Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Um dia em São Paulo

25 de novembro de 2010 20

Olá! Foi uma quarta-feira (24/11) agitada. Aliás, os dias têm sido agitados, preciso dar uma parada de duas semanas nesse verão, não sei onde nem quando exatamente, mas é meu primeiro projeto para 2011: sossegar quieta no mesmo lugar, sem ficar de lá pra cá.

Cheguei em São Paulo por volta de duas da tarde e fui direto para o estúdio do GNT, na Barra Funda. Chegando lá, encontrei no camarim a Mariana Ximenes, que havia acabado de dar entrevista para a Marilia Gabriela. A Gabi costuma gravar quatro entrevistas na mesma tarde, deixando pronto o programa do mês inteiro. Mariana é bonita e simpática. Infelizmente não tivemos tempo para trocar palavras, apenas nos acenamos de longe.

Em seguida entrou no estúdio o astrólogo Oscar Quiroga para gravar sua participação. E depois foi a minha vez.

Gabi tem uma figura inibidora, não sei se pelo seu tamanho, se pela sua voz grave ou se pelo status que ocupa no jornalismo brasileiro. Provavelmente por tudo isso. Mesmo sendo uma mulher simpaticíssima e calorosa, sua presença causa um certo embaraço. Eu e ela já trocamos e-mails, já falamos ao telefone e eu já havia sido entrevistada por ela duas vezes (a primeira dividindo a bancada com o escritor Luiz Alfredo Garcia Roza e a outra com o titã Tony Belotto). Porém, mesmo não sendo marinheira de primeira viagem, me senti nervosa, talvez porque gravaria um programa inteiro, sem dividir o espaço com ninguém. Um privilégio, mas tremi.

No final das contas, não doeu. Virou um papo entre comadres e lá pelas tantas esqueci que havia câmeras em volta de nós, o que sempre é temeroso: fala-se mais do que deve-se. O resultado? Suspense. Nem eu mesma sei se ficou bom. Tomara que sim. Saberei do mesmo jeito que vocês, quando o programa for ao ar, mais pro final de dezembro. Quando souber a data certa, aviso.

Na saída, ainda cruzei com Dan Stubach, ator que admiro demais, e que seria o próximo entrevistado.

Não é novidade pra ninguém que o trânsito de São Paulo é o vilão da cidade. Saí do estúdio às 17h30 e deveria estar em Guarulhos no máximo às 19h para pegar meu voo de volta, mas fui aconselhada a transferir a passagem para mais tarde, pois tudo indicava que não chegaria a tempo. O voo foi trocado para as 22h, com saída por Congonhas. O que fazer com as horas que me sobravam? Fui me encontrar com uma querida amiga, Luiza Estima, que estava trabalhando na CasaCor Trio montada no Jockey Clube. É de responsabilidade dela o Casa Boa Mesa, o espaço gastronômico do evento.

Luiza conseguiu fazer um break em suas inúmeras atividades para conversarmos um pouco, enquanto comíamos uma deliciosa pizza com champanhe para brindar o final de 2010 e o início de 2011. Tudo em meio a um cenário inusual: o Jockey fica em meio à selva urbana, oferecendo uma paisagem da cidade que eu nunca tinha visto. Um oásis.

Táxi para Congonhas, mais uma sala de embarque em minha vida. Lugar de encontros inesperados. Outro dia fiquei batendo papo com o chargista Iotti no aeroporto Salgado Filho. Recentemente, no Galeão, cruzei com Elba Ramalho. E em outro aeroporto, com Rita Lee. Em Congonhas, dessa vez,  não cruzei com ninguém, apenas agradeci a dádiva de o voo estar no horário. Voltei exausta nos braços da TAM.

Beijos!

Comentários (20)

  • Isabel diz: 25 de novembro de 2010

    Martha, tenho lido seus textos e estou doida para ler seu livro Fora de Mim, passei a pouco tempo por uma desilusão na minha relação de 9 anos de casada e por dias senti exatamente o que seus textos descrevem. Realmente amar, ser magoada, traida e olhar pra tras e ver quanto se dedicou, tanto que pediu para que o outro fosse sincero, quanto pediu para que o outro te respeitasse….e como deixamos que o amor esteja acima de nos mesmos. O sentimento da perda foi demais pra mim, quase um luto, como vc descreve tao bem, estou tentando recomeçar a vida e o casamento, mas a duvida, a magoa, talvez nao passe nunca e so me resta agora apostar mais uma vez e viver como os alcolatras, um dia de cada vez. Sei que esta muito ocupada ultimamente, mas se quiser um dia olhar meu novo blog isabelmariavieira.blogspot.com. E apenas um blog para amigas, onde pego textos que gosto, escrevo o que penso e comecei a compartilhar com amigas.
    Sou sua fa e te desejo muito sucesso, apesar de estar vivendo como celebridade, vc transmite nas suas escritas muitos dos sentimentos que muitas mulheres passam. Amanha vou assistir uma peça sua Tudo que eu queria te dizer. bjs

