Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "Vídeos"

De novo por aqui

21 de maio de 2010 21

Olá, todo mundo! Obrigada pelos vários links para a entrevista da Cissa no Jô. Incrivelmente, ainda não consegui assistir, cheguei ontem de viagem e já fui engolida pelo corre-corre, mas nesse final de semana assistirei com calma.

*

Queria contar pra vocês como foi bacana participar do projeto Leitura em Ação, no Centro Cultural da Ação da Cidadania, um prédio espetacular na Barão de Tefé, no Rio – vale a pena conhecer. No dia em que estive lá houve a inaguração da biblioteca, que é aberta ao público, e eu li textos meus e depois bati um papo com estudantes de duas escolas, e isso foi o que mais me encheu de alegria, porque era uma garotada interessada, mesmo tendo pouquíssimo acesso à jornais e à literatura – ou por isso mesmo. Foi de fato uma ação de inclusão social que, aliás, deveria acontecer em diversos pontos do país. No final do bate-papo houve sorteio de livros e até parecia que se estava sorteando um carro 0km, tamanha a vontade da gurizada em levar os livros pra casa. Fiquei emocionada e convido vocês a entrarem no site para, do jeito que der, participarem dessa corrente pró-cultura.

www.acaodacidadania.com.br

*

Aproveitei minha ida ao Rio para participar de muitas reuniões de trabalho também. Estive com minha editora, Isa Pessoa, da Objetiva, e batemos o martelo, meu novo livro de ficção sai mesmo em outubro e em breve vou anunciar o título. Estive também com Lilia Cabral, prestigiadíssima depois de sua Tereza em “Viver a Vida”: vem mais Divã por aí, dessa vez em seriado para tevê dirigido pelo ótimo José Alvarenga, que dirigiu o filme.  Também conversei com Ana Beatriz Nogueira e Victor Peralta, atriz e diretor da peça Tudo que eu queria te dizer, e soube de algumas alterações que repasso agora pra vocês: a estreia não será mais dia 17 de julho como eu havia anunciado, eles primeiro farão o circuito Sesc aqui no Rio Grande do Sul (já passei pra vocês as datas e cidades) e participarão de alguns festivais de teatro pelo Brasil, para só então estrear no Rio, provavelmente em setembro. E Ana Beatriz estará sozinha no palco, será um monólogo, mas ela me deu uma palhinha e acho que vai ficar sensacional. Sendo a grande atriz que é, se desdobrará em várias personagens das cartas. Por fim, mais bate-papo com mulheres interessantes: jantei com Beatriz Kuhn, psicanalista e idealizadora do movimento Basta! (e minha ex-colega de colégio!), fiz um happy hour com a decoradora Cristina Brasil, que já postou no blog dela suas observações sobre nosso encontro – com fotos! – e tomei café-da-manhã ontem com a filósofa e poeta Viviane Mosé, também grande figura, além de talentosíssima. Depois de tanto assunto, tanto afeto, tanta conversa inteligente e divertida, volto com a cabeça a milhão, cheia de ideias para novos projetos. Bom, bom, bom.

*

Durante o trajeto Rio-Porto Alegre, no avião, devorei o último livro do Philip Roth, “Humilhação”. Roth é o meu Woody Allen da literatura, adoro tudo dele, sou fidelíssima a sua obra, mas esse novo livro não me pegou como os outros, me pareceu escrito com desleixo. Acontece. Minha admiração por ele não diminuiu, e se você nunca leu nada desse autor norteamericano, confira alguns títulos recentes como “Homem Comum”, “Fantasma Sai de Cena”, “O animal agonizante”, todos incríveis, e uma obra-prima chamada “A Marca Humana”.

*

Comprei também o último livro do Nick Hornby, “Juliet Nua e Crua” e o livro “A potência de existir”, de Michel Onfray – já li um livro dele que gostei muito, e dessa vez o título me ganhou. A potência de existir! Comento mais adiante.

*

E a L&PM, minha editora aqui do sul, lançou um produto bárbaro: uma caixa com 5 livros meus: Trem-Bala, Non-Stop, Montanha-Russa, Coisas da Vida e Cartas Extraviadas (4 coletâneas de crônicas e um de poemas), todos em formato pocket. Belíssimo presente para o dia dos namorados!!!! A caixa está a venda na Livraria Cultura, na Livraria da Travessa e em mais alguns pontos, mas todo mundo pode adquirir também pelo site www.submarino.com.br. Eles estão com um preço promocional, vale a pena!

*

Prometi o link para as cenas da peça De mim que tanto falam, está aqui. Não tem a mesma qualidade de som e de imagem do link que postei do “Doidas e Santas”, mas não se deixem levar apenas pela tecnologia, confiram ao vivo!

Bom final de semana a todos, beijos!

