Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Que cachorrada!

26 de janeiro de 2009 4

A notícia vem de Santa Maria, na região Central do Rio Grande do Sul, e é, no mínimo, curiosa. Confira a nota publicada por Luiz Roese, colunista e editor do jornal Diário de Santa Maria, do Grupo RBS:

Pouco antes do Natal passado, um santa-mariense mandou os três poodles de sua mãe para banho e tosa em uma pet da cidade. Na hora de receber de volta os bichinhos, ficou faltando um. O funcionário que fez a entrega contou que um colega “novo e inexperiente” deixou uma cadela escapar. O final foi infeliz: o cão foi atropelado e morreu. O caso virou uma ocorrência na Polícia Civil.

E você, o que faria se isso acontecesse com o seu animal de estimação?

Postado por Ale, da Bela e Santa Catarina

Bookmark and Share

Comentários (4)

  • Simone Carvalho diz: 10 de fevereiro de 2009

    Faz-se necessário e de suma importância, verificar a segurança que a pet shop oferece aos nossos animais e se o tosador realmente gosta do que faz. O banho e tosa onde costumo levar meus cães, apesar de ser simples, é um local totalmente fechado, o que torna impossível a fuga do animal. Sem contar que o tosador é uma pessoa fantástica, muito carinhosa com os animais. Dá pra ver que trabalha com prazer.

  • Debora diz: 27 de janeiro de 2009

    é preciso que haja mais responsabilidade por parte de alguns pets shops para contratação de funcionários!! pobrezinho do cão :-(

  • Emilio Barletta diz: 27 de janeiro de 2009

    Esta empresa deve ser processada e seu dono perder até as “cuecas” e futuramente quando pensar novamente em ter um negócio, pensará dez vezes para contratar um funcionário, pois,cuidado é fundamental, principalmente quando não se é dono do que se está segurando….

  • viviane diz: 27 de janeiro de 2009

    eu processava… um animal de estimacao é mais um membro da familia…

Envie seu Comentário