Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

São Pelegrino: ontem e hoje

17 de agosto de 2015 3

A antiga sede do Colégio La Salle, na Rua Feijó Jr., quase esquina com a Av. Itália e o início da Av. Rio Branco. Foto: acervo Colégio La Salle, divulgação

A memória e as transformações verificadas no bairro São Pelegrino desde o início do século 20 ganham evidência nesta segunda (17) à noite. A partir das 19h30min, ocorre o lançamento do livro São Pelegrino – Quem Te Viu Quem Te Vê, no shopping homônimo.

Assinada por Tânia Tonet, Charles Tonet e Ana Seerig, a publicação mescla fotos antigas e atuais do lugar, além de traçar aspectos de seu surgimento e evolução.Fora isso, as saborosas histórias contadas por seus moradores dialogam com registros não menos nostálgicos.

Na imagem abaixo, de meados dos anos 1950, frequentadores conferem as atrações do lendário Cine Teatro Real, inaugurado em 26 de fevereiro de 1950 para a Festa Nacional da Uva. Ao fundo, a fachada da antiga Marmoraria Cia, de Henrique Cia, localizada onde hoje situa-se o Centro Comercial São Pelegrino, na Av. Júlio de Castilhos.

Clique nas imagens para ampliar.

Década de 1950: o Cine Teatro Real (à direita) e a antiga Marmoraria Cia (ao fundo), onde hoje situa-se o Centro Comercial São Pelegrino. Foto: acervo família Cia, divulgação

A publicação

O livro sai pela Editora Belas Letras e conta com um ensaio fotográfico de Guilherme Jordani.

Bar Danúbio nos anos 1950: sorvetes, bebidas e guloseimas. 

São Pelegrino e o novo espaço da Casa de Memória.

Histórias de São Pelegrino na Cafeteria Tres.

Família Zandomeneghi e a Cooperativa Vinícola São Victor.

Agende-se

14h – Trilhas de São Pelegrino: percurso pelos locais que revelam a identidade do bairro. Saída da Praça João Pessoa, entre a Av. Júlio e a Rua Feijó Jr.

19h30min – Lançamento do livro São Pelegrino: Quem Te viu, Quem Te Vê. Local: Shopping San Pelegrino. Valor: R$ 49,90.

Comentários (3)

  • Evandro diz: 17 de agosto de 2015

    A segunda foto onde aparecem dois Fuscas e do ano de 1953 ou adiante em função dos Fuscas estarem somente com 1 janela atrás, sem os 2 vidros caracteristicos do carro até o primeiro semestre de 1953.

  • Evandro diz: 19 de agosto de 2015

    Rodrigo, pesquisei um pouco da historia do Fusca e o mesmo sem janela dividia e retangular (pelo que aparenta na foto) indica que esses carros são do final da decada de 50 ( 59 ou depois) inicio da decada de 60.
    Segue foto:
    https://euamofusca.files.wordpress.com/2013/03/1959.jpg

    https://euamofusca.wordpress.com/2013/03/06/cronograma-de-um-simbolo-de-1932-a-2013/

    Rodrigo, parabens pela dedicação na preservação da historia.

Envie seu Comentário