Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Carnaval na Sapucaí

17 de fevereiro de 2010 41

Olá! Depois de quatro dias de sol a pino, voltei do Rio 40 graus, que continua uma cidade maravilhosa apesar da imundície deixada pelos blocos de rua – é carnaval, queria o quê. A cada manhã, os garis faziam o que podiam para recolher os vestígios de uma turma interessada apenas em se divertir sem censura. Eram centenas, milhares de pessoas com algum adereço no corpo a título de fantasia, circulando por Ipanema e Arpoador, fechando o trânsito e soltando a franga. Um Rio parecido com Salvador, porém um carnaval de rua mais livre, sem abadás, sem cordas, sem trios, cada um seguindo à toa o seu caminho e encontrando a sua turma. Uma alegria genuína, uma muvuca sem transtornos, a paz esteve convosco, conosco, com todos.

*

Praias lotadésimas. O Arpoador estava impossível. Um inferno de tanta gente. O paraíso foi São Conrado, onde se podia abrir um guarda-sol sem invadir o território do vizinho. As asas-delta seguem sendo a atração do Pepino,a faixa de areia para aterrisagens mais parece o aeroporto de Congonhas, tem até “controlador de voo” para organizar as descidas sucessivas. Um dia ainda faço um voo duplo, se tiver coragem. A vida é só uma, dizem.

*

Sabe o que eu nunca deixo de fazer quando vou ao Rio? Comer uma salada gamberetti no Cafeína. Tem vários desses bistrôs espalhados pela cidade, mas eu sempre vou no do Leblon, em frente à livraria Letras e Expressões. É um prato gostoso, farto e acessível. Virou minha mania carioca.

*

Ok, chega de papo furado. No domingo eu assisti aos desfiles pela tevê e quase cometi autoflagelo por não fazer minha estreia na Sapucaí no dia da abertura do Carnaval 2010. Dava tudo para ter assistido ao vivo a comissão de frente da Unidos da Tijuca. E a passagem da escola toda, claro. É campeoníssima, e escrevo isso antes da apuração. Se não der ela, será a campeã moral de qualquer jeito.

*

Na segunda-feira, eu e meu namorado fomos até o Jockey Clube, onde uma van levava os convidados do camarote da Devassa para o sambódromo. Organização nota onze. Já estávamos com nossos crachás e camisetas devidamente customizadas. Chegamos cedo, quando o camarote ainda estava vazio. Quando entrei na área livre que fica no térreo e dá acesso à avenida, a emoção foi  demais. Estava ali naquele lugar que tantas vezes havia visto pela tevê, e que de repente se tornava real. O público já estava empolgado, mesmo faltando ainda uns 20 minutos pra começar. Era possível ouvir alguns instrumentos sendo afinados, a excitação tomando conta, e não demorou para vermos os fogos de artifício avisando que seria dada a largada para o espetáculo. Corremos para o primeiro andar e deu tempo de sentar no peitoril e assistir, literalmente, de camarote: a visão do alto foi nosso primeiro impacto, e a Mocidade iniciou arrasando. A escola estava linda. O luxo das fantasias é algo que impressiona, e o áudio da avenida não te deixa ficar parado, especialmente quando passa a bateria. O camarote começou a encher e a gente nem notava, só tínhamos olhos para o festival de cores e brilhos na nossa frente. De repente alguém bateu no ombro do meu namorado pedindo pra chegar um pouquinho pro lado pra poder se acomodar ali no peitoril também. Era a Fernanda Torres! Só então nos demos conta de que estávamos cercados por um mar de celebrities. Parecia a filial do Projac. Flavia Alessandra, Deborah Bloch, Paulo Betti, Maria Fernanda Candido, Luciano Szafir, Otavio Muller, Maria Paula, Christine Fernandes, Marcelo Serrado, Max Fercondini, Barbara Paz, Guilherme Weber, Paula Lavigne, Luis Fernando Guimarães, Paula Burlamarqui, Vera Zimmermann, Bruno Mazzeo, Martinália, Nivea Stelmann e grande elenco. Ali pela meia-noite, claro, surgiu a loira devassa, garota propaganda da cerveja, Paris Hilton. Segundo Regina Casé, ela é a cara da Lady Kate, do Zorra Total. Não sei, não sei… a loira é bonita, mas além de bela e rica, o que mesmo ela faz? Ficou num cercadinho vip e mandava beijos e abanos para o público como se fosse uma miss… Meio patético, mas justiça seja feita: o comercial que ela gravou para a cerveja ficou bacana à beça.

