Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de novembro 2008

Nação solidária

28 de novembro de 2008 0

Tem Nação Balanço nesta sexta no Drakkar, na Lagoa. Marcelo Pimenta conclama os chegados a aderirem a corrente de apoio às vítimas da enchente que se abateu no Estado. A preocupação é ajudar, dar conforto a quem precisa e não dissimular. Medida consciente no momento em que o Estado precisa tanto. Então não esqueçam de levar vestimentas, sapatos, roupa de cama, alimento não perecíveis (de preferência bolachas, barras de cereias e enlatados que possam facilitar o manseio e o consumo), utensílios de limpeza, higiene pessoal. Não se furtem nesa hora!

Na programação:

Dj Marcelo Pimenta

+ Sorteio de coletâneas NB

+ Surpresas ( músicos convidados para uma Jam e outras coisinhas )

Postado por Marcos, Floripa

Bookmark and Share

Fato relevante

28 de novembro de 2008 7

Atendendo ao pedido da Rotas Comunicação, publico abaixo o esclarecimento da assessoria quanto ao release encaminhado e que publicamos no post anterior. Cabe ressaltar que além do direito de reposta, a publicação da mensagem se faz necessária diante dos esclarecimentos dos responsáveis pela notícia…

 

Marcos,

Sinceramente, lamento muitíssimo que tenha interpretado o texto dessa forma com pré-julgamentos em relação às REAIS intenções. Jamais tivemos o interesse de agir de forma egoísta, principalmente, quando se trata de uma tragédia que afetou milhares de catarinenses, longe disso. Afinal, nós também estamos sofrendo muito com essa tragédia. Da mesma forma que, por um lado, lamentamos profundamente o que está acontecendo e continuamos prestando toda solidariedade e apoio que está ao nosso alcance às vítimas, acreditamos que um passo importante para iniciar a reconstrução do Estado, das áreas atingidas, é o fortalecimento da economia. Em Balneário Camboriú, a economia é voltada 100% ao turismo.

É dele que depende praticamente toda a população da cidade (ricos e pobres).

Da mesma forma que vocês da equipe RBS dependem do jornalismo para sobreviver, existem inúmeras pessoas, principalmente em nosso estado que dependem direta ou indiretamente do turismo, inclusive, muitas que foram afetadas.

E com as fortes chuvas que aconteceram no estado, inúmeros turistas que já tinham planejado as suas viagens de final de ano para Balneário Camboriú estão preocupados com a estrutura turística que a cidade irá oferecer. Isso é prejudicial não só ao hotel, mas aos diversos segmentos e a todas as classes sociais. As pessoas que vivem nesta região precisam se manter para continuar as suas vidas e, principalmente, para poder superar essa fase crítica e auxiliar ainda mais as outras regiões que sofreram graves danos.

Da mesma forma que devemos prestar todo apoio e solidariedade às pessoas que sofrem com as chuvas, também precisamos pensar no amanhã, começar a levantar a cabeça para enfrentar e superar esse grande desafio.

Gostaria de destacar também que, com toda a certeza: solidariedade, ajuda, mutirões, emoção, união e respeito (inclusive com amigos e familiares que perderam tudo) não têm faltado por aqui.

A única intenção com o release divulgado foi passar um aviso às pessoas que pretendem vir a Balneário Camboriú que não cancelem as suas reservas já que os serviços estão atendendo os visitantes normalmente. Precisamos do turismo, agora mais que nunca, justamente para que possamos ter mais força ainda pra recomeçar.

Agradeço sinceramente a atenção e a compreensão. E aproveito para pedir sinceras desculpas se a informação passada foi, sem intenção, ofensiva ou causou qualquer tipo de transtorno.

Atenciosamente

Larissa Andrade

Rotas Comunicação

Postado por Marcos, Floripa

Bookmark and Share

Escrotice pouca é bobagem!

27 de novembro de 2008 15

Itajaí e região vivem um clima de ressaca moral. Falência da razão, vítimas do desespero e do desemparo, desesperados pela fome e pela falta de perspectiva. Lendo a Folha de São Paulo hoje, lá estava o delegado-geral da Polícia Civil se dizendo apreensivo com o risco de convulsão social. Saques em farmácias, supermercados, casas – onde moradores criaram milícias e já se fala em casos de justiçamentos.

