Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "festival"

Unibanco Arteplex Porto Alegre recebe Festival Varilux de Cinema Francês

11 de junho de 2011 0

Festival será realizado em 22 cidades brasileiras e ganha edição na capital gaúcha de 10 a 16 de junho

O Unibanco Arteplex Porto Alegre recebe o Festival Varilux de Cinema Francês até a próxima quinta, dia 16. São vários filmes muito legais que vão estar sendo exibidos. Com dez filmes inéditos no Brasil, todos produções recentes, o festival apresenta um panorama do cinema francês contemporâneo, com obras estreladas por grandes atrizes como Catherine Deneuve e Audrey Tautou e dirigidas por cineastas como François Ozon, Mia Hansen-Løve e Michel Leclerc.

Entre os destaques do festival estão títulos como “Potiche: Esposa Troféu”, com Catherine Deneuve e Gérard Depardieu. O filme conta a história de Suzanne Pujol, uma esposa burguesa submissa ao marido, um rico industrial desagradável e autoritário que dirige a mão de ferro uma fábrica de guarda-chuvas. O homem sofre um seqüestro e Suzanne assume o comando dos negócios, se revelando uma mulher de ação e uma grande líder.

Potiche: Esposa Troféu

Outro filme que se destaca na programação do Festival Varilux é “Uma doce mentira”, protagonizado por Audrey Tautou. Na tela, a história de uma mulher, Emilie, que recebe uma linda carta de amor anônima. Sua primeira reação é jogar a carta no lixo, mas ela vislumbra uma forma de salvar sua mãe, uma mulher triste e isolada desde a partida de seu marido. Sem pensar muito, ela envia a carta para a mãe, sem saber que o autor é Jean, seu tímido empregado. Emilie não imagina que seu gesto desencadeará uma série de desentendimentos, criando situações fora de controle.

Uma doce mentira

Confira a programação. Para mais informações acesse www.festivalcinefrances.com

sábado 11/06
14h00 Um gato em Paris 60′
15h20 O pai dos meus filhos 110′
17h30 Copacabana 107′
19h40 Potiche 103′

domingo 12/06
14h00 Um gato em Paris 60′
15h20 Simon Werner desapareceu 93′
17h15 Venus Negra 164′
20h20 Os nomes do amor 104′

segunda feira 13/06
14h00 O pai dos meus filhos 110′
16h10 Copacabana 107′
18h20 Uma doce mentira 105′
20h25 Xeque mate 100′

Terça feira 14/06
14h00 Copacabana 107′
16h10 Xeque mate 100′
18h10 Os nomes do amor 104′
20h15 Venus Negra 164′

Quarta feira 15/06
14h00 Um gato em Paris 60′
15h20 O pai dos meus filhos 110′
17h30 Venus Negra 164′
20h35 Lobo 102′

quinta feira 16/06
14h00 Simon Werner desapareceu 93′
15h55 Uma doce mentira 105′
18h00 Potiche 103′
20h05 Copacabana 107′

Festival Imovision no Instituto NT

20 de maio de 2011 0

Eis mais um motivo para eu ser fã declarada do Instituto NT de Cinema e Cultura.

A partir de hoje e nas próximas duas semanas, o Instituto NT de Cinema e Cultura irá abrir espaço para homenagear os 22 anos da distribuidora de cinema independente e alternativo de todo o Brasil. É o FESTIVAL IMOVISION, que irá apresentar diariamente, sempre às 21h20, um dos clássicos do seu acervo. São filmes que marcaram a trajetória da distribuidora e que agora ganham uma nova chance na tela grande.

São quatorze títulos elogiados pela crítica e premiados em festivais de todo o mundo. Produções da França, Uruguai, Israel, Itália, Alemanha, Argentina, Espanha e Estados Unidos.

Segue a programação (ao lado do título, minha cotação, onde *** é muito bom. Os que não constam nada são os que ainda não vi).

