Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Imigração alemã: encontro da família Lüdke

27 de novembro de 2015 1
Os pioneiros Ludwig Lüdke e Anna Gehrke. Foto: acervo de família, divulgação

Os pioneiros Ludwig Lüdke e Anna Gehrke. Foto: acervo de família, divulgação

A Sociedade da Linha Imperial, em Nova Petrópolis, sedia neste domingo (29) o 4º Encontro da Família Lüdke. A programação, que engloba celebração ecumênica e almoço, recorda de uma trajetória iniciada em 1859. Foi quando o pequeno Ludwig Lüdke, de apenas oito anos, chegou da Alemanha no navio Continentista, acompanhado do pai e do avô.

Estabelecido nas terras da família em Nova Petrópolis, ele casou com Anna Gerhke e teve os seguintes filhos: Ludwig, Emilie, Jacob, Maria, Helene, Guilherme, Fernando, Fritz, Felipe, Cristina, Anna, Heinrich, Pauline, Adeline e Reinoldo.

Na foto abaixo, o casamento do filho Fernando com Lydia Stahl, em 16 de fevereiro de 1907 – seguindo uma tradição alemã, ela vestiu preto. Fernando e Lydia tiveram outros 15 descendentes e se estabeleceram em Linha Araripe, onde desenvolveram uma intensa vida comunitária.

Clique nas imagens para ampliar.

Homenagem nos 140 anos de imigração suíça.

O dia do casamento de Fernando Lüdke e Lydia Stahl em 1907. Foto: acervo de família, divulgação

O casarão da família

O casarão da família abrigava as mais diversas atividades, como casamentos e bailes de Kerb, que iniciavam à tarde e terminavam apenas nas primeiras horas do dia seguinte. A residência de Fernando Lüdke também servia de sede para os ensaios do Coro da Irmandade da Linha Araripe, formado apenas por homens.

Na foto abaixo, datada de 10 de junho de 1934, aparecem Fernando (sentado à direita, ao lado do quadro), com os filhos Fridolino e Ervino e o genro Rudolf. Em pé, os outros integrantes do grupo.

O Coro da Irmandade da Linha Araripe, formado apenas por homens, em 10 de junho de 1934. Foto: acervo de família, divulgação

O legado

Com o apoio da comunidade, Fernando construiu em suas terras uma escola e a igreja luterana. Posteriormente, a igreja e a casa de Fernando foram restauradas e transferidas para o Parque Aldeia do Imigrante, em Nova Petrópolis.

Encontro da família Pisetta em Galópolis.

Anos 1930: registro de uma festa de casamento na casa da família de Fernando Lüdke. Foto: acervo de família, divulgação

Contatos do encontro

* Iris Dinnebier: (54) 3223.3470
* Loni Kehl Wagner: (54) 3281.3379
* Marcos Lüdke: (54) 3281.3235

Comentários (1)

  • Fernando Ludke diz: 6 de janeiro de 2016

    Rodrigo

    Feliz em ter oportunidade de ver estas relíquias de família. Sou neto resido no RJ com nenhum contato com o pessoal do RS. Não sabia deste encontro.
    Muito obrigado.
    Fernando Ludke

Envie seu Comentário