Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Galópolis: os 75 anos de um sindicato

30 de agosto de 2014 1
Foto: Studio Tomazoni Caxias, acervo do sindicato, divulgação

O governador do RS, Ernesto Dornelles, corta a fita inaugural em 1951, acompanhado pelo prefeito Luciano Corsetti (mais ao fundo) e o subprefeito Augusto Adamatti (à direita). Foto: Studio Tomazoni Caxias, acervo do sindicato, divulgação

Foto: Studio Tomazoni Caxias, acervo do sindicato, divulgação

O governador Ernesto Dornelles e o prefeito Luciano Corsetti (sentado) no dia da inauguração da sede própria, em 1951. Foto: Studio Tomazoni Caxias, acervo do sindicato, divulgação

O trabalho no antigo Lanifício São Pedro, em Galópolis, confunde-se com a trajetória do bairro desde o final do Século 19. E o atual Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Fiação e Tecelagem tem parte fundamental nessa história de vínculo comunitário.

Fundada há 75 anos, em 13 de agosto de 1939, a entidade surgiu para atender as necessidades dos trabalhadores da crescente Vila Operária, além de garantir o cumprimento da nova legislação trabalhista, instaurada pelo governo de Getúlio Vargas.

Foi quando João Vial, presidente do Círculo Operário Ismael Chaves Barcellos, e demais administradores da fábrica organizaram uma assembleia com os funcionários. Surgia aí a Associação Profissional dos Trabalhadores nas Indústrias de Fiação e Tecelagem, cuja sede funcionava no próprio Círculo Operário.

Dois anos depois, em 1941, Euclides Canale foi eleito primeiro presidente. Porém, a sede própria só surgiria 10 anos mais tarde, em 1951. Foi quando o sindicato passou a funcionar na Avenida Presidente Vargas, 901 (BR-116).

Foto: Studio Tomazoni Caxias, acervo do sindicato, divulgação

Registro do  jantar de inauguração da nova sede em 1951. Nas paredes, os retratos das três autoridades: o governador Ernesto Dornelles, o presidente Getúlio Vargas e o prefeito Luciano Corsetti. Foto: Studio Tomazoni Caxias, acervo do sindicato, divulgação

Foto: Studio Geremia, acervo do sindicato, divulgação

Comunidade do bairro e alunos do Grupo Escolar Paraná prestigiando a inauguração, em 1951. Foto: Studio Geremia, acervo do sindicato, divulgação

Foto: Studio Tomazoni Caxias, acervo do sindicato, divulgação

O prefeito Armando Biazus (em pé) durante uma solenidade no sindicato no início dos anos 1960. Foto: Studio Tomazoni Caxias, acervo do sindicato, divulgação

Na foto acima, um registro do início dos anos 1960. A partir da esquerda vemos o presidente Hilário José Buselatto (em sua terceira gestão à frente da entidade) e a esposa Rosina Scola Buselatto; o prefeito de Caxias, Armando Biazus (em pé), e o casal Dionísio Sandi e Clari Fellipi Sandi, durante uma festividade na sede.

Trajetória

Em 28 de janeiro de 1942, os operários receberam a Carta Oficial de reconhecimento da entidade, denominada Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Fiação e Tecelagem do Distrito de Galópolis.

Três anos depois, houve a pioneira discussão entre direção e funcionários a respeito das leis de férias e demissão de empregados, com base nos estatutos da entidade. Já o primeiro dissídio coletivo registrado na Justiça do Trabalho chegou em 1948.

Diretoria e associados em 1951. Aparecem, entre outros, Foto: Studio Tomazoni Caxias, acervo do sindicato, divulgação

Diretoria e associados em 1951. Na imagem aparecem, entre outros, Nilo Forner, Henrique Rech, Sisto Muner, Luiz Gazola, José Fontana, Vergílio Felippi, Antonio Felippi, Aquilino Felippi, Augusto Adamatti, Dorvalino Adamatti e Antonio Rigon. Foto: Studio Tomazoni Caxias, acervo do sindicato, divulgação

Depois de funcionar durante 60 anos às margens da BR-116, a nova sede administrativa mudou-se para poucos metros dali, na Rua Ismael Chaves Barcellos. O antigo casarão, no entanto, continua sediando festas e encontros dos funcionários (foto abaixo).

Foto: acervo do sindicato, divulgação

A antiga sede, hoje abrigando festas e eventos sociais. Foto: acervo do sindicato, divulgação

As informações deste post são uma colaboração de Renato João Dall’ Agnol.

Comentários (1)

  • José Luiz Canale diz: 12 de junho de 2016

    Euclides Mario Canale que foi eleito em 1941 primeiro presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Fiação e Tecelagem de Galópolis/RS era meu saudoso pai, nascido em Galópolis em 01/01/1916. Mudou-se para Erechim/RS em 1946, onde faleceu em 1975. Filho de Giuseppe Canale (nascido em Schio-Itália em 1891) e de Ignes Comerlato, teve 6 irmãos: Luiz, Edmundo,Oswaldo, Helena, Carmen e Remy José. Teve três filhos com minha amada mãe, falecida em 1972, Yolanda Tereza Ungaratto (nascida em Galópolis em 10/01/1920): eu José Luiz, Maria Luiza e Margareth Inês. Quaisquer contatos de parentes, amigos e conhecidos serão muito bem vindos através do meu e-mail: canale@acel-rs.com.br

Envie seu Comentário