Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Como controlar o ego?

03 de agosto de 2009 69

Voltei do Rio, e voltei inflada, não porque tenha comido muito, aliás, comi quase nada, e mesmo que houvesse continuaria magra, porque caminhei do Leblon ao Arpoador ida e volta, que pernada! 

*

Cruzes, eu sou melhor poeta do que isso… Desculpem as rimas cretinas, deixei que saissem no embalo, mas é só pra brincar com vocês. Essa introdução tola foi pra dizer que voltei inflada, sim, mas de afeto. Nesse último final de semana, meu ego teve que ficar sob rígido controle, porque senão explodiria. Todo mundo que pinta aqui no blog é hipercarinhoso comigo, mas hoje tenho que deixar um agradecimento especial aos cariocas, vocês são bacanas demais comigo. Obrigada!!

*

Cheguei sábado às 13h no Rio. Deixei minha sacola no hotel e em seguida a poeta Maria Rezende me resgatou e levou para a Casa Poema, da Elisa Lucinda. É um espaço cultural em Botafogo, supergracinha, decorado só com elementos sensoriais/sensitivos – Elisa também precisa de almofadas (quem andou me lendo recentemente, entendeu). Elisa!! Que mulher necessária. Que furacão de sentimentos. A escola da Elisa Lucinda deveria ser tombada, virar patrimônio histórico. Não é sensacional uma mulher dedicar a vida a ensinar os outros a ler poesia, dizer poesia, entender poesia e gostar de poesia? 

*

O que aconteceu lá foi um recital poético. Os alunos da Elisa disseram (lá ninguém “declama”) poemas meus. Havia muita gente. A casa é pequena e estava lotada.  Eu mal cabia em mim de emoção. O grupo de alunos era heterogêneo, tinha desde uma garotada nova até pessoas de mais idade, e as profissões, várias: servidor público, oncologista, professor… Todos dizendo poemas meus com uma competência comovente. Tinha poema ali que eu nem lembrava de ter escrito, em muitos momentos fui inédita pra mim mesma, e me surpreendi surpreendida!! Foi lindo demais, até porque eu sabia que muita gente ali na plateia nem desconfiava que eu iniciei minha carreira literária com poesia, só me conheciam das crônicas, então foi uma tarde de revelações para todos.

*

Na primeira fila, quem? Regina Duarte!! Caramba, eu cresci assistindo essa atriz na tevê. Alguém aí se lembra da Simone da primeira versão de Selva de Pedra?? Claaaro que não, eu sou a única dinossaura desse blog. E da viúva Porcina? E de tantos outros papéis memoráveis? Pois essa mulher estava ali sentadinha naquele sábado à tarde para ouvir meu trabalho e me conhecer pessoalmente. E teve o desplante de me dizer: “eu sou tua fã”. Mas o que é isso? Vamos botar ordem no galinheiro: Eu é que sou tua fã, Regina!!! 

*

A Beth Carvalho estava por lá também. Uma simpatia. Brinquei com ela. “Pô, meus poemas já deram rock (Nenhum de Nós, Frejat…). Tá na hora de eu virar um samba!!!”

*

Foi tudo tão ameno, tão divertido, tão afetuoso. Mas voltemos à Elisa. Ela me deu de presente o livro que registra o encontro que ela promoveu, na mesma Casa Poema, com o escritor Rubem Alves. Quer fazer uma boa ação pra você mesmo? Compre esse livro e o devore! Foi o que eu fiz no dia seguinte, domingo. Grudei no livro. Sublinhei várias passagens. Fala sobre a relação equivocada que muitos têm com a literatura, e com a poesia em especial. Deixa claro como somos deseducados por professores que tentam nos ensinar sobre a vida de forma mecânica, quando a poesia teria tanto a contribuir em sala de aula. E o principal: o livro fala que é impossível a gente reter conhecimento quando não há emoção. Não parece óbvio??

*

Nome do livro: A poesia do encontro. Editora 7 Mares.

