Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O último samba na despedida melancólica do Bar do Alvim

05 de junho de 2014 0
Foto Linete Martins, Divulgação

Foto Linete Martins, Divulgação

Quem passar pelo Mercado Público só encontrará isso: as mensagens deixadas pelos já saudosos frequentadores do Bar do Alvin, que por 57 anos foi o refúgio dos boêmios, dos perdidos e dos achados de Florianópolis. A jornalista Linete Braz Martins testemunhou os derradeiros momentos do local, no dia 31 de maio, quando encontrou o velho Alvim recolhendo objetos e ao fundo o som de antigos sambas. Com o olhar mais triste do mundo, ele repetiu algumas vezes: “Dói tanto fechar aqui, minha filha. É como perder um pai, uma mãe.”

Seu Alvim, recolhendo as memórias do seu notório bar, que fecha depois de 57 anos. Foto Linete Martins, Divulgação

Seu Alvim, recolhendo as memórias do seu notório bar, que fecha depois de 57 anos. Foto Linete Martins, Divulgação

Envie seu Comentário