Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Saudades!!

10 de fevereiro de 2009 48

Turma, que saudades!! Sigo em férias, mas vim aqui numa lan limpar minha cx de mensagens e nao resisti em mandar um alô para vocês. Aliás, sorry as trapalhadas causadas por esse teclado sem til… Estou em Punta del Este, no Uruguai, um lugar que adoro: é supercharmoso, seguro, a comida é ótima  e oferece um misto de natureza e civilizaçao. Nao entro na onda baladeira de Punta, estou totalmente na contramao: acordo cedo, pego uma praia das 9h às 11h, depois dou uma supercaminhada no calçadao da península (visual para eliminar qualquer má vontade com a vida) e depois me entrego ao ócio – mais ócio!!! Que vadiagem…

*

Tenho lido bastante. Li dois livros espetaculares: “Conhecer uma Mulher” do israelense Amos Oz (um agente secreto se aposenta, mas nao perde o hábito de averiguar em minúcias cada frase, cada fato do cotidiano, um texto espetacular e uma radiografia sofisticadíssima da alma humana) e “Equador” do português Miguel Sousa Tavares. Esse, nossa mae. Que livraço. Uma aula de História, de literatura e de paixao.

*

Agora estou lendo “La dolce agonia“, de Nancy Houston, mas estou muito no início pra tecer qualquer comentário.

*

Ontem assisti “O curioso caso de Benjamin Button“. Quando todo mundo elogia muito um filme, a gente fica parecendo pedante se nao gosta tanto assim, parece que se quer chamar a atençao, mas a verdade é que gostei e ponto. Sem fogos de artifício. A história do cara que nasce velho e morre jovem é interessante, mas algo me diz que rendeu mais no conto do Fitzgerald (que nao li) do que no cinema. Merecia uma direçao mais maluca, já que o roteiro é realmente nonsense. Aliás, eu tive a impressao de que havia dois diretores tomando conta do filme, um mais criativo (algumas cenas sao bacanas demais, como aquela da guerra acontecendo de trás pra frente ou as cenas de um humor meio Charlie Chaplin, em preto e branco, com os raios atingindo diversas vezes o mesmo homem) e outro diretor mais rendido a estatueta do Oscar. Impressoes de uma nao especialista, ou seja, claro que muitos de voces vao me massacrar. Mas prossigo. A cena da Daisy velha segurando Benjamim nenezinho no colo é digna de “O Bebê de Rosemary”, achei mais macabra que poética. E cadê o brilho do casal protagonista? Brad Pitt em existência invertida perdeu a capacidade de se emocionar: vive paixoes, descobertas e perdas com a mesma inexpressao no rosto, como se a maquiagem pudesse atuar por ele. Cate Blanchett se sai melhor, mas tampouco faz tudo o que sabe. É o que eu achei. Mas ok, o filme tem belas cenas, bons momentos (gosto muito dos encontros dele com a nadadora no hotel) e uma história original, mas do meio pro fim achei incômodo e surreal demais para uma direçao tao certinha. Admito que eu nao estava nos meus melhores dias, entao leiam o que diz a crítica especializada e nao me levem a sério.      

*

O leitor Flavio Pacheco pergunta por que há 90% de mulheres me escrevendo aqui. Flavio, nao se sinta um peixe fora d´água. Através do e-mail que publico junto às minhas colunas no Globo e Zero Hora, recebo 50% de emails de homens e 50% de mulheres, um troço mais justo. É só aqui no blog que acontece essa “surra” feminina. Nao se intimide!!

*

Osvando, é quase certo que no meio do ano participarei da Feira do Livro de RIbeirao Preto. Que tal? Em compensaçao, o encontro em Butiá, interior do RS, foi cancelado.