*

Aí no domingo eu me concedi um day off. Acordei cedo, o dia estava bonito, quente, e dei aquela caminhada quase militar de ponta a ponta do calçadão. Depois peguei um sol na piscina do hotel (o pessoal me hospeda bem…). E aí fui comer minha salada Gamberetti no Cafeína do Leblon. Não há vez que eu vá ao Rio que não coma a minha (percebam que me adonei) Gamberetti. E dei mais umas voltas e quando vi era hora de ir para a Casa do Saber para participar do encontro promovido pela Revista do Globo, em comemoração aos seus 5 anos de existência. Outra onda de afeto incrível. Muita gente por lá. O espaço também não era mega, poucos conseguiram entrar. Quem me entrevistou foi o Mauro Ventura, jornalista e filho do Zuenir Ventura, olha o currículo do moço. Foi um papo descontraído e regado a um bom vinho, coisa que não dispenso depois das 18h (começou às 18h10).

*

Eu tenho do que reclamar da vida?

*

Obrigada a todos que participaram e aos que desejaram participar, mas não conseguiram. Me senti prestigiadíssima. Agora, é voltar a trabalhar, que a vida não está ganha.

*

Beijosssss.

 

 

 

Postado por martha medeiros

Comentários (69)

  • Danielle Santos diz: 5 de agosto de 2009

    Oi, Martha!
    A única coisa que posso te dizer é: o Rio ama e admira muito os seus textos e a sua arte. Obrigada por fazer sempre o nosso domingo melhor!!! Você é a nossa almofada!!!

  • marília diz: 4 de agosto de 2009

    Ái.. que chuvarada de cultura, hein? Coisa boa! Se ficou admirada com o carinho dos cariocas por você, não imagina quantos fãs já arrumou desde que te descobri no começo da faculdade. Eu sou uma propaganda ambulante de você! hahaha beijos!

  • jéssica diz: 5 de agosto de 2009

    aaaaaai que maravilha!acabei de “descobrir” teu blog, sou mto fã do teu trabalho, e, se deus quiser, um dia vou ser metade do que tu és nessa profissão tão maravilhosa!

  • Roberta Soares Abranches diz: 6 de agosto de 2009

    Muito bom ler seus relatos humanos, Martha!Me senti pertinho de vc, já que não pude ir na casa poema… e sou ex-aluna…e moro pertinho… mas sabe aqueles dias em que todos os eventos acontecem e se trombam? pois esse foi o dia… rs enquanto vcs estavam dizendo poesias eu estava num samba comemorando outro aniversário! Fica prum próximo! abraços

  • Daiza diz: 5 de agosto de 2009

    Como sua grande fã, eu adoraria ter assistido o evento na casa poema. Mas não consegui entrar. Uma pena.

  • Mayane diz: 5 de agosto de 2009

    Leio MUITO os teus textos, e já recomendei para várias pessoas..eles são perfeitos e dizem exatamente o que nós precisamos ouvir na hora certa. PARABÉNS e te desejo cada vez mais e mais SUCESSO! Beijos

  • juliana ferreira diz: 5 de agosto de 2009

    Martha! claro que nao chego nem no dedinho mindinho do pé esquerdo de todas essas pessoas, mas quero dizer que seus textos me conquistaram, e so na cabeceira da minha cama tenho 6 livros seus e adoro todos eles!!!!
    Beijos de coração e parabéns pelo seu excelente trabalho!!!

  • Lia Lisandra Pellegrino diz: 5 de agosto de 2009

    Impossível! A sra é muito querida, muito lida, muito prestigiada, muito citada, muito apreciada, muito up! Presente nos maiores eventos literários do mundo, ganhadora de trozentos prêmios internacionais de vulto, futura cadeira na ABL. A biblioteca do senado americano tem uma sala inteira dedicada à sua obra magnânima. Seu ego tem se ser inflado como um zepelim, pairando sobre PAlegre – para júbilo dos gaúchoooos! Paulo Sant`ana e a sra são os expoentes máximos da cultura gaúcha. Gostou??????

  • Claudia Valéria de Oliveira Pinto diz: 5 de agosto de 2009

    Olá, Martha,
    Infelizmente não foi desta vez que pude conhecê-la, mas não desistiremos.
    Até a próxima e obrigada pelo carinho com que também inflou o nosso ego de cariocas, rsrsrs.
    Um grande abraço!

