Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Científico do Cristóvão de Mendoza em 1970

04 de fevereiro de 2014 0
Foto: acervo pessoal de Wilson Moura, divulgação

Foto: acervo pessoal de Wilson Moura, divulgação

Uma das instituições de ensino mais tradicionais de Caxias do Sul, o Instituto Estadual de Educação Cristóvão de Mendoza é fonte de recordações para diversos leitores. Wilson Moura tinha 16 anos em 1970, quando os guris do então científico organizavam jogos de futebol no intervalo entre os turnos.

Acima, o time prestes a entrar em campo no Estádio Municipal, no bairro Cinquentenário. Atuando como meia-direita, Moura (no centro, agachado) lembra de alguns integrantes do grupo.

Em pé, da esquerda para a direita: Cunha, Panetone, Paulo, Itacir Spiandorello, Flávio Figueiró, Paulo e Ariovaldo. Agachados, a partir da esquerda, Paulo Facchin, Gilberto, Wilson Moura, Paulo e Alexandro.

Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

A Praça das Bandeiras

A história do colégio remete às décadas de 1930 a 1950, tempos da Escola Complementar de Caxias do Sul e da Escola Normal Duque de Caxias, então situadas na esquina das ruas Visconde de Pelotas com a Bento Gonçalves (hoje Colégio Presidente Vargas).

Em 1961, já com a denominação Cristóvão de Mendoza, o colégio passou a funcionar em um amplo prédio na Avenida Júlio de Castilhos, especialmente construído pelo governo do Estado para esse fim.
Nas fotos abaixo, a solenidade de inauguração da Praça das Bandeiras, em 26 de abril de 1978.

Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Para consulta

Documentos, livros de registro e fotografias referentes às antigas escolas estaduais Colégio Elementar José Bonifácio, Escola Complementar de Caxias e Escola Normal Duque de Caxias, responsáveis pela formação da maioria dos professores da cidade nas décadas de 1940 a 1960, estão disponíveis para pesquisa no Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami.
O acervo foi repassado ao Arquivo pelo Instituto de Educação Cristóvão de Mendoza. O material integra a documentação relativa à educação pública no município.

O Arquivo Histórico Municipal

* O Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami fica na Av. Júlio de Castilhos, 318, bairro Lourdes

* Horários: segunda a sexta, das 10h às 16h

* Contatos: (54) 3218.6114, 3901.1318 e arquivohistorico@caxias.rs.gov.br

* O acervo é dividido em setores: arquivo público, arquivos particulares, biblioteca de apoio à pesquisa (com diversas obras raras), hemeroteca, banco de memória e fototeca. O setor de fototeca dispõe de aproximadamente 1 milhão de documentos fotográficos, que registram a história da cidade desde os primeiros tempos. São negativos em vidro, flexíveis e positivos, originários de doações de famílias, fotógrafos e material de aquisição, como o do acervo do antigo Studio Geremia, adquirido em 2002.

Envie seu Comentário