*

Semana que vem reapareço!! Beijao,

Martha

 

 

Postado por Martha Medeiros

Comentários (48)

  • Cris diz: 10 de fevereiro de 2009

    Acabei de pensar: vou ver se a Martha escreveu!
    Que bom saber notícias tuas e sempre mandando dicas de livros e filmes.`
    Ótimo descando e beijos.

  • Ana Paula diz: 12 de fevereiro de 2009

    Martha querida! Muitas saudades! Dá uma dó às vezes entrar aqui no blog e não ter post novo. Fico feliz em ver que está curtindo suas férias, descansando e lendo bastante! Bjs e volta logo! Hahahaha…

  • Caroline Back diz: 11 de fevereiro de 2009

    Nossa Martha já estávamos mais do que saudosos…rs Que delícia deve estar sendo teu passeio, e ainda bem que encontrou um tempinho para nos dar o ar da graça, ou melhor, do post…rs

    Continue curtindo e volta renovada para mais um ano sensacional que nos aguarda!!

    Grande abraço!!

  • Alex Konze diz: 11 de fevereiro de 2009

    olá martha

    concordo com você a respeito de “O curioso caso de Benjamin Button”!

    boas férias

    abraço

  • Luci Verônica diz: 11 de fevereiro de 2009

    SAUDADE!!!!! É estando longe, sentir vontade de voar, e estando perto, querer parar o tempo!
    Ótimo descanço Martha! Te aguardamos com muitas novidades e com muita energia positiva, pois é assim que te vejo e sinto!! Beijos guria!!!

  • Bia Costa diz: 11 de fevereiro de 2009

    Martha querida! Aproveite o ócio…
    Eu li o Equador há uns dois anos. Ganhei de um amigo que me mandou pelo correio vindo diretamente de Portugal. É o máximo mesmo. Conseguimos ao lê-lo sentir o cheiro da “clorofila”. O MST publicou “Rio das Flores” no qual tive a oportunidade de comprar o livro, autografado por ele numa tarde de autógrafos na Livraria Saraiva em SP. Mas, ainda não o li. Curioso né?!
    Grande beijo da sua fã.
    Bia Costa

  • Roberta Lauxen diz: 11 de fevereiro de 2009

    Martha, curta muito suas férias!
    Fico na expectativa do seu retorno!
    Abraços!

  • Juliana Amaral diz: 10 de fevereiro de 2009

    Oiiii, aproveita ai por nós!!!

    Lembrei tanto de vc ontem a noite, fui em um show de jazz: Nada + nada – que LES PAUL o inventor da guitarra eletrica com 93 anos esbanjando saude, humor e uma indiscutivel habilidade com sua guitarra…” THE FATHER OF THE ELETRICT GUITAR” no Irridium, tenho certeza que vc iria amar!
    Quando vc visitar NY nao perca!!! o site pra conferir eh:

    http://iridiumjazzclub.com/

    Beijao no coracao!!!
    saudadesssssssssss
    saudadesssssssssss
    saudadesssssssssss

  • Anna Rafaela diz: 11 de fevereiro de 2009

    Divã- adoreii o Trailer o filme vai ser mto divertido! Mas confesso que lendo o livro nao achei a Mercedes tao “comédia” sei lah..eu dramatizava mais as falas dela..hehe
    bom d qualquer forma estou louca p assistir o filme!
    beijos martha

  • Juliana Amaral diz: 10 de fevereiro de 2009

    ***BENJAMIN BUTTON
    Achei o filme muito profundo, no que diz respeito ao AMOR ETERNO, amor de outras vidas, onde pessoas se encontram em outras roupagens(corpos e idades diferentes, mundos diferentes)e que, mesmo assim nao deixam de se amar… Profundo no que diz respeito ao perdão de um filho ao pai que abandou-o sem dó nem piedade; e que mesmo assim, o filho carregou nos braços e mostrou a simplicidade do AMOR. Profundo no que diz respeito ao amor incondicional de uma mae, mesmo que adotiva..

