Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

O chafariz da Praça Dante Alighieri

17 de fevereiro de 2014 1
O chafariz na década de 1950. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

O chafariz na década de 1950. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

O chafariz da Praça Dante Alighieri foi inaugurado durante a Festa da Uva de 1937, quando a área central passava por um amplo processo de urbanização. No fim dos anos 1970, com as mudanças que culminaram no fechamento da Júlio e na abertura do calçadão, a estrutura também sofreu algumas alterações.

Datada dos anos 1950, a foto acima eternizou, além do chafariz, três prédios ícones da Rua Marquês do Herval: o Banco do Estado do Rio Grande do Sul, o antigo Cinema Guarany (hoje descaracterizado) e o Hotel Menegotto, demolido na década de 1980.

Abaixo, vemos o chafariz rodeado de figurantes da Festa da Uva de 1937, com o pórtico ao fundo. A edição de 1937 também foi a última antes do hiato de 13 anos, decorrente do Estado Novo de Getúlio Vargas, da entrada do país na Segunda Guerra Mundial, em 1942, e da onda de nacionalismo que varreu o país.

A Festa só retornaria em 1950, porém a algumas quadras da Praça: no pavilhão da antiga Cooperativa Madeireira Caxiense (hoje Hipermercado Big).

O chafariz à epoca de sua inauguração, durante a Festa da Uva de 1937. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

O chafariz à epoca de sua inauguração, durante a Festa da Uva de 1937. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Abaixo, vemos também um detalhe da borda interna do chafariz, captado pelo leitor Francisco Arteche. Repare nos cachos de uva e nas folhas de parreira em relevo.

O chafariz foi obra do mestre canteiro José Zambon, responsável por centenas de estruturas em pedra em Caxias, do Monumento ao Imigrante aos muros das fábricas e residências da família Eberle.

Foto: Francisco Arteche, divulgação

Foto: Francisco Arteche, divulgação

Na edição 2014 da Festa da Uva, o chafariz da praça vai repetir uma tradição que vem, segundo registros históricos, desde a década de 1930: jorrar água com cor de vinho.
Após o encerramento, porém, ele passará por reformas. As obras permitirão que a estrutura tenha um sistema com jogo de luzes e dança de águas. O registro abaixo é da festa de 2008.

Foto: Daniela Xu

Foto: Daniela Xu

 

Comentários (1)

  • Francisco Arteche diz: 18 de fevereiro de 2014

    As fotos mais antigas mostram um espelho maior. Posteriormente construíram uma estrutura para chafarizes menores, que são utilizados de vez em quando, indo de encontro a preservação do patrimônio. Agora, para ele ser uma atração tem que estar maquiado de roxo. Torço para que no futuro não o desmanchem, colocando a culpa na dengue ou no risco de “afogamento”.

Envie seu Comentário