Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Vou ali e já volto

23 de junho de 2009 19

Passei aqui apenas para dar um tchau e lembrar o pessoal de Ribeirão Preto que nessa quarta, dia 24, estarei batendo um papo às 19h no teatro Dom Pedro II (melhor confirmar o local no site da Feira do Livro). Estou muito a fim de conhecer a cidade. Só espero ter energia para tanto, porque sairei de Porto Alegre num voo às 6:00h da manhã, ou seja, vou ter que acordar às… melhor nem fazer os cálculos.

*

Sim, Thaís, já assisti Estômago e adorei o filme. 

*

Olha, alguém me perguntou sobre a questão dos diplomas para jornalismo. A gente sabe que essa é uma profissão que não depende necessariamente de um aprendizado teórico e técnico. Sabendo escrever bem, sendo bem informado, curioso, tendo ética, cultura, conhecimento geral, talento nato e humildade para aprender com outros profissionais, pode-se desempenhar a função. O mesmo vale para a publicidade, para as relações públicas, mas ainda assim, tudo isso é muito vago e incerto. O que eu penso é que se estuda pouco no Brasil, e a vida acadêmica nunca é dispensável, porque ela envolve mais do que didática: envolve convivência com professores, com colegas, com orientação bibliográfica, com um ambiente educacional, com cursos paralelos que oferecem suporte técnico (como fotografia, por exemplo), enfim, é um assunto que ainda merece ser mais discutido, mas, em princípio, eu incentivaria a manutenção da exigência do diploma, pelo incentivo ao estudo e para não abrir precedentes perigosos. 

*

Volto em breve, beijos.

 

 

 

   

Postado por martha medeiros

Comentários (19)

  • juliana ferreira diz: 25 de junho de 2009

    Esta tramitando no congresso a lei que permite que se divorcie automaticamente. Estou passando por esse processo doloroso e so de pensar que daqui ha um tempo terei que encara-lo novamente, ja entro em panico. Afinal, se terminou pq temos que reviver todo o assunto depois de 1 ano?
    Deixo esse assunto como sugestao de um tema para uma cronica ou um post no seu blog. Aproveito tb para dizer que suas cronicas me ajudaram muito a encarar esse momento complicado q estou passando!
    Forte Abraço!
    Ju

  • Silvana Lícia diz: 25 de junho de 2009

    Oi, Martha,
    É um prazer, para mim, poder me comunicar com alguém a quem tanto admiro pela sensibilidade e pela sabedoria com as palavras.
    Sei que pode parecer um tanto indiscreto da minha parte, mas gostaria de saber a sua opinião acerca do falecimento de uma pessoa que é excepcional para você. Minha amada avó materna faleceu há uma semana e, como eu estava acompanhando o seu blog esses dias, me ocorreu de te pedir pra escrever algo sobre isso, apesar de eu saber que é difícil…

    Abraço!

  • teresa diz: 25 de junho de 2009

    eu sou jornalista diplomada, mas sempre senti necessidade de me especializar em alguma coisas, pois achava jornalista muito genérico. então, fiz uma pós-graduação. talvez devesse ser o contrário: o sujeito faz uma formação tipo economia, políticas públicas, ciências sociais, relações internacionais, e depois faz uma especialização lato sensu em jornalismo. faz mais sentido. eu acho.

  • Eldara Leite Alves diz: 25 de junho de 2009

    Querida Martha és simplesmente “Barbara”

  • Rafael Porto Alegre diz: 25 de junho de 2009

    Oie, acho vc muito charmosa! Me adiciona no seu msn? Bjo Rafael. obs: meu msn é o e-mail que está no cadastro.

  • Diego Lopes diz: 25 de junho de 2009

    Sinceramente, não consigo ver maior patrulheira no RS hoje em dia do que a própria Martha Medeiros, que patrulha qualquer um que possa ter o mínimo resquício do que ela considera politicamente correto. O texto sobre vegetarianos do dia 24/6/09 é um festival de falácias interminável. Até o tosco David Coimbra parece ter alguma classe perto disso.
    Mas o que esperar de alguém que acha que enfiar espadas no lombo de um touro e vê-lo sangrar até a morte é algo charmoso?
    abçs

  • Cláudia Pereira de Oliveira diz: 24 de julho de 2009

    Martha, sempre li as tuas crônicas na Zero Hora e te admiro muito. Me identifico muito com a tua forma de escrever, as tuas opiniões, a maneira de ver as coisas. Estou morando em Florianópolis e infelizmente no jornal daqui não é a tua crônica que aparece.
    Um dia conversando com uma pessoa numa rádio ele me olhou e disse: tu tem o mesmo jeito de falar da Martha Medeiros (ele disse que já trabalhou contigo). Aquilo pra mim foi o máximo!!!!!