20 / 05
Coco Chanel & Igor Stravinsky **

21 / 05
O Banheiro do Papa ***

22 / 05
Lemon Tree ***

23 / 05
Whisky **

24 / 05
Free Zone ***

25 / 05
Almoço em Agosto

26 / 05
Uma Mulher Contra Hitler

27 / 05
Ninho Vazio ***

28 / 05
XXY

29 / 05
Paranoid Park

30 / 05
Entre os Muros da Escola ***

31 / 05
Dois Irmãos ***

01 / 06
Honeydripper

02 / 06
A Fita Branca ***


VALORES DOS INGRESSOS:
SEG-QUI: inteira R$ 10,00/meia R$ 5,00
SEX: inteira R$ 12,00/meia R$ 6,00
SAB-DOM-FERIADOS: Inteira R$ 12,00/Estudantes R$ 10,00/Sênior R$ 6,00

Vote já

08 de maio de 2011 0

Já está aberta no site da Academia Brasileira de Cinema a votação popular para o Grande Prêmio de Cinema Brasileiro. Os internautas podem votar até 31 de maio, dia da premiação.

As categorias para votação popular são: melhor longa-metragem de ficção (5 X Favela, Agora Por Nós Mesmos; Chico Xavier; As Melhores Coisas Do Mundo; Olhos Azuis; Tropa de Elite 2 e Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo), melhor longa-metragem documentário (Dzi Croquettes; O Homem Que Engarrafava Nuvens; José e Pilar; Uma Noite em 67; Rita Cadillac – A Lady Do Povo) e melhor longa-metragem estrangeiro (A Fita Branca; A Origem; O Pequeno Nicolau, A Rede Social, O Segredo Dos Seus Olhos).

O Grande Prêmio do Cinema Brasileiro chega, este ano, a sua 10ª edição e é considerado atualmente a maior premiação do cinema nacional, reconhecendo os profissionais da área e a qualidade técnica e artística dos filmes brasileiros lançados comercialmente no ano de 2010

O casal Luiz Carlos e Lucy Barreto serão os homenageados nesta edição e o Prêmio Especial de Preservação vai para a CINEOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto.

A cerimônia de entrega dos troféus Grande Otelo será no Rio de Janeiro, no Teatro João Caetano, a partir das 21h e terá transmissão, ao vivo, pelo Canal Brasil, a partir das 21h, pelo portal G1 e pelo site www.canalbrasil.com.br.

Bravura em Berlim

10 de fevereiro de 2011 0

Nesta quinta, a 61ª edição do Festival de Berlim será aberta pelo filme Bravura Indômita, dos irmãos Coen. O longa é uma nova adaptação do livro de Charles Portis.

O primeiro filme é de 1969, com John Wayne no papel do xerife Rooster, agora interpertado por Jeff Bridges. Aliás, Wayne ganhou seu único Oscar de Melhor Ator por este filme, numa premiação que foi considerada muito mais uma homanegam a toda a sua carreira do que por sua atuação neste longa.

Agora,  Bridges concorre ao seu segundo Oscar por este filme, mas ele não deve ganhar. Na foto abaixo, ele à direita de Hailee Steinfeld, que interperta a jovem de 14 anos que contrata o xerife para matar o assassino de seu pai, e Josh Brolin, que interpreta o bandido.

No elenco também Matt Damon, um policia texano que se junto à dupla na busca pelo assassino.

Nesta outra foto, Bridges com os diretores Ethan e Joel Coen!

Três anos depois de vencer o Urso de Ouro com Tropa de Elite, o diretor brasileiro José Padilha volta ao Festival de Berlim, para apresentar a sequência do filme, Tropa de Elite 2 – O Inimigo agora é Outro. A produção brasileira terá uma sessão de gala na sexta

Festival traz filmes franceses de graça na internet

24 de janeiro de 2011 0

Esta dica eu recebi do meu querido amigo Sandro Cardoso.

Até o dia 29 de janeiro, quem é vidrado por cinema francês não pode perder esta oportunidade.

Pela primeira vez, um festival de cinema francês está sendo realizado inteiramente via internet. É o MyFrenchFilmFestival.com, que começou no dia 14 de janeiro e vai até o dia 29. Cinéfilos do mundo inteiro têm acesso a todos os filmes desta primeira edição.

