Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "Kelly Slater"

Mark Occhilupo apresenta novo visual após perder aposta no Fiji Pro

04 de julho de 2014 0
Você já viu isso antes.  Foto Facebook Mark Occhilupo

Você já viu isso antes. Foto Reprodução Facebook Mark Occhilupo

Você já viu isso antes. Com essa frase, o ex-campeão mundial de surfe, o australiano Mark Occhilupo, postou sua foto nas redes sociais com novo visual, sem as longas madeixas loiras que fizeram a fama do “touro indomável” durante anos do ASP World Tour, nem os dreadlocks do atual comentarista das etapas do Tour.

O corte foi provocado depois que Occy apostou todas as fichas na vitória de Kelly Slater no Fiji Pro, quinta parada do Samsung Galaxi World Championship Tour, durante o ASP Preview Show da etapa. Como Kelly foi eliminado prematuramente, Occy cumpriu a promessa durante programa de televisão da Fuel TV na última terça-feira.

Fala sério!? A coisa tava danada. Foto Gold Coast Bulletin

Fala sério!? A coisa tava danada. Foto Gold Coast Bulletin

Segundo o australiano, que cultivava os dreadlocks há cinco anos, Slater não sabia da aposta, mas sabe que irão se encontrar na África do Sul, em J-Bay e o americano vai elogiar o novo visual. O corte dos dreadlocks também virou um evento beneficiente, através do E-bay. O dinheiro arrecadado será destinado a Surfaid, ong que o surfista apoia há 10 anos e realiza trabalhos na Indonésia, principalmente nas Ilhas Mentawai.

Em 2011, Occy participou da Dança dos Famosos da tv australiana com o visual característico. Foto Channel 7

Em 2011, Occy participou da Dança dos Famosos da tv australiana com o visual característico. Foto Channel 7

Billabong Pico Alto abre temporada do ASP Big Wave World Tour nesta quinta-feira

03 de julho de 2014 0
Burle, 2012, em Pico Alto. Foto Foto Gonzalo Barandiaran

Burle, 2012, em Pico Alto. Foto Foto Gonzalo Barandiaran

O Billabong Pico Alto vai começar nesta quinta-feira, a partir das 10h45min (horário de Brasília), com a expectativa de ondas de 30 a 40 pés no litoral do Peru. É a primeira etapa do calendário do Big Wave World Tour, agora administrado pela ASP.

Entre os convidados do evento está o brasileiro Carlos Burle, último campeão do evento, em 2012. O norte-americano Kelly Slater está entre os convidados que irão encarar os top 12 do circuito BWWT de 2013. Fique ligado e assista ao vivo pelo link do www.aspworldtour.com .

Assista ao trailer do evento

Sinal verde para o início do Billabong Pico Alto , primeira etapa do ASP Big Wave World Tour 2014/2015

01 de julho de 2014 0

A ASP Big Wave World Tour (BWWT) anunciou luz verde para o Billabong Pico Alto, primeira etapa da temporada 2014/2015. A competição deve acontecer nesta quinta-feira, com a presença do brasileiro Carlos Burle, vencedor do evento em 2012, do americano Kelly Slater, convidado do tour, e do atual campeão mundial do BWWT, o sul-africano Grant Twiggy Baker.

- Inicialmente estivemos monitorando o Peru e também o Chile (para realização do Quiksilver Cerimonial, em Punta de Lobos), mas depois das informações obtidas nos últimos dias, estamos confiantes que é no Peru que vão estar as condições ideais para este swell. Está on - afirmou Peter Mel, comissário da ASP BWWT.

Para acompanhar o evento acesse www.aspworldtour.com

Kelly Slater e Joel Parkinson fazem parceria na perfeição de Cloudbreak

25 de junho de 2014 0

O vídeo foi produzido pelo site MySurftv.

The Wave of The Winter - Kelly Slater em Pipeline

19 de junho de 2014 0

Vencedor do The Wave of The Winter 2013/2014, o americano Kelly Slater ganhou um documentário especial feito pela Surfline com as ondas surfadas na última temporada havaiana em um oferecimento da SurfPortugal, que postou o material no Vimeo. Confira:

Irmãos Hobgood e Kelly Slater em "Pipe Dreams"

08 de junho de 2014 0

Pipe Dreams – Hobgood Brothers & Kelly Slater from Six Magazine on Vimeo.