  • Barbara Roldo diz: 10 de fevereiro de 2009

    Ola Martha! Que tal?? (risos). Desde que eu li `Tudo que eu queria te dizer` que eu penso em escrever uma carta pra ti. Gostaria de saber seu endereço, quero enviar de próprio punho. Posso escrever um e-mail, de repente você se interessa pelo assunto…podemos manter esse contato??

  • Angélica diz: 10 de fevereiro de 2009

    Enfim encontro vc Marta Medeiros! sempre acompanhei teus trabalhos e me identifico por demais com teus textos!Estive locutora na rádio comunitária da cidade durante 2 anos(espero voltar) e vc era figurinha carimbada porque eu falava sobre sermos humanos que tem tudo a ver com o que vc escreve! Um grande abraço!

  • Cláudio Carneiro diz: 10 de fevereiro de 2009

    Martha, a feira do Livro de Lisboa este ano começa no final de abril e vai até o meio de Maio. O país convidado este ano será Brasil. “Tái” uma boa oportunidade para vires e eu conseguir um livro teu autografado, com uma coisa bem “gira” escrita. Um resto de boas férias!

  • Leninha Ramos diz: 10 de fevereiro de 2009

    Amadaaaa!!
    Aproveita bem tuas férias…e volte mais inspirada ainda…heheh
    Compartilho contigo a opinião sobre o filme do Brad Pitt…é bem o que escrevestes mesmo…
    Bjos da Leninha

  • Liliana diz: 11 de fevereiro de 2009

    Oi,bom te ler..aproveita tua folga.
    Vi o filme e gostei…fui sem expectativa e ñ tinha lido a crítica…saí ganhando.
    Bjos,até a volta.
    Lili.

  • Marina Brondani diz: 10 de fevereiro de 2009

    Oi Martha! Adoro ler suas crônicas e tudo que vem de você. Nos meus 15 anos ganhei o teu livro Trem-bala, que adorei, e aí por diante não parei mais de ler suas crônicas. Gosto muito do teu trabalho e me identifico muito com eles. Saiba que lendo, me desligo do mundo, e onde eu relaxo de verdade, e eu agradeço à você por isso! Um grande beijo.

  • Nathália Hecz diz: 12 de fevereiro de 2009

    Marthinha, ACABO de ouvir “Farol”!!! Muito boa a música! De verdade! Ficou bem tri, eu AMO os dois poemas que estão na letra! Claro que foram modificados, mas está muito legal! Parabéns a ti e ao Frejat! Te amo, minha flor! =D

  • Mara Soares diz: 11 de fevereiro de 2009

    Oi Martha! Leio sempre seu blog mais que as colunas dos jornais. Obrigada por compartilhar conosco sua opiniões e conhecimentos. Gostaria de saber sua opinião sobre a série de livros Crepúsculo, da americana Stephenie Meyer. Mesmo se você ainda leu conte pra nós o que tem ouvido por aí. Boas férias.

  • Alice Aguiar diz: 14 de fevereiro de 2009

    Olá querida Martha,tudo bem?
    Adoro tuas cronicas,e cada vez que chega um livro novo teu,a mulher da Livraria já me liga avisando:“Chegou Martha..“ hehe
    Mas andava pesquisando mais livros que poderia ainda não ter e encontrei esse:
    CASAIS:HISTORIAS DE AMOR QUE RESISTEM AO TMEPO e não vou te mentir,nunca soube dele.E agora junto com as mais de 20 mil pessoas que estão na tua comunidade oficial do Orkut,queremos saber como são as cronicas novas desse livro?
    Obrigada pela atenção.
    Beijão

  • Mariana Nascimento diz: 10 de fevereiro de 2009

    Acabei de pensar: vou ver se a Martha escreveu! Que bom saber notícias tuas e sempre mandando dicas de livros e filmes.[2]

    Aproveite bastante, descanse e volte mais inspirada que nunca pra nós que somos famintos pelo o que vc escreve!!