São 10 longa-metragens e 10 curta-metragens da jovem criação francesa além de três longas foram de competição. Os internautas podem assistir aos filmes e votar nos seus preferidos. O festival é disponível em 10 idiomas. E o melhor de tudo: NO BRASIL E NA RÚSSIA, AS EXIBIÇÕES SÃO GRATUITAS.

Após assistir aos filmes, legendados, os internautas poderão votar e eleger o melhor de cada categoria. Além do público, um júri formado por blogueiros estrangeiros e profissionais da imprensa internacional também elegerão seus preferidos. No total, serão seis prêmios. Os longas vencedores serão exibidos a bordo de aeronaves da Air France a partir de 1º de abril.

O objetivo do evento é divulgar as produções e os artistas franceses em países estratégicos.

Para saber mais informações acesse a página do festival – www.myfrenchfilmfestival.com. É só entrar lá, fazer o cadastro e desfrutas das produções francesas até o dia 29 !!!!

CineEsquemaNovo 2011 abre inscrições

23 de novembro de 2010 1

Uma das novidades da sétima edição do Festival de Cinema de Porto Alegre é a premiação em dinheiro aos vencedores das mostras competitivas

Estão abertas as inscrições do CineEsquemaNovo – Festival de Cinema de Porto Alegre. Um dos eventos mais importantes do calendário nacional do cinema e das artes visuais, o CEN 2011 terá a sua sétima edição entre os dias 23 e 30 de abril, mantendo a sua proposta de incentivo à criatividade e à autoria na produção audiovisual independente contemporânea, desta vez com premiação em dinheiro aos vencedores.

Como em todas as edições anteriores do festival, o CEN 2011 valoriza diferentes gêneros de filmes e técnicas de realização, sem distinção de formatos de captação ou finalização. Assim, são bem-vindas desde produções realizadas em mídias mais atuais como o celular e as câmeras de vídeo digital e fotografia, até os tradicionais formatos de película de 16mm e 35mm, desde que sejam obras que estimulem a reflexão e a pesquisa de linguagens e dialoguem com os princípios do festival: a surpresa, a experimentação, a criatividade e a inovação.

Podem ser inscritos até o dia 17 de janeiro de 2011 filmes de curta, média e longa-metragem produzidos em todos os gêneros e formatos, realizados no Brasil por brasileiros ou estrangeiros, ou ainda no Exterior por brasileiros, que tenham sido finalizados a partir de janeiro de 2009 e não tenham participado das edições anteriores do CEN.

Além da seleção para as mostras competitivas do festival, os filmes vão concorrer a prêmios em dinheiro, iniciativa inédita na história do CineEsquemaNovo. Os cinco convidados que vão compor o júri oficial escolherão o Melhor longa-metragem (prêmio de R$ 12 mil), Melhor curta ou média-metragem (R$ 5 mil), além de outros filmes de curta, média e longa-metragem que receberão prêmios especiais. Também serão premiados os melhores filmes eleitos pelo público do CEN e pelos alunos da Oficina de Crítica que será realizada durante o evento. O CineEsquemaNovo 2011, financiado pela lei federal de incentivo à cultura, vai ser realizado na Usina do Gasômetro, ocupando diferentes espaços do centro cultural, e no Cine Santander Cultural. O festival conta com a co-realização da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, através da Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia da Secretaria Municipal de Cultura, e apoio especial do Santander Cultural.

O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis no site oficial do festival: www.cineesquemanovo.org

Festival de Cinema da Diversidade Sexual em Porto Alegre

19 de outubro de 2010 0

Começa nesta quinta, dia 21, em Porto Alegre, o Close – Festival Nacional de Cinema da Diversidade Sexual.

O evento, promovido grupo SOMOS – Comunicação, Saúde e Sexualidade, tem o objetivo de valorizar produções cinematográficas e incitar debates em relação a seu tema central: a diversidade de expressões da sexualidade humana.

