Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Dono morre, e filho joga animais na rua

18 de dezembro de 2008 12

Se alguém puder adotar os dois anjinhos.../Divulgação
O ser humano é realmente surpreendente. É capaz de roubar, mentir, matar! Mas esta é demais! O dono de um casal de pinscher, que era morador da Tapera (em Floripa), morreu na semana passada. Sem titubear, os herdeiros jogaram o casal na rua. Atualmente eles estão sendo cuidados por uma voluntária. Mas se alguém quiser ter uma Natal cheio de luz, ligue para a Maura, (48) 8425-3833. Eles são pequenininhos e muito fofos.

Postado por Jacqueline Iensen

Bookmark and Share

Comentários (12)

  • Ana diz: 26 de dezembro de 2008

    Lendo sobre o abandono destes cachorrinhos me lembrei do dia de ontem
    ( 25/12).Um cachorro branco , de porte médio , foi atropeldo por um carro na rua Abel Capela , em Coqueiros.O motorista, até que estava devagar , mas o cachorro morreu.O motorita deixou o cachorro no meio darua , não se dignou nem em ver o estado do cachorro ou mesmo tirá-lo para que outros carros não passassem por cima.Eu e meu marido ,tiramos e colocamos em um saco e levamos para uma lixeira .

  • DAIANE APARECIDA DOS SANTOS diz: 27 de dezembro de 2008

    eu gostaria de adotar estes casal lindo. adorei estes cachorros aki em casa, trem 5 cachorros chiuaua, e meus pais e eu estamos loucos para arrumar uns cachorrinhos pequenos e amarelinhos. nos tivemos um cachorra que era a coisa mais linda, adoramos criações aki em casa tem quase de tudo. tem cachorros tem gatos,e etc. e adoro os meus cachorros. e imagina estes. bjus. o telefone de casa é (11) 4449-2494 / (11) 9827-3625 <= meu celular

  • Iraí Cardoso diz: 20 de dezembro de 2008

    A cada um conforme suas ações… Um dia eles também poderão ser abandonados. Seres cruéis…

  • sergio borges fortes diz: 18 de dezembro de 2008

    Um dia estas pessoas vão sentir a dor do abandono, espero que eles lembrem dos cães que eles abandonaram! bixo homem é o fim.

  • Joel diz: 18 de dezembro de 2008

    Deve ser um pobre infeliz, queira Deus q um dia ele não venha a precisar de ajudae dai pode ser que os filhos deles façam a mesma coisa q ele está fazendo agora.

  • Alexandra diz: 18 de dezembro de 2008

    Que herdeiros?!?!?! são é verdadeiros monstros… O abandono de um animal é um ato cruel e degradante. Onde anda a Lei e Proteção dos Animais, vão ficar de braços cruzados??? Aproveito para parabenizar a senhora que teve compaixão e está dando carinho e atenção aos cães.

  • Gilberto diz: 18 de dezembro de 2008

    Tomara que amanhã esses filhos(os herdeiros) quando se casarem eles tenham filhos iguais a eles.
    Com atitudes assim, de crueldade, e sem alma.

  • Sergio diz: 18 de dezembro de 2008

    Essa atitude demonstra o apreço que eles tinham com a pessoa que morreu. E como valorizam a vida.

  • samuka diz: 18 de dezembro de 2008

    SER HUMANO ? ESTES QUE JOGARAM OS BICHINHOS NA RUA SÃO SERES HUMANOS ? CUIDADO VIZINHOS, ESTES SÃO ANIMAIS PERIGOSOS, E TRAISOEIROS…É ESTE TIPO DE ¨GENTE¨ QUE FAZ MAL A OUTROS SERES HUMANOS (CUIDADO)!!!!

  • Junior diz: 18 de dezembro de 2008

    O srs humanos mesmo nao tem pior como é que pode uma pessoa fazer um papel deste com certeza o dono gostava dos bichos e o proprio filho teve gorage de fazer um papel deste.. na real esse filho é aqueles que nao gostam do pai é aqueles ue so pensam na herança gente que nao tem carater mais esse filho vai pagar pode botar fé isso nao se fais se fosse do meu pai eu cuidava ate eles morrer. espero que nao seja gente de SC por que daqui ninguem eu acho que faria um papel deste.

  • Camila diz: 21 de janeiro de 2009

    Tomara que quando ele morrer, os filhos levem o corpos dele pro lixão. Quanto à adoção, eu já tenho um poodle anti-social com machos.

  • Emilio Barletta diz: 27 de janeiro de 2009

    Estes herdeiros tem que ter filhos que futuramente gostem de animais e lembrem-se deste fato, Apesar de que pessoas que tem a coragem de fazer isto, não conseguem educar seus filhos, que futuramente com certeza serão desviados socialmente.

Envie seu Comentário