Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "wakesurf"

Guapiranga Radical agita São Paulo com diversas atividades no dia 13 de abril

29 de março de 2014 0
Foto Divulgação/Trópico Comunicação

Foto Divulgação/Trópico Comunicação

O maior evento náutico da cidade de São Paulo está de volta para trazer 14 atividades esportivas gratuitas para o público. O Guarapiranga Radical está marcado para o dia 13 de abril e terá, além das competições com atletas profissionais, diversas clínicas com aulas, equipamentos e monitores para divertir os visitantes. Entre os esportes oferecidos estão: stand up paddle, wakesurf, frescoball, kaiak, rafting, slackline, futevôlei, simuladores de windsurf, surfe e  wakeboard.

O público poderá acompanhar os atletas profissionais no Desafio São Paulo de SUP e no Campeonato Brasileiro de Wakesurf. E também os campeonatos amadores de frescoball e futevôlei. Já entre os esportes participativos com aulas gratuitas, o público poderá escolher entre diversas opções:

Rafting – O Rafting é a prática de navegar utilizando botes infláveis. Normalmente é praticada em rios e corredeiras, mas devido ao grande número de praticantes paulistanos, foi adaptada para águas paradas.

Kaiak – Praticado em competições e lazer é dividido em diversas modalidades como velocidade, maratona, descida, entre outras.

Slackline – O Slackline é um esporte de equilíbrio sobre uma fita de nylon, estreita e flexível, praticado geralmente a uma altura de 30cm do chão com o objetivo de fazer acrobacias e manobras.

Frescoball – Um esporte tipicamente praiano jogado por dois jogadores ou mais. Os jogadores mantêm a bola no ar o maior tempo possível.

Stand Up Paddle (SUP) – É uma variação do surf que ainda está começando a se difundir no Brasil. É basicamente a prática do Surf com o uso de remos.

Futevôlei – É uma variação do vôlei de praia na qual só os membros inferiores, cabeça, ombros, peito e as costas (exceto braço e mãos) dos jogadores podem tocar a bola.

Simuladores - O público também vai se divertir com os simuladores de windsurf, surfe e wakeboard. São aparelhos que simulam e proporcionam a sensação e os movimentos dos esportes tradicionais.

O evento é uma realização da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação da Prefeitura de São Paulo.

SERVIÇO
Data: 13 de abril de 2014
Horário: 9h às 17h
Local: Represa Guarapiranga
Endereço: Avenida Atlântica, 5048
Estacionamento: Sim
Alimentação: Sim
Capacidade: 3.500 pessoas

Com informações de Trópico Comunicação

As 10 praias mais perigosas do mundo

27 de fevereiro de 2014 6

Map-dangerous-beaches

Água quente, areia branca e uma boa estrutura. Estes são os critérios mais importantes na escolha da praia para passar as férias ou o feriado de Carnaval. Mas é bom ter cuidado, pois nem todas as praias consideradas paradisíacas ou famosas são as melhores.Confira essa lista do site Zoover World das 10 praias mais perigosas do mundo, e por diversos motivos!

Aguas-vidas venenosas são o perigo nas praias de Queensland e Tiwi Island. Foto Bashny.net

Aguas-vivas venenosas são o perigo nas praias de Queensland e Tiwi Island. Foto Bashny.net

1- Queensland e Tiwi Island, na Austrália

A costa nordeste de Queensland e a costa sul da ilha de Tiwi são as top ranking das praias mais perigosas. Tudo por causa da presença de tubarões e águas-vivas venenosas (jellowfish)!

2- Cidade do Cabo, na África do Sul

Cape Town, ou Cidade do Cabo, está localizada no oeste da África do Sul, no sopé da Table Mountain e no Oceano Atlântico. Esta área é um grande território dos tubarões branco, uma das espécies mais agressivas.

3 – Zipolite, no México

No sul do México, na região de Oaxaca, está localizada Zipolite. Não há tubarões ou animais venenosos, mas uma corrente muito forte. Não vá tão longe porque se você for arrastado pela corrente, nem o melhor nadador poderá aguentar o repuxo.

