Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "cic"

O tempo não passa: Musical sobre Cazuza desembarca na Capital em Junho

16 de junho de 2014 0
Emilio Dantas vive Cazuza no musical Pro Dia Nascer Feliz. Foto Leo Aversa, Divulgação

Emilio Dantas vive Cazuza no musical Pro Dia Nascer Feliz. Foto Leo Aversa, Divulgação

Haja disposição para lembrar de Cazuza. O musical Cazuza _Pro Dia Nascer Feliz é uma destas superproduções que circulam pelo país fazendo girar a roda da fortuna do legado do Exagerado. O espetáculo escrito por Aloísio de Abreu e dirigido por João Fonseca fará uma incomum temporada de três dias na Capital: 27, 28 e 29 de junho, no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC). Ingressos à venda pelo site Blueticket.

Funcionários dos teatros Ademir Rosa e Álvaro de Carvalho aderem à greve dos servidores da FCC

02 de abril de 2014 0

Os trabalhadores dos teatros Ademir Rosa e Álvaro de Carvalho (TAC) aderiram à greve dos servidores da Fundação Catarinense de Cultura (FCC). E assim vai amadurecendo o abacaxi que o novo secretário de Estado do Turismo, Cultura e Esportes Felipe Mello receberá na posse do cargo amanhã.

Melvia Chick Rodgers, de Chicago para Floripa no dia 17 de maio

01 de abril de 2014 0

Se você nunca ouviu falar no nome de Melvia “Chick” Rodgers então veja aí nos videos o que te espera no dia 17 de maio, no Teatro Ademir Rosa (CIC), em Floripa. Cantora norte-americana e de uma voz poderosa, Chick Rodgers nasceu em Memphis, mas uma notória carreira no cenário blues de Chicago, e compôs frente com sumidades do gênero como Bo Diddley, B.B. King e John Lee Hooker. Não é nenhum exagero a comparação com a grande dama Aretha Franklin. O show aqui é uma promoção do projeto Chicago Connection.

Rodrigo Amarante toca Cavalo na íntegra hoje à noite no CIC. Sem chances de Los Hermanos na garupa do repertório

31 de outubro de 2013 0

Uma cidade que vive o surfe e ninguém para fazer uma “presença” e emprestar uma prancha para o músico Rodrigo Amarante. Passados 13 anos desde a última vez em que se apresentou em Florianópolis _ à época com a banda Los Hermanos _ ele retorna à Ilha onde sempre quis surfar (e não o fez por falta de tempo ou por não conseguir o equipamento) para um show, nesta quinta-feira, às 21h, no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC). Ele está de passagem pelo Brasil para promover o seu álbum Cavalo, gravado nos Estados Unidos e conversor por e-mail com o blog. Os fãs dos Los Hermanos terão que colocar as barbas de molho, pois ele não tocará nada da sua antiga banda.

Contracapa _ Como está esta turnê no Brasil depois desse que você descreve como “um bem vindo exílio”? Você se reencontrou aqui ou está mais “estrangeiro” ainda?
Rodrigo Amarante _ Sempre me reencontro aqui, cada vez um pouco diferente, cada vez um pouco mais. Mas essa foi mais que apenas mais uma volta porque eu estou trazendo esse disco novo né, vim pra mostrar o que escrevi nesse tempo de ausência, o que escrevi justo sobre o retiro, a viagem. Tem sido muito bom, uma alegria imensa conhecer o meu novo público pessoalmente, cantar pra eles isso.