Neste vídeo, Damien e CJ Hobgood e Kelly Slater desfrutam seus “Pipe Dreams” no North Shore de Oahu, Hawaii.
Imagens de Reagan Ritchie e edição de Dylan Palmer. Trilha sonora: Tove Lo – “Stay High” (Habits Remix) ft. Hippie Sabotage

Sessão de Kelly Slater surfando em Java

07 de junho de 2014 0

Canal OFF traz programação especial no mês da Copa do Mundo

06 de junho de 2014 0

Durante a Copa do Mundo o Canal OFF vai colocar a sua seleção em campo. Entre os dias 9 e 20 de junho, o canal exibe uma programação especial, na faixa Seleção OFF, com os maiores nomes de modalidades radicais do mundo. Na primeira semana, o telespectador saberá mais sobre os ícones brasileiros. Já na semana seguinte, os documentários serão dedicados aos atletas internacionais.

NACIONAIS

Segunda, dia 9 – Gabriel Medina, às 23h30min
O documentário mostra a vida do surfista Gabriel Medina, 20 anos, que já é considerado o surfista brasileiro mais talentoso da história e o melhor competidor do mundo na sua geração. As arriscadas manobras, os depoimentos da família e viagens do atleta.

Terça, dia 10 – Bob Burnquist, às 23h30min
O Rio de Janeiro recebe o campeonato de Megarampa 2012 e o skatista Bob Burnquist vence o evento pela quarta vez na carreira. O cadeirante Aaron Wheelz, amigo de Bob, encara o desafio de dropar a megarampa mais uma vez.

Quarta, dia 11 – Luigi Cani, às 23h30min
O paraquedista Luigi Cani fala sobre suas motivações, desafios e aspirações na carreira enquanto relembra grandes feitos até os dias de hoje.

Quinta, dia 12 – Pedro Oliva, às 23h30min
Pedro Oliva, atleta profissional de Kaiak Extremo desde os 16 anos, está em Otta, na Noruega, com Ben Stokesberry e Chris Korbulic. Para poder explorar o local com seus caiaques, o trio precisa aprender a atirar para se defender de ursos polares. Enfrentando muito frio, eles seguem rumo à cachoeira de gelo e se preparam para saltar.

Sexta, dia 13 – Carlos Burle, às 23h
Carlos Burle e seus pupilos, Pedro Scooby, Maya Gabeira e Felipe “Gordo” Cezarano embarcam para Nazaré, Portugal, onde surfam o swell de suas vidas. Maya Gabeira acaba sofrendo um acidente, mas Burle consegue fazer um resgate histórico, e ainda volta para surfar uma onda que pode ser a maior já surfada na história.

INTERNACIONAIS

Segunda, dia 16 – Tony Hawk – Freesports, às 23h30min
Imagine o skatista mais famoso de todos os tempos, na maior rampa da Europa, dentro do prédio histórico Grand Palais, em Paris. Com exibições de músicos e obras de arte internacionais. Tudo isso aconteceu em novembro de 2009, com participação de grandes nomes da modalidade como Christian Hosoi. O evento contou com a presença de 20.000 espectadores.

Terça, dia 17 – Shaun White – Project X, às 23h30min
O Project X é descrito como “megalomaníaco” e inclui a utilização de bombas para criar avalanches, helicópteros, tratores e quase 4 toneladas de aço. Foram centenas de pessoas envolvidas para que o maior snowboarder de todos os tempos pudesse treinar em uma pista privativa e, como ele mesmo disse, evoluir “alguns anos em poucos dias” em termos de manobras.

