Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Cervejaria Leonardelli, fabricante da clássica cerveja Pérola, em 1952

11 de abril de 2014 1
A inauguração das novas instalações da cervejaria em 1952, com o sócio-proprietário Guerino Costi apresentando o maquinário ao prefeito Euclides Triches. Foto: Studio Geremia, acervo pessoal de João Carlos Leonardelli, divulgação

A inauguração das novas instalações da cervejaria em 1952, com o sócio-proprietário Guerino Costi apresentando o maquinário ao prefeito Euclides Triches. Foto: Studio Geremia, acervo pessoal de João Carlos Leonardelli, divulgação

Gerações de consumidores provaram – e se deliciaram – com as cervejas e refrigerantes produzidos pela Cervejaria Irmãos Leonardelli, especialmente a clássica cerveja Pérola. Fundada em 1887 pelo imigrante Ambrogio Leonardelli, a empresa apresentou suas novíssimas instalações em fevereiro de 1952. Silos, fábrica, bar, varejo e administração ocupavam todo o quarteirão envolvendo as ruas Vereador Mario Pezzi, Vinte de Setembro, Ernesto Alves e Venâncio Aires, no bairro Lourdes.

O prédio da cervejaria captado a partir da Rua Vereador Mário Pezzi, no início dos anos 1950. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

O prédio da cervejaria captado a partir da Rua Vereador Mário Pezzi, no início dos anos 1950. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

A inauguração das novas instalações da cervejaria em 1952, com o sócio-proprietário Guerino Costi (de gravata) apresentando o maquinário ao prefeito Euclides Triches. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

A inauguração das novas instalações da cervejaria em 1952, com o sócio-proprietário Guerino Costi (de gravata) apresentando o maquinário ao prefeito Euclides Triches. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Nas fotos acima e abaixo, um flagrante da inauguração, com o empresário Guerino Costi (um dos sócios-proprietários) e o então prefeito de Caxias Euclides Triches conferindo o moderno maquinário de engarrafamento. Mais abaixo, autoridades religiosas benzendo as instalações e detalhes do interior da firma.

A cervejaria em 1952, com o sócio-proprietário Guerino Costi, o prefeito Euclides Triches e autoridades religiosas. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

A cervejaria em 1952, com o sócio-proprietário Guerino Costi, o prefeito Euclides Triches e autoridades religiosas. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Autoridades religiosas benzendo as instalações do novo prédio. À direita, o prefeito Euclides Triches e o empresário Guerino Costi. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Autoridades religiosas benzendo as instalações do novo prédio. À direita, o prefeito Euclides Triches e o empresário Guerino Costi. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

O interior da cervejaria em 1952. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

O interior da cervejaria em 1952. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

O interior da cervejaria em 1952. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

O interior da cervejaria em 1952. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

A empresa foi adquirida pela Antarctica em 1973 e extinta em meados da década de 1990. Abaixo, uma foto promocional da Cerveja Pérola em 1969.

Foto promocional da cerveja Pérola em 1969. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Foto promocional da cerveja Pérola em 1969. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Nas festas da Uva

A cerveja e o chope Pérola também dividiam, com a uva e o vinho, as atenções dos frequentadores da Festa Nacional da Uva nos 1950 e 1960.

O estande do Chopp Pérola na Festa da Uva de 1958, ainda realizada no pavilhão da Rua Alfredo Chaves, hoje prefeitura municipal. À frente, a rainha Zila Turra e o empresário Nestor Rizzo (com o microfone). Foto: Studio Geremia, acervo pessoal de João Carlos Leonardelli, divulgação

O estande do Chopp Pérola na Festa da Uva de 1958, ainda realizada no pavilhão da Rua Alfredo Chaves, hoje prefeitura municipal. À frente, a rainha Zila Turra e o empresário Nestor Rizzo (com o microfone). Foto: Studio Geremia, acervo pessoal de João Carlos Leonardelli, divulgação

Raro registro de uma consumidora no bar junto à sede da cervejaria, nos anos 1950. Foto: acervo pessoal de João Carlos Leonardelli, divulgação

Raro registro de uma consumidora no bar junto à sede da cervejaria, nos anos 1950. Foto: acervo pessoal de João Carlos Leonardelli, divulgação

Comentários (1)

  • Renato diz: 11 de abril de 2014

    Maravilha. Eu só tomava cerveja Pérola e, se existisse hoje, só tomaria a melhor cerveja de todos os tempos, a Pérola.

Envie seu Comentário