Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Deslize

16 de outubro de 2008 17

Acho que houve uma confusão, algumas pessoas acharam que a leitora Paula Cabrita estava pegando no meu pé. Nada disso. Eu realmente cometi um erro ao postar o texto, escrevi “deslise” em vez de “deslize”. Quando a Paula corrigiu, fui logo trocar. Por isso que agora está certo. Logo, só tenho a agradecer a vigilância dela. Valeu, Paula!

 

Postado por Martha Medeiros

Comentários (17)

  • andre porto diz: 12 de novembro de 2008

    Olá Marta,sou Cantor e Compositor,sou de Alegrete mas moro em Rondônia…admiro seus textos….entra no meu site,me conheça um pouco também..
    Abraços

  • giovani diz: 16 de outubro de 2008

    sobre o texto “Lembra de mim?”. Se o mundo fosse menos cheio de dedos e de “nove horas” seria bem melhor. Qual o problema de perguntar ou de que alguém pergunte se você lembra dela ou você perguntar? É uma troca de informações útil para dar continuidade na conversa de acordo com a resposta. Porque tanto melindre em torno de algo tão banal. As coisas são tão simples e as pessoas complicam porque hoje há muita preocupação com “o que ele vai pensar de mim” se eu perguntar isso ou responder aquilo..

  • Giovana diz: 17 de outubro de 2008

    Ih, Giovani…tu é um daqueles chatos que adoram perguntar “lembra de mim”??

  • Alice diz: 17 de outubro de 2008

    Martha, você sempre foi para mim uma referência de sensatez. Sou jornalista e acompanho suas crônicas sempre que posso. E achei muito sensata sua atitude de explicar o “deslize”.
    Pelas críticas das leitoras Sandra(POA), Olga (Natal), Carolina Sá Mendes (professora de São Leopoldo) e Juliana (Goiania) feitas a leitora Paula Cabrita, você foi muito justa e cautelosa.
    Parabéns, Martha!

  • Fernanda Guimarães diz: 18 de outubro de 2008

    Sei que estou fora do contexto, mas nem vou me desculpar pelo meu instante tiete. Parafraseando o Pessoa: “todos os fãs são ridículos”. Risos…
    Recebi hoje “Doidas e Santas” autografado. Pareço criança, quando tem nas mãos, o seu mais desejado brinquedo!
    Obrigada pela carinhosa dedicatória…
    beijos

  • allê barbosa diz: 20 de outubro de 2008

    Olha, você precisa vir à Salvador autografar uns livros… Você, João Ubaldo Ribeiro e Rubem Alves são as 3 pessoas que eu conversaria uma tarde inteira sem olhar para o relógio. O que vocês escrevem é sempre uma boa cachaça, envelhecida em carvalho, não embriaga, pelo contrário, faz a gente olhar para os dois lados antes de atravessar a vida.

  • Eudóxia Maria Paranhos de Lucca diz: 16 de outubro de 2008

    Algumas de suas leitoras são, como já disse, muito “cultas” – como demonstram em seus comentários – mas sofrem de alexia. Isto faz com que não entendam o q lêem. Criticaram a Paula porque não captaram o que ela havia escrito, com tanta verve e gentileza. Agora devem estar com vergonha do que postaram.
    Vc foi muito justa ao fazer este reparo. A Paula merecia isto de vc. Parabéns!

  • Neusa Conte diz: 18 de outubro de 2008

    Martha,
    Outro dia teimei com mi minha irmã q exceção era excessão pode? Justo eu q estou sempre corigindo ela.Pensei em derivado de excesso e pronto. Ela adorou meu desliZe. Mas eu sou uma simples mortal e não deu nenhum alvoroço. Mas Marth Medeiros é Martha Medeiros!!! Estamos de olho, q nem diz Cid Moreira!!!
    Já comprei Doidas e Santas, ontem , começo ler na semana q vem.
    Beijo,
    Neusa Conte

  • Karla Simioni diz: 19 de outubro de 2008

    Passeando na Fnac para escolher alguma novidade, escolhi “Doidas e Santas” e… descobri Martha Medeiros. Envergonhadíssima confesso: não sabia quem era! Recuperando o tempo perdido, achei este blog!
    Um beijo de sua mais nova admiradora.
    Karla

  • Juliana Amaral diz: 17 de outubro de 2008

    Deslizes…Quantos deslizes… Todos nos cometemos.Sempre leio os comentarios dos teus fas Martha, mas ca pra nos, quantos “ET`s”. Se eu erro, se nao coloco acento (aqui eh dificil, levaria tres horas pra poder acentuar, e nao tenho esse tempo)nao importa,o importante eh saber respeitar a opniao alheia… “That`s all”.
    Como diz uma musica dos Eng do Hawaii: “Todos Iguais e tao desiguais – Uns mais IGUAIS QUE OS OUTROS”…
    Beijo no Coracao Martha, Bom findi!!!

  • Paulo Rogério Pinheiro Badini diz: 19 de outubro de 2008

    Vivo me policiando quando escrevo,sou muito desatento, mas nao tem jeito, às vezes caio em alguma “armadilha” da nossa gramática.
    Sempre leio sua coluna aos domigos…
    Abraços

  • Helaine Póvoa diz: 16 de outubro de 2008

    Olá, Martha! Te encontrei, finalmente. Há tempos sou apaixonada por suas crônicas, já li quase todos os seus livros e sempre fico impressionada com a sensibilidade, com a capacidade que você tem de traduzir o que vai na alma da gente. Minhas amigas já acham normal quando me refiro a você como minha “amiga Martha”. Ora, me entende como ninguém! Gostaria que me enviasse, se possível, o seu e-mail.

    Beijos,

    Helaine.

  • CARLOS HENRIQUE diz: 21 de outubro de 2008

    O que é um “deslise” no meio de tudo que essa “mulher maravilosa”, maravilhosamente escreve?
    Beijos

  • Nathália Hecz diz: 17 de outubro de 2008

    Falha nossa!Rs! Isso é bom, isso é bom! O importante, é que ninguém mais vai esquecer que DESLIZE é com Z! Beijos! :)

  • Paula Cabrita diz: 17 de outubro de 2008

    Obrigada Martha!!! Desculpem a confusão… Grande beijo.

    OBS: “Doidas e Santas” está muuuito bom!!!! Parabéns.

  • Juliana diz: 17 de outubro de 2008

    Não poderia esperar outra atitude de vc Martha,vc é o máximo mesmo!!
    bjão!

  • Fabiana Borgia diz: 16 de outubro de 2008

    Ué, não foi um deslize? Então pode ser com “s”. Eu também cometi um erro no meu comentário anterior, mas está tudo bem. Bjs

Envie seu Comentário