Playa Venao, Panamá: Dax McGill (HAV)

SUB 16 MASCULINO
2003 – Durban, África do Sul: Jordy Smith (RSA)
2004 – Papenoo, Taiti: Matt Wilkinson (AUS)
2005 – Huntington Beach, EUA: Tonino Benson (HAV)
2006 – Maresias, Brasil: Owen Wright (AUS)
2007 – Costa de Caparica, Portugal: Garret Parkes (AUS)
2008 – Seignosse, França: Tamaroa McComb (TAH)
2009 – Salinas, Equador: Keanu Asing (HAV)
2010 – Piha Beach, Nova Zelândia: Matt Banting (AUS)
2011 – Punta Hermosa, Peru: Filipe Toledo (BRA)
2012 – Playa Venao, Panamá: Kalani David (HAV)

SELEÇÕES
2003 – Durban, África do Sul: Brasil
2004 – Papenoo, Taiti: Australia
2005 – Huntington Beach, EUA: Havaí
2006 – Maresias, Brasil: Austrália
2007 – Costa de Caparica, Portugal: Austrália
2008 – Seignosse, França: Austrália
2009 – Salinas, Equador: Austrália
2010 – Piha Beach, Nova Zelândia: Austrália
2011 – Punta Hermosa, Peru: Peru
2012 – Playa Venao, Panamá: Havaí

Euro Sessions com Taylor Knox

30 de maio de 2013 0

Taylor Knox Euro Sessions from Paul Daniel on Vimeo.

Esse vídeo foi gravado no ano passado durante a passagem do ASP World Tour pela Europa. Paul Daniel passou algumas semanas ao lado do então top da elite do surfe mundial Taylor Knox, 42 anos, que deixou o circuito ao final do ano.

Hit & Run - Teahupoo, maio de 2013

30 de maio de 2013 0

Mais um vídeo sobre o swell histórico registrado no início do mês de maio em Trahupoo, no Taiti. Hit & Run é o vídeo filmado em 13 de maio e nos dias seguintes por John Welsh, que também fez a edição. O som é Phantogram, com When I’m Small.

Hit & Run // Teahupo’o May 2013 from John Welsh on Vimeo.

Brasileiros escalados para o Volcom Fiji Pro 2013

30 de maio de 2013 2

Os brasileiros já estão escalados para o Volcom Fiji Pro, quarta etapa do ASP World Tour que pode começar a partir de 2 de junho, início do prazo de realização do evento. A chave disponível no site do evento não apresenta o nome do carioca Raoni Monteiro, que se machucou durante o Quiksilver Saquarema Prime. Vale lembrar que foi lá em Fiji, no ano passado, que o surfista sofreu uma lesão grave no joelho após pegar uma bomba em Cloudbreak momentos antes da competição ser paralisada.

A quarta etapa marca a volta do havaiano John John Florence ao tour e a defesa do posto de número um do ranking mundial pelo brasileiro Adriano de Souza. O havaiano preferiu não voltar no Rio para estar 100% em Fiji e está escalado na última bateria do primeiro round. O surfista paulista já está em Fiji, foi destaque do site da ASP esta semana e está confiante em bom resultado, após a vitória em Bells Beach e o vice-campeonato no Rio.

Nas duas pontas da tabela de seeds, Adriano de Souza e Alejo Muniz caírão na água juntos, na quarta bateria que ainda será completada por um wildcard. Miguel Pupo é o terceiro brasuca na água, ao lado de Kelly Slater e de outro wildcard. Em seguida, na sétima bateria, Medina tem pela frente o aussie Kai Otton e o havaiano Dusty Payne. Filipe Toledo está na nona bateria, diante dos aussies Josh Kerr e Adam Melling. John John volta na 12ª bateria diante de Adrian Buchan e Brett Simpson.

Um dos wildcards já foi definido e será o australiano Mitch Coleborn, vencedor do Quiksilver Saquarema Prime na última semana. Será a segunda participação de Coleborn no evento. Ano passado, o aussie venceu Slater e foi eliminado no round 3 por Joel Parkinson. O segundo convidado será definido em uma triagem com locais de Fiji. Agora resta saber quem serão os demais convidados e seus respectivos seeds para formação final da chave do evento.

Volcom Fiji Pro
H01 Jordy Smith (AFS) Sebastian Zietz (HAV) Fred Patacchia (HAV)
H02 Taj Burrow (AUS) Travis Logie (AUS) Yadin Nicol (AUS)
H03 Joel Parkinson (AUS) Matt Wilkinson (AUS) wildcard*
H04 Adriano de Souza (BRA) Alejo Muniz (BRA) wildcard*
H05 Mick Fanning (AUS) Damien Hobgood (EUA), wildcard*
H06 Kelly Slater (EUA) Miguel Pupo (BRA), wildcard*
H07 Gabriel Medina (BRA) Kai Otton (AUS) Dusty Payne (HAV)
H08 Julian Wilson (AUS), Bede Durbidge (AUS) Kieren Perrow (AUS)
H09 Josh Kerr (AUS) Filipe Toledo (BRA) Adam Melling (AUS)
H10 Michel Bourez (TAH) CJ Hobgood (EUA) Glen Hall (IRL)
H11 Jeremy Flores (FRA) Nat Young (EUA) Kolohe Andino (EUA)
H12 Adrian Buchan (AUS) Jonh John Florence (HAV) Brett Simpson (EUA)

Brett Simpson em Huntington Beach

30 de maio de 2013 0

Antes do início do ASP World Tour, o norte-americano Brett Simpson treinou e experimentou novas pranchas nas ondas geladas de Huntington Beach, pico onde já conquistou o US Open. Confira um resumo das sessions do top da ASP no vídeo chamado First Quarter:

F1RST QUARTER from David Lee Scales on Vimeo.