Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

De volta do Rio

16 de setembro de 2010 34

Cá estou em Porto Alegre de novo. Meu Deus, passo menos de 48 horas no Rio e parece que fiquei longe uma eternidade de tempo, tanta coisa rola quando estou por lá. Vou dar uma palinha pra vocês.

Cheguei na terça à tarde e fui direto almoçar com a minha editora, Isa Pessoa. Acertamos os últimos detalhes para o lançamento do Fora de Mim. Confirmadíssimo dia 17 de novembro na Livraria Travessa, a de Ipanema. Depois do almoço fui para um estúdio tirar fotos para divulgação. Isso ainda é meio novo pra mim, mas nas últimas semanas aconteceu três vezes de eu ter meu momento “top model”. Não é fácil fazer caras e bocas em frente a uma máquina fotográfica. Eu não levo o menor jeito, fico sem graça, mas a equipe é sempre camarada comigo e no fim das contas acabo me divertindo. Sair da rotina é sempre um prazer.

Feitas as fotos, fui pro Centro Cultural Banco do Brasil, onde já me aguardavam o querido Marcelo Andrade, idealizador do projeto Escritores Brasileiros, e a não menos querida Cássia Kiss, que mais uma vez deu show ao ler alguns dos meus textos para um auditório lotado. Vocês não podem imaginar como eu me sinto prestigiada de participar de um evento desse nível. Assim como já havia acontecido em Brasilia, foi uma noite agradabilíssima. Em tempo: obrigada pela presença, Gustavo. Fã fiel é isso aí.

Depois fui jantar com o Marcelo Andrade, já citado, e dois amigos dele que estavam no CCBB, a Andressa, atriz, e o Joaquim, cineasta. Ótimo bate-papo e comida deliciosa do Zazá Bistrô.

Na quarta, fui às 10h30 para o Copacabana Palace, onde seria entrevistada pelo Roberto D´Avila. Cheguei um pouquinho mais cedo e fiquei curtindo a manhã de sol neste que é o hotel emblemático do Rio de Janeiro. Assim que se entra na recepção, percebe-se o perfume de verbena tomando conta do ambiente. Pequenos detalhes que são realmente um luxo. Fui direto pro bar do Cipriani, e fiquei ali olhando a movimentação dos hóspedes na piscina. De repente surge Maitê Proença à minha frente, creio que foi malhar na academia do hotel, sei que ela mora ali perto. Conversamos rapidamente, já haviamos sido apresentadas pela Cissa Guimarães numa outra ocasião.

Finalmente, surge o Roberto D´Ávila, a quem eu só conhecia pela tevê. Um homem elegantíssimo e muito simpático. Gravamos uma conversa de cerca de uma hora, onde falamos de tudo, não só da minha carreira, mas da vida, das relações humanas… Tomara que tenha ficado bacana. Vai ao ar no próximo domingo, dia 19, às 20hs, pela TV Brasil.

À tarde, fui à casa da Cissa, precisava abraçá-la pessoalmente. Bom, não vou entrar em detalhes, pode-se imaginar a luta que ela vem travando contra essa dor insuportável, mas não a encontrei derrotada, longe disso. Está completamente apegada ao trabalho, ao neto e à vida, do jeito que ela pode. Conversamos sobre diversos assuntos e ela me pareceu extremamente lúcida, sensata, forte e afetiva como sempre foi. Gostei muito de revê-la e espero ter outras oportunidades para conversar com a intimidade que conversamos ontem. Certamente teremos.

À tardinha, minha amiga Cristina Brasil me buscou no hotel e em vez de comer o acarajé da Keka, como planejávamos, mudamos de planos (devido à garoa que começou a cair) e fomos pro tradicionalíssimo Bar Lagoa, que eu não ia há séculos. Chope e sanduíche de filé com queijo, um jantar sublime!!! De lá, fomos para o Teatro dos Quatro, na Gávea, onde Lilia Cabral estreava sua Maria do Caritó, a primeira peça depois que ela fez Divã.

Estreia de peça é um agito. Atores e atrizes pra tudo que é lado. Estavam lá Manoel Carlos, Natalia do Vale, Helena Ranaldi, Giulia Gam, Viviane Passmanter, José Alvarenga, Helena Fernandes, Marcelo Serrado, Caio Castro, Claudia Jimenez, Paula Burlamarqui, Edwin Luisi, Mila Moreira e grande elenco. Os flashes não paravam. É a farra carioca. Mas vamos ao que interessa: Maria do Caritó.

