Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ataque de tubarão faz nova vítima na Austrália

30 de novembro de 2013 0
Zac chegou a ser resgatado, mas não resistiu aos ferimentos. Foto Frank Redward

Zac chegou a ser resgatado, mas não resistiu aos ferimentos. Foto Frank Redward

Um ataque fatal de tubarão, o segundo em uma semana, comoveu a Austrália, neste sábado, 30 de novembro. O bodyboarder Zac Young, 19 anos, morreu após ser atacado nas pernas enquanto surfava em um pico muito frequentado por bodyboarders, em Coffs Harbour (New South Wales), na costa leste da Austrália.

As praias nas imediações de Coffs Harbour permaneciam fechadas neste domingo, enquanto a Guarda Costeira e voluntários da Surf Life Saving estão a procura do tubarão. Local de Port Macquarie, Zac havia ido surfar com três amigos a 100 metros da beira da praia, em um pico conhecido como The Well, em Rickie`s Point. Os amigos viram o momento do ataque e conseguiram puxar Zac para a beira da praia.

- Seus amigos lutaram com o tubarão por um curto período de tempo, então o tubarão soltou e os amigos corajosamente conseguiram levá-lo para a margem. – disse o inspetor de polícia de Coffs Harbour, Joanne Reid, aos repórteres no local.

Zac tinha 19 anos. Foto Reprodução Facebook

Zac tinha 19 anos. Foto Reprodução Facebook

Era a primeira trip de Zac com seus amigos após tirar a carteira de habilitação. O ex-presidente da Associação de Bodyboard de Port Macquarie (ABPM) Jim Rutherford descreveu o adolescente como “o garoto mais legal que você já conheceu”

- Ele era um garoto de muito bom coração. Estava sempre tentando ajudar as pessoas além de ser um bodyboarder talentoso – disse Rutherford.

A presidente da ABPM, Kylee Kay, ficou chocada quando ouviu a notícia.

- Ele estava viajando com Kurt, Shayden e outro garoto local de Port Macquarie. Todos eram bons amigos e excelentes surfistas de Port Macquarie – disse ela.

Segundo ela, centenas de bodyboarders tinham viajado para a área de Coffs Harbour algumas semanas atrás para disputa do campeonato nacional. O adolescente pensava em seguir carreira como fotógrafo e tinha trabalhado no Port Macquarie News, publicado pela Fairfax Media, editora do The Sun-Herald.

Uma porta-voz do governo australiano (DPI) disse que iniciou um plano de resposta a incidentes de tubarão. Ela disse que um biólogo especializado iria viajar até o local para estudar o padrão de ataque e identificar a espécie de tubarão.

- A DPI irá trabalhar com a Polícia de NSW para determinar que medidas devem ser tomadas para minimizar qualquer risco permanente – disse ela.

O ataque é o primeiro fatal em New South Wales desde 2008, quando um bodyboarder de 16 anos foi morto por um tubarão, em North Wall, perto de Ballina. O chefe da equipe de salva-vidas de Coffs Harbour Greg Hackfath declarou à ABC News que os ataques de tubarões são raros no local.

- Eu só lembro, nos 35 anos que eu estive aqui, de dois ataques de tubarão. É muito, muito incomum. Nós não sabemos detalhes de que tipo de tubarão foi, mas pode ser um que tenha vindo de outro local – explicou Greg.

Na semana passada, após o ataque fatal na costa ocidental, o premier australiano da Costa Oeste, Colin Barnett, levantou a hipótese de um abate de tubarões na costa sudoeste.

- Eu não sei se é um sacrifício como tal – e talvez isso significa coisas diferentes para pessoas diferentes, mas eu reconheço que o público está exigindo que os tubarões que habitam áreas populares de banho e surfe sejam eliminados. Eu estou nesse time.

Com informações do SydneyMorning Herald

Envie seu Comentário