Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Carla Pauletti em fatos e fotos

16 de junho de 2014 0
Carla Pauletti em registro de 1989, quando iniciou no jornal Pioneiro. Foto: banco de dados/Pioneiro

Carla Pauletti em registro de 1989, quando iniciou no jornal Pioneiro. Foto: banco de dados/Pioneiro

Em 1989, o setor de fotografia do jornal Pioneiro recebia uma jovem de 25 anos ousada, intuitiva e afoita por mostrar serviço. Em uma editoria dominada por fotógrafos homens (Gilmar Gomes, Raul Ben e Antônio Galvão), Carla Pauletti chegou chegando – irreverente e sem formação superior, logo demarcou um estilo: o seu.

Se o repórter fosse por um lado, Carla buscava o oposto. Fazia a “sua pauta”, descobria como registrar o proibido, o que ninguém via, aquilo que as fontes oficiais não gostavam que fosse mostrado, o ângulo que causasse surpresa. Subia em árvore, telhado, muro, escada, “furava” e surpreendia a concorrência.

Foi assim com o pioneiro ensaio que detalhou a clausura das irmãs carmelitas, em 1992; com as imagens do resgate dos irmãos Nora, sequestrados em 1991; ou quando adentrou as locações secretas onde seriam gravadas cenas de O Caso do Martelo, em 1991, captando boa parte dos bastidores.

O incêndio na prefeitura em 1992. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

O incêndio na prefeitura em 1992, com o prefeito Mansueto Serafini Filho (D) conferindo os estragos. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Flagrante nas gravações de 'O Caso do Martelo', em 1991. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Flagrante nas gravações de ‘O Caso do Martelo’, em 1991, com Paulo José (C) e Lima Duarte. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

João Pulita entrevista Norma Bengell em 1993, durante o Festival de Cinema de Gramado. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

João Pulita entrevista Norma Bengell em 1993, durante o Festival de Cinema de Gramado. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Um registro aéreo das ruínas da antiga Cantina Antunes, antes da construção do F´roum, em 1990. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Um registro aéreo das ruínas da antiga Cantina Antunes, antes da construção do Fórum, em 1990. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

A corrida do ouro: Terceira Légua atrai centenas de garimpeiros com a notícia de um possível foco de pedras preciosas, em 1992. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

A corrida do ouro: Terceira Légua atrai centenas de garimpeiros com a notícia de um possível foco de pedras preciosas, em 1992. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

A corrida do ouro: Terceira Légua atrai centenas de garimpeiros com a notícia de um possível foco de pedras preciosas, em 1992. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

A corrida do ouro: Terceira Légua atrai centenas de garimpeiros com a notícia de um possível foco de pedras preciosas, em 1992. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

A inauguração do primeiro shopping de Caxias, o Prataviera, em 1993. A corrida do ouro: Terceira Légua atrai centenas de garimpeiros com a notícia de um possível foco de pedras preciosas, em 1992. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

A inauguração do primeiro shopping de Caxias, o Prataviera, em 1993. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

A construção do Hospital Geral, em junho de 1991. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

A construção do Hospital Geral, em junho de 1991. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Os 50 anos

Com menos de 10 anos de casa, Carla faleceu em 1997, aos 32 anos, vitimada por um tumor no cérebro. Pouco tempo, mas suficiente para eternizar fatos e pessoas que marcaram a cidade e a Serra nos anos 1990. Atualmente, a pequena rua que leva seu nome, no bairro Altos do Seminário, é apenas parte da enorme Caxias enquadrada magicamente por ela.

Carla completaria 50 anos nesta segunda, 16 de junho.

Ensaio de 1992 detalhou aspectos da vida de clausura das irmãs do Carmelo do Menino Jesus. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Ensaio de 1992 detalhou aspectos da vida de clausura das irmãs do Carmelo do Menino Jesus. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Ensaio de 1992 detalhou aspectos da vida de clausura das irmãs do Carmelo do Menino Jesus. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Ensaio de 1992 detalhou aspectos da vida de clausura das irmãs do Carmelo do Menino Jesus. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Bastidores de 'O Caso do Martelo', em 1991.  Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Bastidores de ‘O Caso do Martelo’, em 1991. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Virgílio Merlo e a arte de trabalhar o cobre. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

O artesão Virgílio Merlo e a arte de moldar o cobre, em registro de 1992. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Raul Seixas e Marcelo Nova, captados por Carla em agosto de 1989. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Raul Seixas e Marcelo Nova, captados por Carla em agosto de 1989, em Caxias. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Toda a rebeldia e vigor da jovem Cássia Eller no Porto de Elis, em 1991. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Toda a rebeldia e vigor da jovem Cássia Eller no Porto de Elis, em 1991. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Um clique no mestre Ulysses Geremia (1911-2001), ícone da fotografia caxiense. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Um clique no mestre Ulysses Geremia (1911-2001), ícone da fotografia caxiense. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Dois ícones da música erudita produzida em Caxias: Eugênio e Gabriela Coletti, em 1993. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Dois ícones da música erudita produzida em Caxias: Eugênio e Gabriela Coletti, em 1993. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

A construção da barragem do Faxinal, em 1990. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

A construção da barragem do Faxinal, em 1990. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Missão diária

Atual editor de imagem do Pioneiro, o fotógrafo Porthus Júnior recorda do início do trabalho com Carla, em 1991.

– De cara ganhei uma amiga. A Carla já veio perguntando o que eu sabia fazer, do que eu gostava, o que eu precisava. Me deu várias dicas, tanto de fotografia quanto no laboratório. Típico de uma descendente de italianos, frequentemente ficava falando em dialeto pela redação. Conseguia traduzir toda essa energia nas fotos que tirava. Para ela, cada pauta era como uma missão, que só acabava após a fotografia estar ali, revelada, no papel. Pronta para mostrar ao editor uma opção para a capa.

O crédito Carla Pauletti em várias fotos de capa do Pioneiro naquele período comprovam: ela não brincava em serviço.

Paulo José e José Clemente Pozenato confraternizam após o final das gravações de 'O Caso do Martelo', em 1991. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Paulo José e José Clemente Pozenato confraternizam após o final das gravações de ‘O Caso do Martelo’, em 1991. Foto: Carla Pauletti, banco de dados/Pioneiro

Envie seu Comentário