  • Márcia diz: 4 de agosto de 2009

    Comentar??? Não. Vou apenas repetir o que todos nós, cidadãos do mundo, sabemos: você é fabulosa Martha!!! Em Erechim, Paris, Bangladesh, Rio… todos nos encantamos com sua escrita, todos nos sensibilizamos e todos amamos você!!! Anônimos ou famosos… somos seus fãs!!! Porque você é espetacular… Porque você merece ser reverenciada!!! AVE MARTHA!!! Bjo

  • CAROLINA DE SOUZA CRESPO ANASTACIO diz: 4 de agosto de 2009

    Participei no sábado do evento na Casa Poema… Foi realmente muito emocionante!!! Saí de lá com a sensação que tinha ganhado o meu dia e meu final de semana! A Martha e a Elisa são fantásticas e fazem com que todas nossas sensações sejam sentidas a flor da pele… Com certeza vou ser aluna da casa poema e deixar que todas as sensações boas tomem conta de mim cada vez mais!!! Um grande beijo e parabéns pelo trabalho que contagia a todos!!!

  • marlene oliveira diz: 3 de agosto de 2009

    Só quem não te conhece é que te compra (brincadeirinha).Por acaso, nos gaúchos não te prestigiamos e adoramos?Estou com ciúmes dos cariocas.A tua humildade é que te impede de reconhecer a importancia que tens para a literatura gaúcha.Em qulaquer lugar que fores serás reconhecida como a melhor.Parabens Marta, tenho muito orgulho de ti e por ti.bjs

  • Nixon Malveira diz: 3 de agosto de 2009

    Caríssima Martha,
    Nós cariocas amamos as gaùchas (as vezes nos quebramos por isto, mas aí é outro assunto..).
    Também achamos que o regional é universal e poesia é isto, flui como seiva na planta, como àgua do rio.
    O Amor á literatura , também passa por bons professores que trazem o estímulo à criançada. Temos o dever, de incentivar a todos o gosto pela leitura e em conseqëncia disto, também a escrita. A palavra, cantada, falada e escrita revela a nossa diferenciação em relação …..

  • isabella diz: 4 de agosto de 2009

    (eu ainda,rs)de varias coisas,mas rejuvenesceu. que a mudanca rejuvenesce nos deixa mais leves… mas agora nao lembro o nome do texto,ai,ai! Estou sem meu livro aqui e me arrependo de nao ter trazido!!! Esse negocio de peso de bagagem..acabei deixando ele em Vitoria. Bem, e isso, continue nos enchendo de alegria com seus textos.Ah!e Elisa Lucinda e capixaba! Nao e pra encher qualquer um de orgulho?Li o texto que vc falava encontro em Vitoria e fiquei toda boba:eu era uma das jornalistas! Bjos!

  • vera diz: 4 de agosto de 2009

    Querida Martha: Vc é merecedora de todo o carinho que recebeu.Que ele sempre chegue até você no formato de gente bacana. Fiquei com uma curiosidade: qual é o hotel que te trata tão bem no Rio? Por favor, me indique. Beijo grande,Vera

  • Thereza Ferreira diz: 4 de agosto de 2009

    Querida Martha,
    estive no domingo lá na CASA DO SABER e divulguei q vc estaria lá no domingo.
    Foi maravilhoso vê-la, me inspiro muito em vc! Estou sempre postando seus escritos no meu blog.
    postei 2 poesias minhas lá tb, se puder, dê uma olhada, seria uma honra!
    Volte logo ao Rio, te adoramos!
    Bjs,
    Thereza

  • isabella diz: 4 de agosto de 2009

    como falo (escrevo demais) meu post nao coube no espaco,claro.Continuando… Por favor! Queria muito saber! Pode me responder qndo tiver um tempinho?
    Bem no dia do bate papo da Casa do Saber no cinema do Shopping Vitoria, comentei com vc sobre um texto que falava sobre mudancas e na hora vc disse que nao sabia se era de sua autoria, esses textos que mandam por e-mail que poderia nao ser seu,mas descobri que e seu mesmo. E esta no livro Doidas e Santas.fala que sua mae mudou de ape, desfez…

  • Magda Carlos diz: 3 de agosto de 2009

    Oi,Martha!

