Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Vela"

Espanhóis aceleram preparação para a Volvo Ocean Race 2014/2015

04 de julho de 2014 0
Iker e Xabi são a base da equipe espanhola. Foto Maria Muina/Volvo Ocean Race

Iker e Xabi são a base da equipe espanhola. Foto Maria Muina/Volvo Ocean Race

A equipe espanhola da Volvo Ocean Race tem menos de 100 dias para se preparar para a Volvo Ocean Race 2014-2015, que começa dia 4 de outubro com a In-port Race de Alicante. A dupla Iker Martinez e Xabi Fernandez, que liderou o Telefónica na edição passada, teve o primeiro contato o novo barco Volvo Ocean 65 durante a semana.

Os espanhóis já pegaram o Canal de Mancha e a Baía Biscaia, que está situada entre a costa norte da Espanha e a costa sudoeste da França. Após 650 milhas náuticas, a equipe parou na Galícia, base de treinos do time.

Nós entramos na campanha e vamos trabalhar duro — disse Iker Martinez.

Temos muito a fazer ainda e não será fácil. Temos um monte de escolhas a fazer, mas vamos tentar acelerar o máximo que pudermos — acrescentou.

Foto Carmem Hidalgo/Volvo Ocean Race

Foto Carmem Hidalgo/Volvo Ocean Race

Os campeões olímpicos Iker Martinez e Xabi Fernández são a base da campanha espanhola na Volvo Ocean Race. Porém, a equipe, que ainda não tem patrocinador oficial, terá um outro comandante. Cabe à dupla e ao patrono Pedro Campos a escolha.

As outras equipes

O Team Alvimedica, por sua vez, irá anunciar todos os tripulantes no próximo dia 7 de julho em Newport, Rhode Island, nos Estados Unidos. O barco foi batizado no fim de semana em cerimônia. O barco de bandeiras turca e norte-americana fará seu retorno a Portugal, onde fica a base de treinos, no dia 10 de julho. No mesmo dia, o Abu Dhabi, que também está nos Estados Unidos, cruza o Atlântico até a Europa. Os árabes, liderados pelo britânico Ian Walker, fizeram o percurso inverso em 10 dias.

Team Alvimedica fez uma pequena cerimônia em Newport. Foto Billy Black/Alvimedica

Team Alvimedica fez uma pequena cerimônia em Newport. Foto Billy Black/Alvimedica

Depois de anunciar sua tripulação, em Lorient, na França a equipe do Dongfeng Race Team voltou para o treinamento dentro e fora do barco, ou seja, musculação e táticas de regata. Quatro chineses foram escolhidos para integrar o time e os asiáticos participam de um intensivão de inglês para melhorar a comunicação a bordo.

A tripulação feminina do Team SCA deu uma pequena pausa de treinamento, mas as meninas foram orientadas a evitar excessos.

Quando voltar vamos passar por uma bateria de testes e, se tiver alguma coisa errada, os exames apontam na hora. Temos menos de 100 dias para a regata e precisamos estar bem — disse a repórter a bordo do time, Corinna Halloran.

Foto Abu Dhabi Racing

Foto Abu Dhabi Racing

O Team Brunel se prepara para deixar sua casa, na Holanda, e voltar a Lanzarote, na Espanha, no próximo sábado (5). O time passou o mês passado por portos da Holanda, Alemanha e Dinamarca.

Eu sinto um frio na barriga. A regata está quase começando — disse Gerd-Jan Poortman, tripulante do Brunel.

Estamos prontos para voltar para Lanzarote com energia renovada.

