Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Mergulho"

Jovem holandês apresenta projeto viável para limpeza dos oceanos

18 de junho de 2014 0
Prodígio: Boyan Slat começou a estudar o projeto aos 16 anos. Foto Reprodução Blog The Ocean Cleanup

Prodígio: Boyan Slat começou a estudar o projeto aos 16 anos. Foto Reprodução Blog The Ocean Cleanup

A poluição dos oceanos é uma realidade, ainda mais quando se fala de plástico. Você já deve ter ouvido falar na grande ilha de plástico existente no meio do Oceano Pacífico, não? Pois um garoto holandês de 19 anos estudou, pesquisou e apresentou uma solução viável para algo que sempre foi considerado impossível devido ao alto custo. Conheça agora o projeto da The Ocean Cleanup, a empresa fundada pelo holandês Boyan Slat, 19 anos.

Quando tinha 16 anos, Boyan foi mergulhar na Grécia e voltou decepcionado ao ver mais sacos de plástico do que peixes no oceano. Ele logo questionou:

Por que não podemos limpar isso?

Enquanto ainda estava no Ensino Médio, ele então decidiu dedicar metade de um ano de pesquisa para entender a poluição provocado pelo plástico e os problemas associados à limpeza. Isto levou ao conceito de limpeza passiva, que ele apresentou em TEDxDelft 2012 (confira o vídeo).

O conceito é básico: em vez de desperdiçar energia, indo até os plásticos, você pode simplesmente esperar que o plástico chegue até você através da correntes marítimas. Uma matriz de barreiras flutuantes seria instalada primeiro para capturar e concentrar o plástico, permitindo que uma plataforma extraia posteriormente, de forma eficiente, todo o material. A corrente oceânica iria passar por baixo das barreiras, levando toda a vida marinha de flutuação neutra com ele, impedindo as capturas acessórias.

Trabalhando para provar a viabilidade do conceito, Boyan Slat passou a liderar uma equipe de aproximadamente 100 pessoas e parou temporariamente a faculdade de Engenharia Aeroespacial para se concentrar no projeto. Em 2012, o projeto foi premiado como Melhor Desenho Técnico, da Universidade de Tecnologia de Delft, e ficou em segundo lugar no ISEA prêmio de inovação sustentável pelo Ministério da Infra-estrutura e Meio Ambiente holandês.

Em 2013, Boyan fundou a The Ocean Cleanup para tocar adiante a ideia. Já no último dia dia 3 de junho de 2014, a The Ocean Clean Up apresentou os resultados da pesquisa. O estudo de viabilidade tem 530 páginas e confirma que o método é viável para remover quase a metade do plástico a partir da “Great Pacific Garbage Patch”, a ilha de plástico existente no meio do Oceano Pacífico. Atualmente, Boyan é reconhecido como um dos 20 mais promissores Jovens Empresários Worldwide.

Foto Reprodução Blog The Ocean Clenaup

Foto Reprodução Blog The Ocean Clenaup

Fase II: A Fase Piloto
Para reduzir as incertezas, para otimizar o projeto e se preparar para a implementação real, a The Ocean Cleanup começa a segunda fase do projeto: a fase piloto. A ideia é promover uma série de testes em grande escala nos próximos três a quatro anos. A série de testes irá gerar novos dados em uma variedade de tópicos estruturais e físicas. Além disso, estes testes também servirão como uma plataforma para a engenharia e os grupos de pesquisa oceanográfica, o que lhes permite implementar imediatamente a tecnologia recém-desenvolvida ou equipamento de teste em um ambiente de vida real.

A Estratégia
Para manter os custos baixos, a The Ocean Clean Up atua como um centro de controle da missão na Fase II, a gestão da pesquisa, financiamento e comunicação. Como Boyan Slat coloca:
- Não seria muito efeciente em relação a custos tentar construir nossa própria empresa de engenharia e instituto oceanográficos. Em vez disso, buscamos parcerias, permitindo-nos concentrar em um quadro maior .

Crowdfunding
O objetivo é arrecadar US 2 milhões em 100 dias. Vai permitir a execução de mais testes-piloto, estudar a durabilidade do sistema, o desenvolvimento e implantação de equipamentos de amostragem, otimizar a pesquisa de distribuição vertical e desenvolver a equipe de trabalho. O dinheiro permite que a The Ocean Clean Up possa passar da fase de viabilidade para a fase de implementação. Para isso é necessário que 322.062 pessoas possam apoiar o projeto com menos US$ 6,21.