    Contei nos dedos a hora de chegar esse fim de semana para participar dos eventos. Você veio ao lado da minha casa e eu não pude participar (affe!!!!).

    Só me resta a Bienal. Vou dizer que estarei fora do Rio, só assim nenhum imprevisto vai me impedir de participar de mais um evento com você.

    Fiquei muito lisonjeada em saber que os cariocas sãolegais com você. Nossa fama não é muito boa no restante do país, hehe.

    Muitos beijos e parabéns!!!

  • claudia leocadio diz: 3 de agosto de 2009

    Oi Martha!!
    Estou saboreando Doidas e Santas.
    É tão prazeroso lê o que Tu escreve.
    Estou no momento muito especial na vida…Que bom poder dividir contigo através da leitura.
    Fostes minha companhia numa viagem que fiz à Fortaleza, ao sabor do vento e do mar saborei as tuas verdades através do livro. Identificação total
    Bjos

  • Renata Arantes diz: 4 de agosto de 2009

    Martha, foi mais que um prazer assistir e tentar de forma atrapalhada, talvez, participar daquela conversa gostosa sobre todas as coisas (rs). Só para dividir com você uma outra conversa que teremos aqui no Rio e que você iria com certza -http://oglobo.globo.com/blogs/prosa/#210119. Bem, não posso perder…você indicou, eu amei e prometo falar um pouquinho sobre isso com você…bju da mineiroca RÊ!

  • Juliana diz: 3 de agosto de 2009

    Martha, eu tb sou do tempo da Simone da Selva de Pedra e da viúva Porcina,rs..só vc mesmo para me fazer rir…
    Mas olha, nada de modéstia, vc é tão talentosa qto esses artistas que hoje te admiram, nós teus fãs é que tiveram o privilégio de te conhecer um pouco mais cedo, hoje vc está vivendo todo reconhecimento que mereces, pq sempre escreveu com a alma e o coração, aproveite tudo que tens direito,ok?
    Bjos dessa fã que a anos te acompanha.

  • Mariana Chaves Oliveira diz: 3 de agosto de 2009

    Querida Martha,
    vcoê recebe tudo isso que recebeu no Rio de Janeiro e muito mais.
    Ah…consegui ver o filme Divã, maravilhoso! E o livro já virou marca registrada de todos os presentes que dou.
    beijo pra vc!!!!!!!
    Sua fãzona… Mariana

  • ivan diz: 4 de agosto de 2009

    Elisa é tudo de bom… e aqueles olhos cor de mel… Adoro ela. PEna que quando estive no rio, ainda não estava em cartaz. Quem sabe vem pra cá… esta terra distante…

  • Sah Norbim diz: 4 de agosto de 2009

    Que honra! Sou a 1ª a comentar aqui esta semana. Eu confesso que sempre venho ler teu blog, mas nunca comentei. Não sou nenhuma Regina Duarte, mas sou tua fã tá!!!!
    Bem, eu tb me formei em publicidade, à 2 anos atrás, e trabalho numa produtora de eventos. Amo a redação, e é meu sonho de consumo me tornar uma redatora boa, escrever tão bem como você. Pelo que leio seu, e não começei minhas leituras aqui no blog, vc escreve sobre tudo! És sensacional. To tentando aprender…Leia-me por favor! Bjs

  • Keila diz: 4 de agosto de 2009

    Martha como vc é fantastica! Você sabe como falar as coisas de uma maneira MARAVILHOSA, incrivelmente sedutora a ponto de prender as pessoas quase que literalmente com tanto requinte! Sou sua fã!

  • Luana diz: 4 de agosto de 2009

    Bom dia !

    Que bom .. tu merece , está colhendo o que plantou em todos estes anos ..
    Beijos
    Luana

  • Patricia Rodrigues diz: 4 de agosto de 2009

    Oi Martha,
    Fico aqui torcendo para que as “Paulistada” se comova e promova um encontro tão agradável qto o que tivestes com os Cariocas e claro que eu Gaúcha possa estar presente.
    Um beijo!