Contra _ Algumas críticas sobre os shows anteriores têm abordando o tom introspectivo e melancólico das apresentações. Você acredita que houve um excesso de expectativas para que o álbum Cavalo reproduzisse um clima mais ensolarado a exemplo do teu trabalho com o Little Joy (banda formada em 2007 com o baterista dos Strokes Fabrizio Moretti e com a cantora Binki Shapiro)?
Amarante _ Já dizia Wilson Das Neves “pra ganhar muito basta não esperar nada”. A expectativa é apenas interesse e isso é muito bom, não me chateia ou assusta, ela me inspira porque me desafia. Mas veja, eu não escrevo pra atender a expectativa nenhuma, talvez até pelo contrário porque espero poder surpreender, dar algo de novo, uma outra perspectiva. Eu acho que é esse o meu papel e é isso que me interesso em fazer. Esse disco tem mesmo uma dinâmica diferente de Los Hermanos, não é um dia de praia como foi o Little Joy, é mais cru e tem outras cores, cores mais escuras, está em outra estação. Agora alguém que acha introspecção uma coisa negativa não é mesmo o meu público. E outra, eu não acho que esse disco ou esse show sejam melancólicos, pelo menos não no sentido mórbido que esse comentário parece carregar. Eu acho que isso é uma simplificação preguiçosa daquele que, não sabendo o que fazer com uma música que não lhe promete um mundo de infinita diversão e velocidade, escolhe uma palavra mais bonita e pomposa que tristeza pra mascarar não só sua e falta de criatividade e interesse em escrever mas provavelmente o seu próprio estado emocional. Dizer que acha o show melancólico é não dizer muito. Talvez isso seja porque esse é um show pra ser assistido, uma hora e pouco de música pra ouvir, não é um show de rock pra suar na pista, então quem nunca viu isso se assusta de primeira. Mas não tem problema, há também quem pense diferente e esses eu espero muito poder ver lá. Pra terminar com outra do meu professor Das Neves: “Ô sorte!”.

Contra _ A tua última passagem por Florianópolis foi em 2006 com os Los Hermanos. Lembro que até então vocês vinham com frequência à cidade. Que lembranças tu carregas da cidade neste período e o que esperas encontrar agora?
Amarante _ Lembro de passar tempos maravilhosos aí e de sempre querer ir surfar sem nunca ter conseguido por não ter tempo ou não achar uma prancha pra pegar empresada! Um dia eu consigo! O que eu espero desse show é que as pessoas venham me dar essa chance de coração aberto e que a minha música possa servir a alguém daí, com sorte. Vou para aí ansioso pra encontrar essas pessoas.

Contra _ Há alguma chance de você abrir uma exceção e incluir alguma canção dos Los Hermanos no reportório do show desta noite?
Amarante _ Não há chance. Eu não posso tocar aquelas músicas porque mesmo elas tendo sido escritas por mim elas foram feitas pra eles, com eles, são muito deles então não me sinto à vontade de tocar elas sem todos eles (isso porque metade da banda vem comigo!). Assim essas músicas pertencem àquele mundo e não cabem no meu, pelo menos não o desse meu disco. Eu prefiro preserva-las assim.

Rodrigo Amarante chega montado no novo disco no 31 de outubro no CIC

17 de setembro de 2013 0

O blog cantou a bola sobre o show do Rodrigo Amarante em Floripa e a Orth Produções decreta “bingo!” para o dia 31 de outubro, às 21h, no Teatro Ademir Rosa do Centro Integrado de Cultura (CIC). O ex-Los Hermanos lançará por aqui o novo e benquisto álbum Cavalo. Infelizmente ele trará o bandoleiro Devendra Banhart que resolveu saltar sobre a Ilha e colocar Porto Alegre na rota da sua turnê sulamericana.

Os preços dos ingressos vão de R$ 100 (plateia superior) a R$ 120 (plateia inferior) e os eles estão à venda pelo site blueticket.com.br e bilheterias do CIC e dos teatros Álvaro de Carvalho e Pedro Ivo.

SOL garante posse de alvará de funcionamento do Corpo de Bombeiros para o CIC

09 de agosto de 2013 3

O secretário de Estado do Turismo, Cultura e Esportes Beto Martins informa que o Corpo de Bombeiros expediu no final da tarde desta sexta-feira o alvará de funcionamento do Centro Integrado de Cultura. Sendo assim, a ala norte do complexo _ que foi alvo de uma vistoria na tarde e que segundo os próprios bombeiros constatou-se algumas pendências nas adequações para o sistema de segurança _ está apta para operar (sede da Fundação Catarinense de Cultura e o Museu da Imagem e do Som).