É o caos! Sim, infelizmente no seu literal sentido. Algo que nunca gostaríamos de presenciar. A cidade foi tomada por uma atmosfera de decomposição, difícil até de respirar como me relatou há pouco a repórter Karine Ruy que acabara de voltar da região. Assim como se decompõem também a moral e as esperanças de quem retorna para casa. Um amigo me relatou há pouco que tamanha sensação de insegurança acaba por fazer muita gente recusar ajuda de voluntários, temendo que “aproveitadores” ardilosos invadam suas casas e roubem o pouco que restou.

Quem pode se solidariza. Me emocionou a história dos bombeiros que estão há dias na função e que perderam suas casas e pertences. Já outros saem de lanchas pelas ruas para “apreciar o espetáculo”. O turismo da tragédia, vai ver é isso que motiva as infelizes manifestações do nosso governador Luiz Henrique (mais preocupado em reconstruir o Estado a tempo de “receber os turistas na temporada”). E o pior, vejam só o e-mail que caiu na minha caixa. Isso sim é a falência moral do indivíduo:

CHUVAS NÃO AFETAM TURISMO EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Apesar das fortes chuvas causadas entre os dias 19 e 22 de novembro em parte de Santa Catarina, que desalojou e desabrigou milhares de pessoas no estado, a rede hoteleira e os equipamentos turísticos de Balneário Camboriú continuam em pleno funcionamento. É o caso do Recanto das Águas Hotel e SPA que permanece oferecendo aos hóspedes e visitantes toda a sua estrutura e serviços que são referências no país e exterior.

 

“Esse acontecimento lamentável foi um caso atípico no estado e as chuvas são ocasionais e não contínuas”, explica a gerente geral do Recanto das Águas, Ângela Maria Garcia Couto. “Em Balneário Camboriú, por exemplo, a área central, de concentração turística, não sofreu graves danos materiais e o comércio, os hotéis e as atrações estão funcionando normalmente”, destaca.

 

Por isso, o aviso do Recanto das Águas às pessoas que já têm reservas efetuadas no hotel ou que pretendem visitar a Capital Catarinense do Turismo é que “apesar do forte sentimento de solidariedade com as vítimas, o sol já voltou a brilhar em Balneário Camboriú e a população continua de braços abertos para receber e atender seus visitantes”.

 

“Em relação às regiões que foram castigadas pelas chuvas, destacamos o orgulho em nosso povo pela força e pela capacidade em se reerguer diante das adversidades. Por isso, temos certeza que muito em breve, Santa Catarina estará totalmente recuperada, mantendo seu slogan de melhor destino do país para se visitar”, completa a gerência do Recanto das Águas.

 

O Recanto das Águas fica na Estrada da Rainha, 800 _ Praia dos Amores (Balneário Camboriú, SC). Informações adicionais podem ser obtidas pelo tel.: (47) 3261-0300 ou através do site: www.hotelrecantodasaguas.com.br.

 

Sobre o Recanto das Águas

Reconhecido internacionalmente pelo charme, requinte e conforto que proporciona, o Recanto das Águas Hotel e SPA dispõe de opções que vão muito além de hospedagem de alto padrão e bom gosto. Um local inspirador, em meio a morros – cobertos de Mata Atlântica preservada – e repleto de jardins floridos. Como não poderia ser diferente, está em frente ao mar, em uma praia agreste belíssima, a Praia dos Amores, exclusivamente ocupada pelo empreendimento. Fica distante menos de 10 minutos do centro urbano de Balneário Camboriú (praia central) com acesso pela Estrada da Rainha, uma rodovia panorâmica que garante belos visuais da região.

 

Muito mais que um hotel, pode-se dizer que o Recanto das Águas é um centro de atrações tanto para hóspedes quanto para visitantes em geral, reunindo em uma área de mais de 600 mil m2, alternativas de lazer, eventos, gastronomia, ecoturismo, aventura, beleza e saúde.