A programação contará com três mostras:

Mostra Competitiva: o melhor dos filmes curtas-metragens selecionados, que disputarão premiações em dez categorias;

Mostra Paralela: não competitiva, com filmes selecionados pela curadoria;

Mostra Informativa: uma seleção de filmes expressivos (em curta, média ou longa-metragem) de conteúdo artístico, histórico ou social, relacionados à temática da Diversidade Sexual.

O CLOSE ocorrerá no Cinebancários (Rua General Câmara, 424), em Porto Alegre, entre os dias 21 e 24 de outubro de 2010.

Para saber mais detalhes, acesse o site do evento – http://somos.org.br/close – que está bem legal.

Dá uma olhada aqui na programação:


QUINTA | 21 DE OUTUBRO

17h | MOSTRA INFORMATIVA
Curtas: da Paraíba ao Chuí
Amanda e Monick | De André da Costa Pinto, Documentário, Digital, 18min, Paraíba, 2007.
Ivo e Suas Meninas | De Beca Furtado, Documentário, Digital, n/i, Rio Grande do Sul, 2005.
Logo após a sessão, debate com os diretores André da Costa Pinto, Betânia Furtado e o ator Everton Barreto| Mediação: Márcio Reolon

19h | MOSTRA INFORMATIVA
Como Esquecer | De Malu de Martino, Ficção, Película, 98min, São Paulo, 2010.
Logo após a sessão, debate com a produtora Elisa Tomelli | Mediação: Gilberto Perin

SEXTA, 22 DE OUTUBRO

15h | MOSTRA INFORMATIVA
Curtas:
A Fórmula da Felicidade | De Airton Tomazzoni, Ficção, Digital, 15min, Rio Grande do Sul, 2007.
A Visita | De Gilberto Perin, Ficção, Digital, 27min, Rio Grande do Sul, 2007.
Aeroplanos | De Alex Sernambi, Ficção, Digital, n/i, Rio Grande do Sul, 2002.
Chá de Frutas Vermelhas | De Duca Lendecker, Ficção, Digital, 8min54seg, Rio Grande do Sul, 2009.
Depois da Pele | De Márcio Reolon e Samuel Telles, Digital, 13min49seg, Rio Grande do Sul, 2010.
Francisca, a Rainha dos Pampas | De Hique Montanari, Ficção, Digital, 14min 13seg, Rio Grande do Sul, 2003.
Sargento Garcia | De Tutti Gregianin, Película, Ficção, 16min, Rio Grande do Sul, 2000.

17h | MOSTRA INFORMATIVA
ROCKY E HUDSON | De Otto Guerra, Animação, Película, 55min50seg, Rio Grande do Sul, 1994
Logo após a sessão, debate com o diretor e cartunista, Otto Guerra | Mediação: André da Costa Pinto

19h | MOSTRA COMPETITIVA
Série 1
Homens | De Lucia Caus e Bertrand Lira, Documentário, Película, 20min, Espírito Santo, 2008.
Depois de Tudo | De Rafael Saar, Ficção, Digital, 12 min, Rio de Janeiro, 2008.
Um Par a Outro | De Cecília Engels, Ficção, Película, 12min, São Paulo, 2009.
Páginas de Menina | De Mônica Palazzo, Ficção, Película, 19min, São Paulo, 2008.
Felizes para Sempre | De Ricky Mastro, Documentário, Digital, 7min, São Paulo, 2009
Logo após a sessão, debate com realizadores | Mediação: Márcio Reolon

21h | MOSTRA INFORMATIVA
Elvis e Madona | De Marcelo Laffitte, Ficção, Película, 105 min, Rio de Janeiro, 2008.
Logo após a sessão, debate com o ator Igor Cotrim | Mediação: Marcus Mello

SÁBADO, 23 DE OUTUBRO

10h | MOSTRA ESPECIAL: CINEMA SOCIAL
Positivas | De Susanna Lira, Documentário, Digital, 78min, Rio de Janeiro, 2009.
Logo após a sessão, bate-papo com a diretora Sussana Lira.

