Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Bombeiros faz vistoria na ala norte do CIC na Capital e constata pendências

09 de agosto de 2013 4

O Centro Integrado de Cultura (CIC) foi submetido a mais uma vistoria na manhã desta sexta-feira  pelo Corpo de Bombeiros que constatou a existência de pendências (mas não manteve a interdição, ao contrário do que foi publicado anteriormente neste post) na execução do projeto de segurança da ala norte do complexo _ que corresponde a sede administrativa da Fundação Catarinense de Cultura. O novo projeto para a readequação do sistema de segurança do CIC foi aprovado no mês passado pelo próprio Corpo de Bombeiros e que agora promove as vistorias. A assessoria de comunicação da corporação não liberou o relatório detalhado com as pendências constatadas, mas há a expectativa de que tudo seja resolvido até segunda-feira, quando uma nova vistoria poderá ser solicitada.

Isso não afeta a programação de espetáculos do Teatro Ademir Rosa e a programação do Cinema e do Masc. Até porque, o CIC não está interditado _ medida esta que só pode ser determinada pela Justiça, a pedido do Ministério Público.

Com isso, as esperanças do secretário de Esado de Cultura, Turismo e Esportes Beto Martins em dar por encerrada a novela do complexo e garantir a inédita liberação do Habite-se foi adiada _ quem sabe na próxima visita dos bombeiros.

Comentários (4)

  • Augusto Alves diz: 9 de agosto de 2013

    Marquinhos, por que nenhum jornalista fala das razões pelas quais a interdição se mantém? Será mera implicância dos bombeiros, aqueles “chatos”?
    Do jeito que as coisas são escritas, o único foco que existe é o espetáculo que será ou não apresentado.
    Quantos episódios “Boate Kiss” serão necessários para mudar a cultura deste país?
    Certamente, na Kiss, vistorias também eram mal vistas. Ao contrário, vistorias mal feitas ou, quem sabe, feitas por profissionais que aceitam propinas são muito melhor toleradas.
    Precisamos mudar isso, todos nós! Ou, o grande espetáculo sempre serão os queimados/intoxicados. Até quando vamos achar que isto somente acontece com “os outros”?

  • Augusto Alves diz: 9 de agosto de 2013

    Olá, Marquinhos, muito grato pela resposta. Continuem atentos sim. Vamos unir cultura à educação e à prestação de serviços.
    O detalhamento dos problemas do CIC poderão ser úteis a outros ambientes de semelhantes características.
    Com isso, ganhamos em segurança, tranquilidade e, em decorrência, valorização da própria CULTURA.

  • Dalton Malucelli Jr diz: 9 de agosto de 2013

    Imagino que a coisa funcione deste jeito :temos um projeto com instruções e normas claras,este será executado pela empresa que contratada possui qualificações para cumprir as exigencias. Comprado o material ,executa-se e em seguida comunica-se bombeiros para vistoria e consequente aprovação.Pronto é igual receita de bolo,passo a passo.Não aprovou ou tem restrições temos : ,não compraram material certo,erro de projeto,erro de execução,erro de orientação dos bombeiros.Então não tem como inventar e nem desculpa é pura incompetência . Colocar Administrador amador dá nisso.

Envie seu Comentário