Tripulantes do Abu Dhabi visitam escola de vela em Omã. Foto Wualter Kingma/Abu Dhabi Authority

Tripulantes do Abu Dhabi visitam escola de vela em Abu Dhabi. Foto Wualter Kingma/Abu Dhabi Authority

Velejador Martin Lowy é o destaque do Brasil no Europeu de Laser Radial Júnior

03 de julho de 2014 0
Martin Lowy em Éga. Foto Divulgação Euroradialyouth2014

Martin Lowy em Éga. Foto Divulgação Euroradialyouth2014

A vela brasileira voltou a brilhar em raias internacionais com a sétima colocação conquistada por Martin Lowy no Campeonato Europeu de Laser Radial Júnior encerrado nesta quinta-feira (3) no Egà Sailing Club, na Dinamarca. A classificação de Martin, integrante do Audi YCSA Sailing Team, ganha destaque diante do número de inscritos, 78 velejadores, sendo que ele e o vice-campeão, Ryan Lo, de Cingapura, foram os únicos não europeus na competição. O título ficou com o espanhol Joel Rodríguez Pérez.

Martin correu em Egà com o objetivo de aprimorar sua velejada ao lado dos adversários que irá enfrentar no Mundial da Juventude, a partir de 12 de julho na cidade portuguesa de Tavira.

- A temporada está sendo ótima para mim, depois de conquistar a vaga para o Mundial da Juventude, adotei a competição de Portugal como minha prioridade neste ano – confirmou Martin, que no início do ano venceu o Brasileiro de Laser 4.7 e foi bronze no Brasileiro de Laser Radial, em Recife. A vaga para correr em Tavira veio com o título na Copa da Juventude, em Florianópolis.

Theo Chao em Cabo Frio. Foto Divulgação/YCSA

Theo Chao em Cabo Frio. Foto Divulgação/YCSA

Os resultados obtidos pelos velejadores do Yacht Club Santo Amaro (YCSA), após a formação do Audi YCSA Sailing Team, no início desta temporada, têm sido relevantes nas categorias de base envolvidas pelo projeto: Optimist, 420, Laser, 29er e Byte. No Brasil Centro de Optimist, em Cabo Frio, no último fim de semana, Theo Chao foi vice-campeão na categoria Mirim e ainda obteve o quarto lugar geral entre os estreantes, que teve Bernardo Martins, do Clube Naval Charitas, como vencedor. Simultaneamente, em Kiel, na Alemanha, Antônio Aranha e Stephan Kunath, que também se preparam para o Mundial da Juventude, ficaram na 80ª colocação entre as 186 duplas do Europeu de 29er.

Com o novo projeto de incentivo à Equipe Jovem do YCSA, os velejadores de Optimist terão a oportunidade de competir em eventos internacionais. Thomas Roth e André Fiúza competem no Norte-americano a partir de nove de julho em Riviera Nayarit, no México. Olívia Belda estará em Dublin, na Irlanda, para correr o Europeu da classe a partir do dia 12. Os três velejadores estão entre os melhores dos rankings paulista e brasileiro de Optimist.

Festa brasileira em Ontário

Lightning Jr. comemora no Canadá. Foto Divulgação/CBVela

Lightning Jr. comemora no Canadá. Foto Divulgação/CBVela

Mesmo com a classe Lightning Júnior não sendo integrante do Audi YCSA Sailing Team, o Yacht Club Santo Amaro comemora o título de campeão mundial conquistado pelo associado Thomas Sylvestre nesta quinta (3), em Ontário, no Canadá. O velejador do YCSA formou a tripulação brasileira ao lado de Felipe Rondina, do Iate Clube de Brasília, e José Hackerott, do Iate Clube Paulista. O ouro foi obtido com duas vitórias nas três regatas do dia decisivo nas águas canadenses do Buffalo Canoe Club.

Mais informações no site ycsa.com.br ou na fanpage no Facebook.

Ary Pereira Jr. – MTb 23297 – ZDL Comunicação

Samuel Albrecht e Geórgia Silva disputam Europeu de Nacra 17 e têm projeto aprovado pela LIE

01 de julho de 2014 0
Georgia e Samuca competem na classe Nacra 17. Foto Ane Meira/VDS

Georgia e Samuca competem na classe Nacra 17. Foto Ane Meira/VDS

Dupla olímpica do Veleiros do Sul, Samuel Albrecht e Georgia Silva embarcaram para a França no último final de semana onde disputam o Campeonato Europeu de Nacra 17 em La Grande Motte (cidade próxima a Montpellier) entre os dias 4 a 12 de julho. O evento é organizado pela Federação Francesa de Vela, Classe Internacional da Classe Nacra 17 e pelo Yacht Club de La Grande Motte.
Os gaúchos, integrantes da Equipe Brasileira de Vela com o patrocínio da Wind Brasil, contarão com o velejador Esteban Blando como técnico.