______________________________

Assessoria de Imprensa _ Recanto das Águas

Rotas Comunicação

Contato: Larissa Andrade

Tel/fax.: (47) 3363-6845

E-mail: larissa@rotascomunicacao.com.br

www.rotascomunicacao.com.br

Postado por Marcos, Floripa

Bookmark and Share

Tem Plastique hoje! PROMO ENCERRADA

27 de novembro de 2008 10

VAMOS LÁ… TODOS LEVARAM. TITIO ISAAC TÁ BONZINHO HOJE E RESOLVEU ARREGAR OS INGRESSOS PARA OS SETE FAMIGERADOS QUE POSTARAM ABAIXO. Aos cuecas que se deram bem, fiquem certos de que seus nomes estarão na portaria do Jivago. A cortesia vale também  para o (a) acompanhante! Até lá:

 

* RENATO GRECCHI

* FÁBIO BIANCHINI

* LUCAS OLIVEIRA

* RICARDO WAICK

* GUILHERME S CORREIA

* FELIPE BROERING PINHO

* DANIEL VILLAVERDE

Cês estão de bobeira hoje? Bora lá para a Plastique, na Jivago. Gente bacana, minas bacanas, brejas bacanas, instalações bacanas e o nosso som a gente inventa!

Seis pares de ingressos para o balacobaco de hoje com Isacc Varzim e este fiel escudeiro, Angelina e Zé Pereira! Basta postar um comentário abaixo. Os seis primeiros levam!!! Vamo que vamo!

 

 

Postado por Marcos, Floripa

Bookmark and Share

Radiohead confirma datas no Brasil

27 de novembro de 2008 2

Vai reservando um pedaço (generoso) do décimo-terceiro e da mesada da vovó pois para ver o Radiohead no Brasil marcharemos com no mínimo duas garoupas (R$ 200!). Olha aí a confirmação dos caras no Brasil. No Rio de Janeiro não poderiam tocar em local mais apropriado: Apoteose!

Vai o release que recebi do Bianchini:

 

“Radiohead confirma shows no Brasil em março

Grupo inglês fará apresentações no Rio de Janeiro

e em São Paulo dentro do Festival Just a Fest

Novembro de 2008 – Confirmado. O aguardado grupo inglês Radiohead faz dois shows no Brasil em março de 2009. As apresentações farão parte do festival Just A Fest, que acontece no Rio de Janeiro no dia 20 de março, na Praça da Apoteose, e em São Paulo, na Chácara do Jóquei, em 22 de março. O festival contará ainda com a participação de outros grupos, que serão anunciados em breve.

Formada em 1988, em Oxford, na Inglaterra, o Radiohead é composto por Thom Yorke (vocais, guitarra, piano), Jonny Greenwood (guitarra), Ed O`Brien (guitarra), Colin Greenwood (baixo, sintetizador) e Phil Selway (bateria, percussão).

Seu primeiro single, “Creep”, foi lançado em 1992 e no ano seguinte chegou o primeiro álbum, Pablo Honey. O Radiohead estourou na Inglaterraem 1995, com a gravação do segundo álbum, The Bends. O lançamento de OK Computer, em 1997, deu ao Radiohead fama mundial – e uma legião de fãs.

O início dos anos 2000 foi marcado por inovação no Radiohead, com a banda incorporando elementos experimentais de música eletrônica e jazz em suas composições. Hail to the Thief (2003), sexto álbum da banda, mesclou diversos estilos

Em 2007 o Radiohead causou nova revolução – saiu de sua gravadora EMI e lançou seu sétimo álbum, In Rainbows, por meio de download digital, quando o público escolhia o quanto queria pagar.

O Radiohead apresentará aos fãs brasileiros o show de sua turnê do álbum In Rainbows.

O Festival Just A Fest será realizado pela Planmusic Entretenimento, em parceria com MCT Brasil Produções e Brasil 1 Entretenimento.

Sobre a venda dos ingressos

Os ingressos para os shows começam a ser vendidos pelo site www.ingresso.com a partir das 00:00h do dia 05 de dezembro 2008

Em São Paulo, também será possível comprar ingressos, a partir das 9:00h do dia 5 de dezembro, nas bilheterias do Estádio do Pacaembu – Rua Prof. Passalaqua, s/n – ao lado do portão 24.

No Rio de Janeiro os ingressos estarão também disponíveis, a partir das 9:00h do dia 5 de dezembro, na bilheteria 1 do Maracanãzinho – Prof. Eurico Rabelo – próximo a estátua do Bellini

Serão disponibilizados 35 mil ingressos para Rio de Janeiro e 30 mil ingressos para São Paulo.

