Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Surfe"

Lapo Coutinho entre amigos - episódio 1

07 de julho de 2014 0

Lapo Coutinho – ” Entre Amigos ” – Episódio 1 from PORTO FILMES on Vimeo.

Postei neste domingo uma foto do baiano Lapo Coutinho, surfista de ondas grandes da nova geração, em ação no Chile. Agora chegou a vez do primeiro episódio da série “Entre Amigos“, que revela um pouco do dia-a-dia de Lapinho e suas sessões de surf ao redor do mundo, junto com seus amigos. O primeiro episódio, é claro, é rodado em Salvador, na Bahia.

Imagens de: Curt Myers (Powerlines Productions), Sebastian Muller, Ryan Craig, Ju Martins,
Rico, Kaleu Wildner, Zecops, Ybere Camargo e Miguel Sehbe.

Associação Comercial de Santos abre as portas para o surfe

07 de julho de 2014 0
Reunião definiu apoio da entidade ao esporte. Foto Divulgação/ACS

Reunião definiu apoio da entidade ao esporte. Foto Divulgação/ACS

Essa notícia serve de exemplo para Florianópolis. A nova diretoria da Associação Santos de Surf já trabalha efetivamente para o fortalecimento do surfe local. Entre os primeiros passos, houve o contato com a Associação Comercial de Santos, com a proposta de buscar conhecimento para o desenvolvimento e aprimoramento das empresas ligadas ao esporte na região, como fábricas de pranchas, lojas e confecções.

- Nosso interesse é conseguir informações visando auxiliar, para que todas as empresas ligadas ao surf, grandes ou pequenas, tenham a oportunidade de profissionalização e regularização fiscal, viabilizando, assim, a expansão do mercado, além das fronteiras da nossa cidade – explicou o presidente da Santos Surf, Marcos Andrade, que participou da reunião acompanhado do vice, Fábio Kodama.

No encontro, ficou definida que a Associação Comercial de Santos realizará um evento apresentando ideias e iniciativas para empreendedorismo, com apoio do Sebrae para empresários, comerciantes e fabricantes ligados ao surf. A ideia é oferecer orientação e planejamento para futuros trabalhos e parcerias.

A Associação Comercial está aberta ao surfe. Vamos trazer o espírito Aloha para esta casa — disse o presidente da instituição Roberto Clemente Santini, ao lado do vice, John Wolthers, ambos surfistas, e dos diretores Vicente do Valle e Márcio Calves.

Santini destacou que essa aproximação é o reconhecimento do que o surfe já trouxe para a região.

Além de viabilizar a parte esportiva, essa nova diretoria tem uma visão empresarial. É um passo histórico para o crescimento do setor. Espero que todos os empresários possam ter progressos, crescimento. Parabéns à Associação por este passo e pode contar com a gente para que o setor cresça. Vamos dar todo o suporte possível — anunciou Santini.

John Wolthers lembrou que o mercado de surfe ainda é um meio carente, fragmentado e muito competitivo.

Falta orientação e se dermos uma linha mestre, pode crescer, evoluir. Vamos escutar, participar e tentar somar — ressaltou o vice-presidente.

Na reunião, que terá a data divulgada em breve, a Associação Comercial de Santos prestará uma homenagem aos irmãos Carlos e Eduardo (in memoriam) Argento, os “Twin”, pelo pioneirismo do setor na região.

Também pretendemos realizar uma exposição do fotógrafo Jair Bortoleto. Será um encontro voltado ao surfe — afirmou John.

Ficamos contentes, com essa receptividade. O interesse da Associação Santos de Surf é dar oportunidade para que os empresários possam se unir em prol do fortalecimento da indústria e comércio do surfe, pois somente empresas fortes são capazes de investir e contribuir no desempenho da modalidade — completou Marcos Andrade.

Com informações de Fábio Maradei – FMA Notícias

Tim Reyes vai a procura das ondas pelo Oceano Pacífico

07 de julho de 2014 0

Great Days 8: Surfer Timmy Reyes – Under Western Skies from smith optics on Vimeo.