A peça é de uma riqueza visual e musical que já quase não se vê hoje em dia no nosso teatro. A montagem foge das questões umbilicais que envolvem as relações afetivas contemporâneas e se instala num universo mais regional, puro e tragicômico. É uma homenagem ao circo, ao interior do Brasil, à fé do brasileiro. O cenário me fez recordar a literatura de Ariano Suassuna, me lembrou do filme Lisbela e o Prisioneiro. Tudo muito colorido, quase como se estivéssemos visualizando uma quermesse do interior. Muita cor, muita vivacidade. Assim também é o figurino e a música, tudo divertido e alegre. O texto de Newton Moreno é excelente, assim como a direção de João Fonseca, e o elenco está afinadíssimo, com destaque para Dani Barros, que arranca aplausos em cena aberta, Leopoldo Pacheco e, como não poderia deixar de ser, Lilia Cabral, que mais uma vez arrasa em cena. Belíssimo programa.

Se pareceu que desdenhei das peças que abordam “as questões umbilicais das relações afetivas”, nada disso, ao contrário, sigo preferindo-as, mas é muito bacana ver um teatro menos econômico, menos intimista, mais generoso no sentido de abraçar não só o público, mas a cultura brasileira como um todo. Foi o que senti dentro do teatro: havia ali uma diferença.

E assim terminei minha brevíssima passagem pelo Rio. Voltei hoje de manhã cedo. Em novembro estarei lá novamente, com carga total para o lançamento do livro. Mas antes disso, muita água ainda vai rolar na minha vida. Estou com uma nova viagem marcada para daqui a 10 dias. Já já conto pra vocês.

Beijos!

Comentários (34)

  • Renata diz: 16 de setembro de 2010

    Olá Martha, estive no CCBB e tive a oportunidade de conhecê-la ao vivo! Simplesmente adorei tudo, a Cassia foi demais e você foi ótima. É engraçado conhecer a nossa escritora favorita, a gente fica imaginando como você deve ser pelo que você escreve e então conferir ao vivo. Adorei saber sobre a sua carreira, seu processo de criação, um pouco da sua história e da sua vida. Obrigada por dividir com a gente suas dúvidas, pelo divertimento que você nos proporciona e pela reflexão que nos faz (sem querer) avaliar nossa vida. Muito bom mesmo poder passar esse tempo com você. Gostaria de saber sobre um poema que uma moça da plateia leu seu no CCBB, não sei se vai lembrar. Queria saber o nome e o livro em que foi publicado. Me interessei em ler essa sua outra faceta.

    Parabéns pelo seu trabalho, peo seu carinho com os fãs.

    Venha mais vezes ao Rio. Beijoss

  • Tânia Bastos diz: 16 de setembro de 2010

    Oi Martha!

    Que bom que vc retornou, já estava com saudades. Entro todos os dias no blog para acompanhar as novidades.

    Bjs, Tânia

  • Gustavo.Quadra diz: 16 de setembro de 2010

    Martha, estava aguardando o post para poder comentar da noite maravilhosa que me proporcionou. Afinal, como você disse: não saio do seu blog. Quando vocês duas entraram no palco, me arrepiei! Cássia Kiss é exatamente aquilo que vejo na TV e sempre a admirei. Os textos e a sua voz mexiam com meus pensamentos e meu corpo. Leitura perfeita! Quanto a você, me senti honrado por me “reconhecer” quando chegou (você não notou, mas minhas pernas balançavam! risos). Gostei das coisas que você falou, senti que você não queria agradar ninguém, estava apenas sendo sincera. Cheguei a minha casa, fui logo ler meus autógrafos (desculpe por te fazer escrever tanto…!!). Obrigadão! Agora, todos os meus livros estão autografados (comprarei mais para Novembro…risos). Mais uma vez: obrigado, obrigado, obrigado!

    ps: depois mando para seu e-mail a foto!

    Beijão e boa noite!

  • EloisaG diz: 16 de setembro de 2010

    Torco muito para que seja para sp sua viagem.. (apesar de saber que sp nao tem vez na sua agenda) rs

    Foram 48hrs corridas mais pareceram divertidas!!

    Beijosss adoroo

    Sigo te acompanhando.

  • Juliana diz: 16 de setembro de 2010

    Olá, querida Martha! Sou sua leitora há muitos anos, acompanho seu blog há algum tempo e admiro muito seu trabalho! Também estive no CCBB e tive o grande prazer de conhecê-la de perto, fiquei encantada com a sua simplicidade e simpatia! Um grande beijo pra você e desejo ainda mais sucesso!!!
    PS: Fui eu que li o poema, e pra Renata que perguntou, ele está no livro “Poesia Reunida”, da L&PM Pocket, que é pequeno no tamanho mas enorme no valor! Adoro seus poemas e ficarei muito feliz em ler mais poesia sua no futuro!