4- Atol de Bikini, Ilhas Marshall

As Ilhas Marshall consistem em mais de 1 mil pequenas ilhas. O Atol de Bikini é uma delas e ficou conhecida pelos testes nucleares suspensos a partir da década de 50. O alto nível de radiação fez com que as praias do local se tornassem muito perigosas.

Foto Ken Mcnair

Foto Ken Mcnair

5 – New Smyrna Beach, Flórida (EUA)

New Smyrna Beach já foi nomeada a praia mais bonita da Flórida. Mas se você gosta de mergulho, surfe , pesca ou simplesmente boiar em um colchão de ar, você tem que tomar cuidado com os tubarões. De acordo com o Arquivo Internacional de Ataques de Tubarão (ISAF), tiveram mais ataques de tubarão não provocados na Flórida do que em toda a África do Sul. Foi lá recentemente que um fotógrafo flagrou um tubarão saltando, enquanto um surfista pegava uma onda.

6 – Copacabana, Brasil

A Princesinha do Mar, como é conhecida, ao longo dos seus quatro quilômetros de extensão reserva muitos perigos, mas todos fora da água. Princesas você certamente não vai encontrar, porque o maior perigo é criminalidade, com furto e roubos. Por isso deixe a sua câmera e carteira no cofre do hotel.

7- Repulse Bay, Hong Kong

Repulse Bay está localizada no distrito do sul de Hong Kong. Esta área é conhecida por seus apartamentos muito caros e ambiente descontraído. É muito popular para os moradores e turistas. Talvez essa seja uma das razões por que esta praia é a número 7. Há uma grande quantidade de resíduos no mar. Se você quiser nadar aqui, use chinelos ou sapatos, porque você não vai querer enfiar um caco de vidro no seu pé!

As piranhas podem ser um perigo em Alter do Chão, no Pará.

As piranhas podem ser um perigo em Alter do Chão, no Pará.

8 – Alter do Chão – Brasil

O Brasil tem muitas praias fluviais. As melhores estão localizadas em Alter do Chão, no Pará. São praias de areia branca e uma atmosfera tropical única que, reunidas, foram chamadas de Caribe brasileiro. Mas cuidado, se você fizer uma viagem no rio Amazonas, não é bom colocar a mão ou se banhar pois pode haver piranhas.

9 – Virginia Beach, EUA

Quando você pensa em praia, você pensa em relaxar. No entanto, você não pode relaxar completamente em Virginia Beach, devido a presença de raposas selvagens no entorno. Nem pense em adormecer na praia.

08cdc9a7f4

 

O crocodilo flagrado no último domingo em Cable Beach. Foto Sharon Scoble

O crocodilo flagrado no último domingo em Cable Beach. Foto Sharon Scoble

10 – Cable Beach, na Austrália

Essa praia ficou famosa esta semana, justamente por este motivo. Localizada no Oeste da Austrália, Cable Beach tem 22 quilômetros de areia branca banhada pelas águas azulturquesa do Oceano Índico. Parece que o destino de férias perfeito. Infelizmente , esta praia termina no número 10 das praias mais perigosas porque crocodilos de até quatro metros costumam nadar tranquilamente.

Projetos de eventos esportivos têm até o dia 17 para inscrição no Fundesporte

13 de janeiro de 2014 0

Para quem quer realizar algum evento esportivo no Estado e precisa de apoio financeiro do Estado, o prazo para inscrever o projeto no Fundo Estadual de Incentivo ao Esporte (Fundesporte) se encerra nesta sexta-feira, 17. O programa está aberto desde o dia 6 de dezembro de 2013.

- É importante que o proponente esteja atento à legislação e aos documentos necessários para que o projeto seja analisado pela equipe técnica da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte – destaca a diretora do sistema Estadual de Incentivo ao Turismo, Cultura e Esporte, Bruna Volpato.

A lista de documentos exigidos está disponível no site da SOL. Entre outros documentos, são necessários currículos dos profissionais que atuarão no projeto, licenças ambientais expedidas pelos órgãos competentes, quando o contrato envolver obras, instalações ou serviços que exijam estudos ambientais, declaração de que o proponente não é funcionário público estadual e plano de mídia.

