Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

O pioneirismo da família Rovea

14 de março de 2014 0

A casa de negócios de Vicente Rovea em 1917. Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

A casa de negócios do casal Vicente e Bortolina Rovea foi responsável por abastecer Caxias do Sul nos primórdios da colonização.

O comércio, inicialmente instalado em um casarão de madeira na Av. Júlio de Castilhos e posteriormente em um prédio de alvenaria na esquina com a Humberto de Campos (hoje sede do Arquivo Histórico Municipal), oferecia todo tipo de secos e molhados, além de miudezas, fazendas e itens de armarinho.

Também era parada obrigatória de tropeiros e mascates oriundos de vários pontos da Serra, que ofertavam fumo, cachaça, charque, tecidos, vimes, entre outros produtos, para troca e armazenamento.

Em 1917: Vicente e Bortolina Rovea com as filhas Rosina e Angelina. Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João

Na foto acima, Vicente e Bortolina Rovea na companhia das filhas Rosina e Angelina, defronte ao casarão. A imagem integra o acervo pessoal de Cléver Moreira, neto de Osvaldo Moreira, um dos filhos de Rosina.

Abaixo, o casamento de Angelina com João Domingos Peretti, em 20 de dezembro de 1916.

Casamento de Angelina Rovea com João Domingos Peretti, em 1916. Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

A antiga Intendência Municipal

Intendente de Caxias do Sul (denominação anterior a de prefeito, surgida em 1930) entre os anos de 1908 e 1910, Rovea faleceu em 20 de novembro de 1941, aos 80 anos.

Bortolina morreu dois anos antes, em 1939, com 68, conforme detalham os antigos santinhos guardados pelo tataraneto de Rovea, Cléver Moreira.

Foto: acervo pessoal de Cléver Moreira, divulgação

Foto: acervo pessoal de Cléver Moreira, divulgação

Na foto abaixo, Vicente Rovea (de colete) na sacada da antiga Intendência Municipal de Caxias do Sul, em 1908.

O prédio, localizado na Rua Dr. Montaury, entre a Av. Júlio de Castilhos e a Sinimbu, também abrigou o pioneiro Café Central e a Biblioteca Pública Municipal Dr. Demétrio Niederauer.

Foto: Domingos Mancuso, acervo pessoal de Renan Carlos Mancuso, divulgação

Foto: Domingos Mancuso, acervo pessoal de Renan Carlos Mancuso, divulgação

Envie seu Comentário