A censura do evento é 16 anos.

O telefone do SAC é 021 30 35 76 21 – atendimento@ingresso.com.br

 

Setores disponíveis e valores dos ingressos:

Dia 20/03/09 – RIO DE JANEIRO – Praça da Apoteose

PISTA E ARQUIBANCADA- 35 mil ingressos

Inteira ……………….R$ 200,00

Meia/Estudante………….R$ 100,00

DIA 22/03/09 – SÃO PAULO – Chácara do Jóquei

PISTA – 30 mil ingressos

Inteira ……………….R$ 200,00

Meia/Estudante………….R$ 100,00

www.ingresso.com ou nos pontos credenciados

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

Pagamento nos pontos de venda – apenas em dinheiro

Limite de venda de 4 ingressos por pessoa

Não será efetuada devolução de dinheiro após a compra

Não será permitida a troca de ingressos após a compra

Pontos de venda credenciados

São Paulo

Bilheteria dos Estádio do Pacaembu

Rua Professor Passalaqua, S/n?

Rio de Janeiro

Bilheteria 1 do Maracanãzinho

Professor Eurico Rabelo S/ n? – próximo a estátua do Bellini

Realização

Planmusic – Com forte experiência na realização de grandes eventos musicais, a Planmusic, do empresário Luiz Oscar Niemeyer, assinou grandes shows como os Rolling Stones na Praia de Copacabana, e o U2 em São Paulo, ambos em 2006. Além disso, foi também responsável pelos shows no Brasil de Moby e Coldplay e a união dos Paralamas do Sucesso e Titãs. Antes da Planmusic, Luiz Oscar Niemeyer já atuava no cenário musical e esteve à frente de grandes eventos como Hollywood Rock (88, 90, 92 e 93). Foi ele também o responsável pela vinda ao país de nomes como Paul McCartney, Nirvana, Bob Dylan, Eric Clapton e Paul Simon. www.planmusic.com.br

MCT Brasil Produções – A empresa é o braço brasileiro da MCT Agentur Alemã, do empresário Scumeck Sabottka.

A MCT foi responsável pela vinda ao país de Robbie Williams, Marilyn Manson. Bloc Party entre outros.

Brasil 1 Entretenimento – União dos sócios Alan Adler, Sérgio Mello e Souza, Enio Ribeiro, e José Roberto Pacheco, a Brasil 1 Entretenimento atua nos segmentos “live” da música, esporte e responsabilidade sócio-ambiental. Em 2007, a empresa foi responsável pelo show do grupo The Police, que lotou o Maracanã, no Rio de Janeiro, e teve grande repercussão internacional. Na área de esportes, a Brasil 1 Entretenimento desenvolveu um projeto inédito entre 2005 / 2006: a participação do Brasil na regata de volta ao mundo Volvo Ocean Race, com o barco brasileiro Brasil 1, e a passagem da regata pelo país. Para 2009, já garantiu que o Brasil continue na rota dos barcos.

Com forte conhecimento da área de negócios no segmento de entretenimento, a Brasil 1 que coordenou a negociação de naming rights para a Arena do Pan – hoje HSBC Arena.

FICHA TÉCNICA

FESTIVAL – JUST A FEST

ATRAÇÃO PRINCIPAL – Radiohead

REALIZAÇÃO – Planmusic Entretenimento, MCT Brasil Produções e Brasil 1 Entretenimento

DATAS – 20 de março no Rio de Janeiro e 22 de março em São Paulo

ONDE – Praça da Apoteose (RJ) e Chácara do Jóquei (SP)

CENSURA – 16 anos

VENDA DE INGRESSOS – www.ingresso.com”

Postado por Marcos, Floripa

Bookmark and Share

Rede do socorro

26 de novembro de 2008 1

Há 25 anos, por ocasião das enchentes de 1983 e 1984, até então as que mais haviam castigado a região do Vale do Itajaí, o espírito de perseverança e obstinação de um grupo de voluntários anônimos e autônomos foi a grande referência nos trabalhos de ajuda aos flagelados: os rádio-amadores. Lembro que especificamente em Blumenau, eles foram o único contato da região com o mundo diante do colapso no sistema de comunicação da época (telefonia e telex). As forças armadas, Defesa Civil e inclusive governos de outros países acompanhavam a tudo e se orientava através dos anônimos guias. A lanterna em meio às trevas.