Campeão do Mr Price Pro Ballito, o americano Tim Reyes soltou na rede há uma semana um vídeo com algumas sessões de surfe realizadas no Norte do Pacífico. Ex-top do WCT, Timmy andou um tempo afastado das competições para se recuperar de algumas lesões e agora parece estar disposto a recuperar o tempo perdido. Só com a vitória em Ballito, Timmy já entrou no grupo do G-10 do ASP qualifying Series.

Imagens do fotógrafo havaiano Zak Noyle

07 de julho de 2014 0
Imagem eleita pelos leitores da Surfer como a melhor de 2011. Foto Zak Noyle

Imagem eleita pelos leitores da Surfer como a melhor de 2011. Foto Zak Noyle

Em 2011, Zak Noyle venceu o concurso de foto do ano da Surfer, com a foto acima, capturada por uma lente olho de peixe, com o surfista Christian Redongo pegando um tubo em Teahupoo e emoldurado por um arco-íris. Agora, Noyle é o fotógrafo retratado pela série Exposure, produzida pelo The Surf Channel Television Network.

Morador de Oahu, no Havaí, Noyle tem se destacado com fotos aquáticas belíssimas e pela produção dos documentários Momentum da Red Bull. Neste vídeo, Zak conta um pouco da história de suas fotos mais marcantes e de como faz para se diferenciar no cenário fotográfico cada vez mais aberto. Saiba mais sobre o trabalho de Zak no seu site oficial.

Ficha técnica do vídeo:
Produtor Executivo Steve Bellamy
Produção e direção: Selma Al-Faqih
Stills: Zak Noyle
Editor/GFX: Justin Restaino
Um agradecimento especial a RVCA, SPL Water Housing, Jeff Hall na Frame Media

Lapo Coutinho abre a lista de candidatos ao Billabong XXL Big Wave Awards 2014/2015

06 de julho de 2014 0
Lapo Coutinho, dia 3 de julho, em El Buey, Arica, no Chile. Foto Zecops

Lapo Coutinho, dia 3 de julho, em El Buey, Arica, no Chile. Foto Zecops

O Billabong XXL Big Wave Awards, o Oscar das ondas grandes, já tem seus primeiros concorrentes para a temporada 2014/2015 com as ondulações que atingiram o litoral do Pacífico na última semana, do México, passando pelo Peru e chegando até o Chile.

Os primeiros registros já chegaram na rede, com destaque para a foto do baiano Lapo Coutinho, que surfou na remada no dia 3 de julho o pico de El Buey, em Arica, no Chile, e o vídeo do havaiano Shane Dorian, em Puerto Escondido gigante, no México, captado por Alejandro de la Torre, o Tarzan, no último dia 5 de julho.

Esconde-esconde em Shipsterns Bluff, na Tasmânia

06 de julho de 2014 0

Hide and seek from Mikey Brennan on Vimeo.

Neste vídeo, o local da Tasmânia Mikey Brennan brinca de esconde-esconde com o tubo da direita de Shipsterns Bluff, em dias clássicos na Tasmânia A trilha sonora é Glitch Mob, com “Drink The Sea”.

Josias Pedrinha é o campeão da primeira etapa do Circuito Astri de Surf Amador 2014

06 de julho de 2014 0
Josias Pedrinha. foto Cris Mach

Josias Pedrinha. foto Cris Mach

O surfista Josias Pedrinha sagrou-se campeão da categoria Open da primeira etapa do Circuito ASTRI de Surf Amador 2014. O segundo colocado foi Kaian Bernardo (12,86), seguido por Tiago Braga (8,90) e Vinícius Carneiro (5,00). Josias Pedrinha somou 14,26 pontos em suas duas melhores ondas surfadas junto a plataforma de Tramandaí, garantindo uma passagem aérea para o Perú.

A forte neblina que tomou conta do litoral norte gaúcho e inviabilizou a realização do primeiro dia de competições no sábado deu uma trégua no domingo e no até as ondas melhoraram, facilitando a vida dos atletas que deram um verdadeiro show de surfe na etapa também válida pelo circuito gaúcho amador.

A organização trabalhou dobrado para que as baterias do sábado fossem recuperadas durante o domingo, com a divisão do staff técnico para dois julgamentos simultâneos, ficando um dos palanques localizado ao lado direito da plataforna, no tradicional pico da Malvina, enquanto o palanque principal ficou no lado esquerdo da plataforma.

