Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O álcool e o futebol

11 de maio de 2012 Comentários desativados

Já algum tempo venho tendo que responder a mesma pergunta e isto se agravou nos últimos meses com a polêmica da liberação da bebida nos jogos de futebol durante a Copa. Já adianto que sou a favor, principalmente em um evento de grande porte.

O primeiro ponto é algo que só acontece no Brasil, realizar uma ação para mascarar um defeito. Como é a cota para negros na universidade, ao invés de melhorar a base da educação e capacitar todos para que possam ter condições iguais para passar no vestibular, cria-se uma medida para mascarar este ponto fraco.

Portanto, se o fato de ingerir bebida alcóolica dentro do estádio causa violência é por falta de educação de quem ali está. O que muda se o cara 10 minutos antes de entrar no estádio está tomando “rabo de galo”, cachaça e outros tipos de bebida alcóolica comuns ao futebol? O efeito não é o mesmo? E o pior de tudo isso é que quando adentra ao local do jogo se depara com uma placa da caninha 51 exposta no gramado.

Então, paremos com tamanha incoerência, no estádio é proibido, mas em um show de música, não? Pode placa de campo, propaganda no intervalo dos jogos, mas não pode consumir dentro do estádio? É preciso colocar a carta na mesa e ver até que ponto é válido ser assim. Vamos pontuar:

1)      O fato de alguns serem violentos dentro do campo faz com que uma série de pessoas que não tem a mínima relação com isso, ou seja, a maioria, não possa beber durante os jogos;

2)      A receita perdida por esta regra podia ser muito importante para alguns clubes e uma série de patrocinadores que poderiam alavancar a receita de uma organização esportiva;

3)      Em uma Copa do Mundo tem patrocinador que paga uma fortuna para ser a bebida oficial e dentro do pacote está o direito de ser degustado por milhares de indivíduos que irão ao estádio;

4)      É preciso padronizar isto, ou pode a bebida ou não pode. Não pode ser pela metade, placa de campo pode, comercial de bebida durante os jogos pode, mas dentro não pode.

E para fechar, digo mais, já assisti jogo no Serra Dourada e lá pode-se tomar cerveja a vontade. Aí, me pergunto e te pergunto, por que lá é liberado? Portanto, temos que pensar em algo mais amplo, tratar o esporte como negócio, de modo profissional e não criar regras que prejudiquem uma série de pessoas, ainda mais diante de um evento de grande porte como a Copa do Mundo. Se temos que fazer algo é educar melhor o povo, pois as brigas continuam acontecendo seja dentro ou fora dos estádios, seja com ou sem a bebida alcóolica.

Para interagir: rafazanette@ibme.org.br Twitter: @rafazanette

Não é possível comentar.