Depois que o projeto é inscrito e entregue fisicamente para análise ele passa pelo enquadramento nas políticas públicas para o esporte, análise da documentação e o orçamento. Depois disso, passará pela avaliação do Conselho Estadual de Esportes e Comitê Gestor. Ainda assim, é necessário haver recursos disponibilidade de recursos do Fundesporte.

Além do programa para eventos esportivos, no dia 13 de janeiro começa o prazo de inscrição de projetos para patrocínio e atletas e equipes esportivas, bem como para recursos para programas de atividades físicas e esportivas continuadas. Em fevereiro novos programas terão inscrições abertas.

Confira o calendário para inscrição de projetos do Fundesporte:
Eventos Esportivos 2014 (Execução deve iniciar em 2014) – 06/12/2013 a 17/01/2014
Atletas – Programa rumo à vitória – 13/01/14 a 07/02/14
Equipes Esportivas – 13/01/14 a 07/02/14
Atividades Físicas e Esportivas Continuadas – 13/01/14 a 07/02/14
Capacitação e formação profissional no esporte – 03/02/14 a 01/04/14
Infraestrutura esportiva – 03/02/14 a 01/04/14
Ciência, tecnologia e inovação no esporte – 03/02/14 a 01/04/14:

Mais informações com Raquel Santi, na Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte
E-mail: raquelsanti@sol.sc.gov.br ou telefone: (48) 3665-7436

Galeria de imagens do 10º Campeonato Brasileiro de Wakesurf em Brasília

09 de novembro de 2013 0
Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Everaldo Pato Teixeira apareceu para competir. Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Heitor Alves marcou presença no evento. Foto Divulgação/Mormaii

Heitor Alves marcou presença no evento. Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

A boa marolinha formada pela lancha. Foto Divulgação/Mormaii

A boa marolinha formada pela lancha. Foto Divulgação/Mormaii

Estrutura top mo Lago Paranoá. Foto Divulgação/Mormaii

Estrutura top mo Lago Paranoá. Foto Divulgação/Mormaii

Roni Ronaldo escancarando os limites. Foto Divulgação/Mormaii

Roni Ronaldo escancarando os limites. Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Belinha, filha de Pato e Fabiana Nigol, se divertindo. Foto Divulgação/Mormaii

Belinha, filha de Pato e Fabiana Nigol, se divertindo. Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Heitor mandando ver. Foto Divulgação/Mormaii

Roni invertendo tudo. Foto Divulgação/Mormaii

Roni invertendo tudo. Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Roni. Foto Divulgação/Mormaii

Roni. Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Matheus Herdy. Foto Divulgação/Mormaii

Matheus Herdy. Foto Divulgação/Mormaii

Voa Matheus! Foto Divulgação/Mormaii

Voa Matheus! Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Só deu Matheus! Foto Divulgação/Mormaii

Mais MH! Foto Divulgação/Mormaii

Mais MH! Foto Divulgação/Mormaii

Heitor Alves. Foto Divulgação/Mormaii

Heitor Alves. Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Premiação em alto astral e não poderia ser diferente. Foto Divulgação/Mormaii

Premiação em alto astral e não poderia ser diferente. Foto Divulgação/Mormaii

Roni e Heitor. Foto Divulgação/Mormaii

Roni e Heitor. Foto Divulgação/Mormaii

Roni e Heitor. Foto Divulgação/Mormaii

Roni e Heitor. Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Foto Divulgação/Mormaii

Matheus Herdy fatura o título do 10º Campeonato Brasileiro de Wakesurf Mormaii, em Brasília

07 de novembro de 2013 0
Matheus voando para o título.

Matheus voando para o título.

No último final de semana, dias 2 e 3 de novembro rolou o 10º Campeonato Brasileiro de Wakesurf Mormaii, em Brasília. Música, atrações e as ondas do Lago Paranoá fizeram a cabeça da galera no Mormaii Surf Bar, Pontão do Lago Sul. A cada ano que passa o Movimento dos Sem Praia implementa novas tecnologias nas lanchas, o que deixou as ondinhas mais perfeitas e divertidas.