  • Nina Monteiro diz: 3 de agosto de 2009

    Você merece!
    Mil beijos

  • Karla Lima diz: 3 de agosto de 2009

    Que delícia essa estadia no RJ, hein Martha?! A propósito, você estará em Recife no dia 18/08? É neste dia, durante o “festival recifense de literatura”, haverá no auditório da Livraria Cultura a palestra “A letra e a voz de Martha Medeiros” e claro, estarei na primeira fila. Abraço!!!

  • Jeferson Batista diz: 4 de agosto de 2009

    Espero que tu nunca se mude para o Rio de
    mala e cuia…..Martha Medeiros e nossa!!!

  • Ítalo Puccini diz: 12 de agosto de 2009

    que legais estes teus relatos, martha.

    muito bom lê-la, sempre.

    sou, sim, fã seu. tenho diversos dos seus livros. e “divã” eu já li nem sei quantas vezes. rs…

    voltarei para cá.

    grande abraço!

  • sonia cristina diz: 4 de agosto de 2009

    Com certeza você merece tudo isso. Pena que ainda não foi desta vez que pude conhecê-la pessoalmente. Parabéns pelo sucesso!

  • Graziela Martins diz: 4 de agosto de 2009

    Marta, uma pena imensa eu não ter podido ir também neste encontro no sábado (bem provável que eu não teria conseguido entrar também, mas…). Mas estou aqui para dizer que eu sou muito fã de duas mulheres “necessárias”: você e Elisa!
    Domigno eu fui pela terceira vez assistir a Elisa no teatro! Todo domingo eu leio as suas crônicas e por diversas vezes eu recorto e as guardo na minha agenda. Vocês são inspiração. Pra mim, vocês são eternas. Pode ficar inflada, vc merece!
    Beijos com carinho, Gra

  • Deise Lanot diz: 4 de agosto de 2009

    Martha, adorei te conhecer. Não consegui te assistir, mas obrigada pela foto! Da próxima vez que vier ao Rio avisa no blog que irei chegar bem antes. Eu como gaúcha morando aqui, confirmo que o Rio é tudo de bom e tu merece toda essa admiração dos cariocas!!!!

  • Lucia diz: 4 de agosto de 2009

    Martha querida, vc merece cada elogio, cada homenagem porque vc é excelente escritora e uma amabilíssima pessoa! Quando fala na Regina, lembrei da vez que pedi para tirar uma foto contigo e vc prontamente atendeu, aí eu agradeci e vc também me agradeceu… Eu pensei: como assim? A fã sou eu! A Martha me agradeceu? (rimou!!) Beijos e muito mais sucesso, sempre!

  • Rê Brito diz: 4 de agosto de 2009

    Martha te conhecer foi um luxo.. ouvir os alunos da Elisa falar seus poemas mais luxo ainda. Sábado sai da Casa Poema renovada…. cheia de poesia na alma e no coração.
    Sinceramente em um pais tão sem referências tenho orgulho de ser fã de uma escritora. Ser fã de quem vive das palavras. Existe luxo maior do que este?
    Olha não se esqueça da sua promessa viu? Queremos um livro novo de poesias.. e por favor lance ele na casa poema.. os cariocas agradecem ;-)

  • Eduardo Haak diz: 4 de agosto de 2009

    Hello, moça.
    Tudo certo?
    Como desconfio que sua caixa de e-mails sempre está transbordante, vim dar uma bisbilhotada no seu blog e informá-la por aqui que também aderi ao formato. Quando der, vá lá dar uma espiada.

    http://eduardohaak.blogspot.com/

    Beijo!

  • Bruna diz: 4 de agosto de 2009

    Oi, Martha!
    É uma pena meeesmo pra quem não pode estar lá, eu ia adorar… se eu não morasse tão longe. Estou sempre por aqui, (te lendo).
    Um beijo.

