Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Robert Scheidt vai para a fase final do 45º Trofeo Princesa Sofia na liderança da classe Laser

01 de abril de 2014 0
Robert Scheidt assumiu a liderança. Foto Jesus Renedo

Robert Scheidt assumiu a liderança. Foto Jesus Renedo

O segundo dia de disputas do 45º Trofeo SAR Princesa Sofía começou com atraso para quase todas as classes, devido aos ventos fracos na baía de Palma de Mallorca. Após um início desgastante, com largada apenas às 16h (12h em Brasília) para a flotilha azul, Robert Scheidt superou o 10º lugar na primeira regata e venceu a segunda, para assumir a liderança da Laser, com 14 pontos perdidos. Logo atrás, com a mesma pontuação, está o sueco Emil Cedergardh.

Seguindo na flotilha azul, Scheidt enfrentou, nesta terça-feira, último dia da fase classificatória, adversários como o inglês Nick Thompson, quinto do ranking mundial da Laser, o australiano Matthew Wearn, nº 6 do mundo, e o sueco Emil Cedergardh, atual vice-líder da competição em Palma de Mallorca.

Foi um dia muito cansativo e longo. Voltamos para a terra só às 19h30min (15h30min de Brasília). O vento esteve entre 7 e 12 nós, muito rondado, por isso os resultados foram de altos e baixos para todos os velejadores — observou Scheidt, dono de 5 medalhas olímpicas (2 ouros, 2 pratas e 1 bronze) e 14 títulos mundiais, entre Laser e Star.

Amanhã começa a fase final, o que vai tornar a disputa ainda mais acirrada, entre os melhores do mundo na Laser. A previsão é de vento um pouco mais forte, e isso deve ajudar. Mas é preciso continuar chegando entre os dez primeiros em todas as regatas para entrar com boa pontuação na MedalRrace.

Classe mais numerosa no 45º Trofeo Princesa Sofía, a Laser foi dividida em três flotilhas – amarela, azul e vermelha – cada uma com 48 barcos. A partir desta quarta-feira (2), início da fase final, os barcos serão reagrupados em flotilha ouro, que segue na luta pelo pódio, e flotilha prata. Para a Laser, estão previstas mais seis regatas, duas por dia, a partir das 13 horas (9 hs de Brasília). No sábado (5), os dez primeiros colocados disputam a medal race, valendo pontos dobrados.

Além de Scheidt, que conta com os patrocínios do Banco do Brasil, Rolex e Deloitte, além dos apoios da Audi, do COB e da CBVela, outros três brasileiros estão na disputa do Trofeo SAR Princesa Sofía: Bruno Fontes é o 28º colocado, com 42 pontos perdidos; Matheus Dellagnelo é o 30º, com 44; e Alex Veeren ocupa a 76ª posição, com 85.

Classificação após cinco regatas e um descarte
Robert Scheidt (BRA) – 14 pontos perdidos (6+6+1+[10]+1)
2º Emil Cedergardh (SUE) – 14 pp (8+3+2+1+[16])
3º Ashley Brunning (AUS) – 15 pp ([16]+1+2+4+8)
4º Tonci Stipanovic (CRO) – 16 pp (1+3+4+[UFD]+8)
5º Kacper Zieminski (POL) – 18 pp ([14]+6+1+6+5)
6º Thomas Saunders (NZL) – 18 pp (7+[11]+6+3+2)
7º Giovanni Coccoluto (ITA) – 19 pp (2+3+[13]+4+10)
8º Sam Meech (NZL) – 20 pp ([14]+2+7+10+1)
9º Nicholas Heiner (HOL) – 22 pp (4+5+1+12+[15])
10º Philipp Buhl (ALE) – 23 pp (1+4+9+9+[15])

Por Juliana Leite – Local da Comunicação

Envie seu Comentário