  • Delduque diz: 17 de setembro de 2010

    Martha foi um prazer conhece-la pessoalmente e mais ainda uma honra você ter autografado os meus livros. Gostei demais do evento do CCBB e espere por mim no dia 17 de novembro, vou prestigiá-la com certeza. Beijão!!

  • Renata Lopes diz: 17 de setembro de 2010

    Martha, (se assim posso chamar com tamanha intimidade), resolvi deixar algumas palavras à ti, pois tenho uma grande admiração pelo teu trabalho. Sou gaúcha, porém, desgarrada do pago e talvez por ser bairrista acabo me identificando ainda mais com tua maneira de encarar a vida. Gaúcho “puxa brasa” pro outro gaúcho não é mesmo? Mas o fato é que sou tua admiradora, tenho teus livros e acompanho teus novos trabalhos.
    Tenho vários textos teus que os guardo como relíquias, pois releios sempre que necessários. Aqueles famosos textos que servem para nós refletirmos e enterdermos melhor a vida e tu como ninguém sabe colocar muito bem no papel.
    Parabéns por tanta coisa boa que compartilha conosco!
    Um abraço carinhoso de sua fã…Renata.

  • Evelyn diz: 17 de setembro de 2010

    Nossa! Já é em novembro o lançamento… como o tempo voa! Estamos à espera! O Rio vai te acolher sempre!
    Beijos, fica com Deus!

  • Joice diz: 17 de setembro de 2010

    Oi Martha!!

    Parabéns pelo seu excelente trabalho.

    Adoro seus escritos, nos inspira, acompanho seu post todos os dias.
    Estou ansiosa pra ler teu livro.

    Com Carinho
    Joice E.

  • Lari diz: 17 de setembro de 2010

    Com tanta coisa acontecendo, deu até vontade de ir pro Rio… hehe!!
    Beijos e ficarei vindo por aqui pra saber das novidades!!!
    Good luck!!!!

  • Luciana diz: 17 de setembro de 2010

    Olá Martha,

    Estava ensaiando o que escrever aqui para comentar sobre terça, pois também fui ao CCBB, porém a Renata no comentário dela aí acima, passou exatamente o que eu senti. Saí de lá deslumbrada… que sensação boa de ter conhecer e ainda ouvir Cássia Kiss. Adorei e Adorei!!!

    Parabéns mais uma vez, e estarei em Novembro no lançamento.
    Beijos Luciana

  • Michele diz: 17 de setembro de 2010

    Oi Martha! Sou seguidora, adoro seu blog e o jeito se escrever.
    Queria saber quando vem a Curitiba.
    Beijos e um ótimo fim de semana.

  • luiz diz: 17 de setembro de 2010

    …a primeira vez que te li foi andando há muito tempo num ônibus e pensei: pô, com esse nome de faxineira!!! quem será que escreve tão bem. Fui atrás de outras coisas. Então, não havia google. Às vezes, leio uma crônica tua, como hoje. Dá pena!! Desculpe, é só opinão: mas dá pena!!! Aliás, tudo dá pena, mas ver uma pessoa sensível, inteligente, carismática, escrever só pra agradar a pobre (rica, claro!!!) gente que te lê, é constrangedor. Um abraço entristecido.

  • Romeu Flores diz: 17 de setembro de 2010

    Hmmmm, parece bem interessante essa sua viagem ao Rio.

    Mas ainda prefiro a do Rock in Rio.

  • Flávia Minatto diz: 17 de setembro de 2010

    Olha,… fico aqui imaginando o tamanho do post caso essa volta ao Rio não fosse “brevíssima”.
    Que riqueza de detalhes, hein? Quase dá pra sentir as sensações…
    Admiro você e seu olhar em relação as “coisas” dessa vida.

    Um abraço, passe bem.

  • Pinduca diz: 17 de setembro de 2010

    Martha, estou ansiosa aguardando seu próximo livro. Ansiosa! Leio tudo que você escreve, até lista de compra, se vacilar e cair na minha mão. hehehehehehehe.

  • cristina brasil diz: 17 de setembro de 2010

    Querida!
    Nossa noite foi um LUXO!
    Lamentei profundamente não poder estar na leitura do teu livro. O Gustavo me tentou, mas infelizmente eu já estava com a agenda cheia naquela tarde e você sabe disso!
    Na Travessa serei a primeira!
    Nossa noite foi uma delícia e amanhã no meu blog, fatos e fotos!
    Grande beijo
    Cristina

  • EloisaG diz: 17 de setembro de 2010

    Discordo total do Luiz… Veio no lugar errado para se aparecer… Pena eu tenho de artista que se acham intocaveis,aqui é uma troca muito boa e prazerosa.

