Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Eberle Centro: detalhes de outros tempos

30 de março de 2015 2

Movimentação dos trabalhadores defronte à fábrica no final dos anos 1940, quando o moderno prédio projetado por Silvio Toigo e Romano Lunardi ainda fazia vizinhança com os velhos casarões de madeira da antiga funilaria. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Os trabalhos de recuperação do Eberle Centro, na Rua Sinimbu, aos poucos, revelam surpresas ao passante mais atento. Ou melhor, trazem de volta “novidades” com mais de 60 anos.

Após um período oculto por tapumes, o acesso à atual Faculdade Ideau, próximo à Marquês do Herval, exibe as portas originais de uma das antigas entradas da diretoria. O que chama a atenção, no entanto, são os belos adornos escultóricos em metal – ratificando a riqueza arquitetônica que a empresa exibia em vários pontos do prédio.

Confira na sequência abaixo:









Outros detalhes

Além das portas originais, hoje protegidas por vidro, outros detalhes icônicos do prédio devem ser valorizados com a recuperação do imóvel.

São eles os dois vitrais da Sinimbu e as piteiras de concreto (a marca registrada) localizadas no telhado, tanto pela Sinimbu quanto pela Borges de Medeiros.

Foto: Roni Rigon, banco de dados/Pioneiro

Comentários (2)

  • Maria Helena Muratore diz: 30 de março de 2015

    As portas do Eberle eram lindas ! Os detalhes eram de grande beleza.
    Algo que nunca esqueci era um cavalo encilhado( devia ser empalhado ) que ficava dentro do prédio e que chamava atenção pela sua imponência. Onde será que foi parar ??? Parabéns Rodrigo pela Matéria sobre o Prédio do Eberle .

  • Pedro Máximo Paim Falcão diz: 1 de abril de 2015

    Sou caxiense, tenho orgulho em ser, gostei muito da matéria fotográfica feita pelo Rodrigo. Trouxe-me, dita matéria, a recordação de tempos felizes em que morei na minha cidade. Pela frente do prédio da metalúrgica, caminhava quase todos os dias do ano, pois morava na rua Sinimbú e dirigia-me ao Colégio do Carmo, onde estudava, de 1950 a 1958.
    Este trajeto era, também, o caminho que adotava para me dirigir à Prefeitura de Caxias, onde trabalhei, de 1964 a 1969, na gestão de Hermes João Webber, prefeito na época.
    Obrigado, Rodrigo, por ter me feito recordar, saudoso, uma época muito feliz em minha vida.
    Um abraço!

Envie seu Comentário