Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Em 1975: Pelé e a menina do autógrafo no gesso

10 de março de 2015 1
Leitora Flavia Detânico Onzi tinha oito anos em 1975 e recebeu um autógrafo de Pelé no braço quebrado. Foto: Galeno Rodrigues, banco de dados, Agência RBS, 20-2-1975

Leitora Flávia Detânico Onzi tinha oito anos em 1975 e recebeu um autógrafo de Pelé no braço quebrado. Foto: Galeno Rodrigues, banco de dados, Agência RBS, 20-2-1975

Mistério desvendado. Flávia Detânico Onzi é a menina que recebeu um autógrafo de Pelé no braço engessado, durante a visita do jogador à Festa da Uva de 1975. A própria leitora entrou em contato com a coluna para recontar a história.

Oito anos em 1975, Flávia quebrou o braço enquanto brincava em um tonel de cimento no terreno de casa, no bairro São Pelegrino, em novembro de 1974. Ela recorda que os pais estavam na missa no momento do acidente e foram avisados por um vizinho. Ainda engessada, a menina compareceu a Festa da Uva com a família, em 20 de fevereiro de 1975, dois meses após o acidente.

Sobre o autógrafo, Flávia conta que o próprio Pelé chamou-a para assinar no gesso. Retirado tempos depois, o molde foi guardado e integra o acervo de lembranças da infância até hoje. Nele Pelé deixou a mensagem:

“Um beijo carinhoso do Edson Arantes do Nascimento… Pelé.”

Comentários (1)

  • Neiva Gubert Ulian diz: 10 de março de 2015

    A foto da churasqueira ,aquele Sr. que aparece na direita do Pelé é o Sr. Aldemiro Ernesto Ulian ,que foi o churasqueiro na ocasiaõ e mais tarde Presidente do Vasco da Gama de Caxias do Sul.

Envie seu Comentário