Quarta, dia 18 – Jeb Corliss – Wingsuit Warrior, às 23h30min
Em janeiro de 2012 o ousado piloto de wingsuit, Jeb Corliss, sofreu um grave acidente em Table Mountain, na África do Sul. Ele sobreviveu e ganhou uma segunda chance que poucos praticantes conseguem ter. O documentário acompanha a luta de Jeb para voltar a voar e fazer o que mais ama na vida. A inspiradora história segue o americano e seu amigo Joby Ogwyn (que testemunhou o acidente) durante meses de dolorosa reabilitação e o retorno da dupla para a África do Sul com o objetivo de enfrentar a mesma montanha que interrompeu suas vidas. Encontram novos obstáculos e lições para descobrir o que realmente importa e o que devemos passar para encontrar a alegria verdadeira.

Quinta, dia 19 – Orlando Duque – On Top Again, às 23h30min
Documentário sobre o atleta de saltos ornamentais Orlando Duque. Depois de um grave acidente em 2011, o colombiano, dez vezes campeão mundial da modalidade e detentor de dois Guinness Records, se recupera e encara novamente o salto que o levou ao hospital.

Sexta, dia 20 – Garret McNamara – Nazaré Calling, às 23h30min
O surfista de ondas gigantes embarca na missão de surfar a maior onda possível. Em um vilarejo na costa Portuguesa, ele encontra uma onda de 24 metros, equivalente a um prédio de 8 andares.

Sexta, dia 20 – Kelly Slater – Letting Go, às 23h
O documentário acompanhou Kelly Slater no ano mais emocionante da história do tour. Enquanto viajamos pelas ondas perfeitas ao redor do mundo, vemos os altos e baixos, alegrias e decepções, além da intensa rivalidade com o lendário Andy Irons, no momento em que Kelly, atualmente com 11 títulos mundiais, buscava o heptacampeonato. A visão de Slater sobre o que aconteceu na melhor temporada da história e o relato de como lidar com a pressão ao mesmo tempo em que o título se aproxima cada vez mais.

Canal OFF na Internet:
www.canaloff.com
Facebook.com/canaloff
Twitter.com/canaloff

Filipe Toledo, Gabriel Medina e Adriano de Souza continuam na briga pelo título do Fiji Pro

04 de junho de 2014 0
Filipinho segue firme. Foto ASP/Kirstin

Filipinho segue firme. Foto ASP/Kirstin

Dos sete brasileiros, apenas três continuam na disputa do título do quinto desafio na corrida do título mundial da temporada 2014, na etapa das Ilhas Fiji do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour. Gabriel Medina e Adriano de Souza estrearam com vitórias e nem competiram na quarta-feira, enquanto Filipe Toledo disputou duas baterias e já está na rodada das duas chances de classificação para as quartas de final do Fiji Pro.

O paulista ganhou o duelo verde-amarelo com o potiguar Jadson André na repescagem e depois despachou o sul-africano Jordy Smith na terceira fase, com a quarta-feira de boas ondas de 3-5 pés em Cloudbreak. O dia foi encerrado com vitória de Kelly Slater sobre o australiano Mitch Coleborn.

Este foi o primeiro dia cheio de competição nas ilhas Fiji esse ano. Foram realizadas 18 baterias (12 da repescagem e 6 da terceira fase). Assim como Filipe Toledo, Alejo Muniz também competiu duas vezes na quarta-feira. O catarinense venceu a outra bateria 100% brasileira da repescagem contra Miguel Pupo, mas foi barrado pelo defensor do título mundial, Mick Fanning, no duelo que abriu a terceira e última rodada de 12 baterias do Fiji Pro. O australiano já havia tirado outro brasileiro do campeonato, Wiggolly Dantas, na repescagem.

Alejo Muniz. Foto ASP/Robertson

Alejo Muniz. Foto ASP/Robertson

Na quarta fase, os 12 classificados voltam a ser divididos em baterias de três competidores como na rodada inicial. Agora, a vitória vale vaga nas quartas de final para os vencedores, mas os perdedores têm uma segunda chance de classificação na segunda e última repescagem do campeonato. Com os resultados da metade da terceira fase que fechou a quarta-feira, duas baterias já estão definidas. A primeira será entre Mick Fanning, o americano Nat Young e o taitiano Michel Bourez, campeão do Billabong Rio Pro no Rio de Janeiro.