Até então não tínhamos contado com apoio de um técnico em um grande campeonato. Vamos dividir o trabalho dele com a dupla argentina Pablo de Fazzio e Mariana Foglia, e essa parceria será certamente será um diferencial — comentou Samuca.

O velejador acredita que o tempo que terão de treino — até o dia 04 — também vai colaborar com o rendimento da dupla.

Esperamos uma grande flotilha para a disputa, estamos muito empolgados — completou.

As regatas começam no dia 7 de julho.

Recentemente a dupla teve o projeto Nacra 17 aprovado pela Lei do Incentivo do Ministério do Esporte e a partir de agora, é possível apoiar os velejadores — mesmo sendo pessoa física — pela dedução no Imposto de Renda.

Confira os dados necessários para investir na dupla olímpica do Veleiros do Sul

Processo: 58701.009968/2013-15
Proponente: Veleiros do Sul Associação Náutica Desportiva
Título: Projeto Olímpico Nacra 17
Registro: 02RS013772007
Manifestação Desportiva: Desporto de Rendimento
CNPJ: 92.948.785/0001-47
Cidade: Porto Alegre UF: RS
Valor aprovado para captação: R$ 676.942,16
Dados Bancários: Banco do Brasil Agência nº 2822 DV: 3 Conta
Corrente (Bloqueada) Vinculada nº 31079-4
Período de Captação até: 31/12/2015

Disputa por equipes é a novidade da 41ª Ilhabela Sailing Week

01 de julho de 2014 0
Kanibal, da classe RGS. Foto Aline Bassi/Balaio

Kanibal, da classe RGS. Foto Aline Bassi/Balaio

Os inscritos nas classes ORC e RGS para correr as regatas da 41ª Ilhabela Sailing Week, de 19 a 26 de julho, poderão competir por equipes, além das disputas tradicionais entre tripulações. A primeira equipe, Indaiá/YCI, foi formada por iniciativa de velejadores do Yacht Club de Ilhabela (YCI), sede do evento, com a finalidade de proporcionar mais emoção aos participantes da principal regata da América Latina.

O quarteto terá como competidores os tripulantes dos barcos Orson e Fantasma, ambos da classe ORC e do YCI, e pelos RGS Kanibal (YCI) e Jazz, tradicional veleiro de Ilhabela.

É um pontapé inicial para criarmos um torneio interclubes ou inter-regional, mas neste ano não haverá nenhuma exigência em relação aos clubes de origem ou à procedência geográfica das embarcações — explica o comandante do Orson, Carlos Eduardo Souza e Silva, o Kalu, também diretor de Vela do Yacht Club de Ilhabela.

Jazz em Ilhabela. Foto Edu Grigaitis/Balaio

Jazz em Ilhabela. Foto Edu Grigaitis/Balaio

As inscrições para a formação das equipes estão abertas e são gratuitas para os veleiros já inscritos na Ilhabela Sailing Week. Devem ser feitas pelo e-mail vela@yci.com.br, até 19 de julho, com nome da equipe, dos quatro barcos e o comandante responsável.

Queremos estimular o pessoal de outros estados e países a formarem suas equipes. Será uma disputa diferente. Vamos acabar torcendo para barcos que costumam ser adversários — enfatiza Kalu.

Orson, da equipe Indaiá/YCSA. Foto Aline Bassi/Balaio

Orson, da equipe Indaiá/YCSA. Foto Aline Bassi/Balaio

As regras serão aplicadas conforme as Instruções de Regata da 41ª Ilhabela Sailing Week e regulamento específico para a disputa por equipes. Serão computadas as regatas válidas para as duas classes, ORC e RGS, até 25 de julho. Será considerada campeã a equipe que, na somatória dos barcos, obtiver o menor número de pontos perdidos.

