Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cinco equipes chegam a Florianópolis com chance de título na Extreme Sailing Series 2013

08 de outubro de 2013 0
O pódio em Nice. Foto Lloyd Images

O pódio em Nice. Foto Lloyd Images

Vencedor da etapa de Nice, o veleiro The Wave Muscat terá quatro adversários na briga pelo título da temporada 2013, que será decidido em Florianópolis, entre os dias 14 a 17 de novembro. Como a última etapa tem pontuação dobrada, Alinghi, Red Bul Sailing Team, SAP Extreme, Realteam, ainda continuam com chances.

Os dois favoritos, The Wave Muscat e Alinghi, chegam ao Brasil, separados por apenas dois pontos (56 a 54), o que deixa a decisão completamente indefinida.

- Em Florianópolis, será como se tudo começasse de novo. Sabemos que o Alinghi fará o possível para nos pressionar. Suportar essa pressão será o nosso desafio – analisou o comandante do barco de Omã, Leigh McMillan, representante britânico da classe Tornado em duas Olimpíadas.

O americano Morgan Larson, que comanda o Alinghi com a experiência de quatro participações na America’s Cup, deixou a Cotê d’Azur com a certeza da missão cumprida.

- O The Wave Muscat fez de tudo para que ficássemos atrás do Red Bull e do Realteam, mas fomos para cima deles e deu certo. Não tínhamos nada a perder. Foi muito emocionante!.

Alinghi e The Wave Muscat duelaram em Nice. Foto Lloyd Images

Alinghi e The Wave Muscat duelaram em Nice. Foto Lloyd Images

 

O Red Bull Sailing Team também soube aproveitar as mais variadas condições apresentadas ao sul da França. A versatilidade da dupla austríaca bicampeã olímpica da classe Tornado fez a diferença para levar a tripulação novamente ao pódio, o que não acontecia desde a segunda etapa, em Singapura.

- Nosso objetivo era o pódio. Lutamos muito para isso e conseguimos. Ainda mais numa regata tão equilibrada como foi no último dia. Estamos bastante satisfeitos com o trabalho aqui em Nice – comentou o comandante Roman Hagara, medalha de ouro nos Jogos de Sydney e de Atenas ao lado do tático Hans Peter Steinacher.

Florianópolis decide o campeonato em novembro

A decisão do Extreme Sailing Series será em Florianópolis, no feriado de 15 de novembro, entre os dias 14 e 17. A capital catarinense já está preparando-se para receber os barcos velozes. Um Race Village será montado em frente ao Trapiche da Beira Mar Norte (avenida Rubens de Arruda Ramos/Praça de Portugal) e transformará o local em uma autêntica arena de vela para levar ao público o privilégio de conferir as manobras dos bólidos a poucos metros de distância.

O Extreme Sailing Series é um circuito mundial que pertence a OC Sport, com patrocínio da Land Rover. A organização da etapa brasileira está sob a responsabilidade da Mais Brasil Esportes, com apoio do Governo do Estado de Santa Catarina e da Prefeitura Municipal de Florianópolis.

Classificação da etapa de Nice
1 – The Wave Muscat (Omã) – 237 pontos – Leigh McMillan (GBR)
2 – Alinghi (SUI) – 217 pontos – Morgan Larson (EUA)
3 – Red Bull Sailing Team (AUT) – 216 pontos – Roman Hagara (AUT)
4 – Realteam (SUI) – 213 pontos – Jérôme Clerc (SUI)
5 – China Spirit (CHI) – 183 pontos – Phill Robertson (NZL)
6 – SAP Extreme Sailing Team (DEN) – 175 pontos – Jes Gram-Hansen (DEN)
7 – First Club ALL4ONE (FRA) – 170 pontos – Jean Mourniac (FRA)
8 – GAC Pindar (NZL) – 130 pontos – Will Tiller (NZL)

Classificação geral após sete etapas
1 – The Wave Muscat (Omã) – 56 pontos
2 – Alinghi (SUI) – 54 pontos
3 – Red Bull Sailing Team (AUT) – 45 pontos
4 – SAP Extreme Sailing Team (DEN) – 41 pontos
5 – Realteam (SUI) – 35 pontos
6 – GAC Pindar (NZL) – 30 pontos
7 – Barco do País (tripulação convidada) – 26 pontos
8 – Team Korea (KOR) – 16 pontos

Com informações da ZDL Comunicação

Envie seu Comentário