  • Patricia Lins diz: 13 de fevereiro de 2009

    Acabo de comprar “Doidas e Santas” vim te agradecer…obrigada!. Descobri que to mais pra doida que santa rsrsr que bom. È um livro delicioso, sensivel, feliz que me faz sorrir.Obrigada viu. E te espero aqui por Florianopolis/SC sei que Floripa é meio travada para eventos ligados a livros por favor convide-se para vir aqui na Ilha precisamos de voce sua arte sua alegria em escrever que nos faz tao bem. beijos Patty Florianopolis.

  • zenilda loyo diz: 11 de fevereiro de 2009

    Oi Martinha, que saudades! todos os dias entro no seu blog na esperança de encontrar você, e aí hoje 11.02. tive a felicidade de saber notícias suas. Que bom! você está feliz. Descande nas suas férias bem merecidas e continue dando sugestões dos livros que você lê que são fantásticos. Um abraço Zenilda Loyo.

  • Rafaela Campos diz: 11 de fevereiro de 2009

    Oi. Estava para nos matar de ansiedade! É como uma noiva , esperando o dia do casamento. Quando chega a hora , o coração dispara tanto , e quase saí pela boca ! Mas , acalmou a ansiedade dos teus leitores , ainda bem … risos. Bem , desejo a você um ótimo descanso. Beijos…

  • Juliana diz: 11 de fevereiro de 2009

    Marthaaaa,até que enfim vc apareceu,sabe que ontem mesmo qdo entrei no seu blog,pensei:não é possível que essa danada,rs não vai postar uma linha aqui nessas férias,porque a gente ta morrendo de saudades suas e dos post sempre tão atuais que vc nos indica…
    Bom,agora que sei onde vc anda e que está tudo as mil maravilhas,esperamos vc mais um pouco…
    Te adoro!!SAUDADES!!

  • Rosane Messa Machado diz: 13 de fevereiro de 2009

    Oi Marta,um singelo comentário:
    vi o filme Benjamin e confessoque achei muito curioso. Não sei fazer estas interpretações técnicas que as pessoas fazem, para avaliar prêmio. Só assisti e fiquei com a emoção do filme, e o que me tocou foi que em um determinado momento da vida há uma culminancia de encontro, acho q fo entre os quarenta anos dela e os cinquenta anos dele….estavam plenos. Me encantei com a contramão da vida e a sua ascendência.

  • Ercília Pires diz: 11 de fevereiro de 2009

    Te massacrar jamais, mas achei que o filme é muuuuito bom e com fogos de artifício!

    Parabéns pelos textos, etc. Acompanho a algum tempo e definitivamente gosto muito de todas as suas matérias.

    Beijos

  • isabel barreto diz: 16 de fevereiro de 2009

    Concordo com os seus comentários de O Caso de Benjamim, o filme é bom mas não empolga, não emociona.

  • Marcelle Monnier diz: 13 de fevereiro de 2009

    Nossa! Precisava vir até aqui deixar registrada minha emoção de ter assistido ao casamento de uma GRANDE AMIGA minha e, num dado momento final da cerimônia eis que é lido um de seus textos mais lindos: Promessa de Casamento.

    Nem preciso dizer que lágrimas rolaram, ne?

    Martha, você é simplesmente mágica…

    Um beijo e sempre sucesso,

    Marcelle.

  • Rejane Michelotti diz: 11 de fevereiro de 2009

    Espero que sua viagem renove suas energias e a traga de volta cheia de coisas boas para partilhar com aqueles que admiram seus textos.
    Me formei recentemente, e entre tantas “bugigangas” que ganhei de presente, um especial: “Doidas e Santas”. Amei!!! Guardo agora a dica de “Conhecer Uma Mulher”. Thank`s

  • Juliana Amaral diz: 10 de fevereiro de 2009

    ***DIVÃ!!!
    Entrei no site que voce deixou postado aqui!!! So vendo o trialer do filme já posso dizer: AMEI, o eleco esta maravilhoso, o diretor eh 10, trilha sonora… (amo Ana Carolina) e o roteiro… SEM COMENTARIOS!!!

