Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Entrevista com o Sarnento

12 de agosto de 2009 8

Ana Paula Elias/Arquivo pessoal

E esse sou eu, Sarnento, mas meus donos me chamam de Nento, e eu adoro, porque acho um apelido bem carinhoso.

Minha história é muito triste, mas graças aos meus donos, em especial a Jádna, consegui virar o jogo.

Eu tinha uma família, que cuidava de mim até eu ficar doente. Só que depois que piorei eles resolveram me abandonar porque estava dando muito trabalho e os vizinhos falavam que não havia maneira de curar a sarna e que eu poderia passar pra eles.

Fiquei vagando pelas ruas com sarna, fome, frio, sede… Minha sarna era tão profunda que eu tinha feridas pelo corpo e os meus pelos já haviam se desgrudado da pele e ficaram pendurados.

As “pessoas” me davam pauladas, me maltratavam muito e eu nada podia fazer. Fiquei rondando por dias, semanas e meses, até ser amarrado em um portão por uma pessoa que me maltratava.

Fiquei parado inocentemente, quietinho esperando ele me dar um lar e cuidar de mim, mas me enganei.

Ele amarrou uma pedra no meu pescoço e me jogou em um rio para morrer, mas graças a minha dona Jádna essa maldade não aconteceu.

Ela me desamarrou e levou pra casa dela. Me deu banho, cortou meus pelos, que estavam pendurados, passou remédio em meus machucados, preparou uma casinha bem quentinha com água e comida e me deu muito amor.

E esse amor fez com que eu ficasse bom bem rápido! Hoje estou assim, saudável, tenho um lar com quatro pessoas maravilhosas que não deixam me faltar nada e sou muito feliz.

E eu só tenho a agradecer pela bondade da minha dona, e espero que meus amiguinhos que sofrem como eu já sofri tenham a mesma sorte de encontrar um anjo como eu encontrei. Um anjo que salvou a minha vida e mudou a minha triste história.

Ana Paula Elias

Postado por Roberto Saraiva

Bookmark and Share

Comentários (8)

  • Marina diz: 13 de agosto de 2009

    Adorei o final feliz da história do Nento. Ele parece um simpaticão. Parabéns às amorosas adotantes pela atitude de humanidade que faltou ao infame que o maltratou.

  • Vanessa Lobo diz: 12 de agosto de 2009

    Oii, que triste historia, mas com um final lindo e feliz, graças a um anjo realmente. Que Deus abençoe esta familia. bjs

  • Rosemarie Grubba Selhorst diz: 12 de agosto de 2009

    Fale sempre a verdade, mesmo que isso o leve a morte ….. proteja os indefesos que não podem defender-se por si ….. não cometa erros … ame as pequenas criaturas de Deus em forma de animais, são pequenos anjos” ….. (São Francisco de Assis)

    Que São Francisco de Assis abençoe ricamente você Nento, e a maravilhosa família que te acolheu e tratou de suas feridas do corpo e do coração.

  • Viviane Suzuki Sipriano diz: 12 de agosto de 2009

    Impossível não chorar…
    Parabéns Ana Paula!! Por ter salvo essa fofura de um destino feito por pessoas más…

  • Mariana diz: 13 de agosto de 2009

    Nossa, tadinho! Meus parábens.. relmente fico feliz em saber q uma história dessas triste, teve um final feliz e q ainda existem pessoas com coração! E o cãozinho está LINDO! Fico pensando como pessoas tem coragem de maltratar um animalzinho tão querido, realmente não são pessoas, mas sim monstros…

  • Caroline Schultz diz: 12 de agosto de 2009

    Só tenho que parabenizar sua dona Nento.. a Jadna, pois teve uma atitude tão incrível, tão humana, que quase chorei ao ler sua história. Parabéns à ela pelo ato de humanidade e amor! Animais também são obras de Deus. Aquele que não consegue amar a um animal, não consegue amar a Deus.

  • Ana Paula Elias diz: 12 de agosto de 2009

    So tenho a agradecer pelos comentarios sobre a triste hostoria do meu caozinho maravilhoso. Obrigada de coração e que DEUS ilumine sempre a vida de vocês. Beeeijos a todos vocês, seres maravilhosos!

  • Eloisa KS diz: 13 de agosto de 2009

    ainda bem q existem alguns anjos ainda

    Parabéns a vc que cuidou desse lindo caozinho

    gostaria q as pessoas tivessem mais dessa nossa sensibilidade ;D

    parabens a nos
    malditos aqueles que ameaçam a vida de qq animal.

Envie seu Comentário