Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Francês campeão da Volvo Ocean Race assume comando de veleiro chinês na temporada 2014/2015

26 de fevereiro de 2014 0
Foto Victor Fraile/PSI/Volvo Ocean

Foto Victor Fraile/PSI/Volvo Ocean

Charles Caudrelier completa 40 anos nesta quarta-feira e recebe um presente especial: o francês será o comandante do Dongfeng Race Team na Volvo Ocean Race 2014-15.

- Será uma realização como homem e velejador – contou o atleta.

Charles Caudrelier, atual campeão da Volvo Ocean Race com o Groupama, está novamente escalado para a Volta ao Mundo. Desta vez, o francês será o comandante do barco chinês Dongfeng Race Team na aventura de 38.739 milhas náuticas, que começa em outubro deste ano. Preparado para o desafio, o velejador quer fazer história na regata, mais uma vez.

- Ser um comandante da Volvo Ocean Race é uma responsabilidade enorme. Eu vi isso na figura de Franck Cammas na edição passada. Aprendi bastante e quero melhorar ainda mais – destacou Charles Caudrelier, um dos maiores velejadores franceses.

Recentemente, o atleta foi campeão da Transat Jacques Vabre, regata transatlântica da França até Itajaí (Brasil), ao lado de Seb Josse a bordo do trimarã Edmond de Rothschild. Charles Caudrelier, que completa 40 anos nesta quarta-feira (26), completou:

- Chegar aos 40 anos hoje é simbólico pra mim, pois dou um passo importante na minha carreira. Eu nunca imaginei que chegaria nesta posição, que ídolos como Eric Tabarly e Peter Blake tiveram no passado.

O batismo oficial do barco Volvo Ocean 65 do Dongfeng Race Team e a confirmação de Charles Caudrelier ocorreram ao mesmo tempo em Sanya e reuniram autoridades locais e da Volvo Ocean Race.

- Charles é um dos melhores velejadores com personalidade ideal para assumir o desafio de integrar os chineses com o resto da tripulação – disse Knut Frostad, CEO da Volvo Ocean Race.

- O francês está focado em ganhar a regata, mas, em paralelo, é um cara que está sempre disposto a compartilhar seus conhecimentos e ajudar a formar velejadores para as próximas edições da Volvo Ocean Race.

A próxima fase para Charles Caudrelier e o Dongfeng será selecionar os quatro velejadores locais para a regata.

- Nossos candidatos chineses são muito dedicados e estão trabalhando duro. No entanto, poucos deles sabem sobre a vela oceânica. Teremos seis meses para preparar tudo – citou Charles Caudrelier.

- Quero fazer a minha parte e ajudar a vela chinesa e o Dongfeng Race Team.

Foto Victor Fraile/PSI/Volvo Ocean

Foto Victor Fraile/PSI/Volvo Ocean

Charles Caudrelier pretende anunciar sua equipe completa até o final de março. A ideia do comandante é ter 50% de velejadores internacionais e a outra metade de chineses.

- Eu já tenho falado com velejadores que já correram a regata, mas não será fácil. Quem entrar precisa abraçar a ideia. Vamos ser claros: a campanha chinesa é um desafio. Eu quero criar um bom ambiente a bordo recrutando atletas com capacidade de compartilhar conhecimento, além do interesse na cultura chinesa.

O barco ficará em Sanya até o final de março. Depois, a equipe parte para treinos em Auckland , na Nova Zelândia.

Envie seu Comentário