Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

80 anos de Diocese: os bispos de Caxias do Sul desde 1936

24 de outubro de 2014 0
Em 26 de novembro de 1983, Dom Benedito Zorzi repassou o comando da Diocese a Dom Paulo Moretto, durante solenidade no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio. Foto: Roberto Scola, banco de dados/Pioneiro

Em 26 de maio de 1983, Dom Benedito Zorzi repassou o comando da Diocese a Dom Paulo Moretto, durante solenidade no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio. Foto: Roberto Scola, banco de dados/Pioneiro

Além de abrigar a história da Diocese de Caxias do Sul desde os primórdios do século passado, o Museu Diocesano Dom José Barea joga luzes sobre a trajetória dos três bispos que antecederam Dom Alessandro Ruffinoni.

Sucessores do pioneiro DOM JOSÉ BAREA, que atuou entre 1936 e 1951, Dom Benedito Zorzi e Dom Paulo Moretto também ganharam espaços temáticos.Zorzi foi o segundo bispo de Caxias, assumindo em 6 de dezembro de 1952, um ano após a morte de Barea. Bastante avançado para a época, ele é lembrado até hoje por não compactuar com os militares na época do Golpe de 1964.

– Ele protegia muito os padres mais avançados, batendo boca nos quartéis, não era aliado à cúpula conservadora. Por isso o povo conservador de Caxias nunca gostou muito do Dom Benedito – recordou o padre Roque Grazziotin em entrevista à jornalista Rosilene Pozza, por ocasião dos 50 anos do Golpe Militar, em 1º de abril.

Foto: Studio Tomazoni Caxias, acervo pessoal de Jacyra Mattana, divulgação

Logo após assumir, em dezembro de 1952, Dom Benedito Zorzi participou da solenidade de inauguração da loja Brazex, juntamente com o jornalista Nestor Gollo (com o microfone), o prefeito Euclides Triches, o assessor da direção da Metalúrgica Gazola, José Ariodante Mattana (à esquerda, de óculos), e os empresários Otarino Travi, Silvio Gazola, José Gazola e Ottoni Minghelli. Foto: Studio Tomazoni Caxias, acervo pessoal de Jacyra Mattana, divulgação

Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Dom Benedito Zorzi abençoa as instalações da nova rodoviária de Caxias do Sul, então localizada na esquina das ruas Moreira César e Sinimbu, em 1958. À esquerda, o radialista Vivaldo Vargas de Almeida acompanha a solenidade. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Dom Benedito Zorzi (E), bispo emérito de Caxias do Sul, celebra missa com o bispo Dom Paulo Moretto (C) na Romaria de Caravaggio em maio de 1983. Foto: Luis Carlos Leite, banco de dados/Pioneiro

Dom Benedito Zorzi (E), bispo emérito de Caxias do Sul, celebra missa com o bispo Dom Paulo Moretto (C) na Romaria de Caravaggio em maio de 1983. Foto: Luis Carlos Leite, banco de dados/Pioneiro

Dom Paulo Moretto assume em 1983

No comando da Diocese até 1983, Dom Benedito tornou-se emérito pela aceitação de sua renúncia – atendendo à disposição estabelecida pela igreja com base na idade (75 anos). Em 26 de maio daquele ano, repassou o comando da Diocese a Dom Paulo Moretto, durante solenidade no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio.

Após a renúncia, em 1983, o religioso desempenhou o cargo de Vigário Episcopal dos Santuários Diocesanos de Caxias do Sul, até falecer, aos 80 anos, em 2 de dezembro de 1988, no Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Caravaggio, onde morava.

Reportagens de capa do jornal Pioneiro destacaram a mudança de comando na Diocese (fotos abaixo).

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Entre vários momentos de destaque em sua trajetória, Dom Paulo Moretto acompanhou a visita de Dom Hélder Câmara, Arcebispo Emérito de Olinda e Recife, a Caxias do Sul em 9 de outubro de 1986.

Convidado da Feira do Livro daquele ano, Dom Hélder (1909-1999) concedeu uma entrevista coletiva no Bispado, onde condenou o pessimismo sobre a Constituinte e transferiu para a então futura Constituição (1988) a responsabilidade por uma autêntica reforma agrária.

Dom Paulo Moretto acompanha Dom Hélder Câmara em visita a Caxias, durante a Feira do Livro de 1986. Foto: Roberto Scola, banco de dados/Pioneiro

Dom Paulo Moretto e Dom Hélder Câmara durante a coletiva de imprensa realizada no Bispado em 1986. Foto: Roberto Scola, banco de dados/Pioneiro

Dom Paulo Moretto acompanha Dom Hélder Câmara em visita a Caxias, durante a Feira do Livro de 1986. Foto: Roberto Scola, banco de dados/Pioneiro

Dom Paulo Moretto acompanhou Dom Hélder Câmara na visita a Caxias, durante a Feira do Livro de 1986. Foto: Roberto Scola, banco de dados/Pioneiro

Dom Paulo Moretto celebra a missa campal no Santuário de Caravaggio, em 1986. Foto: Maria da Graça, banco de dados/Pioneiro

Dom Paulo Moretto celebra a missa campal no Santuário de Caravaggio, em 1986. Foto: Maria da Graça, banco de dados/Pioneiro

Dom Paulo Moretto em maio de 1992, quando conduzia a missa campal no Santuário de Caravaggio. Foto: Antonio Santo, banco de dados/Pioneiro

Dom Paulo Moretto em maio de 1992, quando conduzia a missa campal no Santuário de Caravaggio. Foto: Antonio Santo, banco de dados/Pioneiro

Após 28 anos à frente da Diocese, no dia 6 de junho de 2011 o Papa Bento XVI aceitou o pedido de renúncia de Dom Paulo por limite de idade (75 anos). O comando passou ao italiano Dom Alessandro Ruffinoni, que já atuava como bispo coadjutor de Caxias desde agosto de 2010.

Envie seu Comentário