*

No térreo, o camarote era composto por uma sala com pista de dança e palco para show – lá pelas tantas rolou um pagode com um grupo que não vou saber dizer o nome. E uma área ao ar livre que dava pra avenida, dali assistimos ao terceiro desfile, o da Portela – que estava linda e tecnológica! É outra perspectiva assistir a escola passar estando no mesmo nível dos passistas, ver os carros de baixo pra cima, enfim, a imponência toda. 

No segundo andar do camarote, uma tevê de tela plana transmitia o desfile em 3D. Óculos eram distribuídos e o efeito era sensacional. Havia um buffet com frios, sanduichinhos e massas – e Devassa rolando livremente, bem gelada. Água de montão também, senão como segurar a onda? E, claro, a sacada, de onde se tinha uma visão aérea da ferveção na avenida.  

No terceiro andar, a área vip da princesa e outro buffet. O ambiente inteiro do camarote foi decorado em tons de vermelho intenso. Paredes, chão, cortinas, banheiros. Um espaço homenageando a luxúria, como o nome da cerveja invoca.

Segurança total, garçons competentes, pessoal educado, plateia festiva e bonita, programa família. Nem um escandalozinho…

*

Se eu gostei? Demais. 

Se voltarei? Olha, é meio-dia e nem sei direito o que vou almoçar, então como planejar o futuro? Talvez sim, talvez never more, a vida vai decidir por mim. O que importa é que foi uma noite diferente, e por mais que o carnaval tenha se tornado uma indústria que envolve muita grana, a verdade é que o samba, astro principal da festa, segue dando as cartas. Sem ele, não há carnaval. 

*

Volto em breve!

Beijos!!

 

 

Postado por martha medeiros

Comentários (41)

  • Alan Barros diz: 18 de fevereiro de 2010

    Martha! Passei o carna, no descanso total. Joguei tudo pro alto, e fui pro meio do mato, pro meio do mato mesmo. Não levei ceLULAr, laptop, nada de tecnologia, e há de me espantar: não levei e não precisei de meus cigarros. Que maravilha, passar o dia diante de um sol ardente, com família querida, caipirinhas feitas pelo “velho“, cheirinho de mato, e ainda com o privilégio de acordar com os cantos dos pássaros. Não tem preço que pague! Você com o calor humano, e eu com o calor da natureza BJO

  • Cristina diz: 23 de fevereiro de 2010

    Olha Marta…morri de inveja! Se por acaso fores convidada pra algum camarote no ano que vem e não quiseres ir, aceito a doação.É meu sonho…um dia ainda realizo. Beijos.

  • Karine Smith diz: 17 de fevereiro de 2010

    Inveja não é o meu nome, normalmente, mas depois de ler o seu relato devo admitir que bateu um sentimento que pode ser descrito como tal!

    Sou Carioca e moro na Irlanda , e ainda me perguntam se eu amo mesmo meu noivo, bem, troquei Carnaval por panquecas, o que você acha? hahaha

  • Taynná Monteiro diz: 20 de fevereiro de 2010

    Ah, um dia eu conhecerei o Carnaval carioca!! E talvez a Paris Hilton e todo esse elenco global também… E lógico, a dona do blog! Porque no meio daquele monte de gente, aposto como você se fez notar!
    Torci horrores pela Tijuca, ainda não consegui entender o que foi aquela comissão de frente!!

    Beijo!

  • Sandra diz: 21 de fevereiro de 2010

    Guria, q sumiço é esse do blog!

    Já li umas 10 X esse último da Sapucaí…rs.

