Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Contagem regressiva para a 10ª edição do Hurley Surfestudantil na Praia Mole

11 de novembro de 2013 0

hurley_cartaz_baixaUm dos mais tradicionais eventos de surfe da Capital, o Hurley Surfestudantil 2013 chega a sua 10ª edição no próximo dia 15 de novembro, sexta-feira, em pleno feriado de Proclamação da República, na Praia Mole. O evento que acontece em um único dia e integra o calendário da Federação Catarinense de Surf (Fecasurf) celebra o surfe e a cultura de praia, num ambiente de competição e confraternização para pais, professores e alunos.

Clima de Festival

Muito se fala que as competições tradicionais de surfe perderam a essência ao longo do tempo e que os formatos das disputas deixaram de atrair grandes púbicos na praia. Não é o que acontece com o Surfestudantil, que a cada nova edição tem reunido mais de cinco mil pessoas na Praia Mole. A fórmula é simples: agregar diversas atividades de lazer na praia, enquanto as disputas de surfe acontecem na água. Por isso a proposta envolve skate, música, escalada, escultura e outras atividades esportivas e culturais.

Nesse sentido, o Hurley Surfestudantil resgata o espírito dos antigos festivais de surfe dos anos 70 e 80. Hoje, além das tradicionais escolha da garota da praia e das apresentações musicais – com festival de bandas escolares e encerramento do grupo Morning Sun , o evento também traz a consciência ecológica e social em atividades que contam pontos na competição.

Assim, o envolvimento dos alunos inclui tarefas como o plantio de mudas nativas e coleta de lixo na praia, além de uma valiosa ação social de doação de sangue para o Hemosc, que teve no ano passado mais de 200 doadores.

Equipe Multidisciplinar

O torneio intercolegial reúne 16 escolas da cidade, motivando alunos e mobilizando toda a comunidade escolar, incluindo pais e professores. Assim, o encontro na Praia Mole é o ponto alto de um processo que já dura semanas em cada escola, na seleção dos dois surfistas alunos, além de um professor ou pai de aluno representantes da equipe.

Presença de grande público nas edições anteriores. Foto Divulgação/Surfestudantil

Presença de grande público nas edições anteriores. Foto Divulgação/Surfestudantil

Além dos surfistas, cada equipe de colégio precisa selecionar alunos para a disputa de skate mini ramp, remada, escalada, escultura na areia, voluntários para coleta de lixo, plantio de mudas, coleta de sangue, além da torcida organizada e a escolha de sua representante na escolha da garota da praia. Assim, com tantas atividades extra surfe válida para contagem de pontuação, o Surfestudantil torna-se uma animada gincana escolar, onde não basta ter o melhor surfista no evento para conquistar a premiação. Na última quinta-feira, um Congresso Técnico reuniu organizadores e representantes das escolas, consolidou as regras da disputa e definiu as baterias da competição de surfe.

Disputas na Água

A história dos encontros, que acontecem desde 2000, já rende disputas tradicionais, como as do atual bicampeão Colégio Tendência do Centro, contra a escolar Acácio Garibaldi, da Barra da Lagoa. Não por acaso, estas escolas introduziram o surfe dentro de sua grade de Educação Física, onde os alunos surfam no horário previsto com um orientador.

Com supervisão da Federação Catarinense de Surf (Fecasurf), os surfistas nas categorias Alunos nascidos a partir de 1996 e Pai/Professor, disputam baterias de 15 minutos em que contam as duas melhores ondas – sendo que nenhum surfista participante poderá ter participado de uma bateria final de circuito amador ou professional promovida pela Fecasurf nos últimos dois anos.

Além de introduzir os prazeres do surfe no ambiente escolar, o Surfestudantil também oferece uma importante experiência para futuros atletas com destaque nacional como os irmãos Luan e Cauã Wood e a atual campeã catarinense de surfe feminino Marina Rezende.

Inclusive algumas escolas abriram o surfe dentro de sua grade curricular por conta da experiência com o Surfestudantil — explica o organizador do evento, Maurio Borges.

Competição de remada está entre as atividades. Foto Divulgação/Surfestudantil

Competição de remada está entre as atividades. Foto Divulgação/Surfestudantil

Programação:

As atividades se iniciam às 8h da manhã e prosseguem ao longo de todo dia. Em caso de chuva o evento poderá ser adiado para o sábado (16) ou domingo (17).
O Hurley Surfestudantil 2013 é apresentado por J Bay, com o suporte de Giraffas. Forma Turismo, Joven Pan FM, Hemosc, CCAA, S365[O]OMUNDO, apoio da Fecasurf, Federação de Skate de Santa Catarina e Fundo Municipal de Esportes de Florianópolis.

Principais Atrações:
- Torneio de Surfe Hurley Surfestudantil
- Giraffas Parede de Escalada
- Torneio Forma Turismo Skate Mini-Ramp
- Prova de Remada
- Prova de Esultura de Areia
- Escolha da Garota Hurley Surfestudantil
- CCAA/S365[O]OMUNDO Music Festival

Mais informações: www.facebook.com/hurleysurfestudantil

Foto Divulgação/Surfestudantil

Skate também tem seu espaço no evento com a mini ramp. Foto Divulgação/Surfestudantil

Com informações de Luciano Burin – lucianoburin@gmail.com

Envie seu Comentário