Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vela brasileira chega ao último dia dos Jogos Sul-Americano com três medalhas garantidas

17 de março de 2014 0
Paradeda e Gabriel garantiram o ouro. Foto Bernardita Grez

Paradeda e Gabriel garantiram o ouro. Foto Bernardita Grez

O Brasil chega ao último dia de regatas dos Jogos Sul-Americanos com três medalhas garantidas e na briga por mais uma. Na classe Snipe, Alexandre Paradeda e Gabriel Kieling ainda têm mais duas regatas pela frente e só precisam administrar a grande vantagem que têm sobre os segundos colocados.

Na Laser Standard, Matheus Dellagnelo teve mais um dia bom e garantiu a prata, só precisando completar a única regata prevista para esta segunda. Na J/24, a equipe comandada por Samuel Albrecht também já garantiu a prata, mas ainda pode conquistar o ouro na última regata da série. Na Lightining, a equipe comandada por João Hackerott está em terceiro, a três pontos do segundo colocado, tendo ainda mais duas regatas para o fim da competição.

O domingo em Viña del Mar foi marcado por vento muito forte, que passou dos 25 nós (45 km/h) e causou o cancelamento da segunda regata das classes Snipe e Lightining, que será disputada nesta segunda. As classes Laser Standard e Radial, Sunfish e J/24 tiveram duas regatas e, por isso, os velejadores terão apenas mais uma regata para completar a série.

Mateus tenta garantir a prata nesta segunda-feira. Foto Bernardita Grez

Matheus tenta garantir a prata nesta segunda-feira. Foto Bernardita Grez

Com a medalha de prata garantida em sua segunda participação na competição, o catarinense Matheus Dellagnelo volta para casa feliz e motivado para seguir em campanha para o Rio 2016.

- Hoje ventou muito, na primeira regata tivemos 18 nós (quase 33 km/h) e na segunda passou de 25. Tirei um terceiro e um segundo lugares e fiquei bastante contente com o meu desempenho.

O título da classe ficou com o experiente argentino Julio Alsogaray.

Também com a medalha de prata já garantida, Samuel Albrecht, Geórgia Rodrigues, Alex Saldanha e Frederico Sidou conseguiram administrar a vantagem sobre os argentinos comandados por Francisco Van Avermaete e reassumiram a liderança, com apenas três pontos de vantagem.

- Tivemos duas excelentes regatas hoje, com vento constante na casa dos 25 nós. Nas largadas conseguimos botar boa pressão nos argentinos e com isso forçamos eles a irem para linha um pouco cedo e conseguimos ter um pouco mais de tranquilidade para fazermos a nossa largada. Diferente de ontem, conseguimos aproveitar melhor as oportunidades. Com boa velocidade e manobras os resultados melhoraram e conquistamos um primeiro e um segundo lugares. A prata já temos garantida agora é brigar pelo ouro! – disse Samuel.

Os paulistas da classe Lightining, comandados por João Hackerott fizeram a regata quase perfeita, só perdendo o primeiro lugar na linha de chegada para os chilenos comandados por Tito Gonzales, atual campeão mundial.

- Amanhã nós vamos para cima do Felipe Robles, que está em segundo. Temos duas regatas para tentar recuperar os três pontos que eles têm de vantagem sobrem nós – diz Maria Hackerott, a proeira da equipe.

Os velejadores brasileiros estão nos Jogos Sul-Americanos com o apoio do COB. A CBvela tem patrocínio do Bradesco.

Por Mariana Peccicacco – PecciCom

Envie seu Comentário