Roni Ronaldo. Fotos Mormaii/Divulgação

Roni Ronaldo. Fotos Mormaii/Divulgação

Heitor Alves, Everaldo Pato, Matheus Herdy, Lucas Silveira, Roni Ronaldo e outros 80 atletas se lavaram na marola. Um grande público curtiu o final de semana ensolarado em Brasília e as performances dos participantes. O primeiro dia competição teve 80 inscritos e os 12 melhores passaram para a fase final, que aconteceu domingo.

Como apontava a previsão, a ondulação “entrou” com boa formação e proporcionou um show de surfe no Lago Paranoá. Os finalistas foram pra água e se divertiram.
Matheus Herdy, 12 anos, de Florianópolis, surfou muito e fez o maior somatório da história do evento, quebrando todos recordes da prova e desbancado Roni Ronaldo, campeão do ano passado. O título do pequeno Matheus veio com duas notas dez, somando 20, entre 20 pontos possíveis.

Heitor Alves. Fotos Mormaii/Divulgação

Heitor Alves. Fotos Mormaii/Divulgação

Matheus chegou a mandar três aéreos na mesma onda, dois rodando e um double grab, diversas batidas, rasgadas e floaters. A performance impressionou a todos e o garoto faturou, além do troféu de campeão, uma viagem de seis dias, com tudo pago, para Cancun. Diversas atrações completaram o evento, como a apresentação do Método Integrado Mormaii, Dj, shows ao vivo e o tradicional concurso Garota Best Shape, vencido pela bela Amanda Zaia.

Fotos Mormaii/Divulgação

Fotos Mormaii/Divulgação

Veja abaixo a classificação geral:
Wakesurf Open Nacional
1º Matheus Herdy
2º Roni Ronaldo
3º Felipe Ximenes
4º Carlos Carpinelli

Matheus! Fotos Mormaii/Divulgação

Matheus! Fotos Mormaii/Divulgação

Wakesurf Open Brasiliense
1º Angelo Augusto
2º Juliano Degrazzia
3º Leonardo Oliveira
4º Marcio Paiva

Fotos Mormaii/Divulgação

Fotos Mormaii/Divulgação

WakeSUP Open Nacional
1º Angelo Augusto
2º Marcio Paiva
3º Leonardo Oliveira
4º Juliano Gedrazia

Fotos Mormaii/Divulgação

Fotos Mormaii/Divulgação

Wakesurf Open Feminino
1ª Anne Prochaska
2ª Mariana Bressan
3ª Sula Paiva

Fotos Mormaii/Divulgação

Fotos Mormaii/Divulgação

Fotos Mormaii/Divulgação

Fotos Mormaii/Divulgação

Fotos Mormaii/Divulgação

Fotos Mormaii/Divulgação

O'neill promove coquetel na Loja Boards Co para lançar nova coleção de roupas de neoprene

17 de setembro de 2013 1

DivulgaçãoA O’neill realiza nesta quinta-feira (dia 19), a partir das 18h, um coquetel para convidados na loja Boards Co, localizada na famosa Galeria River, no Arpoador, Rio de Janeiro. O motivo é o lançamento da coleção de roupas de neoprene, e a comemoração dos 10 anos da loja.

A O´Neill foi fundada em 1952 por um jovem surfista chamado Jack O’Neill, pioneiro no mundo como inventor da roupa de neoprene. A marca sempre esteve à frente do seu tempo, e permitiu que surfistas e snowboarders ao redor do planeta pudessem permanecer por um longo período dentro da água ou em contato com a neve.

O equipamento evoluiu e as wetsuits ganharam fechamento Zen Zip System, que não deixa entrar água, tem maior durabilidade e é utilizada não só no surfe, mas em esportes náuticos. A novidade é a linha feminina que une estilo mais funcionalidade. Entre os produtos top de linha que são encontrados na Boards Co estão: Psycho 1, Psycho 3, a lycra Hyperfreak L/S Crew, além da feminina, sucesso entre as surfistas, Bahia L/S Short Spring.