    Um abraço,

    Cláudia

  • Circe diz: 24 de junho de 2009

    Matou a pau na crônica de hoje em ZH!

  • Cinara Régia diz: 24 de junho de 2009

    Olá…vi semana passada a programação da Feira do Livro de Ribeirão…muito bacana…muito bem estruturada…e ótimas participações…como por ex: MRTHA MEDEIROS…heheheh…olha a “puxa saco”…queria ir…mas o trabalho não deixa…uma pena…qdo vem a Sampa? Vi no blog q vem para uma entrevista e fotos logo depois de Ribeirão, mas nda aberto ao público né?! =/

    Bjo…boa viagem…Ah…passa pelo Pinguim (sem trema…estraaanhooo) ir pra Ribeirão tem q ir no Pinguim! Bjo

  • Luiz Carlos Mello diz: 24 de junho de 2009

    A atividade literária é fascinante. Os jornalistas da ZH são ótimos, com diplomas e sem diplomas.

  • fernando moya diz: 24 de junho de 2009

    PREZADA MARTHA , acho uma temeridade abolir diplomas para JORNALISTAS;depois será para psicólogos?? advogados?? Creio que ter diploma é o mínimo necessário; depois , a vida prática irá peneirar os que não tem dom pra escrever em jornais e revistas.
    outro assunto: “ato secreto” é sinonimo de masturbação,bronha,cinco contra um, que crianças fazem escondido da mãe , dentro do banheiro!!! Acorda SARNEY!!

  • Alessandra Quintanilha diz: 24 de junho de 2009

    Olá, mais uma vez. É que meu professor de redação nos deu um tema muito complexo para fazermos uma redação. O tema é: “A televisão forma, informa ou deforma?” Achei o tema muito legal de ser desenvolvido e gostaria de compartilhá-lo com você! Quem sabe um dia desses você não escreve a respeito dele? Ah, sei que você dá palestras em vários lugares.. Tem alguma por Niterói ou até mesmo no Rio de Janeiro?! É porque eu gostaria muito de ir assistir. Forte abraço.

  • Juliana Amaral diz: 24 de junho de 2009

    Boa Viagem Martha!!! Que seja bem produtiva sua viagem!!! Beijos no coracao!!!

  • Cris diz: 23 de junho de 2009

    Boa vigem Martha!!!Aproveita!Bjs

  • Juliana diz: 24 de junho de 2009

    Boa viagem amada!!Bjossss!!

  • Luiz Fernando diz: 23 de junho de 2009

    Escreves em jornais. Tens diploma de jornalista?

  • ELISA MARCELLI diz: 24 de junho de 2009

    Olá Martha, estive no ´Río de Janeiro até o domingo (fugí deste frío argentino) e adoréi ler vc em papel na Revista da Globo….seguindo uma dica sua, comprei o “Leite Derramado”, adorei, obrigada…
    Tambem estive numa livraría super legal e achei “A verdade” de Sandor Marái, e que lá tem um capítulo a mais do livro que foi editado na Argentina (porque sao diversos pontos de vista de uma situaçao e tem uma parte que foi escrita depois)….Amei…Boa semana.-
    E

  • Huda Jamaleddine diz: 24 de junho de 2009

    Querida Martha, conto contigo para divulgar a necessidade da manutenção do diploma, tão essencial para a construção de nossa democracia. Critério, seriedade, técnica e intelectualidade acadêmica são essenciais para nosso suporte. A sociedade não merece tamanho desprezo. Como pode 8 x 1? Há algo errado, não?
    Forte abraço.
    Huda

  • Alessandra Quintanilha diz: 24 de junho de 2009

    Olá, Martha. Estou aqui pra dizer que amo todos os seus textos, principalmente os de domingo, no jornal O Globo. Esse ano presto vestibular e tentarei comunicação social-jornalismo- e letras. Me identifico muito com seus textos. Parece que são escritos (in)diretamente para mim.. Será que posso te dar uma sugestão de texto?! É que como vou prestar vestibular, ando muito nervosa e queria algo pra ler “nas horas em que mais precisar”. Me entende?! Desde já, agradeço.. Forte abraço.

Envie seu Comentário