Se você tem alguma pergunta, entre em contato com crowdfunding@theoceancleanup.com.

Destaques do Canal OFF de 18 a 21 de março

17 de março de 2014 0
Foto Divulgação/Canal OFF

Foto Divulgação/Canal OFF

TERÇA – 18/03

CUSTO ZERO – Episódio 9
Terça, dia 18, às 22h30
Horários alternativos: quarta às 13h30 e quinta às 19h

Neste episódio: O trio conhece o nativo Hun, que oferece carona de barco para que eles possam surfar nos picos locais. Depois de surfarem em Ombak Tidur, em Mentawai, e pegar altas ondas, Zé Tepedino, Gabriel Pastori e Rafael Uzai brincam de serem puxados por uma cordinha pelo barco. Após isto, montam acampamento em Lances Right.

Custo Zero: Zé Tepedino ganha a companhia do free surfer Gabriel Pastori e do designer Rafael Uzai. Juntos, eles têm a missão de cruzar a Indonésia, de uma ponta à outra, vendendo produções pessoais e usando o escambo como moeda de troca para seguirem viagem de forma autossuficiente. Entre uma parada e outra, os amigos vão em busca dos melhores lugares para o surfe e o skate. A produtora é a Soul Filmes.

QUARTA – 19/03

CALIFORFUN – Episódio 9
Quarta, dia 19, às 21h
Horários alternativos: sexta às 18h, sábado às 22h e domingo às 16h

Neste episódio: O episódio conta a história de vida de Denis Martinez, um dos principais nomes da geração 70, que sofreu uma reviravolta na vida por conta do envolvimento com drogas.

Califorfun: Os maiores influenciadores do skate mundial apresentam a importância da Califórnia, considerada o berço da modalidade, para todas as gerações que fizeram da cultura de rua seu estilo de vida. Entre depoimentos e performances exclusivas estão lendas como Tony Alva, Steve Caballero, Christian Hosoi, Tony Hawk e o brasileiro Bob Burnquist. A produtora é a Chama Filmes.

Foto Divulgação/Canal OFF

Foto Divulgação/Canal OFF

O HOMEM PEIXE – Episódio 9
Quarta, dia 19, às 21h30
Horários alternativos: sexta às 17h30, sábado às 23h e domingo às 14h30

Neste episódio: No nono episódio da série, Henrique Pistilli vai a Sandy Beach, no sul da ilha de Oahu. Lá, ele conhece várias pessoas que compartilham suas histórias de vida e no surfe. Também no local, ele encontra o pai de Kai Santos, bodyboarder e inventor de uma espécie de balão de ar para surfar. No fim, eles testam a modalidade na companhia de Steve Kapela e do campeão mundial de bodyboard Mike Stewart.

O Homem Peixe: A série dedicada ao Bodysurf, ou surfe de peito, vai em busca pela total integração entre o homem e o oceano. Henrique Pistilli, consultor de empresas e bodysurfer, resgata o surfe na sua mais pura forma, abrindo mão de pranchas para deslizar nas ondas com seu próprio corpo. Henrique encontra em Fernando de Noronha, Califórnia e Havaí, mestres da cultura do surfe de peito como Mark Cuningham, Mike Stewart, Rob Machado e Chris Malloy. A produtora é a Soul Filmes.

QUINTA – 20/03

WATERMAN – Episódio 9
Quinta, dia 20, às 21h
Horários alternativos: sábado às 15h30, domingo às 22h e terça às 18h30

Neste episódio: No Rio Grande do Norte, mais precisamente em Genipabu e Pipa, o casal Kauli e Nana velejam de windsurfe, kitesurfe e barca, e praticam o surfe e stand up paddle. Nana ainda observa as falésias na Baía dos Golfinhos.

Waterman: Kauli Seadi, tricampeão mundial de windsurfe, campeão brasileiro de stand up paddle e especialista em kitesurfe, na companhia de sua namorada, a oceanógrafa Maria Fernanda, vai desbravar os mares do Havaí e também os do Nordeste do Brasil a bordo de um catamarã, exibindo sua altíssima performance nestas três modalidades. Maria Fernanda participa com valiosas informações sobre a vida animal marinha e o meio ambiente dos lugares visitados. A produtora é a Destino Azul.

