Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Robert Scheidt é o melhor brasileiro na classe Laser na estreia do 45º Trofeo Princesa Sofia

31 de março de 2014 0
Robert Scheidt venceu uma das regatas. Foto Jesus Renedo

Robert Scheidt venceu uma das regatas. Foto Jesus Renedo

O paulista Robert Scheidt estreou com vitória no Trofeo SAR Princesa Sofía, nesta segunda-feira (31). Pela primeira vez disputando a competição na classe Laser,o maior atleta olímpico do Brasil venceu uma das três regatas do dia e foi o sexto colocado nas outras duas, em Palma de Mallorca. O resultado o coloca em 11º lugar na classificação geral, com 7 pontos perdidos, apenas quatro a mais do que o líder, o australiano Ashley Brunning.

Classe mais numerosa no 45º Trofeo Princesa Sofía, a Laser foi dividida em três flotilhas – amarela, azul e vermelha – cada uma com 48 barcos. Na flotilha azul, Scheidt teve entre seus principais adversários o australiano Tom Burton, vice-líder do ranking mundial da categoria, o inglês Nick Thompson, nº 5 do mundo, e o alemão Philipp Buhl. O vento fraco, não ultrapassou os 6 nós (10 km/h), exigiu perícia dos velejadores no primeiro dia de regatas.

Tive muita dificuldade com as largadas. Mas fico satisfeito por ter conseguido uma boa recuperação nas duas primeiras regatas, em que fiquei com o sexto lugar. Na terceira prova, velejei melhor desde o início, sempre entre os primeiros — resumiu Scheidt, dono de cinco medalhas olímpicas (2 ouros, 2 pratas e 1 bronze) e 14 títulos mundiais, entre Laser e Star.

Além de Scheidt, que conta com os patrocínios do Banco do Brasil, Rolex e Deloitte, além dos apoios da Audi, do COB e da CBVela, outros três brasileiros estão na disputa do Trofeo SAR Princesa Sofía: Matheus Dellagnelo é o 15º colocado, com 9 pontos perdidos; Bruno Fontes é o 18º, com 13; e Alex Veeren ocupa a 53ª posição, com 30.

A competição em Mallorca segue o formato dos eventos olímpicos, com dez regatas, divididas entre a fase classificatória e a fase final e, por fim, a medal race, valendo pontos dobrados, no sábado (5/4). Para a Laser, estão previstas outras duas regatas nesta terça-feira (1º/4), a partir das 13 h (9h de Brasília).

Classificação após três regatas e um descarte
1º Ashley Brunning (AUS) – 3 pontos perdidos ([16]+1+2)
2º Jeremy O’Connell (AUS) – 4 pp ([12]+1+3)
3º Elliot Hanson (GBR) – 4 pp ([15]+1+3)
4º Tonci Stipanovic (CRO) – 4 pp (1+3+[4])
5º Nicholas Heiner (NED) – 5 pp (4+[5]+1)
6º Daniel Mihelic (CRO) – 5 pp (1+[19]+4)
7º Philipp Buhl (ALE) – 5 pp (1+4+[9])
8º Emil Cedergardh (SWE) – 5 pp ([8]+3+2)
9º Giovanni Coccoluto (ITA) – 5 pp (2+3+[13])
10º Gustavo Lima (POR) – 6 pp (2+[21]+4)
11º Robert Scheidt (BRA) – 7 pp ([6]+6+1)

Por Local da Comunicação – Juliana Leite

Envie seu Comentário