Mais uma vez essa rede está de volta, mobilizando e auxiliando de forma comovente. Só que trazem consigo uma nova geração de voluntários, que se utilizam agora da internet para estabelecer a comunicação em meio ao desespero e colapso dos sistemas de telefonia e rádio. Além dos jornais, como o Diario.com que criou um hotsite de auxílio iniciativas também anônimas surgem nos mais remotos cantos das áreas castigadas pelo flagelo, como Itajaí, Jaraguá do Sul, Blumenau, Joinville, Pomerode. Em Blumenau, que foi o epicentro da enchente de 25 anos e de ponto de maior mobilização dos rádio-amadores um blog (Alles Blau) tem se destacado de forma comovente neste momento. Em localidades isoladas eles dão o norte para a ajuda e a chama de esperança para os atingidos.

 

Repasso alguns blogs, mas por favor, quem tiver mais indiações envie para este post:

 

Hotsite Diario.com

Arca de Noé

WordPress (lista de blogs sobre o assunto)

Alles Blau

Prefeitura de Itajaí

Postado por Marcos, Floripa

Bookmark and Share

Quer o livro da Adriana Calcanhoto? ENCERRADA!

26 de novembro de 2008 4

A QUEM POSSA INTERESSAR, NENHUMA DAS DUAS PARTICIPANTES DA PROMO ACERTOU A QUESTÃO. SEGUNDO A PRÓPRIA ADRIANA CALCANHOTO ELA ASSEGURA TER DUAS GATAS E SEIS CACHORROS. NESTE CASO PELO CRITÉRIO DE DESEMPATE LEVARÁ O LIVRO A INTERNAUTA QUE POSTOU PRIMEIRO SEU COMENTÁRIO, OU SEJA ANA MARTINA BARON ENGERROFF.

Tenho aqui um exemplar de Saga Lusa – Relato de uma viagem, que a cantora Adriana Calcanhoto lança hoje (quarta-feira, 26) na Saraiva do shoppping Iguatemi. O livro é meio que um desabafo após uma bad trip durante a turnê do disco Maré, em Portugal e Açores (confiram na resenha da jornalista Márcia Feijó publicada abaixo).

Mas é o seguinte, O LIVRO ESTÁ AQUI COMIGO PARA SER LEVADO LOGO MAIS À NOITE NA SESSÃO DE AUTÓGRAFOS NA SARAIVAS. E LEVA QUEM RESPONDER PRIMEIRO O NÚMERO DE GATOS E CACHORROS QUE A ADRIANA CALCANHOTO TEM. FÁCIL!!!!

 

Contrariando o óbvio, Adriana Calcanhotto fez, de uma situação péssima, um livro ótimo – que ela autografa, hoje, em Florianópolis.
Saga Lusa foi escrito entre maio e junho de 2008, durante a turnê do álbum Maré em Portugal. O lançamento será na Saraiva Megastore do Shopping Iguatemi, às 19h
Excelente letrista, Adriana não apresenta a mínima dificuldade em expressar-se através das palavras. Com tiradas irônicas muito bem encadeadas, narra a evolução de seu drama. Ao chegar em Portugal, após um vôo exaustivo sem dormir ou comer, pega um resfriado, é medicada e começa a ter reações estranhas. Não consegue mais adormecer e embarca numa verdadeira bad trip.
O mais interessante é fato do texto não ter sido uma espécie de lavação da alma pós-trauma. Não, ele nasceu justamente no meio do maremoto (aliás, com capa e tudo). Ao mesmo tempo em que arrastava correntes pelos corredores do hotel, Adriana ia registrando sua saga lusa no laptop de forma estranhamente lúcida, com humor refinado e autocrítica afiada. Assim, expõe uma “Adrix” que dificilmente se costuma imaginar, já que a cantora não é nenhum pouco dada a expor sua vida pessoal com excessos de mídia popularesca.
Em sua autodissecação, uma prosa tão deliciosa quanto a inevitável risada quando se vê alguém tropeçar, Adriana Calcanhotto brinca com suas ambições literárias. Mas ao chegar a página 149 a gente acaba por concordar que sua estréia está mais para Jabuti do que muita gente que se arvora a tanto.
Essa entretanto, não foi a primeira experiência de Adriana Calcanhotto com o mercado editorial. Ela assinou, como ilustradora, a obra O Poeta Aprendiz. Voltado para o público infantil, o texto é um poema de Vinícius de Moraes, posteriormente musicado em parceria com Toquinho. O livro, lançado pela Companhia das Letras em 2003, é acompanhado de um CD onde ela também interpreta a canção.