  • Avner Posner diz: 4 de agosto de 2009

    Eu sabia que ia ser torturante, mas não sabia que seria tanto, ler sua atualização do blog. Estou me martirizando desde domingo quando, por causa de um imprevisto, não pude
    comparecer a Casa do Saber. Me coço por saber que o evento foi bom e por saber só agora da sua participação na Casa Poema, porque além de acompanhar suas crônicas tenho como livro eterno de cabeceira “cartas extraviadas e outros poemas”. Agora conto os dias pra Bienal. Obrigado por ser uma das minhas almofadas.

  • Bethania diz: 5 de agosto de 2009

    Oi, Martha!Passei para expressar meu afeto por você! Li Divã e adorei! Estou lendo Doidas e Santas (cuidando em marcar as partes que quero reler para algumas pessoas) e entre estas leituras, passei a acompanhar seu blog. Você resgatou a “leitora” que existe em mim, sinto cumplicidade com suas idéias. Você é uma pensadora atual que aquieta muitos de meus sentimentos e ressuscita outros. Pena que 500 caracteres não serão suficientes para esta “conversa”. Vc tem razão de ter o EGO assim! beijos

  • Eneida Braga diz: 7 de agosto de 2009

    Tive a sorte de estar presente ao inesquecível encontro da Casa do Saber, assistindo na primeira fila.Me deliciei com a sua encantadora simplicidade! Você disse que não era muito reconhecida aqui no Rio, mas está enganada. Os cariocas tem como padrão de comportamento não assediar famosos em lugares públicos, mesmo o que mais admiramos.Sua coluna no domingo é sucesso total, a mais comentada, procurada e admirada. Você é a tradutora do que vai na nossa alma e não conseguimos por em palavras.

  • Vera Passos diz: 6 de agosto de 2009

    Faço parte da Escola Lucinda de SSA, e imagino que esse encontre vc e ELisa deve ter pegado fogo. Teria repetido sua poesia que outro dia falei: “minha amiga tem debaixo do colchão/ marco alemão/ eu tenho mais que dinheiro/ em cima do colchão/ um brasileiro!”. Alguém gritou: “um baiano”! Ao que acrescentei “e com muita pimenta!”. Para um funcionário do Consulado de Pt, eu a disse e depois mudei pra…salário do mês/e bom português (só nós sabemos que nesse caso só dá pra fazer um pão francês!)

  • Cinthia Lima diz: 4 de agosto de 2009

    Martha querida,
    estou de volta a minha vida normal depois de dias em SP, com isso, estou de volta ao seu blog que eu tanto adoro!!!
    Adorei o post, “invejei” seu sábado tranquilo e gostoso. rsrsrsrsrs
    Você vai mesmo em agosto à Recife?
    Confirma a data e o local do evento, quero muito comparecer, mas preciso me organizar.
    Beijão, Cinthia.

  • Pedro diz: 4 de agosto de 2009

    Estive na palestra que foi ótima para um final de domingo, parabéns pelo seu trabalho.

  • Thais diz: 5 de agosto de 2009

    Martha, parabéns pelo sucesso, parabéns pela matéria na revista da Bob Store e quanfo achar um tempinho, comente sobre o livro Planisfério Pessoal, pode ser? Estou meio insistente, mas gosto demais das suas opiniões sobre os livros lidos.
    Obrigada e um beijo,
    Thais

  • Dri diz: 5 de agosto de 2009

    Você merece tudo isso…
    Beijos da fã assumidésima…
    Dri..

  • Rayanna Sotero diz: 4 de agosto de 2009

    marthaaa,vc eh uma fofa, adooro seus livros! parabéens! bjoos

  • Lisandra diz: 6 de agosto de 2009

    Martha,
    tu não tem noção do quanto eu me emociono “ouvindo” tuas façanhas Brasil afora! Eu não canso de dizer que de todos os seres humanos do mundo, se eu fosse obrigada a escolher um só pra ser igual, te escolheria! Então quando te vejo crescer e brilhar cada vez mais, é como se um pouco de mim estivesse crescendo e brilhando também. (Dá pra entender?! Acho que não, né? Mas não tem problema! Existem sensações inexplicáveis, mesmo!)
    Beijo e parabéns!