Na cerimônia de premiação, no dia 26, receberá o Troféu Eric Tabarly, de posse transitória, em homenagem ao navegador francês vencedor da tradicional Ostar, há exatos 50 anos, em 1964, regata inglesa em solitário, a bordo do lendário Pen Duick II, um dos mais famosos veleiros de oceano em todos os tempos.

A 18 dias da abertura, a Ilhabela Sailing Week conta com 120 barcos inscritos e mais de 800 velejadores.

O sucesso desta edição já está garantido. Queremos fazer um evento melhor do que em 2013 e, no próximo ano, aprimorar ainda mais em relação a 2014 — reforça Kalu.

A Ilhabela Sailing Week tem a organização do Yacht Club de Ilhabela e os patrocínios de Mitsubishi e Banco do Brasil. As regatas no Canal de São Sebastião reunirão embarcações das classes S40, ORC, IRC, C30, HPE-25, RGS, RGS Cruiser, Clássicos e Star, sendo que as regatas de ORC e Star também serão válidas pelo Campeonato Sul-americano de ambas as classes.

As inscrições estão abertas no site oficial e seguem até 13 de julho.

 

Programação da 41ª Ilhabela Sailing Week

19/7 – Sábado
9h – Abertura da secretaria – confirmação das inscrições no YCI, entre 9h e 23h.
15h – Cerimônia de Abertura da 41ª Ilhabela Sailing Week
20h – Coquetel de abertura para todos os participantes no Yacht Club de Ilhabela

20/7 – Domingo
10h – Regata Alcatrazes por Boreste – Marinha do Brasil
Classes e Divisões: ORC (A e B), IRC, S40, C30, BRA-RGS (A e B)
10h10min – Regata Renato Frankenthal
Classes e Divisões: HPE25 e Star – regata treino (não soma pontos para a ISW e Sul-Americano)
10h20min – Regata Ilha de Toque-Toque por Boreste
Classes e Divisões: ORC C, RGS C e Cruiser (ou barcos

21/7 – Segunda-feira
18h – Premiação Fita Azul
Entrega de prêmios no Yacht Club de Ilhabela aos primeiros colocados em cada categoria nas regatas de percurso do dia 20/07.

22/7 – Terça-feira
12h – Regatas Barla-Sota ou Percurso (todas as classes – exceto Clássicos)
18h – Evento no Yacht Club de Ilhabela*

23/7 – Quarta-feira
11h – Regata de Percurso ou Barla-Sota (todas as classes – exceto Clássicos)
18h – Evento no Yacht Club de Ilhabela*

24/7 – Quinta-feira
12h – Regatas Barla-Sota ou Percurso (todas as classes)
18h – Evento no Yacht Club de Ilhabela*

25/7 – Sexta-feira
12h – Regatas Barla-Sota ou Percurso (todas as classes)
18h – Evento no Yacht Club de Ilhabela*

26/7 – Sábado
12h – Regatas finais (todas as classes)
20h – Premiação – Entrega de prêmios aos vencedores de todas as classes participantes da 41ª Ilhabela Sailing Week, XVII Campeonato Sul-americano da classe ORC e XLV Campeonato Sul-americano da classe Star.
21h30min – Encerramento (festa para todos os participantes)

Flotilha Minuano do Veleiros do Sul faz dobradinha no Brasil Centro de Optimist

30 de junho de 2014 0
Flotilha Minuano dominou a competição. Foto Divulgação/VDS

Flotilha Minuano dominou a competição. Foto Divulgação/VDS

A Flotilha Minuano continua sua trajetória de vitórias na classe Optimist. Depois de ter conquistado a Búzios Sailing Week na semana passada, Tiago Quevedo e Gabriel Lopes voltaram a repetir a dobradinha no Campeonato Brasil Centro da classe Optimist, encerrado neste sábado na subsede do Iate Clube do Rio de Janeiro, em Cabo Frio.