BATERIAS VERDE-AMARELAS

Na segunda, Filipe Toledo encara o líder do ranking, Kelly Slater, além do australiano Owen Wright. Filipinho ganhou dois duelos muito difíceis para colocar seu nome entre os 12 finalistas do Fiji Pro. Na repescagem contra Jadson André, venceu de virada com a nota 6,23 da sua última onda. Com ela, superou o potiguar por uma pequena diferença no placar de 12,90 a 12,50 pontos. Depois, Filipe repetiu a dose contra Jordy Smith na terceira fase, confirmando a vitória com a nota 8,27 igualmente da sua última onda para derrotar o sul-africano por 13,70 a 12,43.

Na outra bateria verde-amarela da repescagem, o catarinense Alejo Muniz também aproveitou a última chance que teve para avançar para a terceira fase com nota 6,77. O paulista Miguel Pupo surfou a melhor onda do confronto que valeu 8,33, mas na soma das duas computadas foi Alejo quem levou a melhor. Ele tinha um 6,33 do início da bateria e totalizou 13,10 pontos, contra 12,93 de Miguel Pupo, que acabou somando um 4,60 no resultado final.

Kelly Slater. Foto ASP/Kirstin

Kelly Slater lidera o ranking. Foto ASP/Kirstin

CARRASCO DOS BRASILEIROS

O catarinense depois não achou boas ondas na abertura da repescagem, ao contrário de Mick Fanning, que pegou as melhores que entraram na bateria para vencer fácil por 15,07 a 8,44 pontos. O australiano foi o carrasco dos brasileiros na quarta-feira. Antes de derrotar Alejo Muniz, o tricampeão mundial já havia eliminado o paulista Wiggolly Dantas na segunda bateria do dia da repescagem, mas por um placar mais apertado de 12,43 a 11,60 pontos. Fanning tenta melhorar sua posição no ranking, pois chegou em Fiji em oitavo lugar.

Na disputa pelo título mundial deste ano, Gabriel Medina largou na frente liderando o Samsung Galaxy ASP World Tour 2014 nas três provas da “perna australiana”. Mas, Kelly Slater assumiu a ponta do ranking com o terceiro lugar nas semifinais do Billabong Rio Pro no Brasil. Medina já foi finalista nas Ilhas Fiji em 2012 contra Kelly Slater, que venceu as três últimas edições do desafio nos tubos de Cloudbreak e Restaurants, na ilha de Tavarua. Medina estreou com vitória na terça-feira e vai enfrentar o havaiano Fredrick Patacchia na nona bateria da terceira fase, a terceira a entrar no mar no próximo dia de competição.

LIDERANÇA DO RANKING

Adriano de Souza disputa o confronto seguinte com o australiano Adrian Buchan. Mineirinho venceu a primeira bateria do Fiji Pro esse ano e ocupa a sexta posição no ranking, uma abaixo de Gabriel Medina que fecha o seleto grupo dos top-5 do WCT. Os 11 primeiros colocados começaram o campeonato com chances matemáticas de brigar pela liderança. Mas a vitória de Kelly Slater na primeira fase já tirou dois e na quarta-feira derrubou mais dois concorrentes quando ganhou a última bateria do dia em Cloudbreak.

Mick Fanning. Foto ASP/Robertson

Mick Fanning. Foto ASP/Robertson

Restaram sete candidatos para sair de Fiji em primeiro lugar no ranking: o líder Kelly Slater e Michel Bourez do Taiti, os australianos Mick Fanning, Joel Parkinson e Taj Burrow, e os brasileiros Gabriel Medina e Adriano de Souza. A batalha pelo título mundial está acirrada e a ponta do ranking pode até ser decidida numa final entre os quatro primeiros colocados, Slater, Burrow, Parkinson e Bourez. Para Medina a chance mínima é ser semifinalista, enquanto Mineirinho só supera os 27.400 pontos já garantidos por Slater se chegar a final. Isso se Kelly Slater não vencer mais nenhuma bateria na ilha de Tavarua.