Segundo o secretário até a segunda-feira as pendências apontadas pelos bombeiros _ aos quais Martins se refere como “perfurmarias” _ estarão resolvidas e na quarta-feira deve receber o Habite-Se (autorização para ocupação de imóvel) pelos Bombeiros. De posse dele a secretaria dará entrada ao pedido de Habite-Se definitivo na prefeitura da Capital.

Um dos pontos mais críticos na adequação da Ala Norte foi o Museu da Imagem e do Som, cujos equipamentos e acervo de filmes (material altamente inflamável) tiveram que ser retirados do local a pedido dos próprios bombeiros. Martins garante que, com o alvará de funcionamento, o MIS poderá ser reocupado na próxima semana. O primeiro evento, uma oficina infantil, está programado para o dia 23 de agosto.

Bombeiros faz vistoria na ala norte do CIC na Capital e constata pendências

09 de agosto de 2013 4

O Centro Integrado de Cultura (CIC) foi submetido a mais uma vistoria na manhã desta sexta-feira  pelo Corpo de Bombeiros que constatou a existência de pendências (mas não manteve a interdição, ao contrário do que foi publicado anteriormente neste post) na execução do projeto de segurança da ala norte do complexo _ que corresponde a sede administrativa da Fundação Catarinense de Cultura. O novo projeto para a readequação do sistema de segurança do CIC foi aprovado no mês passado pelo próprio Corpo de Bombeiros e que agora promove as vistorias. A assessoria de comunicação da corporação não liberou o relatório detalhado com as pendências constatadas, mas há a expectativa de que tudo seja resolvido até segunda-feira, quando uma nova vistoria poderá ser solicitada.

Isso não afeta a programação de espetáculos do Teatro Ademir Rosa e a programação do Cinema e do Masc. Até porque, o CIC não está interditado _ medida esta que só pode ser determinada pela Justiça, a pedido do Ministério Público.

Com isso, as esperanças do secretário de Esado de Cultura, Turismo e Esportes Beto Martins em dar por encerrada a novela do complexo e garantir a inédita liberação do Habite-se foi adiada _ quem sabe na próxima visita dos bombeiros.

Oh, Yes! Jon Anderson de volta a Floripa em outubro

19 de julho de 2013 3

As produtoras Campeche Eventos e Casa da Música, responsáveis pela vinda do Jefferson Starship, também confirma o retorno à Capital de outro monstro do rock progressivo: o cantor Jon Anderson. O ex-vocalista da banda Yes aterrissará no dia 15 de outubro, também no Centro Integrado de Cultura (CIC). Em 2011, Anderson se apresentou no finado Floripa Music Hall.

Jefferson Starship em Floripa: pouso autorizado para 13 de agosto no CIC

19 de julho de 2013 0

O pouso autorizado para a lendária banda setentista Jefferson Starship em Floripa. O desembarque será no dia 13 de agosto, no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC). No comando, estará o fundador do grupo Paul Kantner. A Starship é praticamente a sequência de outra histórica banda, Jefferson Airplane, uma das precursoras do rock psicodélico nos anos 1960. A atual formação do grupo traz, além de Kantner (vocal e guitarra), o guitarrista David Freiberg, a cantora e atriz Cathy Richardson (na função de substituir a inesquecível Grace Slick), o baixista Judah Gold, o tecladista Christopher Smith e o baterista Richard Newman. Ingressos à venda no Blueticket entre R$ 50 a R$ 130.

Show extra de Clarice Falcão em Floripa será na matinê...

12 de julho de 2013 0

divulgação

Uma sessão extra foi aberta na matinê do dia 25 de agosto no Teatro Ademir Rosa (no CIC) para assistir a cantora Clarice Falcão na Capital. Ela tocará às 17h e os ingressos estão à venda pelo site Blueticket. A fofolete voltará ao mesmo palco às 20h, mas para esta apresentação os ingressos estão esgotados. Portanto, corra, ou tente a sorte de garantir um ticket para o show em Joinville no dia 24.