Foto Divulgação/Canal OFF

Foto Divulgação/Canal OFF

MAR DOCE LAR – Episódio 9
Quinta, dia 20, às 21h30
Horários alternativos: sexta às 13h30, sábado às 19h30 e terça às 15h30

Neste episódio: Na praia da Barra, no Rio de Janeiro, Sylvio Mancusi pratica o kitesurfe. Ele, a esposa Bia e o filho Ben aproveitam os dias na cidade maravilhosa indo à praia.

Mar Doce Lar: Sylvio Mancusi, acompanhado de sua esposa e de seu filho de apenas seis meses, viajam atrás de boas ondas para o surfe, fortes ventos para o kitesurfe e novos locais para a prática do stand up paddle em lugares como México, República Dominicana, Barbados, Portugal, Espanha e Brasil. A produtora é a Casa Violeta.

QUATRO REMOS – Episódio 9
Quinta, dia 20, às 22h
Horários alternativos: sábado às 18h, terça às 17h30 e segunda às 13h30

Neste episódio: Após tentativa fracassada de continuar a expedição do dia anterior, os quatro remadores decidem subir a costa de carro pra continuar dentro do cronograma inicial. Eles param em Port Renfrew, no Canadá, pra ver se é possível colocar a canoa na água. Mas, depois de Phil ver na internet que ventos de força – ou furacões gelados – estão previstos, Rafa decide remar e acaba precisando ser resgatado. No caminho pra Bamfield, também no Canadá, a turma para em uma ponte.

Quatro Remos: Karina, Paulo, Ana e Rafa enfrentam travessias com baixas temperaturas e dificuldades de adaptação em Vancouver Island, no Canadá. Para esta expedição, os quatro amigos utilizam canoas de madeira e pranchas de stand up paddle. A produtora é Urca Filmes.

Foto Divulgação/Canal OFF

Foto Divulgação/Canal OFF

SEXTA – 21/03

BRAZILIAN STORM – Episódio 9
Sexta, dia 21, às 21h
Horários alternativos: sábado às 19h e quinta às 15h30

Neste episódio: Nesse episódio, amigos, treinadores e o empresário de esse Mendes falam sobre o surfista dentro e fora do mar. No vídeo, o próprio Jesse fala sobre os treinos na cidade litorânea paulista e de suas experiências em J-Bay, na Califórnia e no Hawaii. Jesse, que começou a surfar com três anos em Guarujá, faz parte do circuito mundial WQS e realiza entre 15 e 18 campeonatos por ano.

Brazilian Storm: A 4ª temporada do programa traz as rotinas e depoimentos dos representantes da nova geração do surfe brasileiro como Gabriel Medina, Alejo Muniz, Miguel Pupo, Victor Bernardo e Filipe Toledo sobre o Circuito Mundial de Surfe Profissional 2013/2014. No Brasil, as gravações passaram por São Paulo, Santa Catarina e Porto Alegre. Entre os destinos internacionais estão França, Portugal, El Salvador, Chile, Mentawai, Costa Rica e México. A produtora é a Mellin Vídeos.

Foto Divulgação/Canal OFF

Foto Divulgação/Canal OFF

SLACKLINE – Episódio 8
Sexta, dia 21, às 21h30
Horários alternativos: domingo às 22h30, terça às 14h e quarta às 17h30

Neste episódio: Na França, Gideão Melo e Gabriel Faria conhecem um local, o atleta Alexis, que os leva para um pico alucinante para a prática de highline.

Slackline: Na 2ª temporada de Slackline, Gideão Melo e Gabriel Faria viajam pela Europa em busca dos highlines, modalidade praticada em alturas superiores a 5 metros, mais incríveis da região. Entre cenários paradisíacos, a dupla explora picos inéditos na Espanha, França e Itália. A produtora é a Manjubinha Filmes.

PRANCHA E PÉ DE PATO – Episódio 9

Sexta, dia 21, às 22h
Horários alternativos: sábado às 16h, domingo às 18h30 e quarta às 19h

Neste episódio: No nono episódio, Paulo e Fábio chegam ao Tahiti. Em Teahuppo, vila na costa da ilha, após se encontrarem com o amigo de Paulo, seguem para surfar em Taapuna. No dia seguinte, aproveitam para mergulhar na fazenda de peixes do dono da pousada. Além de testar a câmera, Paulo também pega onda com prancha de quilha.