Foto Cris Mach

Foto Cris Mach

A Associação dos Surfistas de Tramandaí (ASTRI) colocou em jogo uma passagem para o Peru, quatro pranchas e muitos kits. O evento atingiu a lotação máxima de atletas, reunindo 122 surfistas.

- Agradeço muito a Pro Side, FR Surfboards, Studio Natual Fit, WebSul, a minha namorada Marina e meu sogro Mauro, meus irmãos Eduardo, Cristiano, e Fabiano. O mais dificil para mim foi enfrentar o frio após uma temporada de calor no Indonésia, agora que estou na liderança do ranking quero buscar o título do Gaúcho neste ano e continuar viajando para novos e bons picos – projetou Josias Pedrinha.

Foto Cris Mach

Foto Cris Mach

O cronograma, chave de baterias e notas online de toda a competição podem ser acompanhadas através do link da organização no site http://www.surfpro.com.br/2014/astri/01/indextrm.htm.

- Estou feliz por conseguirmos realizar este evento da melhor forma possível. As condições climáticas do sábado nos forçaram a mudar os nossos planos, mas conseguimos contornar todas as adversidades e tudo deu certo. Agradeço em especial ao senhor Hélio de Caminês, presidente da Plataforma de Pesca de Tramandaí, que nos deu um apoio fundamental para que pudessemos montar uma segunda estrutura para os julgamentos das baterias. Este apoio mostra que em Tramandaí a relação entre o Surf e a Pesca é harmoniosa e de cooperação. Agradeço aos atletas que confiaram e participaram de nossa etapa, obrigado e em Dezembro teremos duas passagens internacional em jogo – finalizou João Davila.

Foto Cris Mach

Foto Cris Mach

Além da terceira etapa do Gaúcho de Surf Amador, Tramandaí realiza neste final de semana a tradicional Festa do Peixe, que movimenta o Litoral Norte com feiras e grandes espetáculos musicais, além de farta gastronomia em sua 25ª edição.

A FR Surfboards apresentou a 1ª Etapa do Circuito ASTRI 2014, com o patrocínio da ProSide, prefeitura de Tramandaí, Jamboo Turismo e WebSul Sports e apoio de Mares do Sul Hotel, Dumar Esportes, Pico Secreto, Posto Rapaki, Mare Mio Pizzaria, Matos, Ondas do Sul, Onlip, Ciawax, Aust, Rapaki & Pacheco Construções, DSD, Proibt Wave, Restaurante Triângulo, Aloha, Be Happy, São José, LS Sonorizações, Scooba e LipSul. A organização foi da ASTRI, com supervisão da Federação Gaúcha de Surf (FGSurf).

Resultados finais:
Feminino
1ª Brenda Rodrigues (6,87)
2ª Yasmin Dias (4,04)
3ª Maria Clara (3,07)
4ª Gabriela Jorge (2,40).

Grommets
1º Miguel Couto (4,27)
2ª Yasmin Dias (4,23)
3º Vitor Midon (4,13)
4º Kaique Garcia (1,44)

Iniciantes
1º Gustavo Borges (8,83)
2º Matheus Pereira (6,30)
3º Kaique Garcia (4,54)
4º Miguel Couto (4,20).

Longboard
1º Edson Almeida (8,90)
2º Carlos Dihel (6,03)
3º Flávio Brito (3,57)
4º José Ferreira (2,24)

Local
1º João Santos (14,00)
2º Kaian Bernardo (10,90)
3º Josias Pedrinha (8,10)
4º Humberto Rocha (5,80)

Mirim
1º Luy Arman (10,20)
2º João Miranda (7,87)
3º Ernani Júnior (7,06)
4º Lucas Machado (5,67)

Júnior
1º Pedro Mendes (12,04)
2º Luy Arman (6,90)
3º Lucas Machado (4,84)
4º Vicente Vitor (4,00)

Sênior
1º Ki Fornari (8,50)
2º Diego Souza (8,24)
3º Flávio Jardim (6,20)
4º Felipe de Paula (2,60)