  • Sabrina diz: 20 de agosto de 2009

    Oi Martha. Não andei te lendo recentemente, mas gostaria de entender a história das almofadas. Se puderes me mostre o caminho que vou atrás.
    bjs

  • maran da motta frança diz: 9 de setembro de 2009

    A chamada de capa da sua coluna em ZH,não seria:”Temos gasto muito…..e não “gastados muito…conforme publicado.maran da motta frança.

  • Renata diz: 4 de agosto de 2009

    Oi Martha, tudo bem? Nós que agradecemos pela sua passagem aqui no Rio! Sua simpátia e seu alto astral nos encantou. Já te admirava pelo que escrevia, pessoalmente fiquei mais encatada ainda. Depois de tantos dias de chuva e céu nublado, um domingão de sol e um fim de tarde com Martha Medeiros de frente pra Lagoa é para reabastecer de energia para a semana inteira.
    Muito obrigada pelo autógrafo no meu livro.
    Grandes beijos e volte SEMPRE
    Renata

  • Luci Verônica diz: 3 de agosto de 2009

    Olá Martha! Tudo o que é feito com amor e dedicação, o resultado não é outro se não esse que tu recebeste no Rio.PARABÉNS!!! SUCESSO SEMPRE!!! Pois é muito merecido! Beijos e uma ótima semana!

  • Daniel O. Guichard diz: 4 de agosto de 2009

    Que bom saber que foste prestigiada também por lá, Martha. O prestígio é mais que importante, pois na medida certa serve como inspiração. Fico feliz que tudo correu bem na viagem.

    Grande abraço.

  • Cássia Franco diz: 5 de agosto de 2009

    Oi Martha! Só vim deixar um recado para tornar pública a minha admiração pelo seu trabalho! Sou universitária, tenho 21 anos e descobri seus textos em um site, há pouco tempo! me apaixonei pelo seu modo de escrever!pela sua personalidade!e sempre acompanho seu blog!Já compartilhei seu trabalho com várias amigas minhas e com as minhas irmãs! todas adoraram! Sucesso pra vc, sempre! Beijos !

  • Marco Severo diz: 4 de agosto de 2009

    Só tenho uma coisa a dizer: ai que inveja dos cariocas.

  • Natália diz: 4 de agosto de 2009

    Parabéns! Tu mereces! És uma grande escritora!

  • fabiola mellado diz: 4 de agosto de 2009

    Não segure seu ego, voce merece!

    e planos para vir a sao paulo, alguma coisa em sua agenda?

    bjs
    Fabíola Mellado

  • Aline de Melo Pires diz: 4 de agosto de 2009

    Martha,
    sinto-me tua fã duas vezes, carioca e gaúcha! Nasci no Rio, mas cresci aqui no RS, foi aqui que conheci teu trabalho e aprendi a valorizar o que esta terra linda produz, mas, ao mesmo tempo, estou orgulhosa ao ver como meus conterrâneos te recebem bem e com todo o calor que mereces! Parabéns por estes dias lindos em terras cariocas e seja sempre bem vinda, aqui e lá! bjo

  • Gaby diz: 4 de agosto de 2009

    Bom dia! Este post está especial pra mim! Amo o Rio!
    Não tem como não amar este lugar, em março tive a oportunidade de conhecer, depois disso já voltei +2 vezes! Deixei um bom motivo por lá.. rs E tb já posso me “adonar” da Bureka do Cafeína, qdo puder experimente a de queijo-minas, geralmente vou no de Copacabana. Na minha ultima viagem fui ao Circo Voador e vi um Show da Beth Carvalho… Demais! Amo samba! A TAM está promovendo vários shows toda 6ªf. até Out. Um beijo Martha!