Prancha E Pé de Pato: O videomaker, fotógrafo e campeão mundial de bodyboard, Paulo Barcellos, na companhia de seu grande amigo e importante nome da modalidade, Fabio Aquino, mostram o cenário do bodyboard em destinos como Rio de Janeiro, Chile, Havaí e Taiti, onde pegam uma ondulação de quatro metros. Paulo é o responsável pelo registro das imagens aquáticas e subaquáticas. A produtora é a Soul Filmes.

AÉREAS – Episódio 9
Sexta, dia 21, às 22h30
Horários alternativos: sábado às 19h e quinta às 15h30

Neste episódio: Sylvestre Campe e Dean Eldridge sobrevoam um sítio arqueológico na Albânia de aproximadamente 2.500 anos. A região, conhecida como Butrint, possui pequenas vilas e fortalezas construídas no período do Império Otomano por Ali Pasha. Dali eles partem para um pequeno vilarejo chamado Tequeja E Melanit, onde são recepcionados pelo Baba do templo. Fazem um último voo numa grande cidade, ainda na Albânia, chamada Gjirokastra.

Aéreas: O premiado diretor de fotografia Silvestre Campe, ao lado do campeão mundial de paramotor, Dean Eldridge, vão em busca das mais belas imagens aéreas do mundo, passando por países como Brasil, Noruega, Áustria, Albânia, Grécia, Namíbia e África do Sul. A produtora é a Cinemauro.

Canal OFF na Internet: www.canaloff.com, Facebook.com/canaloff e Twitter.com/canaloff

Canal OFF exibe programação especial no Dia Internacional da Mulher, neste sábado, 8 de março

06 de março de 2014 0
Karol encara uma remada de SUP no Rio Mekong, no Laos. Foto Divulgação/Canal OFF

Karol Knopf encara uma remada de SUP no Rio Mekong, no Laos. Foto Divulgação/Canal OFF

Neste sábado, dia 8 de março, entre 16h30min e 21h, o Canal OFF exibe uma programação especial em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Será uma jornada de documentários e programas onde as protagonistas encantam o telespectador com os grandes feitos realizados em modalidades extremas. A programação especial começa às 16h30min com o documentário especial “Made of Steel”, do diretor Laurent Triay. O documentário acompanha a luta da norueguesa Karina Hollekim para voltar ao universo das modalidades extremas.

Ela era uma das mais importantes esquiadoras e BASE Jumpers do mundo até 2006, ano em que sofreu um acidente quase fatal de paraquedas. Mesmo os médicos dizendo que ela não voltaria a andar, Karina se dedicou a treinamentos e fisioterapia intensivos para recuperar sua antiga vida e suas paixões. Em 2012, ela participou do evento The Haute Route, uma expedição de esqui de sete dias que parte de Charmonix, na França, para Zermatt, na Suíça – que foi considerado o teste final, a prova de que ela conseguiu reverter as previsões e superar suas próprias limitações.

Claudinha Gonçalves convida as amigas para surfar no quintal de casa. Foto Divulgação/Canal OFF

Claudinha Gonçalves convida as amigas para surfar no quintal de casa. Foto Divulgação/Canal OFF

Às 18h, “Quatro Remos” mostra que, após superarem o primeiro grande desafio, o Georgia Straight, os remadores seguem a missão na ilha Vancouver e se questionam se a estratégia de amarrar pranchas na canoa – é mesmo a melhor opção. Já a paulista Karol Knopf embarca em uma viagem de 25 horas para chegar até o Rio Laos, onde pratica Stand Up Paddle. Em “Laos”, exibido às 18h30min, ela enfrenta dificuldades para remar no rio Mekong e também para se adaptar ao calor da região.

Às 19hs, “Submerso”traz a história do arquipélago de Bazaruto, em Moçambique. Sofie Mentens, Marcela Witt e Sofia Graça Aranha se aventuram no local ao explorar os pontos de mergulho Five Mile Reef e Basis Tail, onde encontram uma raia gigante que mora no recife. Em “Sol & Sal”, que será exibido às 19h30min, Claudinha Gonçalves convida as amigas surfistas que participaram da primeira temporada do programa para surfarem em Guarujá, onde mora. As sessões de surfe com as meninas dão um toque especial e charmoso ao episódio. No “Pela Rua”, às 20h, Anderson Tuca, Carlinhos Zodi e Flavio Samelo se encontram com Ítalo Penarrúbia e Karen Jonz para sessões de skate em São Paulo.