Tiago (atual campeão brasileiro de Optimist) ficou com o título e Gabriel (campeão sul-americano de 2013) foi o vice-campeão. Completou o pódio Tiago Monteiro do Cabanga Iate Clube de Pernambuco. Além da dupla, também correram pelo Veleiros do Sul Erik Hoffmann, que ficou em 9º lugar e Gabriel Rimoli, em 20º.

A Flotilha Minuano foi acompanhada pelo técnico Geison Mendes. O campeonato teve a participação de 54 velejadores da classe veteranos. No total foram realizadas 8 regatas. A dupla Tiago e Gabriel representa o Brasil em outubro no Mundial de Optimist na Argentina e Erik Hoffmann embarca no próximo sábado para o México, onde disputa o Norte-americano de Optimist.

Por Assessoria de Comunicação do Veleiros do Sul – Ane Meira

Alinghi vence a Act 4 da Extreme Sailing Series em São Petersburgo

29 de junho de 2014 0
Foto Loyd Images.

Foto Loyd Images.

Os suíços do Alinghi venceram o Act 4 da Extreme Sailing Series neste domingo, em São Petersburgo, na Rússia. Após 22 regatas, o barco liderado por Morgan Larson travou um duelo com o The Wave,Muscat até a regata final para vencer a etapa. O último dia contou com seis regatas curtas, com 10 nós de vento e 15 nós nas rajadas, as melhores durante a semana..

Lei Extreme Sailing Series ™ 4-São Petersburgo
Dia 4 após 22 regatas:
1º Alinghi (SUI) 160 pontos.
2º The Wave, Muscat (OMA) 148 pontos.
3º Emirates Team New Zealand (NZL) 146 pontos.
4º JP Morgan BAR (GBR) 120 pontos.
5º Realteam por Realstone (SUI) 117 pontos.
6º SAP Extreme Sailing Team (DEN) 113 pontos.
7º Gazprom Team Russia (RUS) 97 pontos.
8º Oman Air (OMA) 96 pontos.
9º Red Bull Sailing Team (AUT) 95 pontos.
10º GAC Pindar (AUS) 88 pontos.
11º Groupama Sailing Team (FRA) 88 pontos.
12º RussianFirst (RUS) 40 pontos.

Extreme Sailing Series ™ 2014 classificação geral – após 4 etapas
1º Alinghi (SUI) 38 pontos.
2º The Wave, Muscat (OMA) 35 pontos.
3º Emirates Team New Zealand (NZL) 32 pontos.
4º Realteam por Realstone (SUI) 28 pontos.
5º Gazprom Team Russia (RUS) 19 pontos.
6º J.P Morgan BAR (GBR) 17 pontos.
7º SAP Extreme Sailing Team (DEN) 14 pontos.
8º Red Bull Sailing Team (AUT) 13 pontos.
9º Groupama Sailing Team (FRA) 13 pontos.
10º Oman Air (OMA) 11 pontos.
11º GAC Pindar (AUS) 4 pontos.

Alinghi recupera liderança na quarta etapa da Extreme Sailing Series na Rússia

29 de junho de 2014 0
Alinghi assumiu a ponta. Foto Lloyd Images

Alinghi assumiu a ponta. Foto Lloyd Images

O penúltimo dia do Act 4 da Extreme Sailing Series contou com a realização de 10 regatas em excelentes condições de velejo e seis diferentes vencedores agitaram a tabela de classificação.

Com três vitórias, os suíços do Alinghi recuperaram a ponta em um dia descrito pelo timoneiro Morgan Larsson como o melhor em três anos de participação no circuito. Houve algumas colisões e desvios e alguma equipes tiveram trabalho para não encalhar nas águas rasas da praia, mas quatro equipes entraram na briga pelo pódio da etapa: JP Morgan BAR, SAP Extreme Sailing Team, Oman Air e Gazprom Team Russia.

The Wave vem em segundo. Foto Lloyd Images

The Wave vem em segundo. Foto Lloyd Images

Apesar de ter conquistados resultados na parte inferior da flotilha, Leigh McMillan e The Wave, Muscat, foram capazes de segurar o ataque destas quatro equipes para terminar o dia em segundo, enquanto a vitória na última regata do dia garantiu para a Emirates Team New Zealand a terceira colocação.