Master
1º Ki Fornari (9,36)
2º Flávio Jardim (5,60)
3º João Pedro Rosso (5,10)
4º Marne Sieben (3,70)

Open
1º Josias Pedrinha (14,26)
2º Kaian Bernardo (12,86)
3º Tiago Braga (8,90)
4º Vinícius Carneiro (5,00)

Com informações de Gabriel de Mello – Assessoria de Comunicação da Federação Gaúcha de Surf

Tim Reyes conquista título do Mr Price Pro Ballito, na África do Sul

06 de julho de 2014 0
Tim Reyes. Foto ASP/Cestari

Tim Reyes. Foto Mr Price/Cestari

As ondas subiram para 6-8 pés neste domingo para fechar o Mr. Price Pro Ballito em condições desafiadoras em Willard´s Beach. Os brasileiros Filipe Toledo, 19 anos, e Jadson André, 24, ficaram nas quartas de final que abriram o último dia e o norte-americano Tim Reyes, 31, faturou os 40 mil dólares da vitória no ASP Prime da África do Sul.

Na final, Reyes derrotou o australiano Matt Wilkinson, 25, por 15,44 a 14,70 pontos. Com o título na segunda etapa de 6.500 pontos do ano, Reyes saltou da 131ª para a quinta posição no ASP Qualifying Series. O vice-campeão também entrou na lista dos 10 surfistas indicados pelo ranking de acesso para a elite dos top-34 do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour com os 5.200 pontos, subindo do 108º para o 11º lugar na classificação geral das 11 etapas completadas em KwaZulu-Natal, na África do Sul.

Depois do day-off no sábado de ondas pequenas, o mar mudou bastante no último dia e Filipe Toledo não conseguiu repetir os aéreos que lhe renderam as duas únicas notas 10 do Mr. Price Pro Ballito esse ano. No domingo, os tubos arrancaram as maiores notas dos juízes e as condições estavam difíceis para os dois competidores do primeiro duelo do dia.

Matt Wilkinson. Foto ASP/Cestari

Matt Wilkinson. Foto Mr Price/Cestari

O português Tiago Pires teve mais sorte na escolha das ondas para derrotar por 13,00 a 11,60 pontos o recordista absoluto do campeonato, Filipe Toledo. Tiago depois perdeu para o campeão Tim Reyes na semifinal, mas também deu um grande salto no ranking com os 4.225 pontos computados, saindo da 109ª para a 15ª posição no ranking do ASP QS.

O potiguar Jadson André entrou na terceira bateria do dia e surfou bem contra o australiano Adam Melling. Com 14,74 pontos totalizados, poderia ter vencido todas as outras três baterias das quartas de final, menos a dele, pois seu oponente fez maior o placar do dia – 16,17 – para tirar o último brasileiro da disputa do título na África do Sul.

Mesmo assim, Jadson já havia cumprido sua meta, que era entrar no G-10 do ASP Qualifying Series. No momento, ele está fora do grupo dos 22 primeiros colocados no WCT que são mantidos na elite para o ano que vem e agora vai garantindo sua permanência pelo ranking de acesso do ASP World Tour.

Tiago Pires eliminou Filipe Toledo. Foto ASP/Cestari

Tiago Pires eliminou Filipe Toledo. Foto Mr Price/Cestari

É a mesma situação de Matt Wilkinson, que passou por dois australianos no domingo para conquistar o seu melhor resultado na temporada 2014. A primeira vítima foi Jack Freestone, e a segunda, Adam Melling, quando surfou um tubaço nota 9,9.

Na grande final, Wilkinson também fez a melhor onda da bateria, que valeu nota 9,2. No entanto, na soma das duas notas computadas, o veterano Tim Reyes, que já foi top do WCT e depois se tornou um big-rider especialista em ondas grandes, superou o australiano com o 7,17 e 8,27 recebidos em suas duas melhores apresentações.
Esta é definitivamente a maior vitória que já tive na minha vida — vibrou o norte-americano Tim Reyes.