  • NÃO SOMOS APENAS ROSTINHOS BONITOS diz: 15 de fevereiro de 2009

    Menina,
    Como pudemos viver até hoje sem ter chegado aqui!!!!!
    Adoramos descobrir este Blog!
    Beijocas,

  • Vanessa Hartmann diz: 11 de fevereiro de 2009

    Martha, que ótimo poder ler um novo post teu!
    Também adoro Punta del Este, assim como todo o Uruguay, especialmente o encantador Centro Histórico de Colonia del Sacramento.
    Aproveite suas féria, e obrigada por continuar escrevendo!

    Besos

  • Tais Lopes de Queiroz diz: 13 de fevereiro de 2009

    Oi Martha,
    Comecei a entrar em contato com seus textos, através de emails recebidos pela internet e neste ultimo natal ganhei de presente seu livro “Doidas e Santas”, sou uma admiadora da forma do escreves episódias da vida. Sou uma escritora iniciante, escrevo artigos para o jornal da minha cidade e seu livro tem me ajudado muito. Virei sua fã, continue descrevendo a vida dessa forma tão maravilhosa!
    abraços!

  • Priscila Monteiro diz: 11 de fevereiro de 2009

    Martha, bom saber que tem aproveitado suas merecidas férias! Sobre o filme, eu o achei belíssimo! Nele somos tomados por questões tão primárias – como o envelhecimento e a morte – que é praticamente impossível não pensar na vida, no tempo, no fato de que entre a infância e a velhice não existe tanta diferença. Brad Pitt interpretou uma criança com aparência de velho criada por adultos. As emoções podem ter sido reprimidas, já que desde novo ele conviveu com as diferenças e as perdas. Beijos.

  • socorro moreira diz: 21 de fevereiro de 2009

    15 dias atrás , entrei na “Nobel” , procurando algo que me interessasse. Achei o título “Doidas e Santas” , sugestivo.
    Li, avidamente em poucas horas. Só parei na última página , na última linha. E pensei : apaixonei-me por Martha Medeiros. Emprestei o livro pra uma das minhas irmãs , e ela, surpresa com a minha surpresa, disse-me : O que ? Não conhecias Martha Mendonça ? Oxente , já li muitas crônicas dela , e poesias !
    Depois desse acaso , li melhor, escrevi textos, inspirei-me !

  • Teo Bastos diz: 19 de fevereiro de 2009

    Martha, bom dia!
    Como português e leitor assíduo do teu blog fiquei bastante feliz que tenhas curtido o livro do M. S. Tavares, Equador. Ele já escreveu outro, chama-se Rio das Flores e é muito bom também. Recomendo um outro autor português, atual: José Rodrigues dos Santos (http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Rodrigues_dos_Santos) – bons livros, mas, principalmente, “A filha do Capitão” e “A vida num sopro”. É tudo, não incomodo mais… boas férias aí em Punta.
    Abraço transatlântico / Teo

  • Antônia diz: 18 de fevereiro de 2009

    Martha, já que você falou do Amós Oz, já leu “Caixa Preta”? Bom demais também.

  • Bruna Schneider diz: 10 de fevereiro de 2009

    Sinceramente eu achei o Filme um pouco longo demais, e eu esperava mais do filme ja que a critica era tão boa sobre tal. Porém concordo, contém cenas realmente boas, mas isso não fez do filme um dos melhores que já vi…

  • claudia maria diz: 11 de fevereiro de 2009

    Oi Martha ,

    Muito justa sua critica sobre o filme” O Curioso caso de Benjamin Button “. Um Brad Pitt sem emocao , cenas longas , merecia uma melhor direcao !
    Adorei saber que voce vai estar na Feira do Livro em Ribeirao Preto , quem sabe posso conhece-la pessoalmente !!!Adoro seu blog que acompanho sempre . Boas ferias.
    Claudia Maria.