Extreme Sailing Series™ Act 4 – São Petersburgo
Classificação parcial após dia 3 e 16 regatas:
1º Alinghi (SUI) 117 pontos
2º The Wave, Muscat (OMA) 105 pontos
3º Emirates Team New Zealand (NZL) 93 pontos
4º J.P. Morgan BAR (GBR) 85 pontos
5º SAP Extreme Sailing Team (DIN) 83 pontos
6º Oman Air (OMA) 76 pontos
7º Gazprom Team Russia (RUS) 75 pontos
8º Realteam by Realstone (SUI) 72 pontos
9º Red Bull Sailing Team (AUT) 69 pontos
10º GAC Pindar (AUS) 61 pontos
11º Groupama sailing team (FRA) 54 pontos
12º RussianFirst (RUS) 19 pontos

Bruno Fontes retoma treinos visando o evento teste da Rio 2016

28 de junho de 2014 0
Após o Norte Americano de Laser, Bruno treinou na Califórnia. Foto Divulgação

Após o Norte Americano de Laser, Bruno treinou na Califórnia. Foto Divulgação

De volta ao Brasil após conquistar a medalha de prata na etapa do Circuito Mundial de Vela em Long Beach, na Califórnia, o velejador Bruno Fontes (Unimed/CBVela/Marinha do Brasil/Governo do Paraná/AGE do Brasil) já retomou os treinamentos visando o “Aquece Rio”, evento teste para os Jogos Olímpicos de 2016.  A competição está programada para o mês de agosto, na Baía de Guanabara (RJ).

Após um bom resultado nos Estados Unidos eu permaneci por lá treinando com os atletas da equipe americana durante mais oito dias. Foi um período bom, onde consegui melhorar muitos aspectos e treinar pontos importantes que precisavam ser aperfeiçoados. Além disso, sempre é bom treinar ao lado de velejadores que são nossos adversários nas competições, pois ajuda a melhorar ainda mais o nível — resume Bruno.

Foto Divulgação

Foto Divulgação

O “Aquece Rio” será a primeira competição reunindo boa parte dos velejadores que disputarão as Olimpíadas, servindo como reconhecimento da raia para os competidores. Apenas dois atletas por país podem participar das disputas e os principais atletas do mundo das classes olímpicas são esperados no Rio de Janeiro.

Quarto colocado no Ranking Mundial ISAF(em atualização divulgada antes das disputas da etapa americana do circuito mundial de vela), Bruno Fontes vem de um ano com resultados bastante consistentes. Além da prata nos EUA, o velejador conquistou um quinto lugar em Miami, sétimo em Garda (Itália) e um oitavo Hyères (França).

O ano tem sido muito bom até o momento. Os resultados estão aparecendo, mas é muito importante mantes sempre a exigência nos treinamentos para que o ritmo não caia. O principal objetivo deste ano é o Mundial em Santander (Espanha). Quero chegar no meu melhor nível em setembro para brigar de igual para igual por uma medalha com os adversários — finaliza.

O velejador Bruno Fontes tem os patrocínios da Unimed, CBVela, Marinha do Brasil, Governo do Estado do Paraná e AGE do Brasil e conta com o apoio do do COB – Comitê Olímpico Brasileiro. Para mais informações sobre Bruno Fontes acesse o site do atleta www.brunofontes.com ou a página oficial do atleta no Facebook.

Veleiros do Sul representa o Brasil no Mundial Universitário de Vela de Match Race

28 de junho de 2014 0
Team Grotchmanm em ação. Foto Fred Hoffmann

Team Grotchmanm em ação. Foto Fred Hoffmann

Velejadores do Veleiros do Sul participarão do Campeonato Mundial Universitário de Vela de Match Race que ocorre a partir deste domingo, dia 29 de junho, até 5 de julho, no Lago di Ledro, em Trentino, na Itália. Duas equipes femininas e uma masculina representam o país.