Com informações de Mônica Rentroia – Grupo Eixo

Documentário Skate na Água lançado na rede

02 de maio de 2013 0

Foto Divulgação/Skate na Água - BRP Brasil

Depois de captar os melhores ângulos da aventura de três amigos pelo centro do país para a prática do wakeskate, o documentário Skate na Água lança seus dois primeiros episódios na Internet. O projeto patrocinado pela BRP conta a história da expedição em oito capítulos, os quais irão ao ar semanalmente no site www.skatenaagua.com .


- O público vai ter uma experiência visual inédita. Um esporte novo no Brasil, o wakeskate, sendo praticado em cenários brasileiros como Chapada dos Guimarães, Pantanal, Lagoa do Buriti e Bonito – antecipou Fernando Camargo, idealizador do projeto ao lado dos amigos Roberto Reali e Dudu Figueiredo.

- O balanço da expedição é extremamente positivo por realmente termos conseguido praticar wakeskate em lugares inusitados e incríveis. A viagem nos surpreendeu em vários aspectos. Não visitamos as locações antes, fizemos a rota e levamos a palavra ‘desbravar’ ao pé da letra. Com isso, a experiência toda se tornou uma história inspiradora - continuou Camargo, ao revelar que o grupo já pensa em repetir a dose com uma outra aventura, só que agora no litoral do país.

Realizada no final do ano passado, a expedição contou com convidados que contribuíram significativamente com as histórias e as manobras. O destaque foi a fera norte-americana Brian Grubb, atleta Red Bull da modalidade.

O grupo ganhou corpo com Ronaldo Beleza (Minas Gerais), Vitor Frota (Manaus), André Wanderley (Minas Gerais), Pedro Portella (São Paulo), Mario Jorge Tinoco (Manaus), Leonardo Magno (Minas Gerais), André Patas (São Paulo), Jeffer Moreno (São Paulo), Lívia Barros (São Paulo), Camila Calado (São Paulo) e Renata Belaver (São Paulo).

Fora da água, o artista plástico Jey Sete Sete fez intervenções em uma escola flutuante no Pantanal e a produção cinematográfica ficou por conta da produtora Av9, comandada pelo fotógrafo Alexandre Vianna. A estrutura armada atingiu o objetivo de impulsionar o wakeskate no país, modalidade que desafia a lei da gravidade a bordo de uma prancha que não está presa aos pés do atleta, ao contrário do wakeboard. As manobras são inspiradas no skate e, assim como o esporte das quatro rodinhas, o wakeskate é encarado pelos praticantes como um estilo de vida.

Com informações da Mundopress

Guarapiranga Radical está confirmado para os dias 18 e 19 de maio em São Paulo

29 de abril de 2013 0

Canoa havaiana e SUP estão entre os esportes oferecidos nas clínicas. Foto Divulgação

O Guarapiranga Radical, maior evento aquático participativo da cidade de São Paulo, já tem data marcada: dias 18 e 19 de maio. O evento gratuito para toda a família terá clínicas de diversos esportes como: stand up paddle, wakeboard, wake surf, rafting, caiaque, canoa havaiana, slackline, frescobol e vela com instrutores, além de simuladores de esportes. O público também poderá acompanhar campeonatos com atletas profissionais de diversas modalidades.

Clínicas - Os visitantes poderão escolher diversos esportes para fazer aulas com instrutores:

Rafting – utiliza botes infláveis. Normalmente é praticada em rios e corredeiras, mas devido ao grande número de praticantes paulistanos, foi adaptada para águas paradas.
Wakeboard – o esporte se resume a uma prancha puxada por um barco onde o wakeboarder, usando a marola, realiza suas manobras.
Wakesurf – o objetivo desse esporte é surfar em ondas feitas por marola de barco.
Caiaque – praticado em competições e lazer é dividido em diversas modalidades como velocidade, maratona, descida, entre outras.
Canoa Havaiana – As canoas havaianas são utilizadas como turismo de aventura e esporte de natureza. São seis pessoas remando cada com sua função dentro da equipe.
Slackline – é um esporte de equilíbrio sobre uma fita de nylon, estreita e flexível, praticado geralmente a uma altura de 30cm do chão com o objetivo de fazer acrobacias e manobras.
Frescobol – esporte tipicamente praiano jogado por dois jogadores ou mais. Os jogadores mantêm a bola no ar o maior tempo possível.
Vela – esporte que envolve barcos movidos exclusivamente por propulsão à vela. O praticante emprega somente a força do vento como meio de deslocamento.
Stand up paddle – É basicamente a prática do surfe com o uso de remos.