Eu sabia que o Matt (Wilkinson) ia receber uma nota alta naquela onda que ele surfou. Mas, eu tive um sonho a poucos dias que eu estava na final e teria que ter paciência que a onda viria para mim. Foi assim em quase todas as baterias que disputei aqui e aconteceu de novo, quando eu consegui aquela nota 8,25 no final que me garantiu a vitória.

O curioso é que Tim Reyes ficou sem surfar por 10 semanas por causa de uma contusão no ombro e só voltou a pegar ondas duas semanas antes do Mr. Price Pro Ballito. Com o salto que deu do 131º para o quinto lugar no ranking do ASP Qualifying Series, ele agora passa a ter chances reais de se requalificar para o WCT.

É muito cedo ainda e só quero manter a concentração em uma etapa de cada vez, bateria por bateria, para depois ver o que vai acontecer — disse Reyes.

Filipe Toledo foi o destaque brasileiro em Ballito. Foto ASP/Cestari

Filipe Toledo foi o destaque brasileiro em Ballito. Foto ASP/Cestari

O australiano Matt Wilkinson foi o destaque do domingo de grandes ondas em Willard´s Beach e ganhou novo ânimo com o vice-campeonato na África do Sul, pois não vinha conseguindo bons resultados nas etapas do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour esse ano. Ele agora passou a ocupar a penúltima posição no G-10 do ASP Qualifying Series, que está indicando até o 12º colocado, Patrick Gudauskas, dos Estados Unidos.

Isto porque o líder Adriano de Souza e o também brasileiro Filipe Toledo, fazem parte dos top-22 que são mantidos no WCT e dispensam a classificação pelo ranking de acesso.

BRASIL NO G-10

Ainda assim, o Brasil é maioria na lista do G-10 atualizada após o resultado do ASP Prime da África do Sul, com três surfistas – o paulista Wiggolly Dantas em terceiro lugar, o catarinense Tomas Hermes em sétimo e o potiguar Jadson André em oitavo. As outras vagas estão sendo ocupadas pelos australianos Matt Banting em segundo no ranking e Matt Wilkinson em 11º, o neozelandês Billy Stairmand em quarto, os norte-americanos Tim Reyes em quinto e Patrick Gudauskas em 12º, o havaiano Keanu Asing em sexto e o único representante da Ilha Guadalupe no Circuito Mundial da ASP, Charles Martin, que ocupa a nona posição.

A próxima etapa importante na batalha pelas vagas no G-10 do ASP Qualifying Series será nos Estados Unidos, que vai promover o terceiro ASP Prime de 6.500 pontos do ano, o tradicional Vans US Open of Surfing em Huntington Beach, na Califórnia, que no ano passado foi vencido pelo catarinense Alejo Muniz. Antes desta prova que começa em 26 de julho e vai até 3 de agosto, tem uma etapa do ASP 4-Star de 1.000 pontos nesta semana no México, de 8 a 12 de julho em Acapulco, além de uma do ASP 3-Star de 750 pontos nos dias 14 a 21 de julho no Japão.

Tomas Hermes manteve o sétimo lugar no ASP Qualifying Series. Foto ASP/Cestari

OUTRAS NOTÍCIAS

Para ver os textos dos outros dias do Mr. Price Pro Ballito iniciado na segunda-feira, destacando a participação dos surfistas sul-americanos na África do Sul, além de todos os resultados das baterias do dia a dia da competição, clique em NOTÍCIAS na barra superior da página da ASP South America - www.aspsouthamerica.com

Resultados finais do Mr.Price Pro Ballito 2014
Final (1º=6.500 pontos,$ 40 mil/2º 5.200 pts/$ 20 mil)
H1- Tim Reyes EUA 15.44 a 14.70 Matt Wilkinson AUS

Semifinais (2º=3º lugar, 4225Pts, $ 11,000)
H1- Tim Reyes EUA 11.50 a 11.26 Tiago Pires POR H2- Matt Wilkinson AUS 15.57 a 10.56 Adam Melling AUS

Quartas de final (2º=5º lugar, 3320Pts, $ 7,000)
H1- Tiago Pires POR 13.00 a 11.60 Filipe Toledo BRA H2- Tim Reys EUA 11.43 a 9.16 Dillon Perillo EUA H3- Adam Melling AUS 16.17 a 14.74 Jadson André BRA
H4- Matt Wilkinson 13.20 a 10.90 Jack Freestone AUS