15h | MOSTRA PARALELA
Curtas: Série 1
Mudanças | De Fábio Menezes, Ficção, Digital, 16min, São Paulo, 2010
Mais ou Menos | De Alexander Antunes Siqueira, Ficção, Digital, 13min, Santa Catarina, 2010.
Garoto de Aluguel | De Tarcísio Lara Puiati, Ficção, Digital, 22min, Rio de Janeiro, 2009.
A Banda | De Chico Lacerda, Documentário, Digital, 20 minutos, Pernambuco, 2010.
A Mais Forte | De Ricky Mastro, Ficção, Película, 15min, São Paulo, 2009.

17h | MOSTRA INFORMATIVA
Do Começo ao Fim | De Aluizio Abranches, Ficção, Película, 90min, Rio de Janeiro, 2009.
Logo após sessão, debate com diretor Aluizio Abranches | Mediação: Vitor Necchi

19h | MOSTRA COMPETITIVA
Série 2
Suspeito | De Eduardo Mattos, Ficção, Película, 18min, São Paulo, 2009
Quenda | De Alexandre Bortolini e Warllem Machado, documentário, digital, 14 min, Rio de Janeiro, 2010.
Rotina Matinal | De Daniel Donato, Ficção, Digital, 11min51seg, Rio Grande do Sul, 2009
Fumaça em Formatos Bizarros | De Lufe Steffen, Ficção, Digital, 19min,São Paulo, 2010.
Eu Não Quero Voltar Sozinho| De Daniel Ribeiro, Ficção, Película, 17 min, São Paulo, 2010.
Logo após a sessão, debate com os realizadores | Mediação: Filipe Matzembacher

21h | MOSTRA INFORMATIVA
Glue | De Alexis dos Santos, Ficção, Película, 109min, Argentina, 2006.
Logos após, sessão com Ines Efron | Mediação: Marcus Mello

DOMINGO, 24 DE OUTUBRO

10h | MOSTRA ESPECIAL: CINEMA SOCIAL
1º Encontro Nacional de Jovens Gays e Outros HSH | De Vagner de Almeida, Documentário, Digital, 27min, Ceará, 2009.
Por outros olhos | De Alvaro de Oliveira e Sylvia Assis, Ficção, Digital, 9min30seg, Rio de Janeiro, 2009.
Novamente | De Giul Junior, Ficção, Digital, 7min42seg, Rio de Janeiro, 2009.
Logo após a sessão, bate-papo com os realizadores.

15h | MOSTRA PARALELA
Curtas: Série 2
Caça Palavra | De Pedro Flores da Cunha, Ficção, Película, 20min, São Paulo, 2009.
Retratos | De Leo Tabosa, Documentário, Digital, 18min, Pernambuco, 2009.
Depois do Almoço | De Rodrigo Diaz Diaz, Ficção, Película, 13min, São Paulo, 2010.
Amor Puro e Simplesmente | De Alexandre Lino, Ficção, Digital, 3min38seg, Rio de Janeiro, 2010.
E agora Luke? | De Alan Nóbrega, Animação, Digital, 4 min, Rio de Janeiro, 2010.
A Descoberta de Luke | De Alan Nóbrega, Animação, Digital, 2 min, Rio de Janeiro, 2007.

17h | CINEMA TRANSFORMADOR
Eu e o Cara da Piscina | De William Mayer, Ficção, Digital, 8min, Rio Grande do Sul, 2009.
Livros no Quintal | De Vinícius Cruxen, Ficção, Película,11min, Rio Grande do Sul, 2009.
Flores de 70 | De Vinícius Cruxen, Documentário, Digital, 22min, Rio Grande do Sul, 2007.
Logo após a sessão, debate com os realizadores | Mediação: Sandro Ka

19h | MOSTRA INFORMATIVA
El Cuarto de Leo | De Enrique Buchichio, Ficção, Digital, 90min, Uruguai, 2009.
Logo após a sessão, debate com o ator Martín Rodriguez | Mediação: André da Costa Pinto
Local:CineBancários

Filme vencedor do Festival de Toronto chega aos cinemas em fevereiro

20 de setembro de 2010 0

The King’s Speech é estrelado por Geoffrey Rush e Colin Firth

A Paris Filmes anunciou que The King’s Speech, filme ganhador do prêmio de Melhor Filme Eleito pelo Público no 35º Festival Internacional de Cinema de Toronto, chega aos cinemas brasileiros em 11 de fevereiro.