Philipp Grochtmann, Rodolfo Streibel, Vilnei Goldmeier e Frederico Sidou, todos do Veleiros do Sul (terceiro lugar no Match Race Brasil 2013), serão a equipe masculina, enquanto no feminino Marina Jardim, Adhara Ginaid, Ana Clara Mantovani e Mariana Gliesch Silva (VDS) formam uma equipe e Juliana Mota, Maria Hackerott, Juliana Duque e Amanda Rodrigues são a segundo time que defende o Brasil.

A delegação antes do embarque nesta quinta-feira. Foto Divulgação.

A delegação antes do embarque nesta quinta-feira. Foto Divulgação.

As equipes embarcaram nesta quinta-feira acompanhadas por Nelson Ilha, presidente da Associação Brasileira de Match Race (Abramatch) que chefia a delegação brasileira. Todos os velejadores passaram pelas clínicas e projetos desenvolvidos pelo Veleiros do Sul nos últimos anos na classe Match Race. Participam do evento atletas com idade entre 18 e 28 anos e estar cursando graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado ou ter concluído o curso nos últimos seis meses.

Por Ane Meira – Assessoria de Comunicação do Veleiros do Sul

Velejadores do Yacht Club Santo Amaro brigam pelo pódio no Brasil Centro de Optimist

27 de junho de 2014 0
Martin Chao lidera o Campeonato Centro Brasil de optimist. Foto Divulgação YCSA

Martin Chao lidera o Campeonato Centro Brasil de optimist. Foto Divulgação YCSA

Os velejadores do Audi YCSA Sailing Team estão divididos em duas frentes nesta semana, envolvidos em campeonatos considerados entre os mais fortes da temporada. Os mais jovens estão em São Pedro da Aldeia, no Rio de Janeiro, onde Martin Chao estreou na vice-liderança do Brasil Centro de Optimist.

Na Alemanha, a dupla do Yacht Club Santo Amaro (YCSA), Antônio Aranha e Stephan Kunath, disputa o Europeu de 29er, incluído na programação da tradicional Semana de Kiel. As duas competições seguem até domingo (29).

Após o primeiro dia de competição em São Pedro da Aldeia, Martin Chao venceu a segunda das três regatas disputadas com vento leste de 11 nós (20 km/h) e ainda obteve um quinto e um segundo lugar, posicionando-se na classificação geral entre o líder Tiago Quevedo e Gabriel Camargo, ambos do clube Veleiros do Sul, de Porto Alegre. Na semana anterior, Martin foi o sexto na Búzios Sailing Week entre 60 velejadores.

Outros dois integrantes do Audi YCSA Sailing Team, formado neste ano com o objetivo de impulsionar as classes de base da vela brasileira, estão entre os 10 melhores no Brasil Centro. Nicolas Bernal, melhor infantil em Búzios, está em sétimo e Thomas Roth ocupa a 10ª colocação entre 54 competidores na categoria Veteranos.

Lukas e Philipp Roth também estão representando o YCSA, que tem como técnico em São Pedro, Daniel Top. Na estreantes, Theo Chao está em 5º e a liderança é de Bernardo Martins, do Clube Naval Charitas (RJ). A programação do campeonato inclui nove regatas, com direito a um descarte após a sexta prova.

Foto Divulgação YCSA

Duelo na classe 29er. Foto Divulgação YCSA

Simultaneamente à competição brasileira, a dupla de 29er disputa o Campeonato Europeu na Alemanha. Antônio Aranha e Stephan Kunath estão entre os 186 velejadores inscritos para correr a classe na Semana de Kiel, o que mostra a popularidade do barco 29er no continente.

Os velejadores do YCSA estão em 32º lugar após seis regatas, considerando-se um descarte. O campeonato prevê dez largadas e um segundo descarte após a nona prova. Os brasileiros conquistaram a sexta colocação como melhor resultado e descartaram um 24º lugar. A liderança é dos suecos Jarudd e Bergman, seguidos pelos irmãos Roihu, da Estônia.

Com informações de Ary Pereira Jr. – ZDL Comunicação