Plantão de notícias

17 de maio de 2010 26

Cissa Guimarães esteve ontem, segunda-feira, sendo entrevistada pelo Jô Soares sobre a peça Doidas e Santas. Não pude assistir, mas já soube que foi excelente. Quem conseguir um link da entrevista no youtube, manda pra mim que eu coloco aqui no blog.

*

E presentinho: acesse os trechos da peça: http://www.youtube.com/watch?v=EbCIEs4akLA

*

Sem esquecer de De mim que tanto falam, que está no Centro  Cultural Justiça Federal, de quinta a domingo. O link para as cenas dessa peça eu vou postar na próxima quinta-feira.

*

Beijos, tô de saída pro aeroporto!

Barraco global

06 de maio de 2010 36

Ontem uma pessoa me perguntou por que não estou no twitter, por que não tenho facebook, por que não abro um perfil no orkut e por que não uso MSN. E não fez todas essas perguntas por curiosidade. Senti em sua voz um tom de cobrança, como se o fato de eu ter optado em passar ao largo dessas ferramentas fosse algo prepotente de minha parte, como se eu estivesse me exibindo, me achando. O que é uma contradição, porque tudo o que eu não estou a fim é de ficar ainda mais exposta do que já fico através das crônicas. Mas assim é a vida, não se pode andar na contramão. O fato é que nem que eu quisesse eu teria tempo para ficar atualizando isso tudo. Vejam o blog. Bem que eu tentei, mas reconheço que ele não cumpre o prometido. Não consigo fazer as entrevistas que eu gostaria de postar, não faço tantos comentários sobre livros e filmes como deveria, não coloco fotos, e quando apareço – e tenho aparecido menos do que era pra ser - é para um papo muito rápido. A verdade é que minha vida deu uma acelerada nesse último ano, o número de compromissos e viagens a trabalho aumentou, tenho tido algumas propostas para projetos paralelos que me tomam tempo para realizar. E ainda por cima não tem chovido ideia nem para as crônicas. O mundo é repetitivo, e eu tenho sido também. Com essa overdose de informações, tudo já nasce com cara de notícia de ontem.

*

Não acontece com você, de vez em quando, de sentir uma nostalgia de uma época em que tudo era mais misterioso, incógnito, secreto, inatingível? Eu tenho sentido uma certa tontura com tanta gente falando ao mesmo tempo. E esse “tanta gente” me inclui. Eu não tenho tanto assim pra dizer. Eu não tenho opinião sobre tudo. Eu acho que andamos intoxicados por tantos “eus”.

*

Taí uma ideia pra crônica.

*

Considere o texto acima um desabafo, uma reflexão e um pedido de desculpas.

*

Hoje, em vez de se dedicar a blogs, twitters e facebooks, tire 20 minutos para ouvir uma palestra da escritora Isabel Allende, cujo link estou postando abaixo. Veja como é bacana ver uma mulher defender o direito de outras mulheres, e fazer isso com muito bom humor e comoção ao mesmo tempo. Ouça a voz emocionada dela, repare no seu informalismo mesmo diante de uma plateia de intelectuais, leia no rosto dela como ela acredita no que está dizendo. O mundo virtual tem coisas boas, lógico. Uma delas é poder compartilhar com vocês esse vídeo.

Bom final de semana e até a próxima!

Antes da Páscoa

30 de março de 2010 20

Olá. Amanhã pego a estrada, vou fugir da cidade nesse feriadão, ando com saudades de ver o mar.

Como vou dar uma sumida do blog também, deixo com vocês o link para um vídeo que é uma preciosidade. É uma palestra de cerca de 20 minutos da escritora africana Chimamanda Adichie. Se você nunca ouvir falar dela, toque aqui, eu também não a conhecia, mas vale a pena ouvir o que ela tem a dizer sobre a importância de nunca nos conformarmos com uma única versão das histórias. As palavras delas deixam claro por que é tão importante lermos muito. Acredite: não é um papo chato. Ela é bonita, bem-humorada e inteligente. Vale a pena.

http://www.ted.com/talks/lang/por_br/chimamanda_adichie_the_danger_of_a_single_story.html

*

E pra quem ainda não viu o argentino O Segredo de Seus Olhos, que ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro, fica a dica também. Geralmente, quando sento na cadeira do cinema, tenho uma ideia prévia do que vou assistir, mas dessa vez fui pega de surpresa. Mesmo sendo um trhiller policial com muito suspense, há também espaço para o humor, e o humor que mais gosto, o humor sutil, irônico, verdadeiro, aquele que humaniza os personagens. O roteiro é mirabolante sem ser picotado, a tomada sem cortes na cena do estádio de futebol é de tirar o fôlego, e o final é surpreendente. Gostei muito, espero que vocês também.

*

Dizem que chocolate faz bem pra saúde. Lambuzem-se.

*

Beijos e boa páscoa!