    Att, Gabriela
    .

  • Ariane Teixeira diz: 18 de setembro de 2010

    Concordo com a Eloisa,
    O que faz alguém se prestar de vir até o blog para postar que não gosta da maneira como a Martha (íntima eu , rs) escreve…se não te agrada, se não tens nada valioso ou que passe pelas 3 peneiras para escrever, ( espero que conheças esse texto) não vem aqui nos aborrecer…
    Obrigada pela espontaneidade, delicadeza e sinceridade do blog Martha!
    Beijos,
    Ariane
    Ps: se achares que vai virar polêmica não precisa publicar!

  • Mara Lúcia diz: 18 de setembro de 2010

    Bom dia, Martha!

    Há bastante tempo que leio e aprecio as suas crônicas. Para ser mais exata desde que vc escrevia, semanalmente, para o site Almas Gêmeas. Fiquei triste com a saída do site do ar… Em 2008, depois de um tempinho sem “notícias suas” na net, foi uma bela surpresa pra mim encontrar o seu blog. Pensei: agora poderei acompanhar novamente o trabalho da Martha. (rs)
    Apesar de ser sua fã, nunca havia comprado um livro seu. Vai entender, né? (rs) Mas, ontem, resolvi fazê-lo. Comprei o livro Doidas e Santas e a Caixa Especial – Martha Medeiros (Crônicas e Poemas). Estou amando o Doidas e Santas!
    Gosto demais da sua forma de escrever. Parabéns pelas suas crônicas, são excelentes!!
    Estarei “coladinha” na TV dia 19 para ver mais uma de suas entrevistas.

    Beijos e um ótimo final de semana!

    Mara

  • Isabele diz: 18 de setembro de 2010

    Oi, moça querida! Infelizmente não pude ir vê-la no CCBB, uma pena mesmo… Mas ontem eu tive um imenso prazer em assitir a peça “Tudo que eu queria te dizer” no CCC, e realmente, foi uma maravilha! Saí de lá arrepiada, doida pra reler cartas que tenho aqui, e doida pra escrever tbm… Até escrevi sobre isso no mei blog, indicando aos amigos a peça.

    Parabéns por tudo que vc é, querida!

    Grande beijo e volte mais vezes!!!

  • Nathi Hecz diz: 18 de setembro de 2010

    Oi, Martha! =)
    Chama a Cassia pra ler uns textos teus aqui pra nós! Assisti a uns vídeos na internet, muito legal!
    E, só pra não deixar passar batido, aturar falta de respeito E senso em blog é dureza. Mas sabemos que teu bom humor atropela tudo isso facin, facin.
    Beijos!

  • Patricia Canarim diz: 18 de setembro de 2010

    oi Martha, você já tem data para o lançamento do livro em BH?

  • Tatyane diz: 18 de setembro de 2010

    Gostaria muito de saber qdo virá a Sergipe. Sou sua fã. Toda semana vejo as leituras do seu blog. E qdo de viajar nessa maneira como vc escreve. Gosto bastante da forma intimista. Tenho algumas das suas obras, e sempre me vejo lendo vc novamente.

  • ana diz: 19 de setembro de 2010

    Oi, Marta,
    Adoro tuas cronicas e também teus livros, aguardo ansiosa teu novo livro, já sabendo que será mais um sucesso.
    Beijos,
    Ana

  • Marco Severo diz: 19 de setembro de 2010

    Tão bom ver tanta gente feliz deixando depoimento por ter te conhecido, Martha. Lembro de quando eu tive a oportunidade, aqui em Fortaleza, de fazer o mesmo. Então, foi a minha vez de ficar me tremendo por ter a oportunidade de te dar um abraço. Hehe

    Mal posso esperar a noite chegar pra te ver no Roberto D’avilla. Que emoção!

    Está animada com a iminência do lançamento de “Fora de mim”? Livro novo teu e da Inês Pedrosa (“Os Íntimos”) no mesmo mês, é alegria demais pra um só ser vivente!

    Te adoro, você sabe disso. Beijo do teu eterno leitor e fã.

    PS: Escreve mais rápido!
    PS2: livro novo de crônicas em 2011, né? Diz que sim, vai!