Dirigido por Tom Hooper (do sensacional Maldito Futebol Clube), The King’s Speech é estrelado por Geoffrey Rush como uma espécie de fonoaudiólogo do rei de George VI, interpretado por Colin Firth.

Na trama, um jovem George VI relutantemente assume o trono depois que seu irmão, Edward (Guy Pearce), abdica. Considerado incapaz de governar por conta de uma gagueira nervosa, o monarca despreparado precisa reencontrar sua voz com a ajuda do terapeuta da fala Lionel Logue e levar o país ao combate contra os alemães na Segunda Guerra Mundial. O elenco ainda conta com os astros Michael Gambon (Rei George V), Timothy Spall (Winston Churchill) e Helena Bonham Carter (Rainha Elizabeth).

O 35 º Festival de Toronto, que se encerrou no domingo, exibiu durante 10 dias 339 filmes. (258 longas e 81 curtas) e foi considerado pela imprensa especializada uma das melhores edições do evento.

Mais de 500 diretores e atores de todo o mundo desfilaram por Toronto. O Festival é considerado uma prévia do Oscar e marca o início das campanhas para as indicações ao principal prêmio do cinema.

Fantaspoa revisitado

29 de julho de 2010 0

Imagens dos bastidores do festival

 

Foram 17 dias de muita programação, com curtas, mostras paralelas de longas-metragens, sessões comentadas e mostra competitiva. A sexta edição do Fantaspoa – Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre reuniu cerca de cinco mil pessoas. Foram 138 filmes que ofereceram um panorama abrangente do cinema fantástico mundial, com destaque para obras recentes de fantasia, ficção científica, horror e thriller, além de clássicos e filmes raros, a maioria inédita no Brasil. O diretor italiano Luigi Cozzi foi o grande homenageado desta edição e esteve presente no evento.

Confira algumas imagens exclusivas dos bastidores:

Nicolas Tonsho e João Pedro Fleck (direção e produção do festival), Andreas Schaap (diretor do filme de abertura, É Preciso Amar a Mortes, e Felipe Guerra (cineasta independente e curador da Mostra Luigi Cozzi)

Luigi Cozzi  (renomado diretor italiano que recebeu um prêmio pela sua carreira no Fantaspoa 2010) assinando o cartaz de um fã

Luigi Cozzi  assinando o livro de um fã

Felipe Guerra (cineasta independente e curador da Mostra Luigi Cozzi), Vasco Siegmann (diretor de Arte do Fantaspoa), Luigi Cozzi(renomado diretor italiano que recebeu um prêmio pela sua carreira no Fantaspoa 2010), Maria Letizzia (esposa de Luigi Cozzi), Nicolas Tonsho e João Pedro Fleck (direção e produção do festival)

Um show de música gaúcha e argentina preparado especialmente para os diretores convidados

Felipe Guerra, Marc Goldstein (diretor do filme Glenn, o Robô Voador), João Pedro Fleck (direção e produção do festival), Nicolas Tonsho (direção e produção do festival), Paul Barret (produtor do filme Armazenagem a Frio)

Eli Craig (diretor do filme Tucker e Dale Enfrentam o Mal), Vasco Siegmann (diretor de Arte do Fantaspoa), Felipe Guerra (cineasta independente e curador da Mostra Luigi Cozzi), Juan Pablo Caserta (produtor do filme Recortadas) e Mauro Narducci (assistente de direção do filme Recortadas)

Mauro Narducci  (assistente de direção do filme Recortadas), Nicolas Tonsho (produção e direção do festival), Eli Craig (diretor de Tucker e Dale Enfrentam o Mal – com o prêmio de Melhor Diretor), João Pedro Fleck (direção e produção do festival) e Juan Pablo Caserta (produtor do filme Recortadas)