QUARTA FASE – Vitória=Quartas de Final / 2º e 3º=Repescagem:
1ª: Mick Fanning (AUS), Nat Young (EUA), Michel Bourez (TAH)
2ª: Kelly Slater (EUA), Filipe Toledo (BRA), Owen Wright (AUS)

TERCEIRA FASE – Derrota=13º lugar com 1.750 pontos e US$ 9.500 de prêmio:
1ª: Mick Fanning (AUS) 15.07 x 8.44 Alejo Muniz (BRA)
2ª: Nat Young (EUA) 16.33 x 13.34 Kai Otton (AUS)
3ª: Michel Bourez (TAH) 18.70 x 10.57 Jeremy Flores (FRA)
4ª: Filipe Toledo (BRA) 13.70 x 12.43 Jordy Smith (AFR)
5ª: Owen Wright (AUS) 16.16 x 15.93 Bede Durbidge (AUS)
6ª: Kelly Slater (EUA) 16.33 x 9.43 Mitch Coleborn (AUS)
Ficaram para abrir a quinta-feira:
7ª: Joel Parkinson (AUS) x Glenn Hall (IRL)
8ª: John John Florence (HAV) x Sebastian Zietz (HAV)
9ª: Gabriel Medina (BRA) x Fredrick Patacchia (HAV)
10ª: Adriano de Souza (BRA) x Adrian Buchan (AUS)
11ª: Julian Wilson (AUS) x Kolohe Andino (EUA)
12ª: Taj Burrow (AUS) x Tiago Pires (PRT)

Adriano de Souza. Foto ASP/Kirstin

Adriano de Souza. Foto ASP/Kirstin

SEGUNDA FASE – REPESCAGEM – Vitória=Terceira Fase / Derrota=25º lugar com 500 pontos e US$ 8.000:
1ª: Taj Burrow (AUS) 13.00 x 4.43 Isei Tokovou (FJI)
2ª: Mick Fanning (AUS) 12.43 x 11.60 Wiggolly Dantas (BRA)
3ª: Glenn Hall (IRL) 11.76 x 9.97 Josh Kerr (AUS)
4ª: Nat Young (EUA) 14.67 x 11.17 Brett Simpson (EUA)
5ª: Tiago Pires (PRT) 13.87 x 7.40 C. J. Hobgood (EUA)
6ª: Bede Durbidge (AUS) 14.37 x 14.20 Dion Atkinson (AUS)
7ª: Alejo Muniz (BRA) 13.10 x 12.93 Miguel Pupo (BRA)
8ª: Kolohe Andino (EUA) 12.70 x 10.83 Aritz Aranburu (ESP)
9ª: Kai Otton (AUS) 14.10 x 11.10 Matt Wilkinson (AUS)
10ª: Filipe Toledo (BRA) 12.90 x 12.50 Jadson André (BRA)
11ª: Adrian Buchan (AUS) 14.10 x 11.96 Travis Logie (AFR)
12ª: Jeremy Flores (FRA) 14.53 x 9.70 Mitch Crews (AUS)

Com informações de João Carvalho – Assessoria de Imprensa da ASP South America

Quiropraxista garante a saúde dos tops no Billabong Rio Pro

06 de maio de 2014 0
Até o Kelly "ET" Slater precisa de cuidados. Foto Divulgação.

Até o Kelly “ET” Slater precisa de cuidados. Foto Divulgação.

Os surfistas que participam do Billabong Rio Pro, quarta etapa do Samsung Galaxi ASP World Championship Tour 2014, podem ficar tranquilos em relação a qualquer problema de saúde. A competição vai contar com a presença do quiropraxista Jason Gilbert, que nasceu e se formou em Sydney (Austrália) e também é apaixonado por este esporte.

Bacharel em Ciências Médicas, já atendeu tops como Kelly Slater, Adriano Souza e Gabriel Medina, que participam do evento, além de atletas e celebridades como Vitor Belfort, Lenny Kravitz, Nando Reis e outros.

Mineirinho sendo atendido por Jason. Foto Divulgação

Mineirinho sendo atendido por Jason. Foto Divulgação

 

Jason conferindo a perna do fenômeno. Foto Divulgação

Jason conferindo a perna do fenômeno. Foto Divulgação