  • Raphaela Barbosa diz: 11 de fevereiro de 2009

    Martha.. Que inveja da sua viagem..! Aqui no Rio tá mais quente que o inferno! haha..

    ~> Você virá para a bienal do livro aqui no Rio?

    ~>`Doidas e Santas` e `Divã` são maravilhosos! PArabéns por estas obras!

    Grande abraço e boa viaagem!

  • Maykel Dias diz: 14 de fevereiro de 2009

    Saudades querida volta logo e escreve para a gente……

  • Elisa diz: 15 de fevereiro de 2009

    … Parte II
    Eu não passei no vestibular isso me leva a um pôster seu sobre sua filha mais velha, espero que ela tenha passado. Ontem vi um filme chamado Sob o Sol da Toscana, em momentos pensei em você então resolvi pergunta se já assistiu?! Bom sempre passo por aqui, deixa um link, nunca tenho retorno que já estou me questionando sobre a utilidade dos meus recados. Beijos e bom “ócio”.

  • elisa diz: 15 de fevereiro de 2009

    Parte I
    Olá Martha, faz também que não passo por aqui. Sabe eu leio suas crônicas e geralmente algumas me despertam inveja rsrs, geralmente em algumas você cita os emails que recebe e eu não tive a chance de enviar um, pois não tenho seu email haha! Bom, tirando a inveja saudável rsrs é sempre uma alegria, estou terminando o sexto livro da minha coleção Martha Medeiros composta por 15 livros não se assuste não sou uma maníaca, mas digamos que me divirto com as leituras então, ainda de férias?!

  • Lourdes diz: 10 de fevereiro de 2009

    Oi Martha…Bom saber que estás te divertindo em Punta e coisital. Já anotei tuas sugestões de leitura. Sempre me dou bem com elas. Ganhei o teu livro “Doidas e Santas” de Natal. Já devorei. e vou ler novamente. Muuuito bom. Bjo grande. Boas Férias!

  • Nathália Hecz diz: 10 de fevereiro de 2009

    Minha flooor! Saudades mesmo! Antes, queria dizer que tô me roendo de vontade de estar no show da Alanis Morissette, ai, eu queria! Punta? Ai ai ai, ui, ui! Aproveita aí! Não sei porquê, mas não vou com a cara do Brad Pitt… Bom, antes de dizer besteira, vou olhar o filme. Ah, pois é! A mulherada tomou cooonta do blog! Mas os guris também são bem vindos! Beijão, Martha! Te amo!

  • Léia Carvalho – LC diz: 11 de fevereiro de 2009

    Acho que tem uma frase sua deslocada do contexto… Você gostou mesmo? (rs)
    Eu adorei esse filme assisti com uns amigos em plena sexta na Av. Paulista, um lindo fim de dia ensarolado.
    Talvez seja o conjunto…
    GOSTEI e ponto :)
    Dias depois assisti A Troca, com a linda esposa do Brad e sai do filme dizendo assim:
    “PUTS. Quando o Brad e Angelina eram mais gostosos, ou só gostosos, faziam filmes mais burrinhos. Agora estão tocando outras partes do meu corpo.”

    Beijocas

  • Caren Kettermann diz: 11 de fevereiro de 2009

    Esperava mais do filme. Achei que ele iria me surpreender e eguardei este momento até o final. Mas foi apenas bom.
    Aproveite suas merecidas férias!! bjus.

  • Magda Cascardo diz: 11 de fevereiro de 2009

    Oi, Martha!!!!!!!!

    Aproveite bastante, querida.
    E volte com muuuuuiiiitas novidades para nos contar.

    Um beijo grande,
    Magda.

Envie seu Comentário