  • Luciana diz: 4 de agosto de 2009

    Ah, Martha…Que alegria ler vc falar bem do meu povo…Que orgulho que eu tenho de ser carioca…E este carinho todo vc merece…Só mês passado, dei de presente pra três amigas aniversariantes três livros seus…Adoro!
    Comprei um livro de poesia seu e ainda não li…
    Queria tirar uma dúvida contido…é verdade que vc escrevia sobre astrologia há anos atras no site Terra?
    Boa semana e um grande abraço…

  • Eldara Leite Alves diz: 6 de agosto de 2009

    Querida Martha é muito bom ser valorizada ser reconhecida e tenho certeza que as manifestações de carinho contigo são verdadeiras pois acho que não caiu “tua ficha ainda” que és tudo e mais um pouco, beijos te adoro

  • Rita diz: 4 de agosto de 2009

    Oi Marta!Adorei o encontro do último final de semana na Casa do Saber.Vc é uma mulher muito sensível, criativa e articulada.
    Aqui, no Rio, faço parte de um grupo chamado “Libélulas”, constituido de mulheres e um homem(médico, psicanalista) rsrrss.Uma vez por mês nos reunimos para discutir e refletir sobre vários assuntos. E num desses encontros o assunto foi MARTA MEDEIROS rsrrs. Lemos algumas crônicas tuas que deu margem a troca de idéias e reflexões.Sou musicista(cravista) e professora.Bjs

  • Ipanêmicoroxo diz: 4 de agosto de 2009

    Bah, adorei a dica do livro e parabéns por tudo que ti aconteceu no Rio, tu mereces!!! E ae Martha, vais no show do Roberto em Porto…

  • Tais diz: 3 de agosto de 2009

    Dá pra sentir na pele o afeto descrito em tuas palavras. Parece que estamos lá assistindo junto com você. Impressionante sua maneira de tocar com palavras.
    Beijos!

  • Vera Andreatta diz: 5 de agosto de 2009

    oi Marta, parabéns pela tua sensibilidade. Também concordo, como professora de literatura, que a poesia deve estar presente sempre nas salas de aulas, o mundo seria outro, sem mecanismos de aulas decoradas e sem graça. Obrigada pelas tuas palavras. Sou tua fã. Abraços. Vera

  • KASSANDRA LACERDA SOARES diz: 4 de agosto de 2009

    Olá Martha !!!! Quem faz literatura como vc tem mesmo é que ser reverenciada e calorosamente aclamada, pois a faz muito bem. Coisa para poucos e raros hoje em dia !!!! E será que ainda teremos a honra de tê-la por aqui ? A viagem ao Recife ainda está na sua agenda para agosto ? Estamos ansiosos pela confirmação !!!! Dê notícias !!! Gde abraço.

  • Allê Barbosa diz: 5 de agosto de 2009

    AAAAmoooooooooooooo Rubem Alves!! Não conheço alguém que fale com tanta simplicidade e que nessa naturalidade as palavras penetrem tão fundo!

  • VANESSA diz: 5 de agosto de 2009

    QUE BACANA MARTHA!!!REFLEXO DO SEU TALENTO QUERIDA!!!VOCÊ MERECE MUITOS E MUITOS APLAUSOS!!!E POR FALAR EM SIMONE DE SELVA DE PEDRA, EU ADORAVA NA SEGUNDA VERSÃO COM A FERNANDA TORRE, VI APENAS A REPRISE DA PRIMEIRA,A REGINA DUARTE É A ETERNA NAMORADINHA DO BRASIL!! A VIÚVA PORCINA É INESQUECÍVEL,COMO A LUANA CAMBARÁ QUE VIRAVA A PRISCILA CAPRITCHE…AH ESSAS NOVELAS ERAM BOAS… SUCESSO SEMPRE!!!BEIJÃO!!!

  • isabella diz: 4 de agosto de 2009

    Ei Martha. Tudo bom?Sou uma das jornalistas que participou com voce do bate-papo da Casa do Saber em Vitoria. E desde aquele dia nao paro de ler seus textos. Amei o livro que comrpei la e tenho autografado “Doidas e Santas”.Devorei e sempre recomendo!Maravilhosas as suas cronicas.Estou morando em Londres ja ha 5 meses e devo ficar por aqui ate inicio ano que vem.Recebo sempre a atualizacao do seu blog e fiquei curiosa,que musica sua virou rock na voz de Frejat e Nenhum de nos? Por favor!!!

Envie seu Comentário