Foto Divulgação/Canal OFF

As meninas exploram o litoral de Moçambique. Foto Divulgação/Canal OFF

O episódio “Trilhas e travessias“, que será exibido às 20h30min, faz uma retrospectiva da jornada de Julia Ericson e Ana Tapajós para atingirem o topo do Monte Elbrus, com 5.642 metros de altitude. Para isso, a dupla tem que enfrentar mais de mil metros de caminhadas de aclimatação na neve, baixíssimas temperaturas e condições extremas de adaptação. Em seguida, às 21h30, entra no ar “Everest“, um documentário que acompanha a médica e multiesportista Karina Oliani na sua tentativa de escalar o Monte Everest, ponto mais alto da Terra, enquanto luta para se superar física e psicologicamente. A brasileira se tornou a mulher mais jovem do país a conquistar o topo do Everest.

ESPECIAL DIA INTERNACIONAL DA MULHER
Dia 8 de março, sexta-feira, a partir das 16h30, no Canal OFF
16h30min – “Made of Steel”
18h – “Quatro Remos”
18h30min – “Laos”
19h – “Submerso”
19h30min – “Sol & Sal Especial”
20h – “Pela Rua”
20h30min – “Trilhas e Travessias”
21h – “Montanhistas”
21h30min – “Everest com Karina Oliani”

Canal OFF na Internet: www.canaloff.com , Facebook.com/canaloff e Twitter.com/canaloff

As 10 praias mais perigosas do mundo

27 de fevereiro de 2014 6

Map-dangerous-beaches

Água quente, areia branca e uma boa estrutura. Estes são os critérios mais importantes na escolha da praia para passar as férias ou o feriado de Carnaval. Mas é bom ter cuidado, pois nem todas as praias consideradas paradisíacas ou famosas são as melhores.Confira essa lista do site Zoover World das 10 praias mais perigosas do mundo, e por diversos motivos!

Aguas-vidas venenosas são o perigo nas praias de Queensland e Tiwi Island. Foto Bashny.net

Aguas-vivas venenosas são o perigo nas praias de Queensland e Tiwi Island. Foto Bashny.net

1- Queensland e Tiwi Island, na Austrália

A costa nordeste de Queensland e a costa sul da ilha de Tiwi são as top ranking das praias mais perigosas. Tudo por causa da presença de tubarões e águas-vivas venenosas (jellowfish)!

2- Cidade do Cabo, na África do Sul

Cape Town, ou Cidade do Cabo, está localizada no oeste da África do Sul, no sopé da Table Mountain e no Oceano Atlântico. Esta área é um grande território dos tubarões branco, uma das espécies mais agressivas.

3 – Zipolite, no México

No sul do México, na região de Oaxaca, está localizada Zipolite. Não há tubarões ou animais venenosos, mas uma corrente muito forte. Não vá tão longe porque se você for arrastado pela corrente, nem o melhor nadador poderá aguentar o repuxo.

4- Atol de Bikini, Ilhas Marshall

As Ilhas Marshall consistem em mais de 1 mil pequenas ilhas. O Atol de Bikini é uma delas e ficou conhecida pelos testes nucleares suspensos a partir da década de 50. O alto nível de radiação fez com que as praias do local se tornassem muito perigosas.

Foto Ken Mcnair

Foto Ken Mcnair

5 – New Smyrna Beach, Flórida (EUA)

New Smyrna Beach já foi nomeada a praia mais bonita da Flórida. Mas se você gosta de mergulho, surfe , pesca ou simplesmente boiar em um colchão de ar, você tem que tomar cuidado com os tubarões. De acordo com o Arquivo Internacional de Ataques de Tubarão (ISAF), tiveram mais ataques de tubarão não provocados na Flórida do que em toda a África do Sul. Foi lá recentemente que um fotógrafo flagrou um tubarão saltando, enquanto um surfista pegava uma onda.

6 – Copacabana, Brasil

A Princesinha do Mar, como é conhecida, ao longo dos seus quatro quilômetros de extensão reserva muitos perigos, mas todos fora da água. Princesas você certamente não vai encontrar, porque o maior perigo é criminalidade, com furto e roubos. Por isso deixe a sua câmera e carteira no cofre do hotel.

7- Repulse Bay, Hong Kong

Repulse Bay está localizada no distrito do sul de Hong Kong. Esta área é conhecida por seus apartamentos muito caros e ambiente descontraído. É muito popular para os moradores e turistas. Talvez essa seja uma das razões por que esta praia é a número 7. Há uma grande quantidade de resíduos no mar. Se você quiser nadar aqui, use chinelos ou sapatos, porque você não vai querer enfiar um caco de vidro no seu pé!

