Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Um elefante agita a Sinimbu em 1985

16 de janeiro de 2015 0
Foto: Maria da Graça Soares, banco de dados/Pioneiro

Há 30 anos: elefante do Gran Circo Norte-Americano, em temporada por Caxias, foi uma das “atrações” do Carnaval na Rua Sinimbu, em 1985. Foto: Maria da Graça Soares, banco de dados/Pioneiro

Em meio à polêmica sobre o desfile das escolas de samba na Rua Plácido de Castro, asfalto, paralelepípedos, Maesa e preservação do patrimônio histórico, retomamos algumas curiosidades do Carnaval de 30 anos atrás.

Em 16 de fevereiro de 1985, a Sinimbu recebeu a ilustre “visita” de um elefante. “Vestido” de pierrot, o animal era uma das atrações do Gran Circo Norte-Americano, em temporada pela cidade – à época, discussões sobre direitos dos animais e maus-tratos ainda engatinhavam.

A apresentação da companhia circense abriu os desfiles do Carnaval a convite do Serviço Municipal do Turismo (Semtur), então presidido por Maria Frigeri Horn. A primeira noite da folia de rua contou ainda com a passagem do bloco Geração Independente do Lado de Lá, formado por jovens associados de diversos clubes de Caxias, e das escolas Protegidos da Princesa, Unidos do Centenário e Incríveis do Ritmo.

Instalado na Rua Moreira César, próximo à antiga Gethal, o Gran Circo sediou, dois dias depois, o baile Carnaval no Circo – mesclando seus artistas, bichos e atrações com a bateria da escola vencedora daquele ano, a bicampeã Incríveis do Ritmo, o Rei Momo, Carlos Humberto Farina, e a rainha do Carnaval, Maria José dos Reis, além de centenas de foliões.

Todo o auê, impensável nos dias de hoje, foi uma promoção conjunta do antigo Semtur, da RBS TV Caxias Canal 8 e do Gran Circo Norte-Americano.

Foto: Edson Correa, banco de dados/Pioneiro

Escola Império Serrano samba no recém-inaugurado Calçadão, em 1980. Foto: Edson Correa, banco de dados/Pioneiro

Carnavais de outros tempos

Nas imagens, alguns flagrantes da folia que agitava o Centro nos primórdios dos anos 1980. Acima, a passagem da escola Império Serrano pelo antigo calçadão, recém-inaugurado em 1980. A trupe surgiu com o tema A História de Janay, puxado pelos sambas Janay e Sonho de Zumbi.

Foto: Edson Correa, banco de dados/Pioneiro

Samba no pé no calçadão em 1980. Foto: Edson Correa, banco de dados/Pioneiro

Foto: Edson Correa, banco de dados/Pioneiro

Desfile de carros e foliões pelo calçadão em 1980. Foto: Edson Correa, banco de dados/Pioneiro

Foto: banco de dados/Pioneiro

Samba sobre os paralelepípedos da Sinimbu em 1982. Foto: banco de dados/Pioneiro

Há 30 anos, o asfalto…

Matéria veiculada pelo Pioneiro em 16 de fevereiro de 1985 destacava a opção da Secretaria Municipal de Turismo pelo Carnaval na Rua Sinimbu, após ser cogitada a realização do desfile na já asfaltada Rua Alfredo Chaves – o que, segundo uma avaliação preliminar dos organizadores, facilitaria a apresentação dos passistas.

Confira o texto:

Cogitou-se a realização do desfile em frente ao Centro Administrativo. Contudo, vários problemas foram surgindo com a aproximação do evento, e as dificuldades na Rua Alfredo Chaves também apareceram. Segundo Maria Frigeri Horn, titular da Secretaria Municipal de Turismo, “voltaremos a realizar o desfile das escolas de samba na Rua Sinimbu. Estava sendo muito difícil armar as arquibancadas na Alfredo Chaves, devido às árvores.

Além do mais, a iluminação existente nesta rua não seria suficiente, e precisaríamos colocar mais iluminação”. Outro ponto (…) se deve ao fato de que no próximo ano, por ocasião da Festa da Uva, “as escolas voltariam a desfilar na Sinimbu e não há o porquê de somente este ano ser diferente”.

Envie seu Comentário