Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Bodas de vinho movimentam Ana Rech

18 de outubro de 2014 0
Hermínia e Claudino Dall'Alba: comemoração dupla neste domingo. Foto: acervo de família, divulgação

Hermínia e Claudino Dall’Alba: comemoração dupla neste domingo. Foto: Gema Dall’Alba, acervo de família, divulgação

No mesmo dia em que completa 92 anos, seu Claudino Dall’Alba celebra outro feito invejável ao lado da esposa Hermínia: as bodas de vinho, pelos 70 anos de casamento.

As duas datas terão comemoração especial neste domingo, na Capela de São Valentim, em Ana Rech. Haverá missa seguida de almoço no salão da igreja.

A foto do casamento, registrada um mês após a cerimônia, em 1944. Foto: acervo de família, divulgação

A foto do casamento, registrada um mês após a cerimônia, em 1944. Foto: acervo de família, divulgação

Claudino e Hermínia ainda quando solteiros e quando ele prestou o serviço militar. Foto: acervo de família, divulgação

Claudino e Hermínia ainda quando solteiros e quando ele prestou o serviço militar. Foto: acervo de família, divulgação

Toda essa história teve início em 1942, quando seu Claudino e dona Hermínia se conheceram na localidade de São Valentim, onde ambos moravam. Após um breve namoro, os noivos casaram em 21 de outubro de 1944, na capela de madeira do lugar.

Detalhe: por falta de condução, os dois jovens percorreram o trajeto até a igrejinha a pé, assim como a volta para casa – e também por falta de fotógrafo, a foto do casamento foi tirada um mês depois da cerimônia.

Da união nasceram seis filhos: Lívio Luíz, Lourdes Terezinha, Inês Hilda, Gema, Vidal e Julieta, que deram ao casal 13 netos e quatro bisnetos.

O casal e os seis filhos no início dos anos 1960. Foto: acervo de família, divulgação

O casal e os seis filhos no início dos anos 1960. Foto: acervo de família, divulgação

O casal e os seis filhos em um registro de 1971. Foto: acervo de família, divulgação

O casal e os seis filhos em um registro de 1971. Foto: acervo de família, divulgação

Claudino e Hermínia atualmente, com os filhos Lívio Luíz, Lourdes Terezinha, Inês Hilda, Gema, Vidal e Julieta. Foto: acervo de família, divulgação

Claudino e Hermínia atualmente, com os filhos Lívio Luíz, Lourdes Terezinha, Inês Hilda, Gema, Vidal e Julieta. Foto: acervo de família, divulgação

Atuação comunitária

Com forte devoção religiosa, Claudino e Hermínia dedicaram suas vidas à capela – até pouco tempo atrás, o patriarca atuava como ministro da eucaristia.

Seu Claudino também foi o primeiro morador da região a tirar a carteira de carreteiro, em 1940, aos 18 anos, e o primeiro a comprar uma televisão, pois só ele e mais três famílias possuiam energia elétrica (de uma usina própria montada por ele). A família recorda que todos os amigos e vizinhos se reuniram na sala da casa dos Dall’Alba para assistir aos jogos da Copa do Mundo de 1970.

Claudino ainda auxiliou na construção da BR-116, no trecho da Parada Cristal até o rio São Marcos.

O antigo casarão da família, preservado até hoje, em Ana Rech. Foto: acervo de família, divulgação

O antigo casarão da família, preservado até hoje, em Ana Rech. Foto: acervo de família, divulgação

Em 1885

A trajetória da família teve início ainda em 1885, quando os pais de Claudino Dall’Alba vieram da Itália. Foi o 10º navio de imigrantes italianos a chegar no Brasil, no porto de Porto Alegre.

Da capital gaúcha, os imigrantes seguiram até São Sebastião do Caí, em um antigo vaporetto (embarcação que utilizava motor a vapor).

As informações desta coluna são uma colaboração da neta Juliana Marcolin.

Envie seu Comentário