As piranhas podem ser um perigo em Alter do Chão, no Pará.

As piranhas podem ser um perigo em Alter do Chão, no Pará.

8 – Alter do Chão – Brasil

O Brasil tem muitas praias fluviais. As melhores estão localizadas em Alter do Chão, no Pará. São praias de areia branca e uma atmosfera tropical única que, reunidas, foram chamadas de Caribe brasileiro. Mas cuidado, se você fizer uma viagem no rio Amazonas, não é bom colocar a mão ou se banhar pois pode haver piranhas.

9 – Virginia Beach, EUA

Quando você pensa em praia, você pensa em relaxar. No entanto, você não pode relaxar completamente em Virginia Beach, devido a presença de raposas selvagens no entorno. Nem pense em adormecer na praia.

08cdc9a7f4

 

O crocodilo flagrado no último domingo em Cable Beach. Foto Sharon Scoble

O crocodilo flagrado no último domingo em Cable Beach. Foto Sharon Scoble

10 – Cable Beach, na Austrália

Essa praia ficou famosa esta semana, justamente por este motivo. Localizada no Oeste da Austrália, Cable Beach tem 22 quilômetros de areia branca banhada pelas águas azulturquesa do Oceano Índico. Parece que o destino de férias perfeito. Infelizmente , esta praia termina no número 10 das praias mais perigosas porque crocodilos de até quatro metros costumam nadar tranquilamente.

Michelle Schlanger é a OFF Girls do mês de janeiro

30 de janeiro de 2014 1
Ensaio de Michelle foi feito na Praia do Pepino. Foto Guto Costa/Divulgação Canal OFF

Ensaio de Michelle foi feito na Praia do Pepino. Foto Guto Costa/Divulgação Canal OFF

A partir de amanhã, 31 de janeiro, os internautas vão poder conferir no site do Canal OFF um ensaio exclusivo com Michelle Schlanger, a OFF Girl do mês de janeiro.

A carioca, de 20 anos, surfa, anda de skate, pratica snowboard e wakeboard e joga futebol e futevôlei. Ela posou na Praia do Pepino, em São Conrado e na Pedra Bonita, no Rio de Janeiro.

Além das fotos, um perfil e um vídeo com o making of do ensaio também estarão disponíveis para os internautas. O programa “Submerso” e a faixa “OFF Docs” são suas atrações preferidas no Canal OFF.

No OFF GIRLS, seção do site do Canal OFF com fotos, perfis e vídeos de ensaios exclusivos com mulheres que fazem parte do Universo OFF, também estão as belas Carol Guarnieri, Sofie Mentens, Emile Biason, Claudinha Gonçalves e Julia Ericson.

Confira os destaques do Canal de OFF de 4 a 7 de fevereiro

29 de janeiro de 2014 0
Prancha e Pé de Pato explora o pico de Gas Chambers, no Havaí. Foto Divulgação Canal OFF

Prancha e Pé de Pato explora o pico de Gas Chambers, no Havaí. Foto Divulgação Canal OFF

TERÇA – 04/02

CUSTO ZERO – Episódio 3
Terça, dia 4, às 22h30
Horários alternativos: quarta às 13h30 e quinta às 19h

Neste episódio: Zé, Gabriel e Rafael aproveitaram um dos melhores swells do ano em Lagundri, Nias e os três pegaram altas ondas. Depois eles foram para a Ilha de Asu e tiveram o suporte de Earl, dono de um surf camp. Lá eles aproveitaram as ondas no pico principal da ilha.

Custo Zero: Zé Tepedino ganha a companhia do free surfer Gabriel Pastori e do designer Rafael Uzai. Juntos, eles têm a missão de cruzar a Indonésia, de uma ponta à outra, vendendo produções pessoais e usando o escambo como moeda de troca para seguirem viagem de forma autossuficiente. Entre uma parada e outra, os amigos vão em busca dos melhores lugares para o surfe e o skate. A produtora é a Soul Filmes.

QUARTA – 05/01

HOMEM PEIXE – Episódio 3
Quarta, dia 5, às 21h30
Horários alternativos: sexta às 17h30, sábado às 23h e domingo às 14h30

Neste episódio: Ainda na Califórnia, Henrique Pistilli, conhece a temida onda de The Wedge. Apesar das ondas pequenas e o clima de descontração, deu para sentir um pouco a energia daquela famosa onda para os bodysurfers. Depois, ele foi recebido com um churrasco pela comunidade de bodysurfer local, onde pode trocar experiências com bodysurfers de várias gerações, entre eles Fred Simpson o inventor de um pé de pato exclusivo para o bodysurfe.