Saga Lusa – O Relato de uma Viagem, de Adriana Calcanhotto. Série O Artista Escreve. Cobogó. 168 págs. R$ 29,90

( marcia.feijo@diario.com.br )

MÁRCIA FEIJÓ”

Postado por Marcos, Floripa

Bookmark and Share

Branco assim, nem com Omo!

25 de novembro de 2008 2

Divulgação

Já que eu falei do Macca, não custa lembra do aniversário de 40 anos do White Album dos Beatles, comemorados no último sábado. Tentei postar um lembrete no sábado, mas diante da inviabilidade do nosso servidor de blog não foi possível. Mesmo atrasado está valendo. Peça emblemática, originalmente receberia o nome A doll`s house, e foi concebida logo após a morte do produtor Brian Epstein. Marca também as tretas internas que resultariam no fim da banda e foi o sucessor do aclamado Sgt Peppers. O marco foi a gravação em oito canais em volume máximo, em meio às aloprações lisérgicas e meditação transcedental com Maharishi Mahesh Yogi (foi amigo de Mobral do Lama Tosh – “emprestei uns cheques para ele e até hoje tô pindurado no SPC na Índia”). O estúdio Abbey Road nunca mais foi o mesmo a partir dali.

O álbum duplo traz pérolas como Dear Prudence, I`m so tired, While my guitar gently weeps (com Clapton nas guitarras), Helter Skelter, Mother Nature`s Son, Revolution 1. Esta semana uma cópia da leva original (nº 0005) foi arrematada no site eBay por um fã na Áustria por U$ 28 mil. O disco também inspirou uma das primeiras experiências em mashups, pelas mãos do produtor Danger Mouse (Gnarls Barkley) que juntou o White Album com o Black Album do rapper Jay-Z e criou o The Grey Album.

E no Brasil a gravadora Coqueiro Verde Records lançou um Tributo ao Álbum Branco, reunindo mais de 40 artistas nacionais, dentre eles os catarinenses Daca & Os Faixa-Preta, Eduardo XuXu, Reino Fungi e Aerocirco. Tá na venda pelo site da Coqueiro Verde. Confere lá que ficou um primor!

 

 

Postado por Marcos, Floripa

Bookmark and Share

Bombeiro

25 de novembro de 2008 0

Já ouviu The Fireman, do Tio Macca? Pô, ouça lá… da hora! Tá no Myspace.

Postado por Marcos, Floripa

Bookmark and Share

O Noise do Goiânia Noise

25 de novembro de 2008 1

Os Ambervisions se auto-proclamaram a melhor banda do Goiânia Noise. Não discutiremos o mérito, eu não estava (e aposto que foi mesmo…eheheh) mas que a macumba foi forte, ah isso foi. O pandemônio foi tamanho que quase monopolizaram a atenção da mídia no festival em Goiânia, do G1 ao Lúcio Ribeiro e Rolling Stone. Todos pagaram para a sandice sonora da banda catarina que levou para lá também Gurcius (de Os Legais), Peter Gossweiler (autor dos vídeos abaixo) e Galvão. Loucura pouca é bobagem…. Que o povo do Rural Rock se orgulhe do show em abril passado. Lá em Goiânia também não sobrou microfone em pé! Isso é show de rock!!!! Mas a façanha foi o Zimmer colocar os medalhões do Goiânia Noise (entre os gringos e nativos) para posar com a bandeira do Avaê!!!

