Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Para recordar da Folha de Hoje e do Juventus

06 de novembro de 2015 3

Parte dos jornalistas e fotógrafos da Folha de Hoje em frente ao Juventus, no início dos anos 1990. Foto: Daniel Correa, divulgação

Endereço que marcou época na Rua Marechal Floriano, quase esquina com a Tronca, a Hamburgueria Juventus também é um dos locais mais vivos na lembrança dos antigos funcionários do extinto jornal Folha de Hoje. E é no atual endereço da casa, uma quadra acima, que o grupo de colegas reúne-se ao meio-dia deste sábado (7).

Na imagem acima, um flagrante dos jornalistas no início dos anos 1990. Entre eles, Roni Rigon, Márcio Serafini, Rosilene Pozza, Hermes Lorenzon, Daniel Angeli, Daniela Goulart, Cléver Moreira, Rosa Ana Bisinella, Nereu de Almeida, Paulo Ribeiro, Roberto Carlos Dias, Luis Carlos Souza, Rosane Berti, Renato Zaro, Fernando Rivoire, Marli Rodrigues, Simone Branco e Márcio Ramos.

Vários deles hoje atuam nos veículos do Grupo RBS, como o Jornal Pioneiro e a Rádio Gaúcha.

Clique nas imagens para ampliar.

Os 20 anos do fim do jornal Folha de Hoje.

Juventus nos anos 1980 e 1990: reduto para assistir a partidas de futebol, comemorar e confraternizar. Foto: acervo Hamburgueria Juventus, divulgação

Local mítico

As lembranças dos “filhos da Folha” e do cotidiano na empresa, logicamente, mesclam-se à história da antiga lancheria. Abrigando salão para jogos de sinuca, ping-pong e carteados, a lancheria frequentemente servia como ponto de encontro para os jornalistas, que se encontravam para tomar café, trocar informações do trabalho, discutir pautas, recitar e escrever poesia nas paredes e jogar sinuca.

No período em que a Folha circulou, entre 1989 e 1994, até disputas de futebol chegaram a ocorrer entre o time dos clientes e o time do jornal. O futebol, aliás, é que deu origem a essa referência gastronômica caxiense. Agremiação surgida em 1938, o Esporte Clube Juventus teve sua sede social localizada em diversos endereços no antigo bairro Lusitano, espécie de trecho intermediário entre o Rio Branco, o São Leopoldo e o Panazzolo.

Juventus: os 60 anos do tricampeonato varzeano.

No final da década de 1950, o QG do Juventus funcionava no casarão situado na esquina das ruas Tronca e Marechal Floriano – que anos antes abrigou o antigo Colégio Clemente Pinto, posteriormente o extinto Bar Itália e atualmente a loja Conexão Urbana. Em meados dos anos 1960, a sede do Juventus mudou-se para o térreo de um sobrado na Marechal, onde permaneceu como uma hamburgueria até a demolição do prédio, em 2012.

Atualmente, a cancha de futebol de salão e o bar do antigo Juventus, onde está exposto o acervo do time, situam-se em um pavilhão com acesso pela Rua Tronca, entre a Visconde de Pelotas e a Garibaldi. Já a Hamburgueria Juventus, administrada desde 1988 pelo empresário Gilmar Comerlato, o Mini, situa-se na Tronca, esquina com a Euclides da Cunha.

Baile no Esporte Clube Juventus nos anos 1950.

O Juventus em meados dos anos 1990. Foto: acervo Hamburgueria Juventus, divulgação

A lancheria  Juventus já funcionando como hamburgueria, no final dos anos 1990, antes da mudança para a Rua Tronca. Foto: acervo Hamburgueria Juventus, divulgação

Comentários (3)

  • Inacio diz: 6 de novembro de 2015

    Boas lembranças destes lugares, sugiro reportagem sobre hamburguerias anos 80 Baita Kao, Zip Dog, Donalds Lanches, Ponto de Vista, Sex Sabe, Gringa e outros estabelecimentos.
    abraço aos saudosos

  • Duclerc João da Silva diz: 6 de novembro de 2015

    Que legal!
    Recordo bem dessa época, quando íamos à folha imprimir o Nova Época Jornal de Canela. Ali tive a felicidade de conhecer e aprender com boa parte destes profissionais, e reencontrar pessoas como o Souzinha, meu conterrâneo de Bom Jesus.

  • Andrews Andrighetti Arrosi diz: 7 de novembro de 2015

    Eu vivi essa época. Bons tempos

Envie seu Comentário