Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Para recordar do bairro São Pelegrino

21 de abril de 2015 2

Um bairro em expansão: São Pelegrino captado do alto em 1949, com a igreja em construção e a antiga capela de madeira, no entroncamento da Av. Itália com a Rio Branco (à esquerda). Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Redes sociais têm colaborado para avivar a memória e compartilhar lembranças das mais diversas épocas e lugares. Uma rápida pesquisa pelo Facebook, por exemplo, mostra que páginas temáticas de bairros, distritos e localidades do interior de Caxias são fartas em imagens históricas.

Além da badalada “Caxias do Sul – Fotos Antigas”, uma das comunidades mais ricas em histórias e fotos é a “Vivendo São Pelegrino”, idealizada e mantida pela professora Suzana Postali Fantinel.

Moradora do bairro desde meados dos anos 1940, Suzana mescla imagens dos primórdios do arrabalde, seus comércios, colégios e moradias com relatos de famílias e antigos moradores – tudo posteriormente enriquecido por comentários de curtidores da página.

Pegando carona nesse resgate, trazemos aqui algumas imagens emblemáticas do bairro.

Na foto acima, uma vista aérea captada por volta de 1949. Além das obras da novíssima Igreja de São Pelegrino, que substituiria a antiga capela de madeira localizada junto à rótula, vemos a construção do prédio do Cine Real, inaugurado durante a Festa da Uva de 1950, e os antigos colégios São Carlos e La Salle, um defronte ao outro, no então Largo da Av. Rio Branco. Repare ainda nas avenidas Itália e Júlio, ainda dominadas por casarões de madeira.

Clique nas imagens para ampliar.

A chegada da pedra fundamental da igreja, em março de 1944, com a presença do padre Ernesto Mânica e de moradores do bairro. Foto: Studio Geremia, acervo Centro de Memória São Pelegrino, divulgação

Em 1944: solenidade de lançamento da pedra fundamental da nova igreja teve a participação da senhora Amália Sartori Buratto, do padre Eugênio Giordani, do bispo Dom José Barea (à direita) e de moradores como Germano Pisani (de terno claro) e o dentista Aparício Postali (ao lado do bispo, segurando o guarda-chuva). Foto: Studio Geremia, acervo Centro de Memória São Pelegrino, divulgação

A igreja

Na imagem acima, um registro do lançamento da pedra fundamental da igreja, em 1944, com a presença da senhora Amália Sartori Buratto, do primeiro pároco, padre Eugênio Giordani, do bispo Dom José Barea (à direita) e de moradores do bairro, como Germano Pisani e o dentista Aparício Postali. O templo foi concluído em 1953.

Abaixo, um flagrante da entrada solene das crianças que fariam a Primeira Comunhão e suas famílias no início dos anos 1950. Por fim, a ainda tranquila e bucólica esquina da Av. Júlio de Castilhos com a Rua Feijó Jr., em meados dos anos 1940.

Um ícone em obras: a igreja de São Pelegrino no início dos anos 1950. Foto: Studio Geremia, acervo Centro de Memória São Pelegrino, divulgação

Um ícone em obras: a igreja de São Pelegrino no início dos anos 1950. Foto: Studio Geremia, acervo Centro de Memória São Pelegrino, divulgação

Cenário bucólico: a esquina da Júlio com a Feijó Jr. no início dos anos 1940, com a antiga igrejinha de madeira ao fundo ( à esquerda). Novo templo só começaria a ser erguido em 1944.  Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Participe da coluna

Você possui fotos antigas do bairro São Pelegrino? Compartilhe com a coluna.

Comentários (2)

  • marilia regina de carvalho chukst diz: 21 de abril de 2015

    Muito lindo esta recordação. Tb nasci em Caxias e no Bairro São Pelegrino, rua Dr. Augusto Pestana e com grande alegria vi a foto do meu avo na solenidade de lançamento da pedra fundamental é o senhor de terno claro colocando a pedra é o meu avo querido Germano Pisani, minha mãe e minha avó tb estavam presentes – Amélia Albé Pisani e minha mãe Irma Moretto . Tenho várias fotos desta época mas esta não tinha, muito obrigado.

  • Marilena Turra diz: 12 de agosto de 2015

    Muito interessante, este resgate! Parabéns!

Envie seu Comentário