    Bom, se é pq anda namorando, passeando, eu aceito essa ausencia tãooo prolongadaaa!rsrsrs

    BjS

  • Liz Dantas diz: 18 de fevereiro de 2010

    Adorei tudo que você contou…mais fiquei curiosissíma quanto ao Grupo de pagode que você,viu tocar.
    Beijão

  • Eneida Marques diz: 21 de fevereiro de 2010

    Marta! Como dizes no carnaval rola muita grana… tem o lado comercial e outros … Mas, tem um lado que eu admiro muito, que é o da organização social das comunidades envolvidas com o carnaval. O carnaval representa uma possibilidade de inserção social, cultural, etc, para pessoas que de outra forma estariam à margem. A escola investe na sua comunidade. A comunidade cresce por amor à escola. É uma relação sociológica muito importante para uma significativa parcela da sociedade brasileira. Abço,

  • Rita de Araujo Neves diz: 19 de fevereiro de 2010

    Pois é…Diferente de ti,estive na Sapucaí nas duas noites e assisti ao INESQUECÍVEL desfile da Tijuca! Por outro lado, tb “diferente de ti” fiquei na arquibancada do setor 4 e tenho a te dizer que ali não há nenhum glamour!Me deu vergonha daquele monte de gringos q estavam do meu lado e q tiveram de usar os banheiro imundos e abarrotados de gente! A impressão que dava era a de que a entrada era franca! De tão imundo e desorganizado que estava aquilo lá! É pena, mas isso a imprensa nunca mostra!

  • Fabiana diz: 19 de fevereiro de 2010

    Eu estava no interior e foi apenas a única escola que vi na a tv e somente a abertura. Eu disse na mesma noite: não havia visto nenhuma escola, mas com certeza a unidos ficaria entre as primeiras. Era muito espetáculo! Queria estar lá! com certeza.. deve ter sido prá lá de mágico estar na Sapucaí…. Valeu a Unidos!!!!

  • Cintia Caroline diz: 17 de fevereiro de 2010

    Martha acertou em cheio sobre a Unidos da Tijuca! Parabéns. Beijos

  • Mário diz: 17 de fevereiro de 2010

    O samba é o ar do carnaval. Só que o samba deveria ser cantado e não gritado; o grito de guerra é aceitável na entrada da escola, com fogos e agitação; na seqüência do desfile, cantado com pausas só para a bateria. Aliás, a Grande Rio fez isso muitíssimo bem, no recuo da bateria: sem grito, só aquela extraordinária harmonia do samba. Por falar em Grande Rio… Paola Oliveira, que espetáculo! A Paris Hilton deve ter ficado sem graça, ficou não? Aqui ela viu o que é uma mulher bonita. Abs.

  • Priscila Silva diz: 19 de fevereiro de 2010

    Nossa Martha, que delícia! Senti uma pontinha de inveja! Me arrepiei só de imaginar essa sua experiência! Show! Beijos, sua fã!

  • Debora diz: 18 de fevereiro de 2010

    Martha,
    estava ansiosa para ler sobre sua visão do Carnaval na Sapucaí. Que bom vc ter gostado!Como já li em uma de suas crônicas,vc mudou mesmo!Faz coisas jamais imaginadas antes.É isso aí, minha querida.VIVA!!!Seja feliz!!!Vc merece!!!Um abraço carinhoso!
    Débi/RJ

  • Deise Guimarães Mesquita diz: 19 de fevereiro de 2010

    Oi, Martha!
    É bacana ver/ler pessoas falando das coisas boas da minha cidade, ainda mais quando essas pessoas têm um calibre cultural como o seu… O Rio, que não é só violência, que tem carnaval bacana dentro e fora da Sapucaí, recantos incríveis, praias legais. A saudade ganha um jeitinho orgulhoso, quase chorei de alegria.
    Bjs… E obrigada!

  • Helaine diz: 18 de fevereiro de 2010

    Que delícia deve ter sido, hein? Mas bom mesmo seria encontrar a “Martha Medeiros” num lugar desses. Aprecio alguns dos artistas que estavam no camarote, mas fã de carteirinha mesmo, só de você, Martinha!

  • rafael pacheco diz: 17 de fevereiro de 2010

    Curiosidade apenas: Quanto era o Custo $$ do tal camarote ?

  • Grace Boeno diz: 17 de fevereiro de 2010

    Olá Martha!!
    Além de escritora, é vidente??
    Unidos da Tijuca venceu!!
    Beijos

  • Renata Reis diz: 18 de fevereiro de 2010

    Querida Martha, venha para o Desfile das campeãs.Desfilo na Unidos da Tijuca desde 2001,vivi os melhores momentos da minha vida carnavalesca lá na Família Tijucana, desfilei muitos anos na Bateria, agora venho em outro segmento.O samba de esquenta da Tijuca é assim: “O Dia vai chegar,vou tentar conter a emoção…o Dia chegou.Como carioca da gema, apaixonada por carnaval,digo:Ninguém pode deixar essa vida sem colocar os pés na Marques de Sapucaí,lá a “Grande Estrela” é o componente.Beijocas

  • vera varela diz: 17 de fevereiro de 2010

    Estava aguardando ansiosa a tua volta para poder compartilhar contigo o carnaval do Rio. Adorei!!
    Bjs, Vera

  • Aline diz: 18 de fevereiro de 2010

    Amei o relatório!!! É como se uma amiga estivesse me contando tudinhoooo!!!! Deu até vontade!!!