Em pé: Ana Mosena, Vasco Siegmann, Nicolas Tonsho, Felipe Guerra, Eli Craig e Mauro Narducci; Ajoelhados: Juan Pablo Caserta, João Pedro Fleck e Maurício Saldanha

E para quem perdeu a mostra de filmes, até o dia 1º de agosto, no CineBancários, em Porto Alegre, ocorre a Mostra Fantaspoa Revisitado, com a reexibição dos filmes premiados e dos favoritos do público. Para saber mais, é só acessar www.fantaspoa.com

Gramado 2010

19 de julho de 2010 0

Foram anunciados, hoje de manhã, os filmes da mostra competitiva do 38º Festival de Cinema de Gramado, que ocorre dos dias 6 a 14 de agosto. São oito longas-metragem nacionais, sete estrangeiros e 16 curtas nacionais. O troféu Oscarito vai para Paulo Cesar Pereio e o prêmio Eduardo Abelin, para a diretora Ana Carolina Soares.

Longas Brasileiros

180º
Direção: Eduardo Vaisman (Rio de Janeiro)
Sinopse: o filme conta a história de Anna, Russell e Bernardo, três personagens da classe média urbana carioca. Eles apostam tudo o que têm num arriscado jogo de paixões, que envolve a autoria de um livro de sucesso. Sua narrativa não-linear convida o espectador a montar um intrincado quebra-cabeça, cuja solução está tanto no presente quanto no passado dos personagens.

Diário de uma Busca
Direção: Flavia Castro (Rio de Janeiro)
Sinopse: Celso Afonso Gay de Castro morreu aos 41 anos, em Porto Alegre. Entre seu nascimento (1943) e sua morte (1984), uma vida de militância, fuga, sucessivos exílios, amores e filhos. O filme é um “diário de viagem” pelos países em que Celso foi exilado e que foram também os países da infância da diretora, Flávia, filha de Celso – Brasil, Chile, Argentina, Venezuela, França.  Uma trajetória nas entrelinhas da grande história: uma família, com crianças, cachorro, malas sempre sendo feitas e desfeitas, mas que traz em si um pouco do cotidiano de uma geração de militantes de esquerda dos anos 60-70. O filme esboça o movimento que começou com o sonho e alegria de se ter um ideal político até a morte prematura de Celso, envolta em mistérios e que Flávia tenta desvendar.

Enquanto a Noite Não Chega
Direção: Beto Souza (Porto Alegre)
Sinopse: uma cidade em ruínas e apenas três habitantes: um casal de velhos, Eleutério e Conceição, e o coveiro Teodoro. Para honrar a promessa de enterrar até o último morador do lugar, Teodoro aguarda a morte dos dois para ir embora da cidade. Conceição e Eleutério não saem de casa há muito tempo. Vivem apenas com um punhado de mantimentos e as lembranças dos filhos e antigos habitantes da cidade, vistos através de filmes antigos. Para surpresa dos velhos, um dia Teodoro não aparece para jantar. Eles ficam preocupados com o amigo e decidem que na manhã seguinte irão até ao cemitério procurá-lo. Partem logo cedo. O vento forte e a cidade em ruínas transformam o caminho num encontro entre a vida e a morte, o passado e o futuro. Eles encontram Teodoro, que está doente e já sabe o seu fim. A noite chega e os velhos percebem que não podem mais voltar.

Não Se Pode Viver Sem Amor
Direção: Jorge Durán (Rio de Janeiro)
Sinopse: 23 de dezembro. Gabriel, de 10 anos, e Roseli, de 30 anos, chegam ao Rio de Janeiro para encontrar o pai do menino que os abandonou. Nessa noite, sua travessia pela cidade desconhecida os leva a encontrar João, jovem advogado desempregado e apaixonado que procura uma solução desesperada que melhore sua vida; Pedro, pesquisador universitário, que precisa decidir entre a mulher e a profissão; Gilda, dançarina de boate que deseja ir embora, mas está presa à felicidade que deixou escapar. Todos eles estão vivendo situações limites que a proximidade do Natal torna mais pungente. Mas é desses encontros inesperados que renasce neles alguma esperança e o sentimento de que não se pode viver sem amor.

