Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

1º Batalhão Ferroviário: encontro da classe de 1943

30 de novembro de 2015 0

O desfile do grupamento da Companhia de Equipamentos e Engenharia que atuou na construção da Estação Veríssimo de Matos, no Sete de Setembro de 1962. Foto: Foto Planalto, acervo pessoal de Dolmires Visentin Lunardi, divulgação

Reservistas das classe de 1943 celebram nesta sexta, dia 4, os 53 anos de incorporação no 1º Batalhão Ferroviário de Bento Gonçalves, em 1962. Às 18h, os colegas serão recebidos pelo comandante do 6º Batalhão de Comunicações, coronel Alexander Eduardo Ferreira, para o descerramento da bandeira nacional e a formatura em continência. Após, está previsto um jantar de confraternização no rancho do batalhão.

Conforme lembra o ex-reservista Dolmires Visentin Lunardi, o “cabo Visentin”, o grupo teve participação fundamental na construção de ferrovias, em especial a Tronco Principal Sul (TPS), ligando a região Sul a São Paulo, no início dos anos 1960.

O itinerário foi fundamental para o progresso e crescimento não só da região, mas do país, pois facilitou a circulação e o escoamento da produção industrial, agrícola e comercial – a ferrovia atravessa uma das regiões de topografia mais acidentada do Estado, o Vale do Rio das Antas, incluindo aí as cidades de Bento Gonçalves, Veranópolis e Roca Sales.

A inauguração da Tronco Sul deu-se em 24 de março de 1969, com a presença do presidente da República Arthur da Costa e Silva e do governador do Estado, Walter Perachi de Barcellos.

Clique nas imagens para ampliar.

Em 2014: reservistas da classe de 1943 celebram em Bento Gonçalves.

A locomotiva 7 do 1º Batalhão, com o maquinista Antonio Pedro dos Santos em Veríssimo de Matos. Foto: acervo pessoal de Dolmires Visentin Lunardi, divulgação

Em 1962: o trio formado por seu Dolmires (na época cabo Visentin), o cabo Meister e o cabo Perizzolo. Foto: acervo pessoal de Dolmires Visentin Lunardi, divulgação

Dolmires Visentin Lunardi, o cabo Visentin, operando um trator D-8. Foto: acervo pessoal de Dolmires Visentin Lunardi, divulgação

Em 1962: parte do grupo da Cia de Equipamentos e Engenharia, que atuou na construção da Estação Veríssimo de Matos. Foto: acervo pessoal de Dolmires Visentin Lunardi, divulgação

Trajetória

O 1º Batalhão Ferroviário permaneceu em Bento de 1943 a 1971, quando foi substituído pelo 3° Batalhão de Comunicações do Exército, que ocupou provisoriamente o local até 1976. A partir daí, o quartel ganhou o nome de 6º Batalhão de Comunicações.

140 anos de imigração italiana: encontro da família Bavaresco.

Um rico acervo de Bento Gonçalves.

O cabo Visentin e os soldados junto ao posto de gasolina da Cia de Equipamentos e Engenharia em 1962. Foto: acervo pessoal de Dolmires Visentin Lunardi, divulgação.

O encontro

Mais informações sobre o encontro dos reservistas pelo telefone (54) 3453.1551, com Dolmires.

Envie seu Comentário