  • Adri diz: 26 de novembro de 2010

    Bhaa,estou encantada, recém agora começo conhecer Martha Medeiros e já estou apaixonada. Sinto até vergonha do atraso, mas antes tarde do que nunca.. Primeiro comecei ler as crônicas em ZH,e no domingo vou direto ao Donna, na última página e começo por quem?? pela Martha,já me sinto até íntima,rsrs. Bueno o que importa é que agora não vou parar de acompanhá-la, e até já sonho em um dia me bandiar 650 km da minha cidade até POA, e pegar sua assinatura em um livro que vou guardar para sempre dentro de mim…

  • Sandrine Pereira diz: 26 de novembro de 2010

    Em meio a tanta violência e insegurança aqui no Rio, um momento de raro prazer, você comentou no meu blog. Obrigada pelo carinho. Um beijão e não se esqueça do povo daqui, mesmo que a Cidade assuste… e muito.
    Quanto a sua entrevista com a Gabi avise com antecedência, não posso perder. Quanto mais espontânea melhor. Tenho certeza que vai ser um “duelo de gigantes”.

    E.T.: Parei de roer as unhas. O livro chegou ao seu destino.

    Bjs
    Sandrine

  • Eder diz: 26 de novembro de 2010

    Martha, muito bom poder acompanhar tua correria e saber um pouco do que está acontecendo na tua vida profissional.
    Vou aguardar ansioso para assistir esta entrevista.
    Grande beijo.

  • Emanuela diz: 26 de novembro de 2010

    oi Martha, comprei seu último livro e achei o máximo. Sou sua fã mesmo! rs.
    Gostaria de saber quando você vira em Fortaleza para uma noite de autografos. Há alguma previsão?
    Ou para as suas peças teatrais serem apresentadas aqui?
    Aguardo resposta.
    Obrigada!

  • ALINE diz: 26 de novembro de 2010

    MARTHA QUERIDA!!!!

    NÃO VEJO A HORA DE VÊ-LA NO PROGRAMA DA GABI. TENHO CERTEZA QUE VAI SER O MÁXIMO!
    AH! CONSEGUI COMPRAR A SUA AGENDA… É FOFA DEMAIS!!!!!!
    MIL BJS.
    ALINE

  • EloisaG diz: 26 de novembro de 2010

    NaaaooooOoOooOOoo Nao posso acreditar!!!!!!!!! MArtha medeiros em territorio paulistaaaaa!!!! Que milageee!!! Pena que nao foi para nenhuma tarde de autografos de livros…. PARABENS e nao esqueça de nos avisar a data que vai passar!!

    Beijooosss adorooo!!!

  • Fabiane Ximenes diz: 26 de novembro de 2010

    Marta, você é SIMPLESMENTE MARAVILHOSA, tenho certeza que arrasou na entrevista. Acho que o Brasil precisa de escritoras do seu patamar! Parabéns pelo sucesso, leio tudoooooooooo que você escreve, é perfeita!!!

    Beijosss Fabi (RJ).

  • cleomar diz: 27 de novembro de 2010

    Já pensou se chegasse em casa e tivesse que encarar uma criança pequena cheia de energia e um marido sedento por sexo meia-boca?!!!

    Tem coisas piores na vida, amiga.

    Parabéns pelo texto!

  • Cris Klamt Kuhn diz: 27 de novembro de 2010

    Ainda não li teu livro novo, mas vou encomendar esta semana.
    Li hoje, entre a surpresa e o orgulho, a coluna do Tony Bellotto no site da Veja.
    O que escreve o Tony? Escreve da nossa querida escritora/colunista Martha.
    Espiem lá. Vale a pena. http://veja.abril.com.br/blog/cenas-urbanas/
    Cris.

  • Sarah Mirella diz: 27 de novembro de 2010

    Martha, não deixe de avisar quando irá ao ar sua entrevista. Não posso perder!

