Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Viagem pra trás, viagem pra frente

19 de setembro de 2010 17

Acabei de chegar do cinema, onde fui assistir Uma Noite em 67, documentário sobre o último dia do Festival de Música da TV Record. Eu lembro de tudo, o que denuncia minha decrepitude. Tinha seis anos de idade. Naquela época, não existia essa história de “música para criança”, que gerou fenômenos como Xuxa e derivados. Ouvia-se o que os pais ouviam, música de adulto. Fui criada escutando Beatles, Janis Joplin, Tina Turner, Astor Piazzola, Burt Bacharach e muita música popular brasileira. Eu posso dizer que Chico Buarque e Caetano Veloso me influenciaram tanto quanto Monteiro Lobato e Mario Quintana.

*

As músicas vencedoras desse festival logo se materializaram lá em casa em forma de disco. Ponteio (Edu Lobo), Alegria Alegria (Caetano Veloso), Roda Viva (Chico Buarque), Domingo no Parque (Gilberto Gil). E mais o disco dos Mutantes, aquele em que a Rita Lee aparecia vestida de noiva na capa. E o disco da Gal Costa, em que ela cantava Objeto Não Identificado e Divino Maravilhoso, duas das minhas músicas preferidas até hoje. E Rita Lee, Raul Seixas, Tim Maia, Jorge Ben, Elis Regina. Me criei ouvindo tudo isso, sem falar no Roberto Carlos na época da Jovem Guarda.

*

Ter assistido ao documentário foi uma agradável viagem no tempo, lá se vão mais de 40 anos. Mas achei os depoimentos meio fracos, tipo nada a acrescentar. Parecia que ninguém estava muito a fim de ir fundo na lembrança. No final do filme, o próprio Chico diz que quando vê uma foto da época, pensa “puxa, eu era bem bonitinho”, mas não fica remoendo antigas sensações. O mesmo disse Caetano, salientando os estragos físicos causados pela passagem do tempo (bobagem, segue um tipão). Quer saber? Eles nem precisam falar mais nada mesmo, já nos deram ouro em pó com seu megatalento. O documentário é isso: muita nostalgia e um pouco de blablabla.

*

E curiosidades. Como tudo era mais simples, mais rudimentar. E fumar não era proibido: era obrigatório. Repórteres fumando entrevistavam artistas fumando, enquanto que o cinegrafista fumava, e o técnico de som, e o cara da orquestra, e o iluminador, ai de quem não fumasse. Era 1967. Havia mais o que patrulhar.

*

O público, composto em sua maioria de jovens, parecia gostar de aparentar mais idade, vestiam-se como adultos. Maturidade era um valor que pegava bem. Hoje quem é maduro se veste como garoto. Maturidade se transformou num valor obsoleto.

*

Valeu ter assistido.

*

Saindo do século passado para este: vocês lembram que há um ano fiz uma viagem espetacular pelo Marrocos. Viajo ao exterior uma vez por ano, é o meu luxo de consumo. Não mais que 10 dias. É o suficiente para eu oxigenar as ideias e descansar. Esse ano o mesmo grupo que organizou a viagem ao Marrocos vai viajar pela Itália. Quem não conhece e tem uns bons trocados para investir, vale a pena. A viagem começará em Florença, depois passa 4 dias no interior da Toscana fazendo trilhas, aulas de culinária e desgustação de vinhos e termina em Roma, com direito a uma visita privada à Capela Sistina – sim, Michelangelo exclusivo para o grupo. Eles embarcam dia 12 de novembro e ainda há vagas. Informações com a Porto Brasil Viagens (f: 51-3025. 2626) ou pelo e-mail encontroscomarte@terra.com.br

*

Se eu não tivesse feito esse roteiro poucos anos atrás, viajaria com esse pessoal de novo. Mas resolvi dar uma escapada mais curta, de apenas uma semana, e para um lugar em que só estive uma vez, 18 anos atrás. Nova York. Embarco daqui a uns dias e já estou contando os minutos. Será quase como uma estreia. Na volta prometo um post detalhado. Mas antes de ir vocês ainda vão me ver por aqui.

*

Beijos e bom início de semana!

 

Comentários (17)

  • ariane mittidieri diz: 19 de setembro de 2010

    adorei a entrevista no Roberto D’ávila,super linda e inteligente..
    bjs

  • Fabíola diz: 19 de setembro de 2010

    Por favor… detalhe tudo!! Ano que vem será minha primeira vez nessa cidade dos sonhos!! Pelo menos é o que eu acho… rsrsrs…
    Boa viagem!!! ;)

  • Silvia diz: 19 de setembro de 2010

    Oi Martha, acabei de assistir seu bate-papo com o Roberto D’Avila. Vc foi “show de bola”. Arrasou. Foi DEMAIS. É mto gratificante a gente ouvir pessoas q falam bem, q se expressam com facilidade. As palavras saem de vc com uma facilidade invejável. Q Deus continuem por mto tempo lhe privilegiando, e nos privilegiando com seus livros, peças teatrais, filmes e, em breve, com seriado na globo. Bjs

  • Lari diz: 20 de setembro de 2010

    Obaaa… adoro viajar!!!
    Quando leio seus post sobre viagens parece que viajo junto… =D
    Beijos
    ;*

  • Gustavo Quadra diz: 20 de setembro de 2010

    Martha, vc e suas viagens…Me leva na mala?! rsrs
    Não irá conseguir descansar em NY, né?! Então, divirta-se muuito na sua nova estreia…rs

    Beijão e boa semana!

    ps: adorei a crônica desse domingo

  • Claudete Medeiros diz: 20 de setembro de 2010

    Olá, meu nome é Claudete, sou professora de Língua Portuguesa e assisti na sua entrevista no programa conexão D’ávila. Me apaixonei pelas suas obras sem eu mesmo conhecer. Gostaria de me comunicar com você para saber como conseguir seus textos (Obras). E te mandar um presente: um livro muito especial!