G-10 DO RANKING DO ASP QUALIFYING SERIES – 11 etapas:
1º: Adriano de Souza (BRA) – 10.789 pontos
2º: Matt Banting (AUS) – 9.760
3º: Wiggolly Dantas (BRA) – 9.705
4º: Billy Stairmand (NZL) – 8.030
5º: Tim Reyes (EUA) – 7.110
6º: Keanu Asing (HAV) – 7.036
7º: Tomas Hermes (BRA) - 6.878
8º: Jadson André (BRA) - 6.640
9º: Charles Martin (GLP) – 6.416
10º: Filipe Toledo (BRA) - 6.380
11º: Matt Wilkinson (AUS) – 6.080
12º: Patrick Gudauskas (EUA) – 5.590
Próximos sul-americanos até 100:
16º: Heitor Alves (BRA) – 4.958 pontos
18º: Alex Ribeiro (BRA) – 4.750
19º: Peterson Crisanto (BRA) – 4.720
26º: Krystian Kymerson (BRA) – 4.075
29º: Caio Ibelli (BRA) – 3.970
32º: Jessé Mendes (BRA) – 3.581
35º: David do Carmo (BRA) – 3.505
48º: Raoni Monteiro (BRA) – 2.400
51º: Marco Fernandez (BRA) – 2.363
52º: Italo Ferreira (BRA) – 2.357
60º: Santiago Muniz (ARG) – 2.145
62º: Hizunomê Bettero (BRA) – 2.102
66º: Willian Cardoso (BRA) – 2.045
71º: Ian Gouveia (BRA) – 1.855
74º: Thiago Camarão (BRA) – 1.780
76º: Messias Felix (BRA) – 1.773
77º: Alejo Muniz (BRA) – 1.760
78º: Michael Rodrigues (BRA) – 1.726
92º: Jean da Silva (BRA) – 1.526
92º: Bino Lopes (BRA) – 1.526
100º: Halley Batista (BRA) – 1.328
101º: Lucas Silveira (BRA) – 1.261
102º: Leandro Usuña (ARG) – 1.238

Texto de João Carvalho – Assessoria de Imprensa da ASP South America

Texto de João Carvalho – Assessoria de Imprensa da ASP South America

Neblina inviabiliza abertura da primeira etapa do Circuito Astri de Surf

06 de julho de 2014 0
Neblina forte no sábado em Tramandaí. Foto Cris Mach/Divulgação

Neblina forte no sábado em Tramandaí. Foto Cris Mach/Divulgação

A forte neblina que tomou conta do Litoral Norte do Rio Grande do Sul inviabilizou a realização do primeiro dia de competições da primeira etapa do circuito ASTRI 2014, que está sendo realizada neste final de semana (5 e 6 de Julho) em Tramandaí, junto a plataforma.

A organização optou por adiar as baterias do sábado para o domingo, dividindo os competidores e o staff de juízes para baterias simultaneas em dois palanques técnicos. Sendo assim, a disputa inicia neste domingo às 7h30min. A Associação dos Surfistas de Tramandaí (ASTRI) colocou em jogo uma passagem para o Peru, quatro pranchas e muitos kits. O evento atingiu a lotação máxima de atletas, restando vagas apenas como alternate.

Neblina forte no sábado em Tramandaí. Foto Cris Mach/Divulgação

Neblina forte no sábado em Tramandaí. Foto Cris Mach/Divulgação

O cronograma, chave de baterias e notas online podem ser acompanhadas através do link da organização no site http://www.surfpro.com.br/2014/astri/01/indextrm.htm. Toda a cobertura em tempo real será feita pelo site www.ondasdosul.com.br.

A FR Surfboards apresenta a 1ª Etapa do Circuito ASTRI 2014, que conta com o patrocínio da ProSide, Prefeitura Municipal de Tramandaí, Jamboo Turismo e WebSul Sports; com o apoio do Mares do Sul Hotel, Dumar Esportes, Pico Secreto, Posto Rapaki, Mare Mio Pizzaria, Matos, Ondas do Sul, Onlip, Ciawax, Aust, Rapaki & Pacheco Construções, DSD, Proibt Wave, Restaurante Triângulo, Aloha, Be Happy, São José, LS Sonorizações, Scooba e LipSul. A organização é da ASTRI e tem a supervisão da Federação Gaúcha de Surf (FGSurf).