    *
    “Fora de mim” é mais uma obra-prima sua. Amei!

    *

    Beijos e Bom final de semana!

  • Gustavo Quadra diz: 27 de novembro de 2010

    Cansei…por você e pela Marília Gabriela! Não sei que ela grava os quatro em um dia só. E não aparenta MESMO!
    Que correria é essa..pensei que já tivesse “acabado” aqui no Rio…tá pra e pra cá e já comemorando o final do ano? Nesse seu ritmo, em 1 mês que falta, você faz mil coisas!
    Minha produção está acabando…curso terminando…daqui há uma semana, férias e paz, se Deus quiser e o Rio proporcionar!

    Beeeeijão

    ps: já ansioso pela entrevista, pena que é só finalzinho de dezembro, mas se for por essa ordem que você deu aí, você é a teceira, logo, terceiro domingo! rsrsrs

  • Rodrigo Abreu diz: 27 de novembro de 2010

    Olá, Martha!
    Leio seu blog sempre, mas nem sempre envio comentários! Enfim. Quero parabenizá-la pela excelente escritora que és. Amo seu textos, sua elegância, sua “mente-aberta”… Ah, e fiquei muito feliz quando recebi a resposta de um e-mail que enviei para você!! Obrigado!!! Um forte abraço!

  • Celeste diz: 27 de novembro de 2010

    Martha,ao ler sua passagem pelo Jockey me veio a lembrança da minha adolescência quando as segundas a noite meu pai ia para as corridas de cavalo e me levava. O melhor disso tudo era um quiosqui famoso aonde se vendia o melhor sanduiche de pão com linguiça e antes de iniciar o páreo a parada era obrigatória nele.Obrigada.Um beijo grande.

  • Fernanda Barros diz: 27 de novembro de 2010

    Olá, querida e talentosa Martha.
    Primeiramente, obrigada pelo seu livro, o mais recente. Confesso que fiquei decepcionada por ser tão curto – quando minha amiga me avisou sobre o novo lançamento, fui esperançosa à livraria, planejando comprar um exemplar de 400 páginas, ou mais, mas….
    Ainda assim, agraço enormemente pela magia das suas palavras.
    Sou sua fã desde a primeira frase que li, e dali não parei mais de comprar e esperar.
    Aguardarei ansiosamente pela entrevista com a Gabi!!!!
    Forte abraço desta fiel leitora.

  • Andreia Beppler diz: 28 de novembro de 2010

    Querida Martha!
    Adordo ler tudo o que escreves… vc sabe como ninguém retratar os pensamentos da mulher moderna e conteporânea! Ficarei aguardando para vê-la na Gabi (maravilhosa tbem!) Parabéns pelas conquistas e sucesso sempre!

  • Odair Cabrera diz: 28 de novembro de 2010

    Queridíssima Martha,
    São Paulo sempre fica feliz com a sua presença.
    Pelo visto, o programa será ótimo, afinal, o seu brilho é contagiante.
    Vê-se logo que você é uma pessoa verdadeira e autêntica e que não perde jamais a sensibilidade que pulsa, sempre viva, à flor da sua pele.
    Que pena não ter te encontrado no aeroporto…rs
    Martha, volte sempre, pois nós sempre a receberemos de braços e corações bem abertos!
    Beijos carinhosos.

  • Danielle diz: 29 de novembro de 2010

    Martha… te acompanho há um tempinho bom e AMO seu trabalho.
    Parece que vc sabe exatamente o que eu penso (detalhe: tb sou leonina com ascendente em capricórnio)!
    Comprei sua agenda ontem: MARAVILHOSA, já estou doida para escrever; e o livro Fora de Mim, simplesmente perfeito… devorei em poucas horas.
    Pretende vim à Brasília para uma tarde de autógrafos? Estamos te esperando.
    Forte abraço!
    Dani

  • Erika diz: 2 de dezembro de 2010

    Olá Martha, acompanho seu trabalho tem um tempinho e adoro sempre ler o que você escreve; Parabéns por colocar no papel com tanta leveza e simpatia o pensamento das mulheres. Espero mesmo que escreva aqui quando o programa da Gabi vai ao ar, não posso perder… um forte abraço!

  • Priscila Costa diz: 3 de dezembro de 2010

    Sempre que vejo a Gabriela na TV penso o mesmo “Ela intimida.”
    Agora ela é uma excelente profissional.

Envie seu Comentário