O Último Romance de Balzac
Direção: Geraldo Sarno (Rio de Janeiro)
Sinopse: em 1965, Waldo Vieira, médico, médium espírita que trabalhava próximo a Chico Xavier, psicografa o romance Cristo Espera por Ti, ditado pelo espírito do escritor francês Honoré de Balzac. Muitos anos depois, o livro cai nas mãos do psicólogo Osmar Ramos Filho, recém chegado da Bélgica, que lhe dedica 10 anos de estudos. O Último Romance de Balzac é um documentário que, baseado nas pesquisas de Osmar Ramos sobre o livro psicografado Cristo Espera por Ti e nas relações “arqueológicas” que este livro estabelece com a obra de Honoré de Balzac, especialmente com o romance La Peau de Chagrin (dramatizado no documentário), irá expor e analisar o processo de criação de Honoré de Balzac a partir de um ponto de vista bastante incomum e original.

Ponto Org
Direção: Patricia Moran (São Paulo)
Sinopse: fronteiras sociais e recursos de linguagem jogam o filme e seus personagens. Com uma câmera na mão, crianças da periferia registram a vida da cidade, brincam com potenciais perigos urbanos. Ponto Org é uma sinfonia audiovisual do encontro do mineiro Diamantino com São Paulo, das descobertas de Bárbara através das imagens inquietas das crianças e de personagens fantasmas a espreitar o movimento das esquinas. A cidade personagem recebe projeções de imagens, movimentos de luzes, abriga os sonhos e segredos sobre os medos daqueles para quem a rua é um lar.

O Contestado – Restos Mortais
Direção: Sylvio Back (Rio de Janeiro)
Sinopse: com o testemunho de trinta médiuns em transe, articulando ao memorial sobrevivente e à polêmica com especialistas, O Contestado – Restos Mortais é o resgate mítico da chamada guerra do Contestado ( 1912 – 1916), envolvendo milhares de civis e militares. O sangrento episódio conflagrou Paraná e Santa Catarina por questões de fronteira e disputa de terras, mesclando a eclosão de um surto messiânico de grandes proporções.


Longas Estrangeiros

El Vuelco Del Cangrejo
Direção: Oscar Ruiz Navia (Colômbia/França)


Historia De Un Dia
Direção: Rosana Matecki (Venezuela)


La Vieja De Atras
Direção: Pablo Jose Meza (Argentina/Brasil)


La Yuma
Direção: Florence Jaugey (Nicarágua)


Mi Vida Con Carlos
Direção: German Berger (Chile/Espanha/ Alemanha)


Ojos Bien Abiertos: Un Viaje por la Sudámerica de Hoy
Direção: Gonzalo Arijon

Curtas Nacionais

Amigos Bizarros do Ricardinho
Direção: Augusto Canani (Porto Alegre)

A Minha Alma É Irmã de Deus
Direção: Luci Alcântara (Recife)

Babás
Direção: Consuelo Lins (Rio De Janeiro)

Carreto
Direção: Cláudio Marques e Marília Hughes (Salvador)

Em Trânsito
Direção: Cavi Borges (Rio de Janeiro)

Eu Não Quero Voltar Sozinho
Direção: Daniel Ribeiro (São Paulo)

Haruo Ohara
Direção: Rodrigo Grota (São Paulo)

Mar Exílio
Direção: Eduardo Morotó (Rio de Janeiro)

Naiá e a Lua
Direção: Leandro Tadashi (São Paulo)

Ninjas
Direção: Dennison Ramalho (São Paulo)

Os Anjos do Meio da Praça
Direção: Alê Camargo & Camila Carrossine (São Paulo)

Pimenta
Direção: Eduardo Mattos (São Paulo)

Pinball
Direção: Ruy Veridiano (São Paulo)

Ratão
Direção: Santiago Dellape (Brasília)

Um Animal Menor
Direção: Pedro Harres e Marcos Contreras (Porto Alegre)

Vento
Direção: Marcio Salem (São Paulo)