Simuladores – O público também vai se divertir com os simuladores de windsurf, surf e wakeboard. São aparelhos que simulam e proporcionam a sensação e os movimentos dos esportes tradicionais.

Competições – Atletas profissionais darão um show nas águas da represa. O público vai poder acompanhar o Campeonato Brasileiro de Stand Up Paddle, Campeonato Amador de Wake Skate, Desafio São Paulo de Wake Surf, Copa Kapama de Rafting, e Circuito Paulista de Windsurf. Alguns dos atletas já confirmados:

SUP

Luiz Carlos Guida (SP) – Campeão Brasileiro Open
Babi Brasil (BA) – Campeã Brasileira Feminino
Americo Pinheiro (RJ) – Campeão Brasileiro Master
Neno Matos (SP) – Campeão Brasileiro Gra Master

Windsurf

Fernando Pasqualin (SP) -  Campeão Brasileiro e técnico de Ricardo Winicki, o Bimba (velejador olímpico)

Surf

Alemão de Maresias – Campeão Brasileiro de Tow in

Wakeboard

Marcelo Giardi Marreco – Campeão Brasileiro e Pan Americano de wakeboard
Mario Manzolli Marito – Campeão Brasileiro e Paulista de wakeboard
Vanessa Jordão – Campeã do Red Bull Wake Premier

O evento é uma realização da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação da Prefeitura de São Paulo.

Roni Ronaldo comemora mais um título na carreira

20 de novembro de 2012 8

Roni ganha mais um troféu para a coleção. Foto Divulgação/Mormaii

Depois de conquistar o título brasileiro master da Confederação Brasileira de Surf (CBS), o catarinense Roni Ronaldo ganhou um caneco inusitado para a sua coleção: campeão de wakesurfe, na categoria Open masculino, do 9º Campeonato Brasileiro de Wakesurf Mormaii, realizado nos dias 27 e 28 de outubro, no Pontão do Lago Sul, em Brasília.

Marco Giorgi aponta para o campeão. Foto Divulgação/Mormaii

Amantes do surfe no cerrado, atletas da equipe Mormaii e competidores de todas as partes do país estiveram no Mormaii Surf Bar para prestigiar o evento do Movimento dos Sem Praia. Kauli Seadi (tricampeão mundial de windsurf nas ondas), o skatista Marcos Gabriel, e os free surfers Marco Giorgi, Guilherme Tripa e Everaldo “Pato” Teixeira, acompanhado da filha Belinha e da esposa Fabiana Nigol, do seriado “Nalu Pelo Mundo”, marcaram presença e deram uma atenção especial ao público.

Galera prestigiou o evento no Pontal do Lago Sul. Foto Divulgação/Mormaii

O final de semana foi marcado por muitas atrações e a confraternização dos competidores de diversas partes do Brasil. Mas também rolaram disputas acirradas nas ondas, com Roni Ronaldo, que veio de carro desde Garopaba, em Santa Catarina, para curtir o evento e sagrar-se campeão de Wakesurf. Na categoria feminina, a paulista Anne Prochasca, de 14 anos, foi a grande vencedora, apresentando um surfe versátil e cheio de manobras inovadoras, surpreendendo até mesmo os competidores mais experientes.

Que beleza! Foto Divulgação/Mormaii

Uma das principais atrações do Campeonato Brasileiro de Wakesurf Mormaii foi o Concurso Garota Best Shape, com desfile de lindas mulheres do Cerrado que embelezaram o dia. Durante a realização do campeonato, houve shows com músicos de Brasília alternando-se no palco montado em um barco, especialmente ancorado no local para a ocasião.