  • Dalvia diz: 19 de setembro de 2010

    Oi Martha, boa noite!
    Estou chegando hoje do Rio. Fui ontem ao Espaço Cultural dos Correios onde assisti Tudo que eu queria te dizer.
    Ótimos textos(cartas) e a maravilhosa Ana Beatriz. Tudo muito bom. Parabéns.
    Um abraço grande.
    Dalvia

  • Laura -MG diz: 19 de setembro de 2010

    Martha,acabei de assistir a entrevista que o Roberto D’avila fez com você.
    A-DO-REI,mais legal e interessante,IMPOSSÍVEL!!!!

  • luís roger diz: 19 de setembro de 2010

    Olá Martha! sou seu fã. Tenho todos os seus livros de crônica, simplemesmente te adoro, acabei de ver sua entrevista com o Roberto D’avila. Gostei muito. Suas crônicas me alegram, me fazem sentir vivo e viajo muito com elas. Sua forma de enchergar as coisas é mágica. Agora estou prestes a comprar seus outros livros, tenho certeza que vou gostar…. Abraços de quem te admira e te adora muito.

  • Daiane Schmidt diz: 19 de setembro de 2010

    Alegria! Alegria! Claro que parece ter ficado muito tempo no Rio,com tanta agitação!!! Coisa boa!Teu sucesso nos emociona(certamente falo em nome de todos que acompanham teu trabalho).
    Que a vida continue te sorrindo! Afinal,tu fazes por onde!!! Bjo!

  • Michele Gilioti diz: 20 de setembro de 2010

    Olá Martha,

    Assisti a sua entrevista na TV Brasil e fiquei ainda mais encantada e curiosa para ler seus outros livros. Pedi ao meu namorado o “Tudo o que eu queria te dizer” de presente… rsrsrs ele já comprou. Muitas vezes pego “Doidas e Santas” e fico lendo para ele, brincando, tentando dar uma interpretação para aquilo que acho que se define por si só. Ele adora, fica encantado e diz que me ama com um sorriso bobo, meigo, um fofo! rs
    Quero muito assistir a peça (Doidas e Santas), mas vou ter que aguardar a vinda para São Paulo, já que moro em Itu/SP.
    Você serve de inspiração para muita coisa que escrevo no meu blog: migilioti.blogspot.com

    Obrigada e parabéns!

  • Ana Paula diz: 21 de setembro de 2010

    Olá Martha,

    adorei sua entrevista ao Roberto D’Avila e te aguardo dia 17 d novembro ante vespera do meu aniversário 19/11 hehehe
    e como dito anteriormente a peça no CCC é uma delícia!! adorei!

    agora Fora d mim,já ansiosa para ler!!

    vc já sabe q hs vai ser na Travessa?!?

    bjos

  • Lucia Sasso diz: 22 de setembro de 2010

    Oi Martha

    Assisti a tua entrevista para o Roberto D’avila, adorei. Sou sua admiradora. Me identifiquei várias vezes nas tuas crônicas, é como se a gente estivesse conversando, trocando figurinhas.
    Um grande abraço

    Lucia Sasso
    Rosário do Sul-RS.

  • karina diz: 18 de outubro de 2010

    Olá,

    Eu simplesmente amo, sou apaixonada, louca, pela maneira que você escreve e conta suas experiências. Adoro escrever, ler e nunca conseguia achar uma maneira de escrever minhas coisas, ou melhor, de organiza-las. E foi então, depois de ter passado o ano todo lendo, ( eu sempre emendo um livro no outro) que eu peguei na biblioteca (à exatamente 13 dias)
    Doidas e Santas, peguei o livro, porque tinha ouvido falar da peça de teatro, na qual Cissa Guimarães participa, fui na biblioteca com a intenção de pegar memórias de uma gueixa, mas quando cheguei lá, mudei de idéia, porque tinha assistido o filme a pouco tempo e achei melhor deixar passar um tempo pra esquecer algumas coisas e a leitura ser mais interessante. Quando abri o livro e comecei a ler, vi aquela frase de Cazuza, uma das minhas prediletas, gostei de cara. Foi então, que comecei a pesquisar mais e mais sobre essa autora, suas obras . Achei tudo fascinante, como assim você a autora de Divã? (melhor filme brasileiro de romance, sem dúvida nenhuma) Acabei anotando todos os livros e vou começar a ler.. Começando, claro,pelo Divã, que nem sabia que existia um livro sobre ele (ignorância minha)

    Larguei a faculdade de direito e começo ano que vem jornalismo, quero deixar de ser tão amadora na escrita!

    Agora sou uma admiradora sua e do que você escreve! Beijos..
    F-E-L-I-C-I-D-A-D-E-S !!!

Envie seu Comentário