  • Fernanda Moura diz: 20 de setembro de 2010

    Oi, Martha!

    Sei que é quase impossível responder aos comentários, mas gostaria de uma dica: qual local vc indicaria para começar a viajar pelo exterior? Nunca me aventurei para além de nosso terrinha e será um grande passo para mim.
    Obrigada e um grande abraço,

    Fernanda Moura
    Belo Horizonte

    PS: Deixo aqui uma dica de uma jornalista inspirada:/tresoumais.blogspot.com/

  • Fernanda diz: 20 de setembro de 2010

    Oi Martha querida!
    Que bom que estará em Nova York em breve, pois eu vou no final do ano (passarei o Reveillon lá) e esta será a minha primeia viagem internacional.
    Estou super feliz por contar com as suas dicas antes da minha viagem.
    Que sorte… Você tem sempre dicas ótimas!
    De lá seguiremos para Disney.
    Se tiver algumas sugestões de lá serão muito bem aproveitadas também…

    Obrigada, e sigo ansiosa com seu retorno e comentários sobre NY.

    Beijo.

  • Hugo Valim diz: 20 de setembro de 2010

    Olá, Martha!!

    Primeiro quero te comprimentar pela inteligente, sensível e humorada entrevista que você deu ao Roberto D’Avila. Eu sempre vejo as excelentes entrevistas que ele faz e a sua foi uma das melhores, me prendeu no sofá. E ainda não deu para ir assistir a peça “Tudo que eu queria te dizer” com a Ana Beatriz Nogueira por falta de tempo, mas arranjarei um tempinho de qualquer maneira, já até falei com minha namorada sobre a peça e ela ficou interessada em ver também. Assim que conseguir ver postarei comentários.
    Beijos!!

  • Franco diz: 20 de setembro de 2010

    Olá Martha…!
    Primeiro lugar gostaria de dizer que, embora tenha assistido “DIVÔ, não conhecia sua autoria, foi quando de passagem, digo, mudança de canal de TV, notei uma bela mulher sendo entrevistada pelo inoxidável ROBERTO D’AVILA, parei ali por alguns minutos e pude perceber a inteligência, a sensibilidade e o poder de comunicação, de tão bela mulher, ao expor um assunto tão delicado que é o relacionamento humano, enfim me apaixonei, tanto é que estou deixando aqui meus comentários, e correndo atrás de suas obras para não ser mais um ignorante literário contemporâneo.
    Parabéns e sucesso, nós de LEÃO, somos assim mesmos, como você…..!

  • Elayne Meirelles diz: 20 de setembro de 2010

    Oi, Martha. Gostei muito dos posts sobre tuas aventuras européias. Só me deu mais coragem e inspiração de seguir trilha semelhante. Tenho sério problemas com pessoas de LEÃO, pois sou de TOURO. O que será? Briga de egos? Mas há outros leoninos incríveis na minha vida e você é um deles. Simplesmente, divino.

  • Josiane Bibas diz: 21 de setembro de 2010

    Martha,
    Vou pular a tietagem e só dizer que gosto muito do que escreve.
    Tenho um blog de artesanato e gostaria de publicar tua crônica “Quem sou eu”, que provoca uma boa reflexão nessa mudança de estação.
    Mas antes te convido a conhecer o blog para aprovar minha intenção.
    Obrigada,
    Jô Bibas
    http://www.arteamiga.wordpress.com

  • Letícia diz: 21 de setembro de 2010

    Oi Martha! Assim como eu, tu deve ter se apaixonado por Nova York, é a cidade mais maravilhosa que eu já conheci. Não consigo encontrar muitas palavras, é simplesmente encantadora, apaixonante, já sei, fascinante! Boa viajem e eu aguardo notícias sobre essa cidades que eu quero tanto voltar.

  • Grazi diz: 21 de setembro de 2010

    Oi Martha,
    ai que legal que vais pra NY agora, eu vou em novembro pela primeira vez, espero ver a decoração de natal, por favor, na tua volta nos dê dicas imperdíveis, tipo livrarias e cafés;
    assistir o box da série SEX AND THE CITY tem me ajudado a entrar no clima novaiorquino,
    bj, boa viajem,
    Grazi

  • Mara Lúcia diz: 23 de setembro de 2010

    Oi Martha!
    Adorei a sua entrevista com o Roberto D’Avila! Parabéns! Vc como sempre linda e simpática!
    Bjs,
    Mara

  • Áurea Ludwig diz: 4 de outubro de 2010

    Martha ,
    Sou sua fã .
    Adoro seus livros e cronicas .
    Acho que fica muito bem na t.v. também e assisto saia justa ,Roberto DÁvila e Leda Nagle ( a vi nos dois programas ).
    Voce acrescenta ´´mais vida “ aos meus 68 anos de vida.
    Abraços
    Áurea

  • Dog Shirt diz: 19 de novembro de 2010

    “Well it feels like this site is somewhat hot, congratulations to your owner! I try to study as significantly as feasible online when I’ve extra time. Unfortunatley it is beginning being the norm for people to invest all day within the internet instead of of really dwelling, what a shame. All the identical, carry on with the great creating anyhow.!!!.leastwise the flocks can have option content material to feed thier dying minds. Maybe its best off, the frequent people arn’t quite intelligent at any charge.”

    ——————————————–
    my website is
    http://harleydavidsonmotorcyclesblog.com

    Also welcome you!

Envie seu Comentário