Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Desfiles da Semana da Pátria de 1950

06 de setembro de 2014 0
Foto: Studio Geremia, acervo Colégio La Salle, divulgação

Flagrante da chegada do Fogo Simbólico ao bairro São Pelegrino, no cruzamento da Rua Feijó Júnior com a Avenida Itália, próximo ao início da Avenida Rio Branco. O jovem atleta dirige-se à antiga igreja de São Pelegrino, então localizada na rótula do Edifício Francisco Oliva. Foto: Studio Geremia, acervo Colégio La Salle, divulgação

No final de semana de Sete de Setembro relembramos dos desfiles e paradas cívicas que movimentavam a área central de Caxias do Sul há 60 anos.

Em 1950, por exemplo, a solenidade de chegada do Fogo Simbólico da Semana da Pátria mobilizou a comunidade do bairro São Pelegrino – após a pira ser acesa pelo pároco, padre Eugênio Giordani, o fogo seguiu para a Catedral Diocesana.

Na imagem acima vemos um grupo de alunos, professores, religiosos e moradores prestigiando a chegada defronte à antiga sede do Colégio La Salle – antes de mudar para a rua homônima, a instituição situava-se no largo da Rua Feijó Jr., entre as avenidas Júlio de Castilhos e Itália (em frente ao atual Teatro São Carlos).

Com exceção do casarão ao fundo (localizado na esquina da Júlio com a Feijó, hoje uma loja de moda feminina), o restante do trecho cedeu espaço a novas construções a partir do final dos anos 1960.

Edição do Pioneiro de 2 de setembro de 1950 destacava a programação de Sete de Setembro. Foto: reprodução

Edição do Pioneiro de 2 de setembro de 1950 destacava a programação de Sete de Setembro. Foto: reprodução

Detalhe da reportagem sobre o acendimento da pira pelo Padre Giordani. Foto: reprodução

Detalhe da reportagem do Pioneiro sobre o acendimento da pira pelo Padre Giordani. Foto: reprodução

Cortejos em 1951

Abaixo, alguns registros da Semana da Pátria de 1951. Na primeira foto, alunos do La Salle desfilam pela Av. Júlio, na esquina com a Dr. Montaury, onde situava-se o antigo BANCO NACIONAL DO COMÉRCIO. A agência foi demolida no final dos anos 1960 para abrigar o Edifício Solaris.

A partir desse mesmo PONTO, pilotos da Sociedade Motociclística Caxiense, fundada em 1949, abriram o desfile cívico-militar de Sete de Setembro.

Foto: Studio Geremia, acervo Colégio La Salle, divulgação

Desfile dos alunos do Colégio La Salle pela Avenida Júlio de Castillhos, na esquina com a Dr. Montaury (ao fundo). Foto: Studio Geremia, acervo Colégio La Salle, divulgação

Foto: Studio Geremia, acervo Colégio La Salle, divulgação

Pilotos da Sociedade Motociclística Caxiense abriram o desfile cívico de 1950, na esquina da Júlio com a Montaury. À frente (à direita), o motociclista Carlos Juber. Foto: Studio Geremia, acervo Colégio La Salle, divulgação

Foto: Studio Geremia, acervo Colégio La Salle, divulgação

Cortejo dos alunos do La Salle pela Av. Júlio, com o Clube Juvenil ao fundo, em 1950. Foto: Studio Geremia, acervo Colégio La Salle, divulgação

A estrutura da Praça

Nas décadas de 1950 e 1960, autoridades e população costumavam conferir os desfiles pela Júlio de Castilhos posicionados em um palanque instalado na Praça Ruy Barbosa, defronte ao lendário Café América.

Na Semana da Pátria de 1950, o Pioneiro destacou a participação do 3º Grupo de Artilharia Antiaérea. Quatro canhões da unidade deram salvas, “fazendo ir pelos ares milhares de confetes com as cores nacionais, o que conferiu um brilho inédito às comemorações”.

Naquele Sete de Setembro de 1950 desfilaram também o Batalhão do Ginásio do Carmo, os meninos do Abrigo de Menores São José e os alunos da Escola Normal Duque de Caxias. Já a extinção do Fogo Simbólico ocorreu durante uma solenidade comandada pelo bispo Dom José Barea na Catedral.

Foto: Studio Geremia, acervo Colégio La Salle, divulgação

Colégios, entidades e clubes esportivos costumavam desfilar pela Júlio, parando defronte ao palanque instalado na Praça Ruy Barbosa. Foto: acervo Colégio La Salle, divulgação

Participe da coluna

As fotos deste post foram disponibilizadas pela direção do Colégio La Salle e pelo leitor Alberto Rech. Participe também enviando imagens antigas da cidade para o e-mail rodrigo.lopes@pioneiro.com, com breve descrição, data e um telefone de contato.

Envie seu Comentário