  • Lisiane Carvalho diz: 17 de fevereiro de 2010

    ÓLA Martha,sei que esse não é o melhor lugar mas preciso saber com vc como faço para vc autográfar um livro seu para mim,isso é um pedido que um amigo Paulista meu me fez…é um presente que ele quer muito ganhar..Por favor me ajude devo muito isso a ele.Bjusss fico no aguardo de sua resposta Lisi….

  • Érica Santos diz: 19 de fevereiro de 2010

    Achei muito interessante falar da sujeira que ficou por toda a cidade. É realmente um absurdo! Mas onde estavam as latas de lixos??? Acho q além de ser gasto uma fortuna com campanhas educativas deveriam ser instaladas latas de lixo e banheiros químicos suficientes para todos os foliões. Dessa forma, com certeza a cidade não ficaria tão suja.

  • Jonas Láercio Graffunder diz: 17 de fevereiro de 2010

    Uau Marta! Como é bom acompanhar toda essa empolgação e fascínio. Um dos meus sonhos é ainda assistir a um desfile do grupo especial do Rio. Mas por enquanto tudo fica no sonho, mas já é alguma coisa. Forte abraço!

  • Lisiane Carvalho diz: 17 de fevereiro de 2010

    ÓLA Martha,sei que esse não é o melhor lugar mas preciso saber com vc como faço para vc autográfar um livro seu para mim,isso é um pedido que um amigo Paulista meu me fez…é um presente que ele quer muito ganhar..Por favor me ajude devo muito isso a ele.Bjusss fico no aguardo de sua resposta Lisi….

  • Paulo Roberto Guedes diz: 19 de fevereiro de 2010

    Muito legal Martha Medeiros1! Um cara aqui do trabalho foi e ficou no camarote da Devassa, disse que estava tudo muito bom mesmo.

  • Eneida Marques diz: 21 de fevereiro de 2010

    (continuação) Sugiro q, em 2011, participes um pouco mais desta festa: desfilando e visitando as comunidades carnavalescas. A primeira, uma grande emoção. A segunda, uma grande lição de vida! Abraços, Eneida Marques

  • VALÉRIA diz: 18 de fevereiro de 2010

    OI! ACOMPANHO A MUITO TEMPO SEU BLOG.
    E SEMPRE FICO ADMIRADA E FELIZ COM SUAS POSTAGENS.
    NOSSA DEVE E CLARO FOI O MÁXIMO ESTAR NA SAPUCAÍ.
    AI DE MIM – UM DIA AINDA CHEGO LÁ!!!
    E POR CURIOSIDADE… ? VONTADE DE DESFILAR NÃO TE DEU???

    BEIOJOC@

  • edilson diz: 17 de fevereiro de 2010

    Querida Martha:

    Que bom que o seu carnaval foi tão animado e estimulante. Adorei o texto “Aristogatos”, realmente os gatos são criaturas adoráveis apesar de conservarem o ar esnobe, meio blasé…rs
    Quando puder visite meu blog ok?
    http://www.lua2gatos.blogspot.com
    Beijoooo.

  • Nathi Hecz diz: 17 de fevereiro de 2010

    Martha My Dear, bem-vinda de volta! Ah, que legal teu post! Deve ter sido muito bom poder assistir às escolas de perto. Vi algumas no domingo e na segunda, estava realmente lindo. Na transmissão de segunda apareceu a Fernanda Torres no camarote da Devassa, sendo entrevistada. Achei bonito o espaço. Obrigada por dividir conosco teus passeios, é sempre um prazer lê-los! Um beijão!

  • Fleur diz: 18 de fevereiro de 2010

    Olha… teu post tá tão tão, que me deu uma quase vontade de sair da toca e começar a frequentar lugares com gente.

  • ana paula diz: 17 de fevereiro de 2010

    sempre passo aqui mas nunca comento….
    ;x

    Adoro ler o que você escreve!
    :))
    beijao vc é ótimaa!