Homem Peixe: A série dedicada ao bodysurf, ou surfe de peito, vai em busca pela total integração entre o homem e o oceano. Henrique Pistilli, consultor de empresas e bodysurfer, resgata o surfe na sua mais pura forma, abrindo mão de pranchas para deslizar nas ondas com seu próprio corpo. Henrique encontra em Fernando de Noronha, Califórnia e Havaí, mestres da cultura do surfe de peito como Mark Cuningham, Mike Stewart, Rob Machado e Chris Malloy. A produtora é a Soul Filmes.

Henrique Pistilli é o protagonista de Homem Peixe. Foto Divulgação Canal OFF

Henrique Pistilli é o protagonista de Homem Peixe. Foto Divulgação Canal OFF

QUINTA – 06/01

WATERMAN – Episódio 3
Quinta, dia 6, às 21h
Horários alternativos: sábado às 15h30, domingo às 22h e terça às 18h30

Neste episódio: Kauli encontra seus patrocinadores e faz um ensaio fotográfico de windsurfe. Depois, ele e Maria Fernandavão para Ilha de Lanai e fazem stand up e mergulham nos recifes. Eles ainda sobrem no local mais alto de Maui, o vulcão Haleakala onde veem o por do sol. O casal ainda surfa junto a mesma onda, costume local que se chama “Tandem surf”.

Waterman -Kauli Seadi, tricampeão mundial de windsurfe, campeão brasileiro de stand up paddle e especialista em kitesurf, na companhia de sua namorada, a oceanógrafa Maria Fernanda, desbrava os mares do Nordeste do Brasil a bordo de um catamarã e também os mares do Havaí, exibindo sua altíssima performance nestas três modalidades. Maria Fernanda participa com valiosas informações sobre a vida animal marinha e o meio ambiente dos lugares visitados. A produtora é a Destino Azul.

Os aventureiro de Quatro Remos atravessam o Canadá. Foto Divulgação Canal OFF

Os aventureiro de Quatro Remos estão no Canadá. Foto Divulgação Canal OFF

QUATRO REMOS – Episódio 3
Quinta, dia 6 às 22h
Horários alternativos: sábado às 18h, terça às 17h30 e quinta às 22h

Neste episódio: Karina, Paulo, Ana e Rafa acordam cedo e partem para o primeiro grande desafio da viagem: a travessia do Georgia Straight. Eles pegam condições favoráveis durante todo o trajeto, com pouco vento, mar calmo e sol, mas no meio do trajeto são surpreendidos por um encontro inesperado.

Quatro Remos: Karina, Paulo, Ana e Rafa enfrentam travessias com baixas temperaturas e dificuldades de adaptação em Vancouver Island, no Canadá. Para esta expedição, os quatro amigos utilizaram canoas de madeira e pranchas de stand up paddle. A produtora é Urca Filmes.

SEXTA – 7/01

PRANCHA E PÉ DE PATO – Episódio 3
Sexta, dia 7 às 22h
Horários alternativos: sábado às 16h, domingo às 18h30 e quarta às 19h

Neste episódio: Paulo e Fabio aproveitam as ondas de Gas Chambers, em North Shore. Depois, a dupla vai para Ilha de Kauai onde é recebida pelo tri-campeão Jeff Hubbard e sua família. Lá eles aprendem sobre a cultura e pegam altas ondas.

Prancha é Pé de Pato – O videomaker, fotógrafo e campeão mundial de bodyboard, Paulo Barcellos, na companhia de seu grande amigo e importante nome da modalidade, Fabio Aquino, mostram o cenário do bodyboard em destinos como Rio de Janeiro, Chile, Havaí e Taiti. Paulo é o responsável pelo registro das imagens aquáticas e subaquáticas. A produtora é a Soul Filmes.

Canal OFF na Internet: www.canaloff.com
Facebook.com/canaloff
Twitter.com/canaloff

Temporada 2013 registrou mais de 100 ataques de tubarão no mundo

26 de janeiro de 2014 5
Corpo de turista francês é retirado da praia em Ilhas Reunião. Foto Richard Bouchet

Corpo de turista francês é retirado da praia em Ilhas Reunião. Foto Richard Bouchet

De acordo com o Global File Shark Attack houve 116 ataques de tubarões em todo o mundo na temporada 2013, dos quais 59 ocorreram nos Estados Unidos. Dos 13 ataques de tubarão fatais este ano, Brasil, Austrália e os EUA tiveram duas mortes cada.  Dos 116 ataques, 19 “teriam sido” provocados por tubarões, mas não há comprovação.