“Momento engraçado: presenciar as bandas Gangrena Gasosa do Rio e Ambervisionsde Santa Catarina se preparando para os shows no mesmo camarim. Foi hilário. Ganhei até dinheiro chinês para falar bem das bandas. Dinheiro de verdade! Os Ambervisions vieram primeiro, todos com ataduras de múmia na cara. Zoação total. Sobrou para todo mundo que estava na platéia com perguntas capiciosas do tipo: você já comeu cocô de alguém? Marcelo Camelo também foi alvo, tudo na base da tiração de onda. Do meio pro fim sobe no palco a lenda carioca Leonardo Panço com um troféu, dizendo que a banda havia sido eleita a melhor do festival. Claro que tudo parte do freak show promovido pelos catarinenses. Eles devem ter se divertido mais que a platéia. É justo!”

http://www.dosol.com.br/

 

 

“Nós somos o Marcelo Camelo

Bem menos amistosa foi a performance d`Os Ambervisions, banda de Santa Catarina que já abriu a apresentação disparando contra o músico do Los Hermanos. “Nós somos o Marcelo Camelo”, afirmou o vocalista Zimmer antes de emendar uma série de declarações chulas e impublicáveis a respeito do suposto namoro entre Camelo e a cantora Mallu Magalhães, de 16 anos. O hermano não foi a única vítima da metralhadora giratória de Zimmer – que, no palco, não só pela forma física mas pelo comportamento anárquico, lembra muito o João Gordo, do Ratos de Porão. Ao longo do show, sobrou para Nobre (“Alguém aí já teve vontade de dar porrada no Fabrício?”) e até para o próprio público, que revidava as provocações da banda arremessando latinhas de cerveja no palco. “

 

* Goiânia bombou neste final de semana.  Só no sábado, teve o astro espanhol Julio Iglesias fazendo seu concerto no ginásio Goiânia Arena. O guitarrista americano Stanley Jordan mostrou seu refinado fusion jazz no Bolshoi Pub. O “nosso” Seu Jorge lançou seu novo disco e deve ter tocado a segunda pior música do mundo (se cuida, James Blunt) no clube Jaó. Uma que ele rima “condomínio” com “fascínio”. Consultando um dos jornais locais, constatei que na mesma noite 11 duplas sertanejas se apresentavam nos bares que dão fama à cidade e ao gênero. Não tão longe de tudo isso, mais ou menos no mesmo horário, a banda punk Ambervisions, de Santa Catarina, fazia o melhor show do Goiânia Noise Festival, com 44 bandas, vários gringos, espertíssimas formações nacionais e um sensacional show alto da banda canadense indie-psicodélica Black Mountain.

* O lance do Ambervisions fazer a melhor apresentação do Goiânia Noise foi eles mesmos que falaram. Durante a performance da banda catarina, levaram um troféu para o palco e se autoproclamaram “o show” do festival. O anúncio foi feito entre uma música e outra. O pior é que o show, algazarra punk total e fora de qualquer controle, foi bom mesmo. E teve homenagens ao Marcelo Camelo.”

http://colunistas.ig.com.br/lucioribeiro/

“AMBERVISIONS
Quem resume o show do Ambervisions nesta edição do Goiânia Noise é o vocalista Zimmer: “foi a única banda que fez noise de verdade no Noise”. Os caras horrorizaram, com direito a zoar o tempo todo com várias personalidades. Nem Mallu Magalhaes e Marcelo Camelo escaparam. Mas Zimmer afirma que no palco e 100% brincadeira, zuação mesmo. “Não temos nenhuma opinião para emitir e assim é que bom”. Márcio Jr (Mechanics) fez uma breve aparição no show. Entregou ao Ambervisions o troféu de Melhor Banda do Noise e do Mundo. Mais tarde, Zimmer jogou o troféu para a galera. E mais: um dos meninos da banda Os Legais jogou água na platéia…da própria boca. A provocação não agradou muita gente e receberam em troca muita lata de cerveja e insultos de parte da platéia. Nem isso intimidou Zimmer, que no final foi pro meio da roda de pogo.”

http://www.correiodeuberlandia.com.br/blog/ADREANA/20/novo_som.html

“Antes disso, o quarteto de Florianópolis Os Ambervisions fez uma mistura de surf music com hardcore. O vocalista Zimmer (que começa o show tocando bateria) surge com a cabeça completamente enfaixada e, bem-humorado, apresenta duas vezes a banda como sendo o Black Mountain. O guitarrista e vocalista Amexa estampa um sorriso no rosto pelas estripulias do colega, que toca maracas, bate as costas contra a parede e desce do palco para abraçar e dar tapinhas nas costas da platéia”

Postado por Marcos, Floripa

Bookmark and Share