  • Samy da Driii diz: 21 de fevereiro de 2010

    Boa tarde. Enfim, acabou o horário de verão e poderei acordar junto com o galo (e não ser atormentado por acordar antes dele). Bem, pelo visto vc “caiu” no samba e ainda nema cordou da “ressaca” de risos e alegrias. Só passei para deixar registrado que fiquei muito feliz por achar esse “blog” de sua autoria, mas poxa, vc poderia ter me dito pelo email qdo disse que minha “navolada” é sua fã. Mas, creio que sua timidez te impediu de o fazer. Abraços e qdo (se) vier a Vitória-ES, POR FAVOR, avise!

  • karina diz: 19 de fevereiro de 2010

    conheci seu trabalho via BBB (pode rir). comprei TODOS os seus livros… adotei “O Grito” como texto de cabeceira…
    Você sempre indica livros, filmes… como não gosto de Carnaval fui ver um filme que acho que você gostaria: A FITA BRANCA…

    fica a dica! beijos e parabéns pelo trabalho!

  • Mariana diz: 19 de fevereiro de 2010

    Martha, não teve crônica na última quarta-feira, na Zero Hora?

  • Gustavo Quadra diz: 18 de fevereiro de 2010

    Martha, andou fugindo das cãmeras? Fiquei horas vendo as escolas e rezando para passar os camarotes p/ vê se te via de ladinho, ao menos, pela TV…rs Nunca fui de assistir, mas a grande curiosidade era a “Tijuca” com certeza. Primeira escola que me fez querer ver o desfile desde comecinho de janeiro quando soube o que cada escola iria fazer…Acabei vendo a apuração e gritando a cada 10…merecidíssimo! Ah, seus comentários livres, leves e soltos do Rio e carnaval, uma beleza!Beijo

  • Fabiana diz: 25 de fevereiro de 2010

    Martha, tenho noção de toda essa alegria que tu sentiu ao assistir ao desfile na Sapucaí!!!é o máximo mesmooo!!! mas tenho que confessar que a sensação de desfilar cooom certeza é muuito maior!! estive pela ultima vez no RJ em 2005 e desfilei na Sapucaí!! acenei pro Cléber Machado, o que fazia a cobertura do carnaval da globo e tuudo!!! foi incríveel!!! e torço pra que tu volte siim lá e aproveite muito mais o que o carnaval nos oferece!!!

    beijãao!

  • Luiza Bruna Rocha Dias diz: 21 de fevereiro de 2010

    Você é uma inspiração para qualquer pessoa que tenha vontade de começar a escrever. Olha a minha lista…
    http://lbrunardias.blogspot.com/2010/02/olha-minha-lista-marthinha-eu-sou-jogar.html

    Beijoos!

  • Rose Silva diz: 22 de fevereiro de 2010

    È muito legal né ver o carnaval na Sapucaí, fui em 2007 pela primera e até agora ultima vez, mais é uma emoção muito boa.Um dia pretendo repetir.Quanto ao lixo, é muito ruim isso, o povo não tem noção de tudo que esta acontecendo com o planeta, e coloca tudo no chão.Eu fico muito chateada, onde vamos parar???Bjs

  • Nanna Bezerra diz: 22 de fevereiro de 2010

    Eita, que delicia!!! Um dia, viro Devassa e me meto na Sapucaí! rsrsrsr Parabéns, pela experiencia. Morri de inveja…beijão!♥

  • Ruth Iara diz: 21 de fevereiro de 2010

    Dá prá sentir que você está feliz e como lhe fez bem essa viajem em cada parágrafo do texto. Que bom, Martha, você merece!

    Beijos.

  • Simone diz: 21 de fevereiro de 2010

    Bom dia, Martha!Como sempre faço todas as manhãs,abri a Zero Hora e fui direto para ler os seus artigos e eu A-DO-ro!Adorei compartilhar de sua experiência sobre o Carnaval na Marquês de Saúcaí!!(Vou ser sincera: nem sabia que os camarotes tinham 3 andares, Cruzes!!!).Muito legal sua descrição;pois me senti como se estivesse junto com você lá no camarote curtindo todas as alegrias do carnaval! Continue assim, por favor! Beijos de sua fã gaúcha de Rio Grande-RS,mas agora em Campo Grande-MS,Simone

Envie seu Comentário