Prefeitura de Santos anuncia realização de Circuito Santos Surf 2014

04 de julho de 2014 0
Diretoria da Associação de Surf, o secretário Cidão e representantes da prefeitura.  Foto Fábio Maradei

Diretoria da Associação de Surf, o secretário Cidão e representantes da prefeitura. Foto Fábio Maradei

Com o objetivo de fortalecer as categorias de base e buscar a revitalização dos surfistas locais e da equipe no circuito paulista, foi lançado o Circuito Santos Surf 2014. O evento exclusivo para surfistas santistas e com inscrições gratuitas será uma realização da prefeitura`de Santos, através da Secretária Municipal de Esportes (Semes), em parceria com a Associação Santos de Surf.

O lançamento oficial foi realizado pelo secretário de Esportes Alcídio de Mello, o Cidão, junto com a recém-empossada diretoria da Associação.

O surfe tem um lugar de destaque em Santos, por toda a sua história. E essa nova diretoria nos procurou com um objetivo muito específico, que é a formação de atletas, que também é a meta da Prefeitura. Nossa mentalidade em todos os esportes é valorizar as pessoas da Cidade, formar os atletas daqui, para conseguir ter cada vez mais santistas competindo — disse Cidão.

O presidente da Santos Surf, Marcos Andrade, explicou que a ideia da nova diretoria é resgatar a força do surf da Cidade, formando novos valores.

Queremos ter atletas de ponta, começando com a nova geração, com a base — ressaltou Marcos.

E com um campeonato exclusivo para surfistas de Santos, vamos prestigiar os nossos atletas, incentivar o surgimento de novos valores – acrescentou.

O Circuito Santos de Surf terá duas etapas, com período de espera e realizadas em um dia, com prioridade para as ondas do Quebra-Mar, nas categorias petit, estreante, iniciante, mirim, júnior e feminina, visando a formação da equipe santista. A abertura será realizada na “janela” entre 4 e 10 de agosto, e a segunda disputa, no dia que apresentar as melhores condições entre 15 e 21 de setembro.

Já no final do ano, entre 29 de novembro e 7 de dezembro, será a vez do Festival, com dois dias de competição, para definir os campeões da temporada. Junto aos quatro melhores surfistas das categorias de base, classificados nas duas etapas, estarão os atletas da open, master, grand master, longboard e stand up paddle (SUP).

Marcos Andrade explica que as inscrições serão gratuitas e 80% das vagas serão destinadas aos filiados no primeiro dia. O restante será preenchido no dia seguinte. O local e período de inscrições serão divulgados e os atletas terão de apresentar documentos de identidade e comprovante de residência. A taxa de filiação à entidade (anual), que garante a inscrição no primeiro dia, é de R$ 60.

Sem dúvida é um grande avanço para o surf de Santos, essa mentalidade de fortalecer as categorias de base — elogiou o presidente da Federação Paulista de Surf, Silvio da Silva.

HISTÓRIA

O lançamento do novo Circuito foi realizado na sede da Semes, no Complexo Rebouças, na Ponta da Praia. Entre os presentes, esteve o advogado Fábio Antonio Boturão, o Jacuí, do Conselho Fiscal da entidade e um dos pioneiros do surf no Brasil, que emocionado lembrou um fato histórico e totalmente relacionado ao evento. Com a cópia da ata em mãos, ele contou que há 36 anos, no mesmo local, era fundada a Associação Santos de Surf.

É uma coincidência histórica, que confirma a tradição do surf de Santos — disse Jacuí, o segundo a assinar a ata, logo após o primeiro presidente, o saudoso, Antonio Jorge Pereira de Nóbrega.

Na lista de assinaturas, nomes conhecidos como os irmãos Picuruta, Almir e Lequinho (falecido) Salazar; Márcio Fukuda e Silvio da Silva.

Com informações de Fábio Maradei – FMA Notícias