Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Quartel de Caxias na Olimpíada Militar de 1951

12 de julho de 2014 0
Foto: acervo pessoal de Alvis Santos Fiedler, divulgação

A 1ª Bateria do 3º Grupo de Canhões Automáticos Antiaéreos 40mm, em 1950. Foto: acervo pessoal de Alvis Santos Fiedler, divulgação

O aposentado ALVIS SANTOS FIEDLER, 83 anos, mantém um vasto acervo sobre a trajetória da Metalúrgica Abramo Eberle, onde atuou duas décadas como GRAVADOR, e sobre o tempo em que serviu no 3° Grupo de Canhões Automáticos Antiaéreos 40mm, hoje 3º Grupo de Artilharia Antiaérea (3° GAAAe).

Fiedler entrou no quartel em 3 outubro de 1950, integrando a 1ª Bateria, e permaneceu na corporação por um ano. Na imagem acima, o jovem soldado aparece sentado à esquerda do canhão, próximo do então 2° Sargento Estuezel Pereira da Silva (à frente, o primeiro à esquerda) e do colega Marcelino Dani (em pé mais atrás, sem camisa).

No ano seguinte, Fiedler participou da Olimpíada Militar do 3° Grupo, no Parque Farroupilha, em Porto Alegre. Além de Caxias, a competição envolvia quartéis de Porto Alegre, Bento Gonçalves, Santa Maria e Uruguaiana.

Na foto abaixo, de 29 de junho de 1951, vemos a equipe de atletismo – Alvis, o quarto a partir da esquerda, ficou em segundo lugar na prova do 400 metros, realizada em pleno Dia de São Pedro.

Foto: Studio Geremia, acervo pessoal de Alvis Santos Fiedler, divulgação

Equipe de atletismo do quartel caxiense, durante a Olimpíada Militar de 1951, em Porto Alegre. Foto: Studio Geremia, acervo pessoal de Alvis Santos Fiedler, divulgação

As competições ocorriam nas cercanias do Colégio Militar, no quarteirão envolvendo as ruas José Bonifácio e Venâncio Aires. Na classificação geral, entre todas as modalidades, o quartel caxiense ficou na quarta posição.

Os 64 anos do quartel

No próximo dia 18 de julho ocorre a cerimônia alusiva aos 64 anos do 3° GAAAe. Conforme o escritor e militar aposentado Alvino Brugalli, autor do livro O Quartel (2000), a presença do Exército Brasileiro em Caxias do Sul data de 1918, quando foi instalado na cidade o Tiro de Guerra n° 248.

A construção do quartel que conhecemos hoje foi iniciada em 1922 e concluída um ano depois, em 1923, na Av. Rio Branco.

Foto: Studio Geremia, coleção de Hildo Boff, divulgação

A clássica fachada do 3° Grupo de Canhões Automáticos Antiaéreos 40mm, na Avenida Rio Branco, no início dos anos 1950. Foto: Studio Geremia, coleção de Hildo Boff, divulgação

Entre 1927 e 1949, o local sediou o antigo 9° Batalhão de Caçadores, seguido do 1° Grupo do 4° Regimento de Artilharia Antiaérea, instalado em 15 de abril de 1950. No mesmo ano, ele foi transformado no 3° Grupo de Canhões Automáticos Antiaéreos 40mm (foto acima).

Em 1973, o nome foi simplificado para 3° Grupo de Artilharia Antiaérea, que permanece até hoje.

Envie seu Comentário