Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Os 60 anos da Paróquia Santa Catarina

29 de novembro de 2014 1
Confraternização defronte à igreja recém-inaugurada, em meados da década de 1930. Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Confraternização defronte à igreja recém-inaugurada, em meados da década de 1930. Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

O final de semana é de festa na Paróquia do bairro Santa Catarina. Os 60 anos foram completados oficialmente no dia 25 de novembro, terça-feira, mas até este domingo ocorre uma extensa programação (confira abaixo).

Toda essa história teve início quando os primeiros imigrantes italianos decidiram homenagear Nossa Senhora das Dores como padroeira – um oratório foi construído próximo onde hoje situa-se a Casa de Pedra. Porém, com o surgimento dos moinhos que aproveitavam a água do Arroio Tega, as famílias optaram por reverenciar Santa Catarina de Alexandria, a padroeira dos estudantes e dos que trabalham com rodas e moinhos.

O novo templo começou a ser pensado em 1927. Graças ao envolvimento comunitário e às festas, as famílias foram aos poucos angariando fundos para a construção da igreja, inaugurada em 21 de julho de 1930. Mesmo assim, de 1939 a 1954, a comunidade não possuía autonomia – era atendida pelos freis capuchinhos.

O decreto oficial de criação da paróquia, assinado pelo bispo Dom Benedito Zorzi, data de 25 de novembro de 1954. Foi quando assumiu também o primeiro pároco, padre Orestes Valetta.

Na imagens deste post, dois registros das festas que movimentavam o entorno da igreja – ainda de tijolos aparentes – , em meados dos anos 1930. À época, postes eram enfeitados com bandeirinhas, bandas de música típica no coreto animavam as tardes e piqueniques sob as árvores integravam as famílias – não só do bairro, mas de várias outras regiões da cidade.

A igreja do bairro Santa catarina em meados da década de 1939, quando o bairro era praticamente uma colônia do interiro.  Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

A igreja do bairro Santa Catarina em meados da década de 1930, quando o bairro era praticamente uma colônia do interior. Foto: acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Agende-se

Sábado (dia 29)

18h: Missa vocacional, integrando as celebrações do Ano Vocacional

Domingo (dia 30)

10h: Missa festiva. Após, procissão motorizada com a participação da banda da escola Santa Catarina e bênção dos veículos.

12h30min: almoço de confraternização. Ingressos esgotados.

Com a colaboração de Camila Boff.

Comentários (1)

  • Alberto Rech diz: 30 de novembro de 2014

    Prezado Rodrigo…
    Como é bem estar lendo e revendo ,nestas Memórias, como era o a vida dos nossos antepassados.Suas vidas, suas crenças,seus trabalhos e suas obras….Vivemos hoje tempos obscuros com muitas incertezas, descriminações e aberrações tanto na parte física,humana, emocional , intelectual e espírita das pessoas e que as Memórias que tu nos proporciona nos dá uma esperança de uma humanidade melhor para os nossos filhos e netos. Nos dá a certeza de que com fé nas nossas convicções, herdadas dos nossos pais e antepassados, possamos ter dias melhores…..

Envie seu Comentário