Os 97 ataques restantes foram distribuídos assim: Estados Unidos 53 (2 fatais), Austrália 13 (2 fatais), África do Sul 6 (1 fatal), Bahamas 5, Ilhas reunião 3 (2 fatal), Jamaica 2 (1 fatal), Brasil 2 (2 fatais), Polinésia Francesa 2, Nova Zelândia 2 (1 fatal), Guam 1 (fatal), México 1, Belize 1, Seychelles 1, Filipinas 1, Taiwan 1, Diego Garcia 1, Kiribati 1 e Nova Caledônia 1.

Estados Unidos

Houve 59 relatos de interatividade entre tubarões e humanos em 2013, seis deles ocorridos em circunstâncias especiais (não comprovados) e 53 ataques comprovados.

Estes foram registrados nos seguintes estados: Flórida 24, Hawaii 16 (2 fatais), Califórnia 4, Carolina do Sul 4, North Carolina 1, Oregon 1, Texas 1, New Jersey 1, e Alabama 1.

As vítimas praticavam as seguintes atividades:

surfe/bodyboard/kitesurfe – 26

natação,banho e pesca – 21

mergulho profundo, mergulho raso e caiaque – 2

Informações adicionais, incluindo uma lista cronológica de cada incidente , está disponível em www.sharkattackfile.net .

Canal OFF exibe último episódio da série Submerso

15 de outubro de 2013 2
Foto Divulgação/Canal OFF

Foto Divulgação/Canal OFF

Nesta quinta-feira, 17 de outubro, às 22h30min, o Canal OFF exibe o último episódio da quarta temporada de “Submerso”. As mergulhadoras Sofie Mentens e Marcela Witt, acompanhadas da também mergulhadora e bióloga Sofia Graça Aranha, se preparam para se despedir dos mares da África.

Para alcançar o Shanes Reef, o último ponto de mergulho da viagem, as meninas utilizam um pequeno barco de pesca que, apesar do vento, resiste bem durante a navegação. Apesar da ventania, a visibilidade surpreende a todos e permite um mergulho digno de despedida com direito a visitas inesperadas de tartarugas, polvos, do exótico peixe crocodilo e do raro peixe folha.

- Apesar dos mergulhos terem sido dificílimos para mim, várias vezes eu achei que meu corpo não aguentaria, o que eu recebi em troca foi tão mágico que valeu a pena – analisa Marcela sobre a viagem pela África.

Antes de deixar o arquipélago e o continente africano, Sofie, Marcela e Sofia possuem uma última missão a cumprir: retribuir tudo o que receberam do Oceano Índico ajudando voluntariamente a limpar os corais. Vidros, sacolas plásticas e garrafas pet são recolhidos e devolvidos para terra firme.

- Vou lembrar por muito tempo de todos esses mergulhos que fizemos no Oceano Índico. Para contribuir vamos fazer um clean up dive – conta Sofie ao se preparar para limpar os corais.

- Foi uma mistura de sensações e momentos lindos! É muito bom poder compartilhar isso com as meninas. Espero que a gente continue nossas viagens pelo mundo. Essa é a vida que eu quero pra mim! – declara Sofia em clima de despedida.

Sobre “Submerso”

O destino da quarta temporada de Submerso é a África. As mergulhadoras Sofie Mentens e Marcela Witt, na companhia da bióloga Sofia Graça Aranha, seguem em suas aventuras debaixo d’água à procura de emoção e curiosidades da fauna e flora marinha. Em Moçambique, as meninas conhecem várias espécies de peixes e mergulham com os famosos tubarões baleia. Outro destino explorado é Zamzibar, uma ilha na Tanzânia que promete grandes mergulhos. A produtora é a Macadâmia Filmes.

Submerso – 4ª Temporada – Episódio 13 (INÉDITO – ÚLTIMO EPISÓDIO)
Quinta, dia 17, às 22h30, no Canal OFF
Horários alternativos: sexta às 11h30 e domingo às 19h30
Classificação Livre

Canal OFF na Internet:
www.canaloff.com
Facebook.com/canaloff
Twitter.com